Quem precisa da FN?‏

É impressionante a quantidade de informações suprimidas por nosso secretário e Comandante Geral. Mas na hora de propagandear, números são aumentados e inflacionados na tentativa de mostrar uma SEDS mais organizada, planejada e combativa a criminalidade que hoje assola Alagoas, fazendo uma verdadeira inversão do que é a realidade.
Quando se prioriza a propaganda detrimento da operacionalidade, temos então um verdadeiro engodo estatal, com o único intuito de enganar a sociedade. Todavia, nada que já não tivesse sido utilizado nos idos de 1930 pelo partido Nacional Socialista da Alemanha (Nazi, na língua alemã).
Utilizar a imprensa para divulgar que 55 militares da Força Nacional solucionarão a violência no Estado é querer zombar dos profissionais da segurança pública de Alagoas, chamando-os de incompetentes, esquecendo que esse mesmo governo nunca os valorizou.
Nosso governo esquece que hoje Alagoas tem muitos mais policiais cedidos à Força Nacional do que estes 55 que hoje que aqui estão (omitindo da sociedade a quantidade real de policiais alagoanos que estão fora do Estado, sem contribuir com o combate a violência que hoje agride os alagoanos, esquecendo-se, também, que o compromisso desses policiais é com a sociedade alagoana); então, se fosse só pelos números, era melhor chamar todos os policiais alagoanos que estão à disposição da SENASP que teríamos muitos mais policiais para combater a criminalidade. Contudo o comando não gostaria de retirar esses seus correligionários da FN, pois os "peixes" perderiam suas diárias de mais de 6 mil reais que hoje recebem. Isso, sem contar o salário pago pela PMAL, que continua a ser depositado mensalmente!
Se for aplicada a escala técnica e justa do coronel Luciano Silva CONSEG para estes militares da FN, então teremos menos de 15 policiais da Força Nacional por dia trabalhando no combate à criminalidade no Estado. Agora leitor, imagine o que 15 homens podem fazer para combater o crime em TODO O ESTADO DE ALAGOAS... Realmente, esse reforço irá levar Alagoas a ter índices de criminalidade padrão japonês. Agora, conta outra piada...
Com esses militares vindo de fora, o Estado terá que arcar com a alimentação, alojamento e outras coisas que a FN precisar durante sua estadia, gasto esse que não seria necessário, caso os militares alagoanos que estão na FN em Brasília retornassem para combater o crime aqui em Alagoas.
São justamente por não realizar esses questionamentos, que hoje o Estado de Alagoas gasta muito e gasta errado na área da segurança, sendo ludibriado por assessores que apenas querem levar "noticias boas" ao seu chefe. Tal qual acontecia com Hitler já no final da Grande Guerra, nos idos de 1945, onde já se sabia que a Alemanha estava derrotada, porém, os assessores mais perto do Fuher não relatavam nenhuma noticia ruim do front, pois temiam a reação exacerbada do líder quanto a noticias negativas, sendo que o mesmo não aceitava a derrota.
Hoje Alagoas está sendo derrotada pelo crime, e o governo não admite isso, e seus assessores temem relatar a verdade, e só quem sofre com isso é a população, que vêm sendo caçada pelos criminosos.
Quanto a FN, só tenho a dizer que é muito fácil ter policiais motivados para combater a criminalidade quando eles ganham no mínimo 6 mil reais, sem contar os salários. Tenho certeza de que se o governo tivesse uma política salarial condizente com os policiais alagoanos e associando-se a isso a realização periódica de concursos para as duas polícias, nossos índices de criminalidade seriam logo diminuídos a níveis aceitáveis.

3 comentários :

Anônimo disse...

È mais uma demonstração da falência intucional,ESCRAVIDÃO ELITISADA,militares são colocados em treinamento 'diferenciado,'já não ganham um salário digno ao risco que correm na sua rotina, então são deslodados,submetidos a horas de treinamento e responsabilidades sem ter um ganho real para seus familiares e tudo isso em nome da Pátria, agora mãe de quem? tem dinheiro público ai gente e muito, homens que sairam dos seus estados certos de estarem exemplo no HAITI,mas estão é sendo escravos em brasilia para dar imagem a curtina de fumaça de verba gasta sem real investimento para o Pais e a quem se destina.Coporações estaduais que estão sucateadas e para bancar de bonzinhos colocam em sites que enviaram ajuda aos irmãos Haitianos com a ida de membros do seu efetivo,mas a sociedade ñ sabe quantos,onde,como eles estão e quanto na verdade estamos pagando por mais essa

Jenésio, o Pecador disse...

Além de informativo, esse blog também é cultural.
Tenho aprendido muitas coisas por aqui.

Anônimo disse...

a força nacional é so pirotecnia muitos metidos a besta que no estado deles não consegui nada e muitos estão porque tem qi como muitos, sabemos que muitos companheiros nossos tem capacidade de fazer parte deste grupo

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver