Jipeiro de verdade

Hoje, ser jipeiro virou moda. Assunto badalado pela mídia, são tantas opções de veículos 4x4 que qualquer proprietário de um desses passeia por aí fazendo uso da denominação e se gabando de fazer trilhas radicais.
Mas, que bicho é esse jipeiro, afinal? Com certeza, nenhuma das opções acima vale como descrição.
Ser jipeiro vem do coração. Ou melhor, do espírito de equipe. Ele assume o 4X4 como uma parte de seu corpo e o utiliza para vencer obstáculos. Quais obstáculos? Aqueles que a Natureza preparou.
Jipeiro de verdade não sai por aí desmatando trilha, enforcando árvores com o cabo do guincho. Também não sai despreparado, sozinho, para provar que é macho. Jipeiro sabe que é parte de um todo. Que, por mais que o ditado esteja batido, a união faz a força.
Se um caminho está difícil, usa a estratégia, troca ideias com a equipe. E dispensa o machado em favor do guincho. Jipeiro que honra o nome mete a mão no barro, desatola seu carro e o dos companheiros. Segue a trilha pela velocidade do mais lento. Jipeiro de verdade deposita nos galhos das árvores o stress do dia-a-dia, que elas limpam com o maior prazer.
Por isso, jamais larga o lixo no caminho e por vezes recolhe o que encontra. Ele vence a trilha simplesmente porque ela está lá. Torce para chover, assim a dificuldade aumenta. E segue tranquilo, porque sabe que nunca estará sozinho.
Pelo exposto, o Comandante Geral não é jipeiro (nunca foi e jamais será).

13 comentários :

Anônimo disse...

Do aloprado

Parabéns pelo texto, bem elaborado e eloquente

Anônimo disse...

Cadê a polícia que não prende esse CApitão marginal Rocha Lima que mais uma vez, embriagado vez vários dispsros no Pasto Texaco do Zé Tenório e não deu em nada. Também ele vive dizendo que é peixe de um Desembargador e do Deputado Estadual Dudu. Espero que o povo lemre disso.

Anônimo disse...

Soldado Ana este comando poderia ser o melhor comando da PMAL, mas meteu os pés pelas mãos. Acho que a definição de que o comandante geral não é jipeiro é bem adequada. Ah! Que saudade de outros comandantes de épocas não tão distantes. Como tudo um dia passa, só nos resta torce para que este comando passe logo. Porém, se for para contarmos com "eles" por mais alguns meses, então a torcida é para que o STF julgue procedente a ação para destituir o Teotônio Vilela, pois aí o comando cai "por tabela".

Sargento Gilberto disse...

"Ter um novo comandante", esse é maior sentimento dos policiais hoje – Infelizmente as autoridades do nosso Estado ainda não se deram conta do "Por que nós estamos protestando". E chega a ser patético ver deputados na ALE se perguntando, confusos, sobre "o que estaria acontecendo na PMAL". Enquanto isso, o policial pergunta: "por que vocês (deputados) não vem aos batalhões conversar com a tropa?" E endossando este coro eu afirmo: a gente está querendo saber quando vocês, autoridades, vão aparecer nas nossas unidades, muito embora já tenha a resposta: "nas próximas eleições".

O OBSERVADOR disse...

SE VOCÊS OLHAREM COM ATENÇÃO, VÃO VER QUE O COMANDANTE GERAL QUE DEVERIA ESTAR NO JEEP NÃO SE ENCONTRA LÁ. EM SEU LUGAR HÁ UMA FEM. PODEM OLHAR. ACHO QUE ELE ABANDONOU O JEEP

O OBSERVADOR disse...

Lulu andou dizendo outro dia que o problema do abastecimento das viatura era decorrente do chipe que algumas vtrs novas não tinha. Sexta-feira muitas viaturas ficaram paradas por falta de combustível. Tanto Lulu quando Dadá andam dizendo que a PM deva ser administrada como uma empresa, mas se esquecem que nas empresas existe espírito de corpo, união e colaboração mútua, além do que todas as opiniões de qualquer um que faz parte da empresa tem a devida atenção e importância. É por isso que o comandante geral, Luciano Malvadeza, não é jipeiro. kkkkkkkk

Anônimo disse...

E estes caras (DC e LS), acima de tudo, ainda tem o cinismo de dizer que a corporação melhorou em suas gestões. Ainda bem que os índices de criminalidade e de LTS não nos deixa alienados quanto ao que ele s dizem por aí.

Anônimo disse...

Apenas dois anos da gestão "Luciano à frente dos cargos mais importante da PMAL", e demos uma "marcha à ré" que representa duas décadas de atraso.

Cabo Êta disse...

Segundo alguns colegas lá da SEDS, o Secretário acredita que os projetos que a PM fez, mas que não foram aprovados pelo SENASP, foram feitos para serem reprovados mesmo, pois com isso a "cabeça do secretário iria para a degola". Será? Será? Mas com isso poderia ser verdade se com a queda do secretário ninguém seguraria o comandante da PM no cargo? Agora vem o que alguns colegas do QCG apuraram: o comandante geral sabe que não ficará muito tempo à frente da corporação, e que o seu provável substituto será o "outro César", o que claramente revelaria que ele foi preterido; logo, a sua intenção seria melar a gestão do secretário para, tchan, tchan, tchan, tchan, deixar o cargo para qualquer um, menos para (justamente), o "irmão do César".

Anônimo disse...

Comentaristas articulando conspiração... Isso me cheira a conspiração mesmo... Será que o comandante tem noção do quanto a oposição quer a sua queda? Se tivesse, rapidamente trataria de não comandar sozinho... Ainda mais quando se encontra sem forças diante de uma oposição tão grande, forte e UNIDA.

Jenésio, o Pecador disse...

O Povo de Deus ama a natureza, pois foi umas das primeiras coisas que o Criador fez, por isso podemos acreditar que o Povo de Deus seja jipeiro.

Anônimo disse...

Os meios comunicação de Alagoas estão se curvando às pressões política$ (em forma de contratos de propagandas publicitárias milionárias). É por isso que os corruptos deitam e rolam e nada acontece. É por isso que mesmo com as suas FICHAS SUJAS nada lhes impede de manipularem a justiça e a opinião pública do nos nosso Estado. Mas o que isso tem a ver com a SEDS e o comando da PM? Estas duas instituições tem como "gestores" prostitutos políticos.

Anônimo disse...

Fabrício dos Santos. Quem não tem capacidade para enxergar, para entender, para perceber fica difícil ensinar o caminho para a solução da segurança pública em nosso Estado. A nossa instituição é como um carro velho com tudo para ser reparado. Sendo assim, um mecânico dedicado há de colocar o seu tempo para fazer a maquina funcionar. Para isto, há de se ter em mente que será gasto muito dinheiro e tempo. Quando tudo pronto, aí vem o grande problema: "um qualquer" que não sabia dirigir senta-se no lugar do passageiro enquanto outros guiavam, ou então, este qualquer pode tomar a direção do veículo e dar as suas barbeiragens. Os bobos à beira da estrada terão uma noção equivocada do que está acontecendo do interior do veículo, ainda mais quando virem o carro andando aparentemente com muito estilo e velocidade. E muitos hão de acenar dando ares de que o carro está bem conduzido, e o "condutor" há de tirar os proveitos da situação descurando e abanando para as pessoas. Viva, viva, viva. Moral da história: bobo acredita em vigarista.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver