PGE, APURE AS NOSSAS DENÚNCIAS

Em publicação contida no BGO de hoje (10.08.11), nº 150, o Comandante Geral Luciano Silva despachou, dentre outros, o seguinte processo:
Muitos "parêas" não costumam ler o nosso Boletim Geral Ostensivo, mas nós que fazemos o Briosa em Foco, sempre assíduos com esta leitura, e engajados nas "coisas" inerentes à nossa querida instituição, que por tantos crápulas tem sido usada e prostituída ao longo dos anos, conforme temos divulgado aqui neste espaço, não nos furtamos a esta religiosa obrigação. Além do mais, sempre procuramos estar a par das coisas que nos dizem respeito, em especial no que diz respeito à nossa amada corporação. Sendo assim, para ciência de todos aqueles que têm interesse no teor das nossas postagens, divulgamos que o processo inerente às nossas matérias está na seguinte fase:
Companheiros, queremos frisar o seguinte:
NÓS NÃO TEMOS MEDO DE APURAÇÕES
Queremos que sejam investigadas as nossas denúncias, pois o que denunciamos é mais grave do que o que estamos fazendo. Se hoje divulgamos alguns podres (e que podres) da nossa corporação, os verdadeiros culpados são os militares que cometeram as ilicitudes que não foram ou não são devidamente apuradas, sabe-se lá porque (até parece que não se sabe), chegando ao ponto de – não aguentando mais – termos de divulgar da forma como estamos fazendo, pois ninguém em sã consciência iria chegar publicamente e dizer: "na PMAL está acontecendo 'isso' e 'aquilo', e quem está fazendo é...".
Eu, apesar do meu pouco tempo de caserna, sei perfeitamente que "quem quer ser padre, sabe que não pode namorar", ou seja, quando nós – militares – entramos na instituição já entramos sabendo que não podemos realizar protestos. Mas até que ponto vai a dimensão dessa norma? A nossa tolerância, em meio a tudo que está acontecendo, chegou ao limite, e desde então não deixaremos a bagunça coisa continuar como está(va) acontecendo. Hoje, todo mundo tem medo de ter algum podre seu revelado aqui. E olha, garanto para vocês, temos tantas histórias para contar...
E vamos fazê-lo, sabe por quê? Porque não somos padres! Somos policiais (e até mesmo bombeiros) militares de várias patentes, com um sentimento em comum: Amor à instituição PMAL! Então, não usaremos "pactos teológicos", até mesmo porque isso não funciona com essa corja. Não somos mudos, nem surdos ou cegos, e estamos bem a par do que está acontecendo em todos os setores, intra ou extra corporis, e o comando sabe perfeitamente disso. Por tudo que vemos e sabemos temos massa crítica. Temos o direito constitucional à liberdade de expressão. Às vezes, e nós reconhecemos isso, extrapolamos esse nosso direito. Mas é tudo em prol de uma causa. Não somos uma tropa de analfabetos nem de covardes e caminhamos para consolidar a nossa corporação como uma Nova Polícia, pautada nos valores da dignidade, da ética, da honestidade e voltada realmente para a causa pública e não para as causas pessoais. Sabemos que a estrada é longa, mas já demos os primeiros passos rumo a este horizonte. Quando este momento chegar, finalmente não teremos mais razões para continuarmos com este trabalho. Até lá, mesmo usando mecanismos repudiados, iremos continuar lutando contra este sistema opressivo!

17 comentários :

Anônimo disse...

Muito bom BEF!!!!
Pau nesses canalhas!!!

Anônimo disse...

Agora tocaram em assunto do nosso interesse: E quem é a pessoa jurídica que vai provocar o Poder Judiciário e o Ministério Público (por meio de Representação) a fim de obter a autorização judicial para quebra de sigilo de Internet Protocol, nos moldes da legislação vigente, em especial a Lei 9.296/96? Certamente que deve se preparar para certas ações pelas consequências de seus atos criminosos. E para nosso Poder Judiciário autorizar tal pleito, qual foi a ação criminosa cometida pelo 'anônimo' mesmo? senão estrito cumprimento do dever legal. Por qual motivo a conexão está sendo realizado pelo Mozila, quem sabe? Será que que tal empresa preserva os dados solicitados para que possam ser utilizados em investigação criminal em curso? Quanto às suspeitas levantadas: cheque-mate. Agora é só correr para abraçar as linhas telefônicas cadastradas com vossos CPFs. E fica o alerta para quem acha que em Alagoas a investigação criminal não anda: Tecnologia temos de sobra. Cuidado com o mau uso da internet.

O OBSERVADOR disse...

O NEGÓCIO É QUE SE ESTES CARAS SABEM QUAL É A CONEXÃO USADA, ELES PODEM SABER MOLE MOLE QUEM ACESSA A PÁGINA, E COM ISSO ELES PODEM CHEGAR A QUALQUER UM, SEM ESSA COISA DE AMPARO DA JUSTIÇA. NO QUE SE REFERE À AÇÃO PENAL, EU ACHO QUE SE O PODER PÚBLICO TOMA COHECIMENTO DE ALGUMA DENÚNCIA COM PROVAS, NÃO HÁ QUE SE FALAR EM REPRESENTAÇÃO. LEMBRE-SE: O MP É O RESPONSÁVEL PELA FISCALIZAÇÃO DA ATIVIDADE POLICIAL.

o astro disse...

observador,não tem como isso acontecer,pode saber qual a conexão,mas há milhares de acessos,e todo mundo é livre pra ver oque quiser e comentar oque quiser,desde quando comentar está previsto como crime militar?não é tão mole não.e outra vou dar só uma idéia,você já pensou em note ou net book comprado de terceiros só pra esse fim?agora ache!
vai ter que chamar o astro!kkkk.

Anônimo disse...

show de bola

Anônimo disse...

trabalhe com moderação, e faça sua paRTE, APENAS NÃO OFENDA NINGUêm, MOSTrE NaDA aLEM DA vERdADdE

Anônimo disse...

Ja vi varias autoridades da OAB, Munistério Público, Direitos Humanos e etc., visitarem hospitais, presidios e outros órgãos, pra verificar irregularidades. Mas nunca os vi entrar em nossos quarteis para saber a situação que todos os PMs passam em sua jornada diária. Será que ninguém quer nos escutar. POR QUE SERÁ?

Anônimo disse...

criem uma capanha de divulgaçao do blog briosa em foco
URGENTEMENTE
EMAILS
ORKUT
TWITER
TUDO NA INTERNET
EMAIL PAGOS PARA ENVIAR PRA TODO BRASIL O SITE DA BRIOSA EM FOCO OK

Sargento Xavier disse...

É OssoOoOoOo...

Anônimo disse...

Se houvesse amor a instituição as denúncias seguiriam os meios legais. O único objetivo do Briosa é expor o nome da PM ao ridiculo e denegrir a imagem daqueles que não são queridos pelos autores.ais. O único objetivo do Briosa é expor o nome da PM ao ridiculo e denegrir a imagem daqueles que não são queridos pelos autores.

Anônimo disse...

Ok.Companheiros. Espero que vocês não vivam o bastante para se corromperem, espero tão somente que vivam o suficiente para serem "heróis".
"Falar é fácil, agir é difícil e agir conforme falamos é mais difícil ainda." Gothe
Recentemente procuro acompanhar o trabalho dos senhores e percebo, de fato, a presença do sentimento de luta pelo 'ideal', todavia, é preciso também refletir sobre os porquês e, entender melhor as entre linhas de algumas decisões tomadas por alguns que estão no poder em determinados momentos. Antes de tecerem comentários críticos e algumas poucas vezes perversos, pergunte-se o que vocês fariam e como fariam estando na mesma situação. Caso obtenham respostas, tentem executar pelo caminhos legais e possíveis, caso contrário, reflitam mais um pouco, afinal: "Somos servos do que falamos e senhores do que ouvimos". Já fui pedra, já fui janela, já fui pedra, já fui janela ... O que diferencia as patentes e graduações nas corporações militares, chama-se nível de informação. As vezes observo que muito do que se fala não condiz com os fatos em sua plenitude. Já se perguntaram por que uma boa parte dos que detém o poder de decisão não falam muito? Talvez, porque sabem dos resultados esperados de seu prévio planejamento, todavia, neste meio tempo, "forças" adversas distorcem caminhos e, todo trabalho é iniciado novamente.
Sugiro, hoje, que os senhores assistam o filme Bus 174 e tentem compreender que muitas vezes nós também somos culpados das "mazelas" que reclamamos. Bom dia.

Anônimo disse...

É meus amigos do briosa, temos que estudar pra sair dessa instituição que só parece organizada para os que estão fora dela, pois aqui dentro as leis são diferentes: passar pra guarda municipal, agente de saúde, enfermeiro, gari, etc... Militarismo não é lugar de gente, não.

Anônimo disse...

caiu a ficha foi? a pmal não precisa de homens descontentes com a hierarquia e a disciplina mesmo não. peçam desligamento mesmo. Precisa desenhar pra vocês entenderem quais as regras da nossa profissão? Pede pra sair. Veio porque quis, ou aguenta ou pega destino.

Anônimo disse...

Meu queridinho anonimo: o BEF ainda vai incomodar muito meu queridinho. E ninguem vai ser expulso nem pedir baixa nao, pelo o contrario, os caras vao fazer cada dia mais, e mais, e mais emais, ate seres despreziveis como vc, porque para mim quem compactua com essas safadezas desses comandantes sao tao despreziveis como eles e causar colapso nesse sistema.
Ainda vou ver comandantes de opms e do estado maior geral sairem algemados de dentro dos nossos quarteis, presos como o que sao, bandidos comuns. E seres como vc, anonimo balancador de ovo, abandonarem o barco pro lado do BEF, ou ate mermo arregar quando levar uma tromba.
Tu é seboso, vei!

Uma Policial disse...

A velocidade e facilidade com que vocês tem as informações a mim é de impressionar.

Em contrapartida, para o comando é de assustar.

Estamos diantes de uma guerra de informações.

Anônimo disse...

Mais uma no batalhão de penedo até PDO apurado e com pedido de punição do auxiliar do rancho SUMIU isso mesmo companheiros SUUMIIIUUUU. Que chegue essa informação na corregedoria.

Anônimo disse...

muito bom esse site, nao tinha visto ainda, mas de fato a corporaçao pmal é uma piada!

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver