A "Fábrica"

A mudança - na contramão, diga-se de passagem - da escala de serviço no âmbito do CPC, das velhas 48 horas de folga por 12 de serviço para as estafantes e miseráveis 12x36, 12x24 e 12x48 e ainda: com três turnos distintos, horários de entrada e saída que fazem com que o militar cumpra escalas com descanso que chegam a pouco menos de 24 horas (esta situação absurda, como matéria prima) está criando na nossa corporação uma fábrica complexa, comandada por habilidosos engenheiros de produção, que fabricam, com efeito, as dezenas de seus produtos finais.
Basta chegar nos dias de quarta e quinta no CHPM para ver aquela legião de soldados, cabos e sargentos da nossa corporação, pobres almas! Lá sentados naqueles bancos de madeira, rodeados de colchonetes velhos, recolhidos sabem-se lá de onde, uns dez a doze homens... Trêmulos, tristes, famintos, surrados, cansados... Papéis à mão, claro! Chegam em sua maioria às seis da manhã, O médico vem chegar às 8:30. Nisso, à pouca observação, já se pode contar mais de trinta e cinco almas. Mais trêmulos, mais famintos, mais cansados, igualmente surrados e indubitavelmente tristes.
Em suas mazelas, dores de coluna, cardiopatias graves, sequelas pós-traumáticas, hipertensão aguda, diabetes, alcoolismo, traumatismos, fraturas, stress (o mais comum). Não raro é ver o médico oficial - vítima também do aperto - buscar a qualquer custo colocar o doente na condição de "APTO". Quando não conseguem, buscam a todo custo, colocá-los como "APTO COM RESTRIÇÕES". Homens lesados em sua saúde, e produto industrializado final, do processo de fabricação encabeçado pelos seguintes operários, ao longo dos anos, que merecem nossos mais irônicos parabéns:
Dário César - Luciano Silva - Mário da Hora - Gilmar Batinga (este último, menção honrosa quando se trata de "quebrar" com a saúde dos já cansados combatentes).
Esta é a nossa fábrica de doentes, chamada PMAL.
E AGORA, GILMAR, PARA ONDE?

4 comentários :

DR. BATINGA disse...

EU JÁ TOU COM 1ANO E 4 MESES DE LTS E NÃO VOU VOLTAR

AMINESIA disse...

SENHORES GOSTARIA DE SABER QUE VOU UM QUAJE CARDIAL QUE PEGOU O DINHEIRO DO SUPERMECADO EXTRA E NÃO DEU AOS GUERREIROS DA PM ELE FOI PUNIDO?

AMIGA DA MÂE DINAR disse...

AMINESIA VOU PEGUNTAR A MÂE DINAR OK DEPOIS EU DOU O RETORNO

Anônimo disse...

Eu estou ha mais de três anos como paciente da junta médica e minha situação não poderia estar mais indefinida: tenho artrose, discartrose, hérnia de disco, bico de papagaio... todos estes problemas são relacionados à falta de condições dignas de trabalho.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver