Até mesmo nas férias eu busquei conhecimento

Durante as minhas férias eu visitei muitos locais,
Ocasião em que pude conhecer muitos Estados,
Especialmente uma certa cidade: São Paulo.
Estar naquela cidade me fez sentir que muito do que nós temos, em relação à segurança pública desenvolvida pela nossa corporação, em comparação a aquele grande centro, nos remete à "idade da pedra". Pois a PMAL quem vemos nos dias atuais, com relação às nossas atividades e tudo mais que desempenhamos no nosso dia a dia, em comparação à PM daquele Estado (e eu não estou falando somente em recursos) faz sentir que estamos anos luz atrás.
No bairro onde fique hospedado, na Zona Sul, que é a maior zona da cidade, e onde basicamente está o dinheiro e os principais locais de diversão, os maiores parques e etc, qualquer um sente a presença maciça do policiamento, e isso é ate previsível.
Mas é no trato dia a dia com o cidadão que a população percebe a diferença nas policias, em especial na militar. Certa ocasião fui a uma agencia bancaria sacar alguns trocados, e me deparei com uma "solução" encontrada por eles, de muito bom gosto – por sinal – e eficaz para evitar os populares "golpes da saidinha" (de banco). Ao que me consta, acredito que seja uma invenção da PMSP que chegou aqui em Alagoas com forca: eles fizeram um folder, bem bolado e de bom gosto mesmo, e colocam nas agencias aos lados dos caixas eletrônicos, numa forma de interagir com a população, dando dicas de como evitar esse tipo de assalto.
Como um bom policial (é claro), tratei de trazer um destes folders e tive o cuidado de não apresentar a nenhum dos meus amigos, para que pudesse colocar em primeira mão numa postagem aqui do blog.
Agora vem a parte que mais me chamou à atenção, é algo sobre os tais dos "bicos". A PMSP praticamente acabou com os "bicos", adotando como substituição o tal do "BICO LEGAL", que foi idealizado pelo prefeito Kassab. Eu fiquei desde o começo do mês passado, ansioso para fazer esta postagem, apenas tendo aguardado tanto tempo devido a Audiência Pública que aconteceu recentemente em Maceió, bem como devido ao fato de que qualquer comentário nosso anteriormente poderia comprometer a nossa posição, haja vista que conhecemos os policiais que "lapidaram" o projeto, ou seja, se eu tivesse dito algo anteriormente aqui no blog e eles tivessem vindo a Alagoas isso teria comprometido a nossa posição. Ainda bem que nossos contatos políticos nos alertaram sobre essa audiência...
Pois bem, voltando ao assunto... Em São Paulo os policiais militares "pedem" para ir à rua trabalhar; isso, para poder receberem a mais nos seus vencimentos. Em média um tenente com meu tempo de PMAL tá, "mole, mole", fazendo seus R$ 3 mil a mais de salário intensificado com os POs remunerados e frequência em bases comunitárias – que eles fazem por gosto. Fora isso, eles também têm um prêmio de produtividade com relação à diminuição da criminalidade. Isso tudo eu pude confirmar tendo pequenos diálogos com as guarnições que eu encontrei quando estive na Consolação.
Já por aqui, na Terra dos Marechais, mas que deveria se chamar Terra dos Coronéis... Você vê a falta de vontade em aplicar isso que em São Paulo tem feito a diferença, pois financeiramente falando quem sairia ganhando seria apenas a tropa. E é isso, a falta de boa vontade de fazer algo que realmente motive a tropa, o que faz com que a criminalidade deite e role. Apesar de algumas pessoas (em especial alguns políticos) acharem que salário não motive ninguém, ele é elemento decisivo para tal. Veja-se, por exemplo, o que ocorreu na Polícia Federal.
Ações que fazem a diferença: algumas semanas após a minha passagem por São Paulo, eis que vejo no noticiário que eles estavam comemorando a redução no número de homicídios, e de crimes em geral, em 15%. Meus amigos, para que vocês possam ter uma ideia de como são as coisas por lá, o Secretário de Segurança de São Paulo sequer aparece na televisão, muito diferente de nosso Dário, o astro. Aliás, o Alto Comando da PMSP não se envolve em coisas pequenas. Todas as vezes que é preciso falar ao público é logo designado um oficial subalterno ou até mesmo um oficial intermediário, para desempenhar tal mister. E os mesmos não são escolhidos aleatoriamente: são de unidades que tem a ver com o assunto em que querem a compreensão da população. Algo que ninguém vê por estas bandas.
Fiquei impressionado com a forma rápida de solução das ocorrências novas. Vou explicar este ponto: a cidade é cortada por duas marginais imensas, que – acho – os amigos conhecem muito bem, ao menos de tanto ouvir falar nos noticiários, a Marginal Pinheiros (que liga a Zona Sul à Zona Oeste), e a Marginal Tietê (que liga a Zona Norte, Leste e Oeste). Poucos dias antes da minha chegada a Sampa, aconteceu uma nova modalidade de crime naquela marginal (a Pinheiros). Os malas estavam colocando pedras enormes no asfalto, para que os carros batessem nelas, furassem os pneus ou quebrassem a suspensão, ou então jogavam as pedras nos para-brisas dos carros... Assim, quando o motorista parava era assaltado em um tipo de arrastão. A solução da PMSP, sem fazer "alarme", "megaoperações" e nem montar tendas para mostrar "Ronda Cidadã" nem algo do tipo, foi a seguinte: dividiram a marginal nos pontos e a cada 600 ou 800 metros colocaram uma dupla, ou de Vtr ou motocicleta em ponto fixo, e duas ou três rondando lateralmente em apoio. Resultado: esse tipo de crime não aconteceu mais naquela avenida. Mas ao invés de irem embora de lá, mantiveram o policiamento, e têm mantido até os dias de hoje, conforme me revelou um capitão com quem eu me comunico por e-mail. O que me surpreendeu foi o mesmo policiamento estar acontecendo também na Marginal Tietê, onde o tipo de crime não acontecia, mas houve uma previsão de que os malas migrassem para lá.
Em suma, o que eu concluo disso tudo é: o amadorismo da nossa cúpula é uma merda, e ainda vai nos deixar muito tempo nessa triste situação, a de ser o Estado mais violento do Brasil. E ainda digo mais, caros leitores: uma cidade de 11 milhões de habitantes, ter apenas 3 homicídios no final de semana, enquanto a nossa teve 28 no mesmo período, conforme aconteceu há umas semanas, é para dar dó e no mínimo terem demitido toda aquela nefasta cúpula.

5 comentários :

Anônimo disse...

Pois é,a nossa policia de AL e do Luciano e do Dário é de fazer vergonha é um BAGAÇO veja como é a de SAO PAULO.

Polícia oferece lanche para tentar retirar usuários de drogas das ruas
Trinta e cinco pessoas foram levadas a clínicas de recuperação em Bauru.
Em Avaí, polícia diz ter apreendido 107 kg de maconha.
Do G1 SP, com informações da TV Tem

Pessoas encontradas nas ruas receberam
atendimento psicológico, lanches e foram
encaminhadas para clínicas

A Polícia Militar realizou uma operação diferente na madrugada desta terça-feira (6) em Bauru, no interior de São Paulo, para tentar retirar usuários de cracks das ruas da cidade. Assistentes sociais e psicólogos participaram da ação dando lanches e encaminhando os usuários para clínicas de recuperação.
A ação aconteceu na região conhecida como "Cracolândia caipira". No total, 35 pessoas receberam os lanches e foram encaminhadas para as clínicas.
As pessoas que foram encaminhadas para os centros de recuperação serão identificadas. Elas irão passar por acompanhamento psicológico e receberão os encaminhamentos necessários, segundo Darlene Têndolo, secretária do Bem Estar Social da cidade.
Em uma outra operação, a polícia diz ter apreendido 107 kg de maconha em uma caminhonete. A apreensão aconteceu na Rodovia Marechal Rondon, na cidade de Avaí. A droga estava escondida em fundos falsos e nos paralamas do veículo. O motorista foi preso.

Luciano, vc atraza os lado das pisicologista da PM de alagoas pedi pra caga e sai vei, Luciano seu BAGAÇO.

SD 2002, futuro CB 2012 disse...

Existem outras situações por trás da aprovação desse projeto, e o povo já sabe o que está acontecendo. É tudo uma questão inerente às próximas eleições, pois estes políticos que se dizem preocupados com o povo, e com a segurança pública, só se preocupam com o povo na hora de conseguir o voto. Quanto a segurança, somente a deles é o que importa.

Anônimo disse...

Sd 2002 porra nenhuma seu bagaço quer trabalhar de extra de graca é seu babao do comando?

Deixa de ser babão praça. Eu quero é fazer extra normal e ainda ganhar o meu que é meu direito praça.

E esses politico azar o deles. Agora se vc quer tirar o seu de graca, tire o seu e o meu, okei?

SD 2002, futuro CB 2012 disse...

Cara, leia com atenção: em nenhum momento eu disse isso que você escreveu. O que eu disse é que tem "coisas" por trás desse projeto. Seja para aprová-lo ou não!

Anônimo disse...

Beleza, peixe. Entao ultima forma ai na grosseria.

Vamos nos unir e nunca nos desunir.

Tamos junto.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver