Comando da PMAL afronta TJ (mais uma vez)

Advogado de capitão diz que comando da PM "afronta Tribunal de Justiça"
Tales Azevêdo diz que capitão Rocha Lima foi preterido do quadro de acesso por escolha, para promoção a major, e cobra providências
O advogado do capitão PM Rocha Lima, Tales Azevêdo Ferreira, denuncia: o comando da Polícia Militar de Alagoas estaria preterindo oficiais no quadro de acesso por escolha, para promoção ao posto de major, o que estaria gerando grande insatisfação entre os que aguardam, há anos, a chance de ascender na corporação.
Segundo Tales Azevedo, no caso do militar em foco, o comando desrespeita decisão da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL), que, no último dia 22 de junho, decidiu, por unanimidade, confirmar a ato do Conselho de Justificação da Polícia Militar de Alagoas, desconstituindo o ato de expulsão lavrado pelo então comandante da Polícia Militar, o coronel PM Dário César, em virtude de crimes imputados ao capitão.
Votaram favoravelmente à decisão do capitão os desembargadores Orlando Manso, Otávio Praxedes, Edvaldo Bandeira Rios e José Carlos Malta Marques. Na decisão, a Câmara Criminal determinou que, caso a expulsão viesse a ser efetiva, o oficial fosse reintegrado aos quadros da Polícia Militar, considerando improcedente as acusações contra Rocha Lima – que chegara a ser acusado, por exemplo, de formação de quadrilha.
O julgamento contou, inclusive, com parecer favorável por parte do representante do Ministério Público no Pleno do Tribunal de Justiça, Márcio Roberto Tenório de Albuquerque.
"Opino pelo conhecimento da presente remessa necessária, para o fim de julgá-la improcedente em sua conclusão de demissão, quer pelo acolhimento da inexistência de provas da participação do oficial de justificante nos fatos objeto da instauração do conselho de justificação, quer pela incidência do 'in dubio pro reo', a teor do artigo 439, alíneas do Código de Processo Penal Militar, respectivamente, acompanhado o entendimento dos membros do conselho de justificação, que, à unanimidade de votos, opinam pela absolvição do justificante quanto aos fatos que haviam sido objetos da instauração do conselho", disse em seu parecer.
Com a decisão, o capitão Rocha Lima deve permanecer exercendo normalmente suas funções na corporação. O presidente da Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (Assomal), major Wellington Fragoso, diz apoiar o reclame de Rocha Lima, lembrando ainda que este 'não é o primeiro caso'. "Se a Câmara Criminal assim decidiu é porque não há indícios de envolvimento do capitão nos crimes relatados. E confiamos na seriedade dos desembargadores", comentou Fragoso, à época da decisão.
O advogado Thales Azevêdo Ferreira relata ter tentado, sem sucesso, várias audiências com o comandante da Polícia Militar, coronel Luciano Silva. Ele lembra que, na última promoção, em 25 de agosto, cinco capitães foram contemplados, sendo que dois deles estariam 'abaixo' de Rocha Lima no tocante ao preenchimento dos requisitos.
"Mesmo assim, nosso cliente não foi beneficiado, já que não foi colocado no quadro de acesso, quando foram promovidos oficiais mais inexperientes. Ou seja, estão protelando sua promoção", argumentou o advogado, sobre oficial que, segundo ele, aguarda a promoção há mais de 10 anos.
Fonte: recebido por e-mail

8 comentários :

Anônimo disse...

Pq ele seria promovido por merecimento, com uma ficha suja dessa q ele tem?
Sou capitão a tanto tempo, e ñ tenho ficha suja e até agora estou aguardando, pq ele seria promovido por merecimento???

Anônimo disse...

Isso quer dizer o seguinte:
RDPMAL 1 X 0 CF88.
Isso é uma vergonha.

Anônimo disse...

SE EU FOSSE ESSE ADVOGADO E ESSE CAPITÃO TINHA VERGONHA D VIR A PÚBLICO FALAR UMA BABOSEIRA DESSA,CHEGA ATÉ NOS OFENDER, OFICIAIS DIGNOS.

Anônimo disse...

Rocha to com vc e nao abro amigao da rotary.

Anônimo disse...

Quem tem moral pra falar mal do rocha o amigao da rotary vei, liga nao rochedo estamos com vc pedra vc sempre foi amigao da rotary um abraco do cabo maurao amigao da baixa do aterro

Anônimo disse...

Não dá pra entender porra nenhuma...
Não consigo mais discernir quem é da banda podre ou da banda boa da PMAL...
Só tenho certeza de uma coisa:
Cap Rocha Lima, assim como um monte de gente, não merece fazer parte desta instituição.
Quem o conhece sabe de seu comportamento anti-profissional, descontrolado e criminoso!
Não é digno de ser oficial, quiçá Major!
Aliás, são poucos os que são dignos de serem policiais.
Que pena dá em ver a justiça dos homens falhando.

Anônimo disse...

ora o capitão corre atras do direito dele ele esta apenas 10 anos como capitão imagine os soldados que passaram 20 ou mais anos tentando cer cabo e conseguiram ja caindo os dentes o que tem que acontecer e desmilitarizar vai cer tanto oficial a t ataque por perder a boquinha o estatuto e para todos mais so serve para promover os apadrinhados como o coronel do cpc e o propio cmt geral

Anônimo disse...

Qual e o problema? O cap bebia, bagunçava, dava tiro, batia em mulher. Mas quando precisava p trab botava p lasca o em maloqero. Com certeza ele nao serve p pm. Qm serve e qm nunca sai d traz d um biro so botando p arromba nos praças, o q presta é aqele nao ta nem ai pro povo, ou ainda o q presta e aqele q fk xumbetando politico a vida toda. Entao qem presta nesa pm...

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver