E disse o Coronel: "Façam de tudo para expulsá-lo"

Vou dizer uma coisa aos senhores leitores: antigamente POLÍCIA era realmente POLÍCIA, e o Soldado, mesmo quando era perseguido, tinha o seu valor e se impunha, não como hoje em dia.
Em 1998 eu destacava em uma das Cias do 3º Batalhão, e tinha um tenente que me perseguia a todo instante, principalmente quando eu estava de serviço. Eu fiquei aguentando até quando deu. Um belo dia, eu estava de serviço na Cia e esse tenente veio novamente me encher a paciência, e aí, meus amigos, eu já não aguentei mais: dei uns três tiros para o alto e o tal tenente saiu correndo, abandonou até a viatura no meio da rua...
Isso, meus caros, me rendeu 20 dias de xadrez, mas foi um santo remédio: nunca mais o miserável daquele tenente e nem qualquer outro oficial me perseguiu.
Naquele tempo, apesar das perseguições, ser soldado impunha respeito. Bons tempos aqueles! Já hoje...
Recebi um e-mail de um militar que, por motivos óbvios, preferiu não identificar-se. Este militar denuncia supostas perseguições que estão sendo praticadas pelo Comandante Geral, o Cel Luciano "Malvadeza" e pelo Cel Sandro, Corregedor Geral da PMAL, contra alguns militares, mais especialmente ao Sd PM 2002, Agenário Velames.
Relata o e-mail que diversas foram as sindicâncias abertas contra o referido militar (que hoje chegam a mais de 10), muitas delas oriundas do que o denunciante chama de "crimes de opinião", fora os IPMs, um deles sobre a autoria deste blog – que o "Malvadeza" sem motivo algum atribuiu ao referido soldado.
Reproduzo abaixo o e-mail:
"Nobres senhores abnegados do Briosa em Foco. Sirvo-me deste espaço para encaminhar-lhes a presente denúncia, esperando que a divulgação da mesma sirva para coibir esta prática dentro da nossa corporação.
Dezenas de militares estão sofrendo perseguições dentro desta caserna, desde a assunção ao comando do atual Comandante Geral, passando anteriormente pelo atual Secretário de Defesa Social. Dntre os perseguidos, destacamos os nomes do Cel Marinho, TC Albino, TC Gonzaga, Maj Medeiros, Maj Aurélio, Cap Marcelo Ronaldson, Cap Rocha Lima, Cap Francelino, Cap Cesar Monteiro, Cap Benjamim, Ten Ciro Alves, Ten Alisson Cesar, Sgt Heleno, Sgt Braz, Cb Simas, Sd Ítalo, Sd Jailson, Sd Velames e outros. Mas faço uma menção especificamente ao Sd Agenário Velames, este o mais perseguido de todos.
Esta semana, senhores, tomei conhecimento que os Oficias Intermediários que estão com sindicâncias abertas para apurar a conduta deste soldado estão sendo pressionados para agir inclusive de forma ilegal, não respeitando prazos e buscando o possível e o impossível para enquadrá-lo no máximo de punições possíveis cuja finalidade seria apenas e tão somente expulsá-lo da corporação. E que os responsáveis por esta ordem seriam diretamente o Cel Sandro e o Cel Luciano, respectivamente. Chegou aos meus ouvidos o absurdo de um destes oficiais ter sido compelido por estes dois comandantes (estou vendendo o peixe pelo preço que me foi passado) tendo o Cel Sandro dito a seguinte frase: – 'Faça de tudo, do possível ao impossível, para expulsá-lo'.
Sendo assim, é meu dever, como ser humano que ainda crê na justiça, denunciar e encaminhar aos senhores esta, que considero uma das maiores injustiças dentro da nossa casa, pois não é plausível que um militar responda a mais de uma dezena de sindicâncias, vários IPMs e demais procedimentos apuratórios apenas por expor a sua opinião, fora da Polícia Militar de Alagoas, com respaldo da Portaria Ministeial nº 02/2010 e sobretudo da Constituição Federal, sendo, dessa forma, taxado como criminoso ou insubordinado por isso.
Crime, é apossar-se das verbas oriundas do SENASP. Crime, é usar de viaturas para realizar serviços particulares. Não estamos vivendo uma ditadura, e sim um Estado Democrático de Direito.
Obrigado pela atenção, conto com a divulgação de vocês."
Nos, que fazemos o BEF, estamos abertos a receber as razões e explicações dos militares denunciados.

22 comentários :

amigo do cabo que matou o coronel adalto disse...

meu amigos se defenda com a arma que tem use dois carregadores e viva feliz tire essa pedra do seu coturno

Sócio da ASSOMAL disse...

Pois é, o soldado tenta conscientizar os colegas para que os mesmos fiquem mais sábios em relação às leis, bem como revela as coisas que ocorrem de forma absurda na corporação, para que a mesma se torne um ambiente melhor, e é perseguido como nem mesmo o pior dos marginais que compõe a corporação o é; o que caracteriza uma verdadeira inversão de valores. Eu sei que ninguém é perfeito, e que todo mundo tem falhas, assim como os seus defeitos, e este soldado, o Velames, não foge à regra. Mas eu conheço muitas pessoas, a maioria praças, que se o hoje o criticam, ainda assim de certa forma contaram com o seu conhecimento ou forma ajudados por ele de alguma forma. Vindo o Velames a ser expulso ou pedindo baixa, será uma das maiores perdas para a PM, haja vista que os supostos transtornos que ele causou à administração beneficiou até mesmo aos seus perseguidores. Enquanto isso, os marginais que vestem a farda da PM e andam praticando assaltos até mesmo fardados andam livres e soltos por aí, sem que nenhum coronel ouse lhes importunar com algum tipo de procedimento apuratório, a exemplo do ex-soldado Bruno Salustiano. Força, Velames!

CBMAL disse...

Mais um soldado que é perseguido pelo comando, que vai ter os seus processos anulados pela justiça, e não vai dar em nada contra quem o persegue. Infelizmente esta é a realidade não só da PMAL, mas também do CBMAL. Enquanto isso, perseguir os verdadeiros marginais que merecem ser expulsos, a exemplos de tantos que conhecemos em ambas as corporações, que é bom, nada. E o Secretario de Defesa, outro perseguidor, que agora tem uma "área de atuação maior", é outro que só se mostra eficaz para atuar contra as tropas das forças de segurança pública. Nós, os integrantes do CBMAL, ainda estamos engasgados com o que aconteceu ao major Burity, um cara do bem. E do jeito que as coisas estão acontecendo, tenho certeza que não será nenhuma surpresa se viermos a presenciar a repetição da história, quando um militar, fazendo uso de um fuzil, deu "apenas" uma rajada no coronel.

OBS: digo "militar", não me referindo especificamente a um praça (cabo), porque do jeito que o atual comando da PMAL e o Secretário de Defesa agem, perseguindo até mesmo oficiais (do subalterno aos superiores), qualquer um pode fazer o que um simples cabo fez!

Não estou aqui pregando a violência, mesmo porque foge aos princípios basilares do "ser Bombeiro", mas tenho que concordar com o autor da matéria quando o mesmo afirma: "Bons tempos aqueles!"

Jenésio, o Pecador disse...

Meu Deus! Até quando vamos ter que conviver com estas perseguições que ocorrem na PMAL? Isto é um absurdo! Isto horroriza não apenas o Povo de Deus como também a tropa. Arrependam-se e parem de perseguir os seus subordinados, ó perseguidores, enquanto há tempo! Pois se vocês escaparem da ira dos perseguidos, da ira de Deus, desta, com certeza, vocês não escaparão!

Cabo Êta disse...

Atenção, "pessoal": tem uma "galera" de perseguidores (da cúpula) que costuma fazer caminhadas na orla entre Jatiúca e Pajuçara, concentrando-se em grande número nas imediações da orla de Ponta Verde. Qualquer coisa...

Amanda disse...

Gente, o que é isso? Estou chocada. Para quê violência? Ainda podemos contar com a justiça! Deixem a vingança para último recurso!

ASCOM da PMAL disse...

Não esqueçam do soldado Wladimir Gaudino, que também é perseguido, sendo que até excluído por deserção ele foi. Só que no caso do Sd Wladimir, ele foi reincluído e a justiça arquivou o processo dele invertendo a ação processual contra o coronel que a instaurou.

Assessoria BEF disse...

E-mail recebido:

“Meus caros amigos companheiros de luta pela aprovação da PEC300, acabo de receber um comunicado do Presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados, Deputado Federal Mendonça Prado, solicitando que avisassem a todos os Policiais Civis, Militares e Bombeiros Militares, que solicitem dispensa do serviço para viajarem até Brasília a fim de fazerem parte e assistirem a aprovação histórica da PEC 300 em segundo turno. Para isso, já temos as assinaturas de todos os líderes Partidários, concordando que ela seja colocada na pauta, faltando somente a assinatura do líder do Partido dos Trabalhadores (PT), que, tenho certeza, não perderá a oportunidade de pronunciar seu apoio a esta causa tão nobre.

Rogo aos senhores Comandantes Gerais das Polícias Militares e Bombeiros Militares e aos chefes das Polícias Civis, como também aos Presidentes das Associações dos Estados brasileiros que contribuam logisticamente com transporte, acomodações e alimentação dos Policiais e Bombeiros que se dispuserem a representar seu Estado neste evento que ficará para a história.

Não deixe escapar esta oportunidade de apoiar este movimento que viabiliza a melhoria de todos os órgãos da Segurança Pública no Brasil.”


Para ver a “Mensagem do deputado Mendonça Prado”, clique aqui

Anônimo disse...

Fico extremamente contrariado com tanta injustiça, porque conheço a grande maioria desses perseguidos e sei que a coisa está acontecendo de forma arbitrária e injusta, talvez até por questões pessoais.
Como disse, já trabalhei com a maioria desses policiais destacados, onde tenho o orgulho e a oportunidade de dizer que são todas pessoas de bem.
Mas eu creio que a justiça vai ser feita para livra-los dessa situação. Colocaram essses para pagar "de Cristo" para dar exemplo aos outros e nos inibirmos com a situação, principalmente ao Sd Velames que ajudou a tantos na Corporação.
Isso é pura repressão, a cúpula se assemelha a estrategistas de guerra para amedrontar a classe menos favorecida. Mas Deus está vendo e vai tomar conta da situação.
Indignado!

Rafaela de Almeida disse...

O Sd Velames já me ajudou a fazer a justificativa de uma parte, onde eu teria sido punida se não fosse a sua ajuda, inclusive eu conheço muita gente que já foi ajudada por ele, e olhe que são pessoas que mereciam ser punidas. É lamentável o que ele esteja passando, mas tenho certeza de que ele há de contornar essa situação que está enfrentado, afinal, o cara é muito desenrolado.

DAR A CESÁR O QUE É DE CESAR !! disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
A VERDADE disse...

MINHA GENTE O SD VELAMES NA VERDADE É UM PREGUIÇOSO REVOLTADO PORQUE QUER SER PRESIDENTE DA ASSOCIAÇAO DE CB E SD E NAO GANHA, PAREM DE FAZER DELE UM SANTO, ELE SE FAZ DE BESTA COM INTERESSE NO SEU VOTO, AGORA FICAM FALANDO QUE O VELAME ME AJUDOU A FAZER UMA JUSTIFICATIVA E MAIS UM BOCADO DE BESTEIRA , ACORDEM GENTE, APRENDAM A VALORIZAR O QUE PRESTA, LÁ EM CIMA TEM UM MONTE DE OFICIAL QUE PERSEGUIRAM MT PRAÇA E TÁ LÁ COMO COITADO, NA VERDADE ELES TÃO PAGANDO COM O QUE MERECE, QUE NAO CONHECE ESSAS PEÇAS RUIM, E AGORA SAO COIDADOS, BAO DE GENTE BURRA, POR ISSO QUE A GENTE NAO GANHA AUMENTO !

CONHECEDOR disse...

CB ÊTA VOCE É O PRIMEIRO LADRÃO QU EU CONHEÇO, NA REGIAO DO TABULEIRO QUE VC MORA, VC É CONHECIDO COMO FURÃO, É UMA PENA UM CABO REVOLTADO COMO VC PORQUE JA FOI PUNIDO POR CAUSA DE FURADA FICAR FALANDO BESTEIRA, TUA FAMA JÁ É CONHECIDA , TANTO QD TU PASSOU NO 1º BPM COMO NO BPGD, E O PIOR É QUE MUITOS OFICIAIS QUE TE AJUDOU, VOCE USANDO ESSA MASCARA FICA METENDO O PAU PARA QUE OUTROS IGUAL A VC ACREDITE NA TUA CONVERSA, TU COSPE NO PRATO QUE COMEU, QUEM NAO TE CONHECE QUE TE COMPRE BOBINHO !

Maria Isabel disse...

O Sd Velames ajudou uma colega minha, a Elayne Kely. Ela doou sangue em maio de 2009, aderindo a uma campanha das associações e foi punida com cinco dias prisão. O Velames fez a reconsideração de ato dela, e ainda assinou. Resultado: a punição dela foi anulada, mas o comando, com raiva, processou o Velames na Auditoria Militar. Fora esse caso, eu sei de muitos outros, a exemplo de um soldado do QCG que fez pouco caso do TC Jordânio, e por isso foi punido com quatro dias de prisão, mas o Velames fez a reconsideração dele a e punição foi anulada, "também". Digo "também", pois sei de vários outros casos, ocorridos em várias unidades, tudo de conhecimento de todos. Portanto, ninguém pode dizer que, por mais que o Velames tenha os seus defeitos, que ele não tenha ajudado aos seus pares. Além do mais, foi depois que ele começou a divulgar as leis e os nossos direitos no seu extinto blog que muita gente passou a reivindica-los na corporação. Eu não sou sócia da ACS, mas me associei na época da campanha e me associaria novamente só para poder votar nele, pois de todos que estão aí, pelo menos o Velames é o único que demonstra ter conhecimento e coragem para faze algo.

OBS: Falar mal de uma pessoa e sem nenhum fundamento, e sem identificar-se, é fácil. Quero ver botar a cara e fundamentar o posicionamento de forma coerente!

Thiago disse...

Tenho um colega no BPE que precisou do soldado Velames e ele o ajudou. No caso dele, o Velames fez uma justificativa de parte que colou e o PDO foi arquivado. Aqui na minha unidade, que eu não vou falar qual é, kkkk, tem um sargento que o irmão dele procurou o Velames e ele fez uma peça judicial para anular uma punição, que o advogado só teve o trabalho de assinar. A punição foi anulada e o irmão do sargento foi promovido graças a isso; e tudo isso foi publicado em BGO. Eu concordo com a colega acima: "Falar mal de uma pessoa e sem nenhum fundamento, e sem identificar-se, é fácil. Quero ver botar a cara e fundamentar o posicionamento de forma coerente!"

O VERDADEIRO disse...

MAS O QUE VCS FAZEM É FALAR DAS PESSOAS SEM SE IDENTIFICAR, QUANDO É COM VCS, VCS NÃO GOSTAM, ENTÃO PAREM DE INVENTAR MENTIRA CONTRA OS OUTRO E MOSTREM A CARA BANDO DE IDIOTAS !

Anônimo disse...

tODOS CONHECE O Cel Marinho, TC Albino, TC Gonzaga, Maj Medeiros, Maj Aurélio, Cap Marcelo Ronaldson, Cap Rocha Lima, Cap Francelino, Cap Cesar Monteiro, Cap Benjamim, Ten Ciro Alves, Ten Alisson Cesar, Sgt Heleno, Sgt Braz, Cb Simas, Sd Ítalo, Sd Jailson, Sd Velames e outros, SÃO TODOS CORRUPTO,LADROES,BANDIDO,PERSEGUIDORES,ESTUPRADORES,MAMARAM ANTES E AGORA VIGEM DE SANTOS, NENHUM PRESTA, SE ESTAO SENDO PERSEGUIDOS, É POQUER FIZERAM POR OMDE SER, NÃO QUEREM NADA COM VIDA, SÓ QUEREM MAMAR E ROUBAR. REPITO TODOS SAO PEÇA RUIM !

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Andressa Carvalho disse...

Para os supostos "A VERDADE", "CONHECEDOR", "VERDADEIRO" e os demais "Anônimos":

Vocês não passam de um bando de idiotas covardes, que não tem coragem de usar as suas verdadeiras contas para postar um comentário, pois temem se expor e sofrerem perseguições por isso. Cadê que vocês procuraram questionar os comentários das pessoas que se identificaram? Não ousaram porque sabem que foi dito a verdade, e isto vocês não tem como rebater, preferindo atacar o blog ou difamando as pessoas citadas nesta postagem.

Pois eu digo que tudo que vocês tem dito em relação às pessoas desta postagem, bem como em relação aos autores do blog, refletem, na verdade, tudo o que vocês são, além de serem puxa-sacos deste comando.

Anônimo disse...

DIREITO TEM, QUEM DIREITO ANDA!!!

Assessoria BEF disse...

“Uma a menos para o Velames”

Vejam o que foi publicado no

BOLETIM GERAL OSTENSIVO Nº 149 DE 09 DE AGOSTO DE 2011

Portaria nº 045- Sind-CG/Correg., de 16.02.2009
Sindicante:
1º Ten QOC PM, mat. 84604, Nirley Barros de Oliveira Sales
Sindicado: Sd PM, mat. 95569, Agenário Velames de Almeida
Motivo: apurar os fatos constantes na Parte nº 1096/08-CIODS, de 30/12/08 e BO nº 129861-CIODS, de 31/12/08, que versam sobre ocorrência do dia 31/12/08, na Avenida Governador Lamenha Filho, nº 410, Feitosa, nesta Capital, em que o Sd PM nº 9519.02, mat. 120138-7 Agenário Velames de Almeida, pertencente ao 5º BPM, teria efetuado dois disparos para cima, com a pistola 380, nº KWF 08876, de sua propriedade e um disparo na coxa esquerda de seu vizinho, o Sr. Ednaldo José da Silva, em razão de que este havia tentado agredir a própria esposa e estaria ameaçando a Sra. Selma Conceição da Silva, esposa do referido soldado, com uma faca.

Face ao que resultou apurado, este Comando:
Considerando que ao acusado foi assegurado o direito da ampla defesa e do contraditório previsto no art. 5º, inciso LV da Constituição Federal de 1988.
Considerando que, segundo os autos, no dia 31 de dezembro de 2009, por volta das 01h00min, o sindicado encontrava-se em casa, quando a sua vizinha, conhecida como Santana, aos gritos, bateu em sua porta, pedindo socorro, pois o seu marido (Sr. Ednaldo) estava descontrolado e ameaçava espancá-la, solicitando a ajuda do militar para retirar a filha do casal do interior da residência;
Considerando que o Sd Velames tentou acionar o CIODS, reiteradas vezes, não obtendo êxito. Diante disso, sentiu-se, como policial militar, na obrigação de ajudá-la, mesmo estando de folga;
Considerando que o sindicado se dirigiu a residência vizinha, como um bastão perseguidor na mão e a sua pistola (Taurus .380 PT138 devidamente registrada em seu nome) no bolso, tentando resolver a ocorrência inicialmente através de diálogo, entretanto, infrutíferas foram as tentativas;
Considerando que a situação evoluiu, de modo que, o Sr. Ednaldo armou-se com uma faca e continuou fazendo ameaças, que não se concretizaram em razão da intervenção do sindicado com o seu bastão perseguidor, golpeando-o, vindo o mesmo a cair rente a Sra. Selma Conceição da Silva e a menor C.S.V., esposa e filha do militar, respectivamente, as quais o agressor agarrou na tentativa de lesioná-las;
Considerando que, mesmo ao ver a sua família com a integridade física ameaçada, o sindicado tentou contornar o fato, ainda utilizando do bastão perseguidor, mas o Sr. Ednaldo, não cedeu as suas investidas, sendo necessário o apoio dos vizinhos para que a segurança da sua filha fosse salvaguardada;

Continua...

Assessoria BEF disse...

Continuação

Considerando que, em seguida o Sr. Ednaldo agrediu a sua esposa, momento em que, o sindicado, ciente da proporção que aquela situação teria tomado, avisou que iria disparar a arma, e assim o fez, efetuou dois disparos para cima, entretanto, os ânimos não se apaziguaram;
Considerando que, em que pese tenha esgotado todas as maneiras de resolver a situação de forma menos danosa a todos os envolvidos, o sindicado, diante das resistência do Sr. Ednaldo, sentiu-se obrigado a disparar contra o mesmo, atingindo a sua perna;
Considerando que o Sd PM Velames agiu dentro dos padrões exigidos de um policial militar, utilizando-se, apenas, da força necessária e adequada diante da evolução da ocorrência, empregando progressivamente a força, impedindo assim que a situação findasse de maneira trágica;
Considerando que o sindicado agiu em defesa de agressão injusta contra terceiros (sua esposa e filha), portanto, legítima, bem como se infere dos autos, moderada, proporcional e necessária ao agravo. Estando amparado pela causa de justificação que prescreve o RDPMAL em seu art. 35, inciso II e, também pela excludente de ilicitude do art. 42, inciso II do Código Penal Militar. Não havendo, pois, configuração de transgressão militar ou crime de qualquer natureza.

Resolve:
Concordar com o parecer do Oficial encarregado;
Acatar as razões de defesa do sindicado;
Publicar esta solução em BGO;
Arquivar os autos na Corregedoria.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver