A pirotecnia chegou ao "Biu"!

Sexta-feira, dez e meia da noite. Na base do 5º BPM, quase 80 militares de diversas forças se reúnem com um fim comum: desencadear mais uma "megaoperação cesária". Tudo com o suporte e o apoio de algumas “unidades” que não devem faltar nesta nova gestão da SEDS: a imprensa, óbvio! Assim, desde o radialista e o repórter jornalístico até o televisivo, todos se fizeram presentes.
No comando, desta feita, não pudemos contar com o suprassumo da nossa inteligência e operacionalidade, nem com os consoantes da Secretaria de Defesa Social. Estes, por sua vez, ou não quiseram ir, ou estavam muito ocupados (usando o twitter), ou, pior, estavam fazendo referência ao Deus Baco em doses fartas de uísque 12 anos em algum hotel “dez estrelas” de Minas Gerais, custeado em uma viagem sob termos de cooperação técnica. Coisas do cargo! "Vamos observar os frutos colhidos para aplicarmos também!".
De volta a nossa realidade, como eu dizia, tínhamos no comando da operação no "Biu" o TC Dorgival, ainda enrolado (talvez) com a "herança maldita" que já vem de comandos anteriores ao seu: o "sumiço" de cerca de aproximadamente 1.500 munições de diversos calibres diretamente da reserva de armamentos "daquela" unidade operacional. Será que ele já resolveu esse problema? Será que quem desviou já devolveu? Será que abafaram o caso, dando “aquele” velho jeitinho? Ficam no ar as perguntas para quem souber responder.
O leitor atento, militar ou não, deve se lembrar do texto "A cobra 'ia' fumar...". Desta feita o efetivo não era tão grande, mas contava com uma gama de coirmãs de encher os olhos: PMs de área, policiais da burocracia em ação, policiais civis, bombeiros militares, funcionários da SMCCU, farsa FORCA NACIONAL, BOPE, Radiopatrulha e BPTran. Inclusive os vigias de rua se fizeram presentes. A missão era, como da vez passada, invadir os redutos delituosos e combater a criminalidade.
Porém, nenhuma grota foi descida! O Conjunto Carminha nem ao menos foi visitado. O Conjunto Cidade Sorriso também não. A “ação” ficou limitada apenas alguns bares, onde recentemente nenhum crime foi registrado. O "patrulhamento de mentirinha" foi feito pelas vias principais aonde se concentravam os bares do Benedito Bentes II, próximo ao terminal de ônibus. Os briosos policiais abordavam aqueles “perigosos” cidadãos e vasculhavam o interior dos recintos com o faro perdigueiro de um recruta recém incluso na forca policial. Do lado de fora, valentes combatentes pertencentes ao BPtran checavam o licenciamento de cada veículo. Ao lado dos balcões, os membros do glorioso Corpo de Bombeiros Militar observavam atentamente as condições da ligação de gás dos bares (vale ressaltar que, enquanto isso, O PAVILHÃO DO ARTESANATO ARDIA EM CHAMAS ALTAS).
"Dessa vez vai!", tive certeza!  A SMCCU, braço firme da fiscalização, inquiria os proprietários sobre seus alvarás de funcionamento. A farsa FORÇA NACIONAL? Bem... A Força Nacional é a Forca Nacional, correto? Quase não acreditei quando ouvi um sargento dizer: "Vamos abordar aquele vendedor de amendoim ali no cantinho pra fazer o ‘agá’, pessoal..."
Uma megaoperação de (da)dá gosto em ver!
Desligadas as câmeras, vamos aos números:
- NINGUÉM foi preso!
- NENHUMA ARMA FOI APREENDIDA.
- O som de um cantor foi apreendido, por estar acima do limite auditivo permitido.
- Três bares foram fechados por não possuir Alvará de Funcionamento.
- NENHUMA quantidade de droga foi apreendida
É... Isto nos faz sentir saudade das simpáticas e justificáveis cobras (que até hoje estão sem fumar).

6 comentários :

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

Ei, Cabo, o senhor estava nessa operação?

Cabo Montana disse...

Participei e não participei.

Na verdade EU somos varios, e NOS somos um só, se é que me entenderam.

Quem tem olhos para ver, que veja!

Anônimo disse...

Caro revoltado gostaria de lhe informar que esta ação que ocorreu a noite faz parte de uma operação de ocupação de uma área do benedito bentes e que teve início na madrugada de sexta feira com o cumprimento de vários mandados de busca e apreensão onde foram presas algumas pessoas envolvidas com o tráfico de drogas e se prolongou durante todo o dia sendo preso o traficante conhecido como dionisio fugitivo do presídio e procurado pela polícia.toda ação foi planejada e ao invés de pessoas como você que só sabe críticar,existem pessoas tentando fazer a diferença.arrume um lavado de roupa seu desocupado.

Anônimo disse...

Operação bagaço.Enquanto isso explodem o numero de homicidios , roubos .....etc.

Dorgival do Bil disse...

Não posso reclamar das operações que participo. Na verdade não sei se as operações são boas porque eu gosto da atividade ou se eu gosto da atividade porque minhas operações, com raras exceções, são boas.

: )

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver