GREVE BRANCA‏

O carnaval acabou, e talvez o que mais tenha chamado à atenção da mídia não foram os blocos, bandas de frevo, fantasia e outras coisas inerentes à folia momesca. O que mais chamou à atenção da mídia alagoana foi quantidade inaceitável de homicídios acontecidos em apenas 6 dias, computando um total de 36 homicídios em Alagoas. Sem contar os que não foram ainda descobertos ou os que acabaram sendo acobertados pelos números oficiais.
Se apresentarmos os números oficiais de outros carnavais nordeste afora, aí sim é que a sociedade ficará horrorizada. Na terra do Axé Music, mais precisamente em Salvador, pelos números oficiais, não foi registrado nenhum homicídio nos sete dias de festa (o carnaval começou na quinta e terminou na quarta feira de cinzas) dentro dos circuitos festivos. Foram empregados cerca de 22 mil policiais militares, e tenham em mente que Salvador literalmente para nesses sete dias. Na terra do frevo, nosso Estado vizinho de Pernambuco também registrou um índice zerado de homicídios dentro dos locais de festa, onde os órgãos de imprensa alardeiam um público estimado de 400 mil turistas que visitaram as cidades de Olinda e Recife. Já no nosso outro vizinho, Sergipe, apenas um homicídio foi divulgado pela imprensa como sendo "do carnaval", onde o sobrinho do ex-pugilista e deputado federal Popó, foi morto a tiros no interior do Estado.
E pensar que ainda querem enganar a população com a velha historinha de que "estamos diminuindo os índices de criminalidade". O que não passa de pura enrolação, numa tentativa vã de agradar o governador e manterem seus cargos comissionados à custa do sangue dos alagoanos, passando uma falsa impressão de que os índices de violência estão sobre controle.
Mas como é possível que dois carnavais gigantes e tradicionais do nordeste tenham seus índices de violência referente a homicídios zerados? Ou o governo desses Estados comprou toda a imprensa local para que não noticiassem os homicídios ou os policiais trabalharam motivados e bem aparelhados para o combate a criminalidade. Acredito que seja a segunda opção a conclusão mais provável. Na Bahia, todo policial que trabalha em festas (ou serviços extras) recebe adicional, idem à PMPE, e em Sergipe existe até lei que ampara o pagamento desse adicional.  Por um acaso os leitores já viram a estrutura da PMBA? Da PMSE? E quem dirá da PMPE, onde as viaturas são novas e apenas em um único concurso foram contratados mais que o dobro dos três últimos concursos da PMAL? Pergunte se faltou policial em algum desses três Estados! Isso nada mais é que a Segurança Pública pensada e planejada.
A verdade é que o aparelho da segurança pública alagoana tirou o pé do acelerador há muito tempo, desmotivou-se absurdamente, e isso foi verificado nesse carnaval, resultando nesse enorme índice de violência. Ou o incrédulo leitor acha que a liberação do suspeito pela morte do designer Flávius Lessa Braga foi por pura ignorância dos policiais civis, IC e IML?
Na PM, as coisas também não foram diferentes! Muitos policiais passaram dois dias longe de suas famílias e sequer tiveram a compensação financeira prevista em lei, que é a diária, paga pelo Estado. Foram dependendo de alimentação e pousada (leia-se a velha penosa mal preparada e colchonete de outros carnavais) fornecida pela Briosa. Por isso é que muitos policiais foram para o serviço apenas com o corpo presente.
Hoje Alagoas enfrenta uma greve branca em suas policias, mas secretários, superintendentes e comandantes – que negam isso – acham que tudo está a mil maravilhas. Apesar de não ser algo organizado, pois não tem nenhuma associação ou qualquer liderança à frente, essa operação tartaruga já é visível em todo o Estado. E se algo não for feito em curto prazo, esse quadro caótico se repetirá nas próximas festas populares, e não vai adiantar perseguir, transferir ou prender. Apesar do governo não aceitar e não admitir esse quadro...

13 comentários :

Anônimo disse...

Até agora eu tô com as costas doendo de tanto que eu tive de dormir no chão nesse carnaval, pois nem mesmo colocando 3 colchonetes deu jeito. O pior é que eu já tô até vendo a cara dos oficiais achando que eu tô de macete para não trabalhar...

Jenésio, o Pecador disse...

Eu fui para o interior, mas disseram que era CPC e que por isso não tinha diária... Eu, na minha santa ignorância, pensei que a Capital de Alagoas fosse somente MACEIÓ (cada dia pior). Acho que as minhas formações na PM estão me deixando "analfabeto funcional".

Uma Policial disse...

O Tenente Coronel Alcântara (imagina-se) sabe muito de informática, foi escolhido a dedo pelo Comando para apurar a responsabilidade dos autores dessa página conforme publicação em BGO. Então, vocês terão de fazer tudo para que o blog não seja ligado ao nome de ninguém, isto é, aos seus reais nomes (o que já vem acontecendo e muito bem, pois ninguém sabe ao certo quem sejam vocês e nem quantos vocês são ou suas reais patentes ou postos), mas também terão de tomar cuidado para que não tenham rastros em suas máquinas. Sacaram? Se vocês fizerem uma ligeira busca no Google, certamente vão encontrar um monte de informações sobre como criptografar o computador (leia-se, o HD do computador). Escolham um bom programa, façam o download no site baixaki, seguindo o passo-a-passo das recomendações (que também podem ser encontradas no Google), coloquem uma senha complexa (variando letras - maiúsculas e minúsculas - e números, tudo misturado), e depois é só esperar para ver se alguma coisa (nova) acontece por parte do Comando ou até mesmo por parte da SEDS. Façam isso, que dessa forma nem mesmo os nerds da Polícia Federal, que bem provavelmente serão solicitados, irão conseguir verificar os dados do HD dos suspeitos que certamente serão apontados. Quanto ao IP (Internet Protocol), desde que as suas conexões não sejam fixa, fiquem tranquilos que a IP (popular: Identificação Pessoal – do computador) muda sempre que a máquina é reiniciada. Contudo, não é bom enviar e-mails nem colocar textos no blog usando computadores de suas residências ou seus computadores portáteis, muito embora o endereço de IP do blogspot seja da Califórnia, USA. Usem lan houses (não repetindo as mesmas máquinas em sequência e evitando usar as que já foram usadas anteriormente) e shoppings. Se possível, tenham sempre a mãos um pendrive (também criptografado), com um programa tipo "CCleaner", para sempre limpar os dados deixados na máquina utilizada. Outra dica que dou é: a cada texto que vocês forem divulgar modifiquem a senha que foi utilizada no computador anterior. E a razão é bem simples: caso consigam localizar alguma das lan houses, a senha já terá sido modificada em outra. Eu imagino que essas recomendações devam ser desnecessárias, haja vista que em equipe vocês já devam ter levantado inúmeras questões inerentes à ocultação dos rastros e às devidas precauções. Por fim, e aí seria chover no molhado, o que eu tenho a lhes dizer é: TEM MUITA GENTE (COMO É O MEU CASO) QUE ESTÁ GOSTANDO MUITO DO TRABALHO DE VOCÊS E NÃO QUER QUE NADA LHES ACONTEÇA; RAZÃO PELA QUAL DEIXO EM FORMA DE COMENTÁRIO ESSAS RECOMENDAÇÕES. Para finalizar, o que mais eu tenho a recomendar é: sigam as mesmas táticas que o Capitão Mano utiliza, e isso não vai dar em nada PARA VOCÊS.

Jenésio, o Pecador disse...

Mulher, tu pecaste contra o SISTEMA.
Você abandonou o Cel., você agora não tem mais salvação.

PM DE VERDADE disse...

VOCÊS NÃO TEM O QUE FAZER NÃO?
TODOS VOCÊS SERÃO IDENTIFICADOS, INCLUSIVE OS COMENTARISTAS. É SÓ UMA QUESTÃO DE TEMPO. E VOCÊ, MOCINHA (UMA POLICIAL), EU SEI QUEM VOCÊ É. VOCÊ É UM DOS AUTORES TENTANDO DIFICULTAR AS COISAS.
QUANDO VOCÊS (AUTRORES) FOREM DESCOBERTOS, SERÃO INDICIADOS, ENTRE OUTRAS COISAS, POR FORMAÇÃO DE QUADRILHA OU BANDO, POIS NITIDAMENTE VÊ-SE A PRESENÇA DE MAIS E TRÊS PESSOAS.
COMO EU DISSE, É SÓ UMA QUESTÃO DE TEMPO...

Soldado Pfem Ana disse...

Escuta aqui, ô pseudo “PM DE VERDADE”, quem não tem o que fazer é você, seu idiota. Certamente você deve ser mais um dos que vivem mamando nas tetas do Estado, de assessoria em assessoria, sem de fato cumprir o seu mister, que é o de prover a segurança pública para o bem de todos. Tenho certeza que você deve estar torcendo muito para que sejamos descobertos, para que provavelmente não venhamos a revelar algum esquema em que você esteja envolvido. Se os fins justificam os meios ou não, isso é subjetivo, mas que pessoas como você terão que se justificar perante a tropa e a opinião pública, à medida em que formos colocando as nossas postagens aqui (ou em outro blog), disso não tenha dúvidas. Ah! E para seu governo, meu nome é ANA, e eu assino o que escrevo. Eu não me escondo atrás do anonimato nem tão pouco atrás de apelidos, como você, seu covarde.

PM AMIGO DA VERDADE disse...

Fiquem sabendo que o comando está na caça do autor, ou dos autores dessa página, e não tenham dúvidas que vai sair tiro para todos os lados. E acontecendo isso, qualquer é um alvo. Eu, tu, ele, nós, vós e até mesmo eles! Isso mesmo, "eles"! Será que isso não partiu de algum pucha-saco ligado ao próprio comando para desfocar a atenção para cá, para uma página? Isso, que já é de conhecimento de todos, está desfocando os olhares sobre as ações do comando. Por isso todos são suspeitos e alguns serão os prováveis alvos. Por falar em "prováveis alvos", é muita coincidência que pouco tempo depois de uns oficiais levarem uma lapadinha de quatro dias de prisão (fato que "melou" a promoção de todos os envolvidos) por terem faltado a uma reunião, e justamente depois que uns quatro foram à Gazeta de Alagoas fazerem uma reclamação contra o comando, sob a alegação de estarem sendo perseguidos, essa página tenha surgido. Mistério...

Com a palavra, alguns dos suspeitos:
O Cel. PM QOC, RGPM nº 01.084/989 - Luciano Antonio da Silva,
O Cap. PM QOC, Mat. 81805 - Mário César Monteiro Torres,
O Cap. PM QOC, Mat. 77553 - Paulo Pereira Gomes,
O Cap. PM QOC, Mat. 81749 - Wilson Cunha Lins,
O Cap. PM QOC, Mat. 82038 - Carlos Alberto Cardoso dos Santos,
O Cap. PM QOC, Mat. 81741 - Paulo Sérgio Tenório da Silva,
O Cap. PM QOC, Mat. 81779 - Cloves do Nascimento Correia,
O Cap. PM QOC, Mat. 82042 - Janigleide da Silva Moreira Rocha,
O Cap. PM QOC, Mat. 82041 - Crisely de Albuquerque Souza,
O Cap. PM QOC, Mat. 82136 - Cícero Sercundino da Silva,
O Cap. PM QOC, Mat.79218 - Givago Almeida de Souza.

Como eu disse, todos nós somos suspeitos, mas tem coisas sendo ditas aqui, cito, tem informações, que somente alguns sabiam...
Coincidências ou não, vejam o nome do 1º punido... que começa com "M", e o nome de guerra "Monteiro". Ademais, vejam que no rodapé da página está escrito "Major Monteiro e Amigos". Quem realmente são estes "amigos"? São os que aparecem nesta página, como assinantes, ou estes não passam de "testas de ferro"? Será que são os demais punidos?
Para finalizar, uma última observação: já perceberam que nem o comando nem os capitães citados acima se manifestam a respeito dessa página? Falem com eles para ver o que eles tem a dizer... E eles irão logo mudar de assunto ou dizer que ainda não conhecem esta página.
Como eu disse: "mistério..."

VERGONHA DE SER PMAL disse...

Conheci esta página hoje e pasmem por intermédio de uma policial civil e achei arretada. Colocarei em meus favoritos. O problema de nossas polícias é um só: Motivação!!! salários de esmola, promoções somente de babões e escorões das atividades meio, bem como escalas covardes estão resultando naquilo que estamos assistindo de camarote e ainda veremos por muito tempo: INSEGURANÇA!!! Não mais trabalhamos; passeamos de viatura; fazemos somente aquilo que o dinheiro que recebemos pode pagar: fingir que trabalhamos. Tenho vergonha de dizer que sou PM alagoano e estudo muito para poder sair desta desgraça de instituição.

PM Alerta disse...

Não classifico como greve branca, é muito pior... Classifico como tropa esgotada, desestimulada e oprimida. Disse para alguns amigos em minha OPM que a vergonha disso tudo, é que no máximo nós pagaríamos 04 dias de prisão se fizessemos algum ato manifestando a insatisfação da tropa, que é de conhcimento público, e algum tempo de perseguissão dessas caricaturas de ditadores. Pois no Egito, tal qual como na Líbia de Khadafi o militar e sua família pagam com a vida, e ,ainda sim, eles lutam. Não estou falando de atear fogo em viaturas, pois elas já estão deterioradas pelo serviço excessivo(não se chuta cachorro morto) e manutenção gambiarra, não falo em largar armas, pois no dia em que eclodir uma paralização da PMAL aconselho ninguém ir para o serviço, não por greve, mas enquanto estivermos aquartelados as nossas casas seriam alvo dos bandidos da área em que moramos. Falo em irmos(no dia de folga) para as ruas todos de preto(lembra do fora Collor?), falo em prestar a continência(bom dia obrigatório) e não dirigir a palavra a corja opressora, você não é obrigado a conversar com o superior, só responder o que ele pergunta, e, ainda sim, no que pertine ao serviço, não somos obrigados a lavrar TCO(só serviu para promover o Ciço Gambá), e, sim, levar à delegacia, pois não fizemos concurso para escrivão da PC, então eles que façam, e se disserem que daqui a pouco vão trocar o turno, denuncia para o MP por prevarição (pois já basta a burrice do Cícero Rocha). Irmão da PMAL, ser militar é ser combatente e não subserviente, ser militar é viver com disciplina e não em regime de escravidão(Vide Lei Imperial 3.353 de 13 de Maio de 1888 - Declara Extinta A Escravidão no Brasil) e cobrar por melhor salário fazer uso do Art.7º da CF(vamos continuar cobrando os 7% e as datas bases). Não recebeu diária no interior pega a cópia do BGO que te escalou ou qualquer escala, e vá ao seu comando para que requera junto à DF. Quem dormiu no chão, entra na justiça por tratamento degradante e desumano, não estamos em guerra e sim a serviço do governo na manutenção de um evento, que a pesar da tradição, não é situação calamitosa ou de emergência para que a tropa seja submetida à necessidade de tal tratamento. Pois, convenhamos, tomar cachaça e ir atrás do trio em nada tem a ver com urgência de esforços. Por que não pagar um hotel com as três refeições? Por que não pagar uma diária única como é feito pela Força Nacional? Pois, a barriga do oficial não é diferente da do praça. As costas do praça merece o mesmo colchão que a do oficial.
Quanto a descobrirem quem sou, sei que é uma questão de tempo, então deixa o pessoal da informática trablhar um pouco, sabendo ou não quem vocês são, não importa, somos irmãos da mesma causa. A causa da escala justa, do salário dígno, do equipamento descente(não do colete vencido ou esses novos de proteção inferior à dos antigos), da oportunidade igualitária(concurso interno e feito pela copeve pára instrutor do CFO/CFAP entre outras), do código de ética constitucional,... sei que vão me chamar de sonhador e louco, mas sonhar ,ainda, não é transgressão(só dormir em serviço ou fora do horário descanso). E quanto a investigação e apuração, não me preocupa pois não faltei com a verdade, não me insubordinei diante de ordem superior e fiz o exercício da liberdade de pensamento. PM de Verdade elogio sua preocupação, mas ler um texto e não interpretá-lo é tido como analfabetismo funcional. Formação de quadrilha ou bando não se aplica quando estamos em desacordo opinativo em realação ao comando, e se organizássemos em conjunto, realmente, algo que transgredisse, seria motim. O que não é o caso. E quanto comprar a imprenssa, os nossos cofres estão tão limpos com a campanha do ano ano passado que a turma do SINCERAMENTE não pôde comprar uma reportagem sequer.

O Policial disse...

Podem lançar o plano que quizerem, mas se não valorizar o policial, vai continuar essa greve branca...braços cruzados.

Anônimo disse...

amigos eu sou da PM SE e posso garantir que o que rolou foi exatamente a primeira alternativa, o estado comprou não só a midia como mascara descaradamente os homicidios, é ruim em que em salvador um carnaval que eu já participei e pude constatar que é o mais violento entre os citados não tenha ocorrido nenhuma morte, deve ter sido como no pre caju que um jovem levou uma facada e passou um tempão no chão morto , quando uma delegada percebeu deu ordem para uma guarnição recolher e esconder o corpo , como os PMs não quiseram compactuar com a safadesa a previa carnavalesca teve um registro , mais acredito que a prax seja essa esconder os mortos pra enganar as massas

Anônimo disse...

E o tempo passou, hoje é dia 16 de março de 2013, fazem mais de dois anos depois dessa postagem, e ninguém descobriu "pn".

Anônimo disse...

Se o Estado quisesse valorizar a segurança publica era so chamar todos os aprovados nesse concurso mais não é so chamar os 1.040 policiais entre soldados e oficiais e sim chamar todo o cadastro reserva. policia na rua coíbe a criminalidade.Policia é resultado imediato para resolver a criminalidade e educação demora em torno de 10 anos para formar um cidadão, então investia no que esta mais proximo se abadonar a educação, ai sim o indice realmente de violencia diminuia.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver