Condições de Serviço na PMAL

Olá, eu sou o Tenente Stive. Já faz um tempo que eu queria me manifestar sobre o muito que há de errado na PMAL, sempre com o intuito de trazer soluções que pudessem minimizar os problemas (muitos deles banais) que, há exemplo de outros Estados, foi praticamente foi resolvido. Bom, de antemão quero parabenizar o nosso mentor (Major Monteiro) pela iniciativa deste trabalho, como também quero dizer que hoje os canais que foram abertos com os blogs policiais podem realizar verdadeiras mudanças nas instituições policiais, como exemplo, cito o capitaomano.blogspot.com, blog de um capitão da PMSE, que através das postagens, conseguiu agregar muitos militares da PM de Sergipe em prol do aumento salarial e da valorização do profissional da segurança pública. Recomendo que todos deem uma olhadinha no blog; de onde tiramos a inspiração para as ideias implantadas aqui no Briosa em Foco.
Infelizmente a PMAL está parada no tempo, com sua estrutura tanto de pessoal quanto de equipamentos defasadas. Muita crítica já foi feita quanto à mudança do QO da PM, que é de 16.200 policiais, e que muitos "policiólogos", para fazerem a média com os políticos (que praticamente são os donos da PM), querem diminuir para 13.000, alegando que nossa instituição não necessita de tantos policiais. Como é de se perceber, todos que se manifestam contrários à diminuição do efetivo são perseguidos por muito tempo, sendo até rotulados como folgados ou polêmicos, isso quando o adjetivo pejorativo é "leve". Inobstante a isso, ainda agem como se tenente não pudesse pensar... Bom diante dessa realidade, o que não pensar sobre os Praças, em especial o soldado, que em toda essa cadeia de comando é tido como o "menos esclarecido"?
Fica difícil querer mudanças na nossa estrutura quando as nossas ações são pautadas em ações retrógradas, mesquinhas, ditatoriais, e quase sempre recheadas de orgulho, orgulho de admitir a incompetência – em face de dados criminalísticos alarmantes – que se mostra contrária ao posto ocupado e o cargo desempenhado. Estamos caminhando no segundo governo do Téo Vilela, ou seja, estamos no quinto ano desse governo e ainda continuamos sem investimentos sérios na Segurança Pública. E o que o nosso comando tem feito para mudar isso? Resposta: tem jogado a culpa nas dispensas médicas, tem culpado os próprios policiais que trabalham nas ruas, tem culpados os prefeitos que fecharam a "torneira" que era usada para abastecer as viaturas de suas respectivas cidades.
Não é preciso fazer uma análise mais acurada para se concluir que a situação das Unidades do Interior são lastimáveis, e olha que em grande parte do meu tempo pós-academia, passei em unidades do CPC. O que eu estou dizendo com isso é que mesmo com pouco tempo de vivências nas unidades do CPA III eu pude fazer uma amostragem apenas com a realidade que me deparei, a qual não diferia da realidade apresentada por colegas do CPA I e II, onde a grande maioria dos batalhões do interior estão com suas viaturas em péssimo estado, colocando em risco as guarnições que trabalham nelas (qualquer dia desses eu faço um artigo com umas fotos das Vtrs de algumas unidades do CPI). Nesse sentido, penso que seria uma boa ideia fazer um apelo aos PMs para que mandem fotos das viaturas sucateadas onde eles desempenham as suas funções. E eu até já imagino o título: "A péssima situação das nossas Vtrs". Tenho certeza, como 2+2=4, que o Secretário de Segurança, o Comandante Geral e o Subcomandante-geral não teriam coragem de rodar nessas viaturas um dia sequer; e se o fizessem, tenho certeza que haveria umas dez viaturas na escolta para lhes garantir a segurança... Enquanto isso, vou fazendo minha parte: alegando e comprovando que a Vtr não tem condições de rodar e indo com minha guarnição tirar PO pela cidade (não é demérito um oficial tirar PO), pois sou sincero ao dizer que não mandaria ninguém fazer algo que eu mesmo não faria, isto é, rodar em uma viatura sem condições de segurança...

0 comentários :

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver