A agonia do Pelopes: Outro Tendão de Aquiles da PMAL

Já faz quase dois anos e eu ainda não compreendo aquela presepada iniciativa de colocar a Segurança Pública em "estado de emergência", com o intuito de acelerar os processos de licitações e empenhos para a compra de materiais, pois o tempo acabou revelando que de nada adiantou. Isso porque nenhuma compra emergencial significativa foi feita e ainda continuamos na maior pindaíba, com falta de uniformes, viaturas, coletes, armamentos, munições e muitas outras coisas...
Bem, é preciso ressaltar que praticamente todas as "novas" viaturas locadas ficam na capital, Maceió, enquanto que raras viaturas vem para o interior recompor a frota dos BPMs que cuidam do agreste, sertão e litoral. A última remessa em quantidade expressiva (própria da PM) que foi enviada para os BPMs do CPI foi no ano de 2005, ainda no Governo de Ronaldo Lessa (OBS: não sou fã desse cara!), quando foram compradas inúmeras Blazers e Merivas que ainda hoje estão rodando pelos CPAs de Alagoas; "rodando" precariamente, que se frise. Depois dessas viaturas de 2005, fora as 10 Blazers que foram distribuídas em março do ano passado (das quais metade está parada por falta de manutenção ou peça), nunca mais foram vistas viaturas novas e decentes no interior de Alagoas...
Vamos em frente. Sabemos bem que em nosso Quadro Organizacional está previsto nos BPMs do CPI a presença de um Pelotão de Operações Especiais (PELOPES). Esses policiais que compõem os PELOPES são hoje em dia a Tropa de Pronto Emprego de todas as Unidades do Interior, destacando-se na cobertura de áreas e atuando em situações que precisem de uma resposta mais enérgica pelo "braço armado" do Estado em situações tais quais assaltos a bancos, sequestros, perseguições e outras ocorrências que exigem uma tropa mais disposta, e às vezes com armamento mais pesado do que o convencional.
Contudo, apesar dessas atribuições, não existe hoje na PMAL um PELOPES que tenha sua viatura em plenas condições de dar uma resposta rápida e imediata, COM SEGURANÇA, às ocorrências em que essa tropa necessita ser empregada. As Blazers que foram compradas em 2005 ainda estão no serviço, mas não mais oferecem segurança para as guarnições dos PELOPES, muitas já bateram os motores uma, duas e até TRÊS vezes; algumas têm problemas de freios, e outras tantas têm para-brisas trincados, sem contar os problemas de iluminação e pneus carecas. Essa realidade hoje presenciada parece que não irá acabar tão cedo, porque quase todas as viaturas Blazers compradas ou locadas vão para o BPRP e para o BOPE, sendo esta última unidade a mais agraciada – como foi diversas vezes, como no caso da "contemplação" com viaturas doadas do Pan (Nissan X-Terra).
Em situações de confronto, por estas bandas tão esquecidas, a chegada do BOPE só acontece depois da contenda ter se encerrado, ou com a fuga dos bandidos ou com a morte dos mesmos, depois do confronto com os PELOPES e as guarnições convencionais... Mas o BOPE precisa ir, ou seja, precisa vir, pois tem que aparecer na foto e de preferência com as viaturas novas; já que se vier com o Veículo Blindado Anticonflitos, vulgo "Pacificador" (que não pode passar de 60 Km/h, para não quebrar), das duas uma: ou não chega nem pra foto, ou não conseguirá retornar para casa.
Por ora, parece que o (novo) comando (também) não tem interesse em dar os meios necessários para que seja executado um bom serviço pelos PELOPES. E imagino que deva ser porque eles pensam que o BOPE terá condições de dar o apoio necessário no caso de uma ocorrência nos interiores afastados do nosso Estado – onde nosso conhecimento geográfico e a familiaridade sobre as rotas de fuga é amplamente maior. Lamentavelmente a realidade é bem diferente, pois somos relegados, e, nesse liame, não vem em minha memória um único assalto a banco no interior onde as guarnições do BOPE tenham conseguido chegar a tempo para dar a devida resposta aos assaltantes, ainda mais nesses tempos de assaltos a bancos com o uso de dinamites. Apesar de tudo, sempre nessas situações pudemos visualizar os "PELOPIANOS", muitas vezes apenas 03 homens na guarnição (nosso segundo maior problema), que vêm dar o apoio aos GPMs para enfrentar os novos "cangaceiros" que teimam em realizar assaltos em nossas cidades. "Teimam" porque conhecem bem a fundo as nossas fraquezas, ao contrário do nosso comando.
Pelo exposto, vê-se claramente duas frações especiais de uma mesma polícia. De um lado, na vanguarda das atenções e poucas vezes utilizado, o BOPE. No outro extremo, os verdadeiros PMs que dão a cara para bater os quais sempre se arriscam duas vezes: a primeira com a viatura caindo aos pedaços e posteriormente no enfrentamento aos assaltantes.
Será que é tão difícil assim o Estado alugar 30 viaturas – tipo Blazer – e enviá-las para as Unidades do Interior? Tenho certeza que se o nosso comando (Geral, CPI, CPAs e das Unidades) tivesse que dar uma voltinha nas Blazers em que rodam os PELOPES, eles declinariam o convite, com medo de sofrerem algum acidente. E para que não pensem que tudo são falácias, é só procurar saber como foi o acidente com uma Blazer do PELOPES da 1ª Cia/I há pouco mais de um ano, que veio a colidir com a traseira de um ônibus, onde o motorista não conseguiu frear a viatura por que só tinha freio em duas rodas... Não fosse a influência do "fator sorte" nesse caso, quase teríamos funerais com honras militares.
Enquanto "algumas pessoas" pensarem que a segurança de Alagoas se resume apenas à capital, essa violência que hoje assola Maceió só tenderá a aumentar e proliferar, porque o combate aos bandidos também necessita ser feito fora do eixo do CPC e – principalmente – nas nossas divisas com Pernambuco, Bahia e Sergipe. Nossas coirmãs desses Estados, sempre na vanguarda, já acordaram para essa problemática, e estão se movimentando e estruturando seus Batalhões de Divisa e Interior. Enquanto isso, a PMAL vai perdendo terreno para a marginalidade e os nossos PELOPES terão ainda que conviver com a sua agonia, a de ter lutar (também) contra sua própria viatura.

15 comentários :

PM Alerta disse...

Caros amigos
O drama dos PELOPES é bem antigo, desde a intensificação dos assaltos a banco por idos de 2004 como os assaltos de Colônia de Leopoldina, onde um praça morreu com um tiro de .556, e Teotònio Vilela. sou inteiramente solidário e concordante quanto a má divisão das viaturas, mas a questão é que a RP e o BOPE estão na capital, onde moram o comandante geral e o governador. Agora, quando algum deles deseja se divertir no interior, a escala extra entra em ação sob o pretexto de uma mega operação com a p/2, onde traficantes de marte junto com terroristas da lua irão atuar naquele local. Então fica a resposta, é melhor mandar a viatura para o interior para dizer que temos tropas especiais prontas para atuar em qualquer lugar, do que equipar os PELOPES, aumentar o efetivo, melhorar as condições de remuneração da tropa. HONESTAMENTE nunca se massacrou tanto. Tudo de ruim e mal só acontece na terra do marechal.

Jenésio, o Pecador disse...

Enquanto isso, para cada bandido que é morto ou preso, vem outros dois ou três para o seu lugar...
Enquanto isso, o comando da PMAL vai investigando querendo saber quem são vocês...
Enquanto isso, PM tem cada vez menos efetivo trabalhando...

Enquanto isso, continue você a história:

PM de rua disse...

enquanto isso, o cardoso levou uma banguela do centro da cidade, adoeceu, e está de lts...

SD 2002 (QUASE CABO) disse...

ENQUANTO ISSO, MEU DINHERO ACABOU E NUM TEM NEM IMPRRESTIMO...

Anônimo disse...

Enquanto isso o pracinha aqui vai se afogando nos empréstimos, a exemplo o colégio do meu filho aumentou cerca de 57% em 04 anos (única coisa que ainda posso dar e não nego que está sendo muito difícil), aumento de aproximadamente 60% na taxa de condomínio do apartamento do PAR que moro com minha mulher meus filhos e minha sogra, passagem de ônibus, ALIMENTAÇÃO (subiu e subiu muito em 04 anos), será que não somos dignos de, pelo menos, ter uma porcentagem aceitável nessa realidade. Poxa 04 anos sem aumento é muita coisa pra um simples pracinha como sou. Quando vejo as manifestações de paralisação chega vibro de emoção, porém não vejo luz no fim do túnel e seremos enganados por mais 4 anos, infelizmente. se nós não tomarmos uma atitude radical nada adiantará, esse piso de 2.800 é só balela. Ou radicalizamos, ou não teremos nada. abraço a todos companheiros

Motorista do BPE disse...

Enquanto isso o capitão Tavares, do Batalhão de Eventos, quer prender a guanição que se recusou a trablhar (semana passada) com a Vtr sem condições de serviço...

Sd PM XX.XXX.06 disse...

Olá, eu sou solado da turma de 2006 e apesar do pouco tempo de polícia já conheço muito bem quem são as mazelas da nossa corporação, motivo pelo qual eu lhes afirmo que se o verdadeiro major monteiro tivesse por trás das atividades essa página eu nem sequer a acessaria; falo isso porque desde que tomei conhecimento deste blog, e isso foi graças a uma extra de jogo pelo CPC, venho acompanhando as matérias, mas até então olhava com ressalvas, pois não consegui desvincular o nome do bandido ao nome de um dos autores, pois o cara (major monteiro real) é ladrão até a decima potencia. Quem, dos antigos, não se lembra do caso dos oficiais da PMAL que foram fazer parte da Força de Paz da ONU e que, na volta pra casa, trouxeram uns diamantes de sangue dentro das malas e das cuecas? Pois bem é esse cidadão da vida real, que no seu histórico conta também com outras acusações, tipo, roubo de um som apreendido em União (som este que o mesmo colocou em seu veículo), entre outras presepadas. O que eu tenho a dizer pelas matérias é que vocês estão de parabéns. Assim que eu tomar conhecimento de algum assunto que venha ter relevância vou mandar um texto pra vocês narrando tintim por tintim, para vocês colocarem aqui no blog; nem que eu tenha de criar um e-mail fantasma só para isso. Volto a dizer, vocês estão de parabéns pela pertinência do que está sendo divulgado e pela qualidade dos textos. O que eu puder fazer para divulgar eu tenho feito.
Atenciosamente,
Sd PM XX.XXX.06

Anônimo disse...

Estou muito decepcionado comas coisas que vejo no nosso cotidiano e até um pouco desmotivado pelas safadezas que atualmente vejo na corporação, mas acredito q esse seja o caminho (mesmo não sendo o ideal) para que algumas coisas mudem nessa PM.

Oficial PM disse...

Será que nossos representantes e comandantes tem realmente interesse em lutar para conseguir algum reajuste? "Alguns" só querem a vaga para tenente coronel QOA... "Outros" só queriam a promoção para sargento e o apoio para sair candidato... "Alguns" outros ganharam estrelas gemadas antes do tempo e agora devem a cabeça e não podem ir contra os interesses dos seus "senhores feudais"... E o restante da tropa vai sendo sugado nas escalas extras e sofrendo com a perda do poder de compra dos salários, que vem sendo corroído pela inflação. E o encontro com o Nonô, dia 23, vem aí, e com certeza não teremos nenhum aumento.

Ainda bem que não foi uma guarnição do PELOPES disse...

O capitão PM Sérgio Bonfim, subcomandante do Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv), foi detido na madrugada do último domingo (20) sob a acusação de embriaguez ao volante e desacato. Ele foi flagrado em blitz da Polícia Rodoviária Federal (PRF) quando realizaria direção perigosa em trecho da BR-316, à altura do município do Pilar, ainda na chamada Grande Maceió.
Ele foi inicialmente levado à sede da Polícia Federal, no bairro de Jaraguá, em Maceió, tendo sido encaminhado, em seguida, à Academia da Polícia Militar, onde permaneceria recluso por 72 horas. Ele deverá ser submetido a procedimento administrativo disciplinar.
Segundo fonte da Gazetaweb, o militar ainda teria agredido verbalmente os policiais responsáveis pela ocorrência, além de o próprio superior, o major PM Omena – coordenador operacional do referido Batalhão –, que teria se dirigido ao local do flagrante para constatar o fato.
Ainda de acordo com a fonte, o acusado disse, quando detido nas proximidades da Usina Terra Nova, que a prisão ‘não daria em nada’ porque o mesmo seria amigo do ex-comandante geral da Polícia Militar e atual secretário de Estado da Defesa Social, coronel Dário César.
A reportagem da Gazetaweb busca contato com a assessoria de comunicação da Polícia Militar de Alagoas.
*******************
Dessa vez o Bonfa está ferrado (kkkkk), vai provar do mesmo remédio que costuma dar nos subordinados.

ORÁCULO DA PMAL disse...

Depois dessa cipoada, capitão SERGIO BOMFIM DA SILVA, 9º colocado para promoção, com 16,95 ponto, vai se...

CB CATENGA disse...

TOMA CAPITÃO BOMFA 30 DIAS DE XADRES MUITO BOMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM A MOITA DA PUNIÇÃO

SD 2002 disse...

8ª BPM OS PRAÇAS QUE NÃO SAIA COM ELE PRA BRINCAR ESTAR MUITO FELIZ PELA PRISÃO DESSE CAPITÃO QUE ENVERGONHA A NOSSA PMAL APRONTOU MUITO NESSA AREA

Anônimo disse...

Vcs precisam entender que aguentar oq o Bomfa aguenta por tras, tem que beber muito, pois não é qualquer macho que aguenta oq ele aguenta. E outra coisa, ele é amigo do Dário sim, pois quando os outros capitães faltaram a reunião e foram punidos, fizeram questão de divulgar a punição, e nesse caso do Bomfa, só vazou por causa da PRF, se dependesse do comando, tinha ficado tudo debaixo dos panos. Moral de uma cachorra esse capitão têm...

Sargento Bitencourt disse...

Era de se esperar que esse rapaz algum dia iria fazer isso, afinal deram muita corda para ele e moral, coisa que ele nunca teve... O pior é que quando da prisão dos 10 capitães, o cmdo se apressou em divulgar e agora ficou caladinho. Pq será, hein? O cara é realmente amigo do secretário... Hum, sei, já entendi tudinho!

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver