Carta da ASSMAL

Recebe  emos um e-mail em nome da Assmal (Associação dos Subtenentes e Sargentos Militares) e assinado em nome do Sargento Teobaldo de Almeida (inclusive com telefone para contato), solicitando-nos a publicação do seguinte texto:
Militares entregam projeto de lei que fixa carga horária da categoria
Representantes da Associação dos Subtenentes e Sargentos Militares de Alagoas (ASSMAL) irão protocolar no Gabinete Civil do Governo, no Comando Geral da PMAL e em todos os gabinetes dos deputados estaduais um projeto de lei que fixa uma carga horária para policiais e bombeiros militares de 40 horas semanais.
O projeto permite ainda a adequação e compensação das escalas para os militares universitarios com o intuito de valorizar, qualificar e motivar o profissional.
A carga horária irregular dos militares é um dos grandes problemas das corporações. Hoje, os militares cumprem escalas de serviço de até 64 horas semanais. Os comandantes de Policiamento da Capital e Interior submetem os militares a escalas desumanas sem direito a descanso digno.
De acordo com o artigo 7º da Constituição Federal, é direito de qualquer trabalhador urbano ou rural uma jornada de trabalho de no máximo 44 horas semanais.
"A Constituição Federal é clara ao dizer que as leis do país, independente quais sejam elas, se submetem a todos. Os estatutos e regulamentos – em hipótese alguma – podem ferir alguns artigos da CF, tornando-se nulo qualquer regulamento, lei ou estatuto que o faça", explicou o presidente da ASSMAL, sargento Teobaldo de Almeida.
Para os policiais de Alagoas, o Governo não aposta na modernização das policias Civil e Militar. Faltam investimentos em estruturas modernas para o atendimento ao cidadão e condições de trabalho para os agentes da segurança pública.
Nos estados vizinhos – Sergipe e Pernambuco – a segurança pública passou por uma evolução. Sergipe é o estado nordestino que mais investiu em segurança além de ser referência nacional na política salarial dos policiais e bombeiros. Já em Pernambuco, a tropo foi motivada com incentivos financeiros e escalas dignas. Com o tempo e reformulação das policias, os índices de violência diminuíram nesses estados.
Em Alagoas, a situação é diferente. A violência aumenta a cada dia e os profissionais não são valorizados. Nas corporações, os problemas administrativos – como baixo efetivo – são refletidos na tropa, que abre mão de sua qualidade de vida e de sua família para corrigir os erros da administração e suprir as carências de 10 anos sem investimentos.
"Não temos uma política de valorização. A polícia pode até ser mais equipada do que quando o atual Governo assumiu. Mas não é mais a mesma, pois não temos uma carga horária justa. Não podemos ir para reserva ao término dos 30 anos, que não seja pela via judicial. Os cursos de aperfeiçoamento estão sendo suprimidos. Não temos alojamentos dignos nas unidades. Éramos a 3ª polícia mais bem paga do Nordeste e hoje, as remunerações não condizem com a responsabilidade, perigo e esforço da função que exercemos", disse Almeida.

7 comentários :

Anônimo disse...

Para PMAL ser uma policia que cumpra com seu dever primordial, combater o crime, deve acima de tudo investir na gestão de seu recurso humano. Pois são os homens, falo os de carne e osso, que estão nas ruas dia e noite, sob sol e chuva, que devem ser valorizados. O PM não é uma nome na escala com a ordem de cumpra-se, mas sim um cidadão com família, sonhos, anceios, problemas. E se estes não forem compreendidos, a engrenagem não anda: PÁRA! E é isto que vem acontecendo em Alagoas.

Anônimo disse...

160h é o que tenho que trabalhar segundo o contra-cheque.
240h é o que, realmente, trabalho por mês.
80h é o que trabalho a mais na guarda do quartel.
Tenho que receber o pagamento dessas horas-extras e gostaria de saber a quem procurar.
Ah, e peço aos companheiros do BEF que deem mais ênfase ao adicional noturno, periculosidade e a comparação do nosso contra-cheque com os do inspetores da guarda municipal de Maceió, ok.

Highlander disse...

Mais uma x, Valeu Aluísioooooooooooo !!!!!!

Anônimo disse...

Temos q trabaia 1 por quatro, q nem o presídio.

CB 1ª CIA/I disse...

ESSE TEOBALDO É UM SABIDÃO. ELE FEZ ISSO AGORA, DEPOIS DE NOVE ANOS MAMANDO PQ TEM ELEIÇÃO DO CLUBE DE SARGENTO NO ANO QUE VEM. O MJ FÁBIO APRESENTOU UMA PEC DE 30 HORAS POR SEMANA PQ NEGUINHO FARDADO BOTA O PESCOÇO MEU VEIO, SE ARROMBA NA RUA COM BANDIDO. ESSE CARA AÍ TÁ MAIS DE 8 ANOS SEM VESTIR FARDA E QUEM QUISER QUI SE LICHE. EU SOU PM E NAO AUTORIZEI ELE BOTAR PROJETO DE 40 HORAS. DESSE JEITO ELE TÁ JOGANDO NO OUTRO TIME, E FAZENDO GOL CONTRA A GENTE. PROTESTO!

Anônimo disse...

ACS/AL convoca os associados para Assembleia Geral

A diretoria da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Alagoas (ACSPMBMAL) convida todos os seus sócios para a Assembleia Geral que ocorrerá no dia 1º de novembro, às 14h, no Clube Social em Guaxuma.

Na assembleia serão discutidos diversos assuntos, entre eles: A solução para o débito do INSS, o aumento do aluguel do Clube, verificando a possibilidade de permanência ou entrega do local, atualização de informações dos processos abertos da ACS/AL e a venda do terreno em Marechal Deodoro (AL).

O presidente da ACS/AL, cabo PM José Soares, aguarda todos os sócios da entidade para esta importante assembleia, pois serão tomadas diversas decisões acerca da associação. “É de suma importância a presença de cada um para que possamos discutir os rumos da ACS/AL que serão tomados nesta assembleia”.

Fonte: http://www.acsalagoas.org.br/portal/?p=4051

Anônimo disse...

Companheiros, boa noite! Não poderia deixar de postar meus comentários com relação a essa matéria. Companheiros esse cidadão "THEOBALDO" não tem legitimidade para enviar projeto para o governo, pois o mesmo nas eleições passadas apoiou esse governo que ai está. Senhores, esse cidadão está querendo aparecer para tirar proveito nas próximas eleições da ASSMAL. Ele pretende continuar por mais 03 anos na presidencia. Esse cidadão quer se perpetuar no poder. Se ele for eleito nas próximas eleições significará 12 anos de mandato. Agora, faço a seguinte pergunta. Os senhores vão deixar que isso aconteça? Esse cidadão está fazendo da ASSMAL um cabide de emprego, colocando irmã, cunhada, parentes, etc. Esse cidadão anda fazendo farra e mais farra com o dinheiro dos associados. Esse cidadão não presta conta do dinheiro da entidade para seus associados. Esse cidadão até hoje não disse para o associado quem roubou o cofre da entidade. Esse cidadão até hoje não disse quem roubou o dinheiro que foi entregue a secretária da ASSMAL para colocar no banco e essa secretária foi roubada e ninguem sabe até hoje quem foi o ladrão. Esse cidadão não presta conta do dinheiro da Churrascaria da ASSMAL, do Aluguel do salão, do dinheiro do aluguel do campo e do aluguel da piscina. Esse cidadão comprou um carro para ASSMAL de um amigo do seu irmão, sem consultar os associados. Agora eu pergunto é esse cidadão que o senhores querem de novo na presidência da ASSMAL? Vamos senhores mudar essa história. Não vamos deixar que isso aconteça. Esse cidadão não tem legitimidade para nos representar. Espero que ao entregar o comando da ASSMAL seu sucessor faça auditoria pra vê os desmando desse cidadão na ASSMAL.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver