"Ser justo", "fazer média" ou "dar desdobro"?

Depois das nossas "observações" sobre as "atuações" do comandante do 6º BPM, nossa autoridade resolveu fazer a média com a tropa sob seu comando, ou seja, resolveu ser "cordial" para com os seus subordinados e, através de uma única canetada, fez publicar em BGO o que agora transcrevemos:
BOLETIM GERAL OSTENSIVO Nº 099 DE 26 DE MAIO DE 2011
Recompensa
a) NP nº 043/2011 6º BPM - Elogio de Praças: O Ten Cel Cmt do 6º BPM louva os Policiais Militares abaixo elencados, por terem desenvolvido excelente trabalho, junto a população e aos turistas que frequentam a orla da Cidade de São Miguel dos Milagres, coibindo e fiscalizando os acessos de veículos em toda a orla marítima, sendo, inclusive, elogiados por empresários e agentes turísticos, elevando o nome da Corporação Militar. Comportamento a ser seguido por seus pares e subordinados, sendo, portanto, merecedores do presente encômio individual.
Cb PM nº 4576.86 Mat. 77536 ADALBERON RICARTE DE LIMA;
Cb PM nº 4671.86 Mat. 77735 JOSÉ OZIAS DO NASCIMENTO;
Cb PM nº 8407.92 Mat. 81454 MARCUS LUIZ ARCANJO DE SOUZA;
Sd PM nº 9850.06 Mat. 113935 LUCIANO DO N. OLIVEIRA.
b) NP nº 044/2011 6º BPM - Elogio de Oficial e Praças: O Ten Cel Cmt do 6º BPM louva os Policiais Militares abaixo relacionados, por terem no dia 16 de abril do corrente ano, quando por volta das 15h30min, ao tomarem conhecimento de um latrocínio no interior de um ônibus, na Rodovia AL 101 Norte, nas proximidades da Cidade de Japaratinga/AL, em que foi vítima fatal o Cb PMSE GIVANILDO PASCOAL DA SILVA, conseguiram prender três meliantes e recuperar a arma do PM acima mencionado, encerrando os trabalhos por volta das 22h30min. Profissionais exemplares, compromissados com o serviço policial militar, que apesar das dificuldades não hesitaram em elucidar os fatos. Comportamento digno que deve ser seguido por seus pares e subordinados. Sendo, portanto, merecedores do presente elogio Individual.
2º Ten PM Mat. 74588 EDLENO JOSÉ DA SILVA;
Sub Ten PM Mat. 78403 JOSÉ RONALDO LUIZ DOS SANTOS;
2º Sgt PM nº 2972.84 Mat. 76121 EDVAN ALVES DO NASCIMENTO;
3º Sgt PM nº 4398.86 Mat. 77584 JOSÉ CHAGFAS SILVA LUCAS;
3º Sgt PM nº 4400.86 Mat. 77586 LAÉRCIO J. RIBEIRO ALBUQUERQUE;
3º Sgt PM nº 7121.91 Mat. 79944 AMARO DOS SANTOS SILVA;
3º Sgt PM nº 8789.94 Mat. 81912 GILBERTO DA SILVA OLIVEIRA;
Sd PM nº 9491.02 Mat. 97309 MANOEL SOUTO BARROS FILHO;
Sd PM nº 9615.02 Mat. 97021 SAMUEL MONTEIRO DA SILVA;
Sd PM nº 9902.06 Mat. 113792 FÁBIO HENRIQUE VIANA SOUZA;
Sd PM nº 10109.06 Mat. 113284 CLÁUDIO DE C. CERQUEIRA JR.;
Sd PM nº 10437.06 Mat. 113720 ALBERTO LUIZ PEREIRA LIMA;
Sd PM nº 10488.06 Mat. 113885 GLEIDSON CLEBER S. CHAVES.
c) NP nº 045/2011 6º BPM - Elogio de Praças: O Ten Cel Cmt do 6º BPM louva os Policiais Militares abaixo discriminados, pelo excelente trabalho desempenhado e zelo nas atividades auxiliares deste Batalhão, policiais dedicados, abnegados, sacrificando, inclusive, horas de folga, servindo de exemplo a seus pares e subordinados, sendo, portanto, merecedores do presente encômio individual.
1º Sgt PM nº 6289.89 Mat. 79239 CARLOS ALBERTO MARQUES PEREIRA;
1º Sgt PM nº 7761.92 Mat. 80764 ANA LÚCIA SANTOS DE OLIVEIRA;
2º Sgt PM nº 2690.84 Mat. 76009 MARCUS VINICIUS DA SILVA;
2º Sgt PM nº 7454.91 Mat. 80533 JOSÉ BELARMINO DA SILVA FILHO;
3º Sgt PM nº 5625.88 Mat. 78637 JOSÉ JUAREZ DE SOUSA RAMOS;
3º Sgt PM nº 6643.91 Mat. 79702 JAILSON VALDEMAR DE OLIVEIRA;
Sd PM nº 9342.02 Mat. 95631 ELIEL SILVA DE OLIVEIRA;
Sd PM nº 9387.02 Mat. 95579 WELIGTON FERREIRA DE SOUZA;
Sd PM nº 9481.02 Mat. 96116 JOSÉ ALEXSANDRO V. DA SILVA;
Sd PM nº 9520.02 Mat. 95869 EDSON LIMA DE MELO;
Sd PM nº 10201.06 Mat. 113531 MIZAEL ALEXANDRINO D. SANTOS;
Sd PM nº 10414.06 Mat. 113199 JEFERSON BARROS DE OLIVEIRA;
Sd PM nº 10643.06 Mat. 113757 JOSUEL PINHO.
Muito bem, Comandante do 6º BPM, parabéns, mas fique o senhor sabendo que estamos de olhos bem abertos (e bem assessorados sobre o que se passa por aí). Se o senhor voltar vacilar contra a tropa, a gente publica a(quela) gravação da reunião em que o efetivo levou aperto por mais de meia hora, bem como revela uns certos "desdobros". Por falar em "desdobro", o que o senhor fez para que a sua unidade fosse contemplada com duas das cinco Vtrs que foram destinadas para (todo) o interior?

14 comentários :

Anônimo disse...

sr "ney taraldo"! A turma de 95 e 96 0 conhece bem. lembra das pressões na cadete daniela do amazonas? deixava os cadetes presos com ciumes e assediava a coitada de toda forma. tome vergonha homem!

Anônimo disse...

É bom saber que o nosso comandante tem "simpatia" num pessoal com a letra "D"... Ex: Daniela (a cadete), Dadá (secretário da SEDS), Dulce M... (ops, abafa o caso)!

Anônimo disse...

Todos no batalhão sabem que esse cara ameaçou toda a tropa. Tudo que ele falava era transferir... Estamos nessa escala absurda e ninguém faz nada. Não gosto de falar na vida particular de ninguém, mas ele é um ditador de dia e de noite dorme com um sargento no seu alojamento, lá só tem uma cama. Qual a moral que ele tem?

Jenésio, o Pecador disse...

Eu acho que isso é "desdobro" junto com "fazer a média", mas vamos chamar de "desenrolada", ou seja, ISSO FOI MAIS UMA DESENROLADA DO COMANDANTE DO 6º...

CABO VASCONÇELO disse...

CAP BONFA É UMA PESSOA ÓTIMA DE BEM ELE SÓ GOSTA DE HOMEM, SUA PRISÃO VAI SAI LOGO MEU AMIGO TENHA CUIDADO COM O CORONEL QUE NÃO QUE CONCORRENTE, FICA COM DEUS. SOLDADO 2002 QUE COMPROU MUITA GASOLINA QUANDO O BONFA ERA SUB CMT NO 8ºBATALHÃO

José de Oliveira disse...

Amigos, vejam isso: http://2.bp.blogspot.com/-u9BAH16FvHo/Td6vRYCN6SI/AAAAAAAAFlA/SLKvoPPasWM/s1600/tehiena.jpg

Anônimo disse...

Nooooooooooooooooooooooooossa! Parece mesmo uma hiena!!!!!!!

Sócio da ASSOMAL disse...

Militares se reúnem em assembleia geral dia 1º de junho

A Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (Assomal), por intermédio da sua diretoria, informa que na próxima quarta-feira (1º) de junho, ocorrerá a assembleia geral da categoria. O ato será realizado na Praça Deodoro, às 15h00.

O propósito desta assembleia é deliberar ações acerca do reajuste salarial oferecido pelo Governo do Estado. “Precisamos mostrar ao governador Teotonio Vilela Filho que todos os servidores merecem ser valorizados para que executem um bom trabalho no funcionalismo público”, disse o presidente da Assomal, o major Wellington Fragoso.

PARA MAIORES INFORMAÇÕES, ACESSE: http://www.assomal.com.br/noticia.php?id=00000000416

Uma Policial disse...

José de Oliveira, não faça mais isso! Não compare a pobre da hiena com esse animal. Isso deveria ser denunciado à Sociedade Protetora dos Animais. Opa, eu disse "dos animais", e não "do animal"...

OBSERVADOR disse...

‘Terra de ninguém’: Téo Vilela conversa com desembargador

| Um dia depois de chamar Alagoas de “terra de ninguém”, o desembargador Washington Luiz (foto) conversou com o governador Teotonio Vilela Filho por telefone. Vilela disse desconhecer a situação de violência na região de Piranhas narrada pelo desembargador à imprensa. O diálogo foi cordial. O integrante da Justiça disse ao tucano que não quis “afrontar ninguém”, mas apenas reivindicar ações pela paz no Estado.

Washington Luiz informou ao repórter da Gazeta Davi Soares que, após seu desabafo, já viu mais segurança nas ruas de Piranhas, terra natal e base política de sua família. Amanhã (sábado), ele se reúne com representantes das polícias Civil e Militar.

Na quinta-feira, Washington Luiz chegou a dizer que a bandidagem vem para Alagoas porque sabe que aqui não tem policiamento. “Isso é uma brincadeira”, disse o desembargador. Ele também informou que já recorreu várias vezes ao comando da PM, mas nada melhora no quadro.

É evidente que a conversa foi um gesto político do governador, que não tem nenhum interesse em conflito com representantes dos demais poderes. Ao contrário, costura, no atual momento de turbulência, o apoio de todos.

OBSERVADOR (parte 01) disse...

Nomeação de coronel da PM abre crise

Decisão representa retrocesso para investigações e gera repúdio nacional ao governo de Alagoas

| FELIPE FARIAS – Repórter

Dirigentes do Conselho da Associação Brasileira de Criminalística informaram aos colegas alagoanos que nos dias 6 e 7 de junho haverá uma assembleia em Alagoas. Mas a reunião não vem revestida do clima de evento ou convenção: tem o caráter pesado de convocação extraordinária, dessas feitas a propósito de crises, e é motivada pelo que a Secretaria de Defesa Social fez com a perícia oficial do Estado.
A exoneração da ex-chefe do setor e a nomeação de um coronel da Polícia Militar para o lugar dela foram tachadas de retrocesso, de militarização de uma área que precisa ter autonomia e motivaram críticas e notas oficiais levadas a público e remetidas ao governo de Alagoas por associações de classe dos peritos de todo o País.
“Não questionamos o ato da exoneração em si, porque não existe o apego aos cargos. Questionamos a nomeação de alguém estranho à atividade de perito. Isso fere a autonomia da perícia e que é recomendada pela ONU, por órgãos de defesa dos direitos humanos e tem sido uma tendência já adotada pela segurança pública de todo o Brasil”, disse Rosana Coutinho, diretora do Instituto de Criminalística (IC).

Um passo à frente e dois atrás
A nomeação do coronel Roberto Liberato para o cargo de perito-geral deu início a uma sucessão de reações que emprestaram tom de crise ao episódio. Mas, antes dele, a mudança realizada pelo governo foi, ao contrário, muitíssimo bem recebida pelo segmento.
Publicada na edição de 9 de abril deste ano do Diário Oficial, a Lei Delegada nº 44 criou, entre outros órgãos, a Perícia Oficial do Estado de Alagoas (PO/AL).
Entre diretores, coordenadores, gerentes e funções gratificadas, há um total de 107 cargos. Alguns deles com salários de R$ 7 mil a até mais de R$ 10 mil.
Além de cargos ligados a setores de Material, Patrimônio, Transportes e Informática, presentes em qualquer outra repartição ou empresa, a lei criou gerências de Perícia de Trânsito, Núcleo de Balística, de DNA Forense, de Fonética Forense, Fotografia e Desenho e de Custódia de Vestígios. Ou seja: dá estrutura administrativa a um órgão totalmente voltado para o trabalho de perícia.

Luta por autonomia prevalece
A sucessão de episódios que transformaram a mudança no comando da Perícia Oficial de Alagoas numa novela digna de série de televisão começou pela forma como se deu a exoneração da diretora do extinto CPFor: Ana Márcia Nunes Mello Mattos (assim como todos os demais peritos) soube da mudança pelo Diário Oficial, depois que a alteração já estava consumada.
Por estranho que pareça, isso pesou pouco na reação. Nas declarações e notas oficiais (daqui e de peritos de outros Estados) não há menção ao detalhe.
O que pesou mesmo foi a identificação de quem era citado na portaria de nomeação publicada na mesma edição do Diário Oficial que trouxe a da exoneração dela: um oficial da PM.
No mesmo dia, os diretores do IML e do Instituto de Criminalística entregaram seus cargos e a categoria fechou questão em torno da atitude que deveriam ter médicos-legistas e peritos criminais a partir dali: ninguém aceitaria os cargos vagos.

OBSERVADOR (parte 02) disse...

TEXTOS ENVIADOS POR PERITOS DE TODO O BRASIL AO GOVERNADOR

TEOTONIO VILELA FILHO
Após saberem da mudança, peritos de todo o País trocaram mensagens eletrônicas conclamando reação ou manifestando-a em textos ácidos. Nas primeiras, havia o endereço virtual do gabinete do governador de Alagoas, para onde os textos foram endereçados. A Gazeta teve acesso a alguns deles. Vejas trechos abaixo.
“Certamente Teotônio Vilela (pai), onde esteja, está envergonhado da atitude do seu filho Teotonio Vilela Filho, governador de Alagoas, por atitude tão antidemocrática e ditatorial ao ver seu nome sendo chafurdado na lama dos prepotentes”
Celito Cordioli
Perito criminal e presidente do Sindicato dos Peritos Oficiais de Santa Catarina(Sinposc)

“Retrocesso na Segurança Pública, ou dizer, coronelismo atuando na área da Perícia Criminal”
“É, pois, um flagrante retrocesso e que, se não me falha a memória, não se viu nem na época dos anos de chumbo!!!”
Décio de Moura Mallmith
Perito criminalístico e presidente do Sindicato dos Peritos Oficiais da Área Criminal do RS (Acrigs)


“Faltou àquele que aceitou tal encargo aquilo que se espera de um bom profissional: reconhecer a capacidade dos outros profissionais e, antes de tudo, restringir-se à atribuição do seu cargo de oficial da Polícia Militar, prevista constitucionalmente, que é o policiamento ostensivo”
Miguel Alves da Silva Neto
Perito criminal e ex-diretor do Instituto de Criminalística do Maranhão


“Mais sério que ser secretário de Segurança Pública, é um policial militar comandar ou gerir um Instituto de Criminalística Estadual, tal funcionário nunca executou um Laudo Pericial, quiçá, leu alguns. Então? Como terá o respeito dos colegas? Só se for à força”
“Por que não invertemos o raciocínio e admitimos um perito criminal comandar a Polícia Militar do Estado de Alagoas?”
A. Carlos de Castro Barreto
Perito (DF)


“Essa atitude vai na contramão de qualquer Estado Democrático de Direito e na reversão do processo de consagração e desenvolvimento da Perícia Criminal de todo o País”
Eliane Baruch
Perita (SP)


Organismos internacionais recomendam autonomia
No período de 2003 a 2009, o advogado alagoano Pedro Montenegro respondeu por dois cargos na Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República: ouvidor-geral e coordenador-geral de Combate à Tortura – no ano de 2006 acumulou ambos. Condições que o habilitam a cobrar a separação entre perícia e polícia.
“Uma perícia malfeita, que não significa nem que isso seja por má-fé, pode induzir o julgador – juiz, jurados, Ministério Público e até os advogados – ao erro”.
Ele admite que, na prática, há diferenças entre os tipos de prova, no curso de um processo: “No nosso sistema jurídico, não há valoração das provas, ou seja: uma prova testemunhal tem o mesmo peso de uma prova científica. Mas é indiscutível que existe a tendência de se dar mais valor à prova pericial porque a prova testemunhal sempre representará o ponto de vista de alguém, enquanto que a prova técnica, não. Por isso, a tendência é de dar mais valor à prova pericial”.

Não pedi para assumir, diz coronel
Nomeado por indicação pessoal do secretário de Defesa Social, coronel PM Dário César, o novo perito oficial-geral, coronel PM Roberto Liberato, diz que não pediu para assumir o cargo.
“Não pedi para assumir. Foi-me formulado um convite pela Secretaria de Defesa Social por conta da situação vivenciada por mim na corporação [Polícia Militar]. Nos 8 anos em que atuamos como subdiretor e diretor de Finanças fizemos várias gestões que dinamizaram o custeio da corporação. Por conta dessa atuação, nas áreas administrativa e operacional, e por ser médico, foi-me feito o convite”.
Ele fez um apelo para que a situação seja contornada. “Eu vim para agregar. Não quero dividir. O que quero é dar condições para que os órgãos que compõem a Perícia Oficial possam trabalhar, funcionar bem e prestar um bom serviço”.

Seu Madruga disse...

Diante das palavras do coronel PM Roberto Liberato, que disse: “Eu vim para agregar. Não quero dividir. O que quero é dar condições para que os órgãos que compõem a Perícia Oficial possam trabalhar, funcionar bem e prestar um bom serviço, nós podemos concluir que o mesmo disse que antes da sua chegada NÃO HAVIA CONDIÇÕES PARA QUE OS ÓRGÃOS DA PERÍCIA OFICIAL PUDESSEM TRABALHAR, FUNCIONAR BEM E PRESTAR UM BOM SERVIÇO.

Diante disso, pergunto: E VAI SER ESSE CIDADÃO QUE VAI SER O "SALVADOR DA PÁTRIA"?

Por fim, um conselho: coronel Liberato, se o senhor quer mesmo agregar e se realmente não quer dividir, PEÇA PARA SAIR!

Assessoria BEF disse...

Como o comandante do 6º BPM não levou em consideração as nossas recomendações no que se refere ao trato com a tropa, resolvemos disponibilizar para todos o aperto que ele deu, e ainda continua dando, no efetivo do 6º BPM. Para ouvir o aperto clique aqui. Esperamos que as ações do comandante do 6º BPM mude, ou então divulgaremos outras situações, cada vez piores.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver