Deus e o diabo na terra do sol

Ao amanhecer deste domingo em Joaquim Gomes, distante exatos 63 quilômetros da capital alagoana, mais do que a decisão do destino político da cidade estará também em pauta mais um "round" da quebra de braço entre o Desembargador Orlando Manso e o Humilhado e Desmoralizado Comandante da PMAL, Coronel Luciano Antônio da Silva.
O embate de ambos vem de vários meses, travada por uma sucessão de eventos escalonados entre os dois personagens principais e meia dúzia de coadjuvantes. Independente dos reais objetivos em segundo plano, pretendemos esmiuçar para nossos leitores da gênese dos acontecimentos até os dias de hoje; para tanto, faremos uso de argumentos e provas materiais que nos chegaram por e-mail e que pelo teor reacionário acreditamos ser oriundos do próprio Comando Geral da PMAL, mas que nem por ter esta suposta origem nos furtamos a publicar.
Como nosso objetivo hoje é fazer uma retrospectiva inerente à situação extra-eleição, evitaremos adentrar em méritos (ou deméritos) pessoais, traremos apenas fatos concretos e passíveis de ser comprovados.
A família Manso
Poucas famílias possuem tamanha influência judiciária como a Família Cavalcanti Manso. Atrevemo-nos até a dizer que nenhuma tenha tanto poder.
Seu patriarca, o Desembargador Presidente do Tribunal Regional Eleitoral em Alagoas, Dr. Orlando Monteiro Cavalcanti Manso é o que consideramos "antigo na função". Nomeado Juiz em Igreja nova no ano de 1968, passou pelas comarcas de Marechal Deodoro, Capela e por fim, pela 14ª vara da capital, quando finalmente em 1987 foi promovido a desembargador por merecimento.
Foi por duas vezes Vice-Presidente do Tribunal de Justiça, uma vez Corregedor-Geral de Justiça e por igual número presidiu o Egrégio Tribunal. Ocupa a função de desembargador, portanto,  há 24 anos – tempo superior ao que, por exemplo, o próprio Comandante Geral possui de experiência Policial Militar.
É casado com a Doutora Juíza Maria Ester Cavalcanti Fontan Manso, Juíza de Direito titular da 17ª Vara da Fazenda Pública de Alagoas, uma das responsáveis diretas por julgar as quase 400 (quatrocentas) ações referentes a promoções de oficiais e praças da corporação, que sucessivamente vem tirando o sono tanto do Comandante Geral quanto do Governador do Estado através da PGE, cujas injustiças no tocante ao esquecimento referente à preterição da ascensão profissional, especialmente aos cabos e sargentos que contam em média com 25 anos de serviço na corporação e que, nas palavras do próprio Coronel Luciano: "Atropelam a soberania das decisões da SPP e SPO e ferem os pilares da hierarquia e disciplina duo centenárias da Policia Militar de Alagoas", além de, na visão governista, "onerarem o erário".
É pai do Doutor Juiz José Cavalcanti Manso Neto, Juiz de Direito da 13ª Vara da Auditoria Militar, responsável direto pela Vara Criminal cuja competência constitucional é a de processar e julgar os policiais e bombeiros militares em crimes definidos por lei, cuja competência não esteja previamente definida na Constituição. Também é responsável em primeira instância por receber todos os processos cujas reclamações tenham como pólo passivo o Comandante Geral da Corporação e seus excessos.
E por fim, é pai de Carlos Henrique Cavalcanti Fontan Manso, político e empresário, ex-prefeito do município do litoral alagoano de Paripueira, distante cerca de 30 quilômetros da capital Maceió.
2009, o "início"
Alguns personagens sequer sonhariam em ver seus destinos cruzarem-se poucos anos depois, porém o marco inicial é de sobremaneira importante para compreender os fatos que envolvem basicamente apenas dois deles: o TC Luciano Antônio da Silva, recém-promovido ao Comando de Policiamento da Capital, e o empresário e ex-prefeito Henrique Manso.
Consta na narrativa dos fatos que o empresário estava próximo ao Fórum Estadual, no bairro do Barro Duro parado em sua caminhonete Pajeiro, com o sinal de alerta ligado. Em dado momento, uma guarnição pertencente ao BPE, cujo supervisor era o 2º Tenente Pedro Henrique Basílio Honorato, abordou-o. Durante esta revista de rotina foi encontrada no interior do automóvel uma pistola calibre .380 Taurus, com 15 munições intactas, devidamente registrada no nome do Desembargador Orlando Manso.
Por se tratar de ocorrência em que envolvia um bem pertencente a uma autoridade judiciária, sabiamente o Tenente Honorato informou por celular ao comandante do CPC, o TC Luciano, que encantado com o poder que a nova função lhe proporcionava, determinou bem ao seu autoritário modo: "Ele é um fora-da-lei, e a lei é para todos. Prenda e leve-o à delegacia". E assim procedeu o jovem oficial, por determinação do superior hierárquico; levou o ex-prefeito até as dependências da DEPLAN III, no Jaraguá, onde o filho do desembargador foi autuado por posse ilegal de arma de fogo, pagou fiança de R$ 1.750,00 e foi liberado.
O que houve depois era até previsível: o inquérito policial foi arquivado pelo pleno do Tribunal de Justiça, tendo na oportunidade o Desembargador James Magalhães referindo-se aos PMs que efetuaram a prisão como "urubus de farda" (clique aqui).
A situação passou, mas as mágoas ficaram. Não por parte do TC Luciano, que ali começou a experimentar a primeira dose de poder e a efetivamente deixar-se seduzir por ele, tampouco por parte do neófito tenente ao BPE, que apenas cumpriu as ordens de seu superior, mas sim por parte do experiente desembargador, cuja carne fora maculada e que aguardaria para futuramente devolver a "gentileza", pois no jogo do poder a vingança é prato que se saboreia frio.
Poder e Inimigos
Quanto mais ganhavam poder dentro da estrutura militar, tanto Dário, o César, à vanguarda, quanto Luciano, o Malvadeza, pela retaguarda, semeavam inimizades pelas suas condutas autoritárias e chamavam atenção pela ausência de um projeto de comando que efetivamente servissem aos anseios da tropa como também prestassem a devida satisfação a sociedade ante a crescente onda de violência – era o chamado "poder pelo poder".
Neste meio tempo, Dário, o César, tecia sua rede para alcançar o Comando Geral, contudo não confiava em ninguém e nem possuía aliados a não ser os ocasionais que pudessem lhe servir aos propósitos. Luciano, mais ingênuo, possuía alguns fieis colaboradores com os quais podia contar em sua jornada, sendo os principais o TC Neyvaldo, TC Sampaio e a Major Fátima Escaliante.
Muito embora fizessem parte do círculo de Oficiais Superiores, havia ainda um grande empecilho a seus interesses; estes eram a existência de coronéis antigos que pudessem lhe oferecer algum risco à tomada completa da estrutura da Polícia Militar. Precisavam urgentemente mandar para casa velhos coronéis "fechados", sobre a ótica de que era necessário "oxigenar a tropa". E neste diapasão tiraram do caminho coronéis como Joilson Gouveia, Omena, Sarmento, Pimentel, Bispo, Goulart, entre outros, e trataram assim de abrir o acesso ao topo da pirâmide.
Gemadas novas conquistadas, brilhando sob os indignos ombros, restava ainda livrar-se do peso morto aos seus propósitos: o Comandante Geral, o Cel Dalmo Sena, cuja rasteira que levou foi tão sorrateiramente aplicada, que dizem ainda não saber ao certo de que lado tenha partido. Convenhamos que avisos sobre os oficiais que lhe tomaram o poder não faltaram, e pagou o caro preço pela leniência para com eles.
O "baixo clero"
Assumindo o Subcomando da Corporação, o agora coronel "fechado" (com apenas 19 anos de serviço ativo) Luciano Antônio da Silva havia tomado por função o poder que já de fato exercia: o poder de punir.  E o fez com a maestria de uma orquestra de metais.
Conquanto que o Comandante Geral preocupava-se tão somente com suas aparições em público e em enaltecer o culto a sua auto-imagem, o trabalho braçal dentro da corporação passava, via de regra por Luciano Silva, que fazia valer sua alcunha de "malvadeza" com primor.
Os traidores, tais quais aqueles que conspiram possuem um grande dilema quando conseguem aquilo que sempre almejaram: o temor de serem as vitimas dos próximos conspiradores. Tratariam de impedir tal fato, promovendo seus aliados diretos, domesticando àqueles que apesar de não compactuarem com suas ideias eram em contrapartida covardes o suficiente para temerem um debate e principalmente: perseguindo com o fito de atrapalharem a promoção dos mais jovens e isto incluía o processo de punição em massa.
A lógica seria a de que quanto mais oficiais do baixo clero fossem punidos, mais pontos perderiam, e em consequência mais se distanciariam de uma promoção. Assim sendo, gradativamente os aliados do novo regime seriam automaticamente os próximos na linha de sucessão, o que garantiria mais tranquilidade ao projeto de poder do comando.
Antônio Marcos, o alvo perfeito
Evidente que tantas e sucessivas punições aplicadas a oficiais intermediários chamariam a atenção tanto do governo quanto da sociedade como um todo. Era necessário criar um factóide que justificasse as atitudes gerenciais disciplinares tanto do Comandante Geral, quanto do Subcomandante.
O escolhido por Dário foi o Capitão Rocha Lima. Em sua visão, ele seria o exemplo de tudo o que não prestava dentro da corporação – o mal a ser expurgado – enquanto que o coronel passaria para a história como aquele que veio para moralizar a Polícia Militar.
Para tanto, foi montado dentro da instituição um dossiê constando um histórico de punições disciplinares, quase que na totalidade já cumpridas e anuladas, pertencentes ao Capitão PM. Este material foi apresentado à imprensa pela Assessoria do Comando Geral, de modo consciente e deliberado, com o intuito de minar a credibilidade do oficial – que possui problemas com alcoolismo – e assim concretizar seus planos anteriores.
O Oficial Capitão Rocha Lima foi então transferido para União dos Palmares onde desempenhou suas atividades até ser preso por determinação da 17ª vara (clique aqui), por suposta apologia a ato criminoso.
Um Conselho de Justificação foi aberto para avaliar as condições de permanência do Oficial na Corporação. Seus membros à época chegaram ao veredicto de que Rocha Lima reunia condições de permanência junto à tropa. O parecer do Conselho foi desconsiderado pelo Comando Geral que demonstrou estar verdadeiramente obcecado pela expulsão do Capitão PM, que recorreu à justiça e teve o parecer favorável concedido pelo Desembargador Orlando Manso, sendo publicado o seguinte acórdão:
REEXAME NECESSÁRIO POR REMESSA EX-OFÍCIO Nº 2011.000222-8
REMETENTE: COMANDO GERAL DA POLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS – CONSELHO DE JUSTIFICAÇÃO
PARTE – ANTÔNIO MARCOS DA ROCHA LIMA ACORDÃO Nº 3.0454/2011
REMESSA DA POLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS PARA REEXAME NECESSÁRIO –   ENTENDIMENTO DO COMANDO GERAL DA POLÍCIAMILITAR DE QUE O JUSTIFICANTE É CULPADO E NÃO DETÉM CONDIÇÕES DE PERMANECER NASFILEIRAS DA POLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS – AFIRMAÇÕES DO SENHOR COMANDANTE NÃOCOMPROVADAS NOS AUTOS – O ÚNICO ACUSADOR DO JUSTIFICANTE NÃO É PESSOA DIGNA DECONFIANÇA E DE CREDIBILIDADE E SUAS DECLARAÇÕES NÃO RESULTARAM CONFIRMADAS NOSAUTOS – RESPALDO INTEGRAL DA DECISÃO DO CONSELHO DE JUSTIFICAÇÃO DA POLÍCIAMILITAR DO ESTADO DE ALAGOAS – DESCONSTITUIÇÃO DO ATO DE EXPULSÃO DA LAVRA DO SENHOR COMANDANTE DAPOLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS –  APLICAÇÃOAO CAPITÃO ANTÔNIO MARCOS DA ROCHA LIMA, MATRÍCULA Nº 80.694 DE PUNIÇÃO DEACORDO COM O RDPM/AL – DETERMINAÇÃO DE IMEDIATA REINTEGRAÇÃO DO CAPITÃO ANTÔNIOMARCOS DA ROCHA LIMA, MATRÍCULA Nº 80.694, AOS QUADROS DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE ALAGOAS, CASO A EXPULSÃOTENHA SIDO EFETIVADA, – DECISÃO UNÂNIME.
Respalda-se integralmente a decisão do Conselho de Justificação da Polícia Militar do Estado de Alagoas, desconstituindo o ato de expulsão da lavra do Comandante da Polícia Militar de Alagoas, no sentido de aplicar a punição de acordo com o Regimento Disciplinar da Polícia Militar de Alagoas ao Capitão Antônio Marcos da Rocha Lima sob a matrícula nº 80.694, determinando-se, acaso a expulsão tenha sido efetivada, a sua imediata reintegração aos quadros da Polícia Militar do Estado de Alagoas.
O caso Eugênio
Talvez uma das maiores injustiças já cometidas dentro dos nossos portões tenha tido por vítima o Capitão Paulo Eugênio da Silva Freitas – o Cap Eugênio – e o Cabo Cícero Nascimento dos Santos. Ambos presos e humilhados acusados de terem participado da "Chacina do Benedito Bentes", episódio até hoje sem solução (clique aqui).
Expostos ao escárnio e julgamento público, tratados pela Corporação na pessoa do atual Comandante Geral como "foras da lei", "indignos de vestir a farda que ostentam", ambos inocentados pelas Autoridades Policiais Civis e Judiciárias, até hoje respondem a diversos procedimentos internos pela sede de punir dos líderes da nossa instituição.
O Capitão Paulo Eugênio, tal qual o Capitão Antônio Marcos, ingressou na justiça e foi inocentado de todas as acusações. Entretanto, qual teria sido o fundamento para a perseguição do oficial intermediário por parte do Comando Geral?
Ainda no ano de 2009, o Capitão Eugênio teve um sério desentendimento com o líder comunitário e Conselheiro Tutelar Silvano Barbosa pela disputa da Prefeitura Comunitária do conjunto habitacional Bairro do Benedito Bentes, cujo poder domina há 12 anos, possuindo também à sua disposição policiais militares fazendo a sua segurança particular.

Por ser aliado político, entre outros, do Governador Teotônio Vilela Filho e, por tabela, do Secretário Dário, o César, a posição política do capitão em contraponto às atitudes do líder comunitário e a sua interferência junto à polícia naquele bairro incomodou a liderança local fazendo com que o oficial se tornasse um alvo franco dos ataques do sistema.
O poder por completo
Com a saída de Dário para a cadeira da SEDS, o caminho de Luciano estava livre para externar todo o seu poder sem limites. Nada mais havia nele que lembrasse o humilde Luciano Silva dos tempos de mocidade oriundas do José da Silva Peixoto, conjunto habitacional de classe baixa incrustado entre grotas no meio dos bairros do Jacintinho e Feitosa – ele agora era deus entre os homens – embora seu comportamento o aproximasse do que o seu nome de batismo mais denotava: "Luciano, o de Lúcifer".
A temática de seu comando é marcada pelas punições excessivas e indiscriminadas, ao contrário de comandos anteriores. Pouco ou nada significa a apresentação de argumentos e teses defensivas aplicadas ao processo, pois uma vez aberto um procedimento apuratório estas serão desconsideradas e, via de regra, seu desfecho será o enquadramento e a responsabilidade disciplinar.
Em face do exposto, torna-se desnecessária uma análise mais aprofundada para perceber que os ideais de hierarquia e disciplina emulados pelo oficial mais antigo da Corporação correspondem, na prática, numa bufa analogia à consubstanciação da subserviência e servidão, como os elementos essenciais que venham a substituir os pilares da instituição.
O alto oficialato chegou então a uma dura conclusão: a de que cometeram um grande erro no apoio ao atual comando e que, embora seja tardio o entendimento, algo precisava ser feito no sentido a frear o despreparo que arruína a tropa e a caserna como um todo.
Acreditando estar envolto por uma névoa da impunidade, pensando ser os regulamentos internos que norteiam a Polícia Militar superiores as leis vigentes no país e também a os princípios norteadores do Direito Público, o irresponsável comandante continuou punindo ao bel prazer, e descumprindo as determinações emanadas da justiça, tornando-se assim o ser que ele mesmo fez uso para rotular o ex-prefeito: um bandido.
Era então chegada a hora de devolver, dois anos depois, ao agora Comandante Geral da Corporação em seus mesmos termos, a gentileza legal aplicada ao filho do desembargador, e reconhecer que agora, Luciano Antônio da Silva nada mais era senão: "Um fora da lei, e a lei é para todos".
O resto da historia, todos conhecem...
A nova prisão que se aproxima
A peleja que se estende pelo processo de autoflagelo que se impõe o próprio Coronel Luciano tende a ter, nos próximos dias, um capítulo que lhe aparece como "deja-vú" bastante recente: a eminente prisão, a ser imposta pelos mesmos motivos, pelo mesmo desembargador, em ação extremamente parecida, movida agora pelo Capitão Eugenio.
Por fim, ainda que queira o comandante, ante a presença de um Cavalcanti junto ao Tribunal de Justiça, e dois nas duas varas mais importantes do Fórum Estadual, a vida "Mansa" de Luciano Silva junto a Platina de Comandante Geral chegou ao fim.
Conclusão
O atual rumo dos acontecimentos mostra no que uma instituição bela e de múnus público pode se tornar quando os interesses pessoais mesquinhos vem à frente dos interesses coletivos, não somente da tropa, mas da sociedade como um todo.
O processo de desgaste do comandante leva também consigo os muros da caserna, pois há o consenso de que será preciso além de um esforço conjunto, pelo menos uma década de muito trabalho para que possamos superar e reedificar todo que foi destruído nos últimos dois anos, ainda que alguns bens intrínsecos como a moral elevada e o sentimento de orgulho de cada policial demorem bem mais para serem reconquistados.

E provavelmente restarão sequelas profundas.

38 comentários :

Motociclista da Briosa disse...

Ótima postagem parabéns pessoal!!!

Anônimo disse...

Raio X perfeito de tudo que tem acontecido na PMAL. Graças a Dario e Luciano, 70% da tropa hoje só vai ao serviço passear de viatura. O governador tem de entender q nenhum plano de segurança irá para frente enquanto a atual cupula estiver no comando.

Highlander disse...

Parabéns BEF !!!!!!!!

Belíssima postagem.... Q Deus os proteja e q continuem conosco sempre...

Ahh, já ia esquecedo... Vlwwwwwww Aluísooooo !!!!

Anônimo disse...

Parabéns companheiros da Briosa em FOCO, a matéria foi super valiosa e um tanto duvidosa, pois vocês querem a todo tempo inocentar o Cap Rocha Lima, esse cidadão de estrelas, não é flor que se cheire ou melhor (xeire), é super bagunceiro, por onde passa provoca arruaças, basta apenas, a população da serraria um dia tomar coragem e o denunciar, e quando isso acontece, vem as ameaças por trás, ameaças estas, até em crianças, qual é o pai ou mãe de família, que vai a frente com a denuncia. portanto reflitam, esse cidadão é perigoso, esse cidadão é bandido, se o atual comandante é um fora da lei, o Capitão Rocha Lima é o que me expliquem.... att.: o Sargentão

Anônimo disse...

Lindo, perfeito, parabéns ao escritor pela redação. Nota 10. A PMAL está falida na mão desses 2. É fato. Falida tanto moralmente como financeiramente.

Anônimo disse...

É, esse Silvânio Barbosa é um acumulador de cargos públicos: é conselheiro tutelar, prefeito comunitário e o comandante do 5 bpm... Tudo o que ele que aqui é obedecido.

Anônimo disse...

"Ele é um fora-da-lei, e a lei é para todos, leve-o à delegacia". Qual o autoritarismo em determinar a condução do acusado a delegacia??? A prisão foi ilegal??? PARABÉNS, SENHOR TEN PM PEDRO HENRIQUE BASÍLIO HONORATO!!! PARABÉNS, EXCELENTÍSSIMO SENHOR COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILTAR DO ESTADO DE ALAGOAS!!!

Jenésio, o Pecador disse...

"DEUS SEJA LOUVADO!"

OBS: até os alemães mortos na segunda guerra acreditavam nessa mensagem!

Sua gestão no Comando da PMAL acabou, Coronel Luciano Silva. Mas você ainda pode começar uma nova vida desde que se converta ao Senhor, aceitando-o como seu único salvador e confessando seus pecados. FAÇA ISSO ENQUANTO AINDA LHE RESTA UM SOPRO DE VIDA!

Anônimo disse...

O Eugenio eu concordo éum momem de bem, mais Rocha Lima pessoal, só vive dando trabalho, atirando em pobres e desmoralisando as pessoas.
Esse comando é tão louco quecolocou o eugaenio perto do Rocha Lima, mais os dois não tem nada haver um com o outro, torço porvc eugenio

Anônimo disse...

CHUPA QUE É DE UVA, DEPOIS CENTA E AGUENTA KKKK

Peneda Machado disse...

Não sei se eu tenho a capacidade cognitiva mais aguçada que os colegas, ou se é inversamente o contrario, mas não percebi nenhuma apologia às praticas de rocha lima. Acho que os briosianos tentaram apenas narrar os fatos sem posicionar-se ao lado de nenhum dos personagens.
Estou correto?

Sócio da ASSOMAL disse...

Senhores, a semana promete, e como promete!

flavio disse...

Caros Milicianos, conheço os dois oficiais, homens de bem. É bom falar das pessoas quando se conhece, é por causa destas má linguas que nós PMs estamos cada vez no buraco. concordo com vç Anonimato. Que os dois não tem nada há ver um com outro, até por que Rocha lima fez seu nome como oficial exemplar e por onde passou fez sua história, assim como o Eugênio. Os dois tem suas qualidades, como tem seus defeito. Agora querer jogar pedra. Que atire a primeira quem não tiver "PECADO".

Anônimo disse...

ALGUNS FDP,ESTAO A CRITICAR O VALENTE CAPITAO ROCHA LIMA,ESQUECERAM QUE ROCHA LIMA E O OFICIAL QUE MAIS COMBATEU O TRAFICO DE DROGAS EM ALAGOAS,ISSO TEMOS PROVAS EM ESTATISTICAS.VC SEU CANALHA QUE HOJE INVEJA ACORAGEM DE ROCHA LIMA PROCURA OLHAR TEU RABO DE PALHA SEU SACANA,POIS ROCHA LIMA HOJE EUM MITO NA PMAL FOI O UNICO OFICIAL QUE DEU O PONTAPE INICIAL CONTRA AS INJUSTIÇAS DESSE ATUAL COMANDO,VEJAM E PROCURE QUASE NENHUM TERIA A CORAGEM DE INFORMAR POE ESCRITO AO TJ AS ATITUDES ILEGAIS E SATANICAS DESSE CEL LUCIANO E DARIO CESAR,PORTANTO,HOJE A TROPA DEVE AO CAP ROCHA LIMA E SEU ADVOGADO TUDO QUE ESTA ACONTECENDO E AINDA IRA ACONTECER,E UMA PENA QUE ROCHA LIMA NAO AGRADOU A TODOS,UNS O AMAM E OUTROS O ODEIA,VC SEU MAL AGRADECIDO LAVE SUA BOCA COM CRIOLINA PARA FALAR DO NOSSO VALENTE E INTELIGENTE CAPITAO ROCHA LIMA.AOS SRS DA BRIOSA EM FOCO,PARABENS PELO BRILHANTE TRABALHO DESENPENHADO NO TEXTO PUBLICADO.

Anônimo disse...

A VERDADE POUCOS SABEM,NESSA LUTA CONTRA O MAL,CONTRA AS CALUNIAS PREPARADAS E ARQUITETADAS POR PESSOAS DE MA INDOLE,E SRS CAPITAO ROCHA LIMA E CAP EUGENEO JUNTAMENTE COM SUAS FAMILIAS,SOFRERAM MUITO GASTARAM ATE O QUE NAO TINHAM,PRINCIPALMENTE ROCHA LIMA QUE FOI ACUSADO DE INUMEROS CRIMES,ACUSADO POR UM TRAFICANTE DE DROGAS UMA TESTEMINHA SEM A MINIMA CREDIBILIDADE,DEICHOU UM OFICIAL DE ALTA COMPETENCIA OPERACIONAL PRESO POR 4 MESES,JA EUGENEO TAMBEM INJUSTIÇADO FICOU 2 MESES.PORTANTO E VALIDO RESSALTAR QUE INDIVIUOS SEM PERSONALIDADE USA O ESPAÇO PARA COMENTAR ABOBRINHAS CONTRA ROCHA LIMA TENTANDO DESMORALIZAR UM VALENTE OFICIAL QUE HOJE TEM O TOTAL RESPEITO DA TROPA(CAP ROCHA LIMA E CAP EUGENEO)SINONIMO DE LUTA,MORAL,RAÇA,2 HOMENS QUE MERECEM GALGAR O ULTIMO POSTO DA CORPORAÇAO OU ATE QUEM SABE,ASSUMIR FUTURAMENTE OS DESTINOS DA COORPORAÇAO COMO CMT GERAL.PARABENS ROCHA LIMA E EUGENEO QUE DEUS ESTEJA COM OS SENHORES E SUAS FAMILIAS.

Anônimo disse...

Já foi dito aqui outro dia: "Rocha Lima ainda vai comandar a PMAL" kkkk

Anônimo disse...

Olha, convenhamos: eu não vejo o que pior possa ser o Rocha Lima do que o Luciano.
Para mim, na minha opnião os dois PIORES comandantes gerais da historia da PMAL foram LUCIANO e DARIO.
Jamais haverão piores que estes

Anônimo disse...

A VIDA E SEMPRE ASSIM UM SONHO UMA ILUSAO;ALEGRIA E TRISTEZA EM CADA CORAÇAO;TUDO PASSA TUDO DESAPARECE;MAIS AQUELE MOMENTO QUE MARCA A GENTE NAO ESQUECE.SRS REFLITAM NESSE PEQUENO DIZER,VEJAM AQUELES QUE FAZEM A COVARDIA ESQUECEM POREM,OS QUE SOFRERAM COM A COVARDIA JAMAIS ESQUECERA,PARABENS CAPITAES EUGENEO E ROCHA LIMA OS NOVOS HEROIS DA TROPA DA PMAL.

Anônimo disse...

EU GOSTEI DA FOTO COM A TROCA DE OLHAES ENTRE DADÁ E SILVÂNIO... UUUUIII

Anônimo disse...

Caros amigos, a notícia que pairou no ar há alguns dias no QCG (dia 1º de dezembro, para ser mais exato) foi, além da reunião do Luciano com o Dimas inerente à sua prisão, a ida do Ivon ao DF. Motivo: buscar apoio político para sua indicação ao comando da corporação; embora a informação oficial do Cel Ivon que circule seja outra. E o clima no âmbito do QCG ainda anda pesado por muitos motivos, e cada vez mais o grupo de oposição ao comando ganha adeptos assumidos, que andam propagando: "quando esse comando cair, e isso não está longe, temos de soltar fogos em comemoração". Vamos aguardar os próximos dias...

Albino Erivaldo disse...

O TC Sampaio está certo de ser o próximo promovido a coronel "full", pois o Comando (leia-se: o Coronel Dário) quer se cercar ao máximo de todos os coroneis possíveis, tipo como se fosse uma "linhagem sucessória" para perpetuação no comando.

Albino Erivaldo disse...

Ainda não me conformo com a tentativa da mídia de ignorar as denúncias que não apenas são feitas aqui como também na OAB e no MP, mas bato na tecla de que isso deve ser por medo de perder a gorda verba de publicidade do Governo do Estado.

Anônimo disse...

ROCHA LIMA COMANDANTE! Ninguem merece! Lulu, Dada, Rocha Louco... 03 DESGRAÇAS DA PMAL!!!!

Cabo Êta disse...

O que aconteceria se surgisse por aqui um fato que aconteceu no ano de 2004 ou 2005, quando um dos filhos de um senador foi para uma festa de São João em São Miguel dos Campos e na saída da festa efetuou uns disparos com uma PT 380?

Sobre esse fato, amigos, outro neófito tenente conseguiu prender o adolescente filho da autoridade juntamente com os amiguinhos, e sob ordens superiores o levou para a delegacia, mas ao chegar lá rolou a velha carteirada do senado, o que fez com que o filhinho fosse liberado... Ah, e as autoridades policiais ainda sofreram coação para liberar (também) a pistola.

Ao contrário do episódio envolvendo o filho do desembargador, a pistola em questão não tinha procedência.

Faz um bom tempo isso, e desde então não se sabe se esse filhinho do senador voltou a se envolver em novos problemas em nossas terras, apesar de todos saberem que ele é viciado, e que frequentemente é visto usando drogas nas praias de um certo litoral do nosso Estado, bem como vive ajudando os amiguinhos que se mentem em confusão nas ocorrências em que a polícia se faz presente...

OBS: eu não dei nome aos bois, além do mais, existem 81 senadores no Brasil! Porém, "que 'sabe', sabe do que estou falando".

Anônimo disse...

MUITOS OFICIAIS ESTÃO DESESTIMULADOS COM O ATUAL COMANDO, E ELES ESTÃO PUTOS COM O LULU, MAS TEM Q FICAR FAZENDO CARAS E BOCAS, COM MEDO DE SEREM PERSEGUIDOS E MANDADOS P O INTERIOR.

Anônimo disse...

Esses dois da foto, um é deus e a outra é nossa senhora, os mais respeitáveis...

Anônimo disse...

PM Problema

Quero muito que o coronel Luciano saia, mas muito mesmo.
Mas queria que ele saisse pelas pressões da classe; pelos crimes de abuso e perseguições que ele comete, inclusive, as contra, não só o cap. Rocha Lima, mas como também os demais companheiros.
Mas que a queda dele, por mais desejada que seja, não pode vir de um magistrado pré-histórico, que, garanto, não passaria na prova da OAB, e, assim como os oficiais do Cel Rocha e Denilma, entrou pela janela do favorecimento e da peixada, bem como toda a família, tire o comandante geral de uma instituição secular e decisiva quando quer (vide 17 de julho de 1997, a queda do Suruagy), pois do mesmo jeito que é esse comandante lástima pode ser um bom comandante no futuro que um desembargador déspota queira tirar. Lembrem-se que não é por injustiça contra o cap Rocha lima, e sim porque o coronel Luciano não liberou o desordeiro do filho dele.
Orlando Manso, bem como qualquer membro do judiciário não é seu, nem de ninguém. Orlando Manso, bem como qualquer membro do judiciário pertence ao grupo que se acha acima do bem e do mal, do grupo do tudo quer tudo pode, do grupo que acha que nós PM's não passamos de um grupo de semi-analfabetos, e que PM's como nossos bravos amigos Ítalo, Velames, Aldo e mais alguns PM's esclarecidos são raridade, e menosprezam aqueles que são esclarecidos, oriundos, principalmente, das turmas 2002, 2006, 2010, sem desmerecer aqueles das turmas anteriores.
O nosso décimo terceiro, nem sinal, e Orlando Manso não está nem aí; bem como não está nem aí se vamos ou ser escravizados nos festejos de fim de ano, ou festivais bancados por políticos( não é Renan Calheiros?). Cadê que a mulher dele? A Maria Esther está segurando a decisão julgada da nossa carga horária; estão os autos conclusos desde agosto de 2010.
Amigos fiquemos de olho, pois se ele está botando para quebrar no comandante geral, que é babão do sistema escravocrata do Téo, imagina o que ele vai fazer com a gente.

P.S.: Téo Vilela tá torcendo para a Lei Áurea ter sido assinada a lápis.

CORONEL LUGUDERO (O CARA) disse...

SRS LEITORES O BICHO VAI PEGAR,AINDA ESTA SEMANA TEMOS NEGUINHO TORANDO AÇO.SABE QUEM E UM RAPAIZINHO QUE ESTA ESQUECIDO(MAJOR CICERO PEREIRA)O CIÇO BOTICARIO E PORQUE NAO O CIÇO FEDO. FOI EXATAMENTE NO DIA 12 DE JUNHO DE 2010 ESSE TAL MAJOR RECEBEU A PIOR MISSAO DE SUA VIDA,IR ATE A RESIDENCIA DO CAP ROCHA LIMA,CUNPRIR UM MANDADO DE BUSCA E EFETUAR A PRISAO DO OFICIAL.SIMPLESMENTE TUDO COM SUPEDANIO EM UM FALSO DEPOIMENTO DE UM TRAFICANTE ,CONTRA O NOSSO CAP ROCHA LIMA,POIS E MAJ CICERO VC HUMILHOU ROCHA LIMA COM VARIOS HOMENS ENCAPUZADOS,JUNTO COM O TIGRE E O BOPE,ADENTRARAM A CASA DO CAPITAO AS 4HORAS DA MADRUGADA,CONTRARIANDO AS NORMAS LEGAIS,POIS AINDA NAO TINHA CLAREADO O DIA,FORA ISSO CONDUZIU O CAPITAO PARA O EMIO DA RUA DE PIJAMAS SEM CAMISA ATE UMA VTR DO BOPE,O DEICHANDO NA RESPONSABILIDADE DE UM RECRUTAO DO BOPE,QUE MAL SE ENQUADROU PARA O HUMILHADO CAPITAO.COMO SE NAO BASTASSE O MAJOR CICERO SEM O MINIMO DE PROFISSIONALISMO JA NO INTERIOR DA RESIDENCIA,CONSTRANGEU VARIAS VEZES A ESPOSA DO CAPITAO E UM MENOR DE 15 ANOS,PERGUNTANDO (ONDE TA AS ARMAS E AS DROGAS,ONDE ESTA O FUZIL)IMPRESSIONANTE A FALTA DE PREPARO DA POLICIA QUE ACREDITAVA EM UM TRAFICANTE QUE DE FORMA ERRONEA ESTAVA NA OPERAÇAO FARDADO DE PRETO,DISFARÇADO DE POLICIAL DO BOPE,VEJAM SRS QUE ABSURDO.UM TRAFICANTE CIRCULANDO COM A POLICIA DENTRO DA RESIDENCIA DE UM CAPITAO DE POLICIA,VEJAM SRS QUANTA HUMILHAÇAO,O TRAFICANTE ALAN COSTA,LA DE UNIAO DOS PALMARES NAQUELE MOMENTO ERA O DONO DA VERDADE.JA O CAPITAO PRESO E HUMILHADO PERANTE SUA FAMILIA(QUE SENA).SRS TUDO ISSO FOI SOB O COMANDO DO MAJOR CICERO PEREIRA,INRESPONSAVELMENTE,NAO TITUBIOU.FOI LA HUMILHOU ROCHA LIMA E NAO PERCEBEU QUE EXISTIRIA NAQUELE MOMENTO ORDENS ABSURDAS E ORDENS ABSURDAS NAO SE CUMPRE,POIS E SR CICERO O SEU DIA ESTA CHEGANDO VOCE TAMBEM PREPARE SEU BOLSO,QUE TUDO ISSO JA SE ENCONTRA NA JUSTIÇA E VOCE VAI TER QUE GAGUEJAR MUITO PARA TENTAR SE JUSTIFICAR DE TANTO ABUSO E CONSTRANGIMENTO FEITO A FAMILIA DE ROCHA LIMA.AGUARDE MEU NOBRE MAJOR,POIS O NOSSO CAPITAO QUE AINDA E MAIS ANTIGO QUE VOCE NO ASPIRANTADO ESTA COM UM COFRE PREPARADO PARA VER A COR DO TEU REAL.FICA AI UM GRANDE EX PARA OUTROS OFICIAIS QUE SE EMPOGAM COM MISSOES QUANDO ENVOLVE UM COMPANHEIRO DE FARDA.UMA BOA NOITE E MUITO OBRIGADO PELA ATENÇAO.

OBSERVADOR DO DIREITO disse...

MEU DEUS,SANGUE DECRISTO TEM PODER,QUANTA HUMILHAÇAO A UM CAP DE POLICIA QUE ENCANTOU A POPULAÇAO DE UNIAO DOS PALMARES COM SEUS RELEVANTES SERVIÇOS PRESTADOS,DEU UMA VERDADEIRA SACUDIDA NA CIDADE,FOI,FOI SIM CAP ROCHA LIMA DEU UM ABALO BOM NO TRAFICO DE DROGAS EM UNIAO E SAO JOSE DA LAGE,UM HOMEM DESSE ERA PARA SER RECONHECIDO PELO GOVERNO E NAO PERSEGUIDO POR UM NEFASTO,FALSO MORALISTA COMO DARIO CESAR.SRS HOUVE MUITO ABUSO POR PARTE DO MAJOR CICERO PEREIRA,QUE NAOTEVE A MINIMA PREUCAÇAO DE OLHAR O HORARIO DE ADENTRAR NA RESIDENCIADO OFICIAL,ENTRETANTO UM OFICIAL TAO ATUANTE,TAO OPERACIONAL DEPOIS DE TANTA HUMILHAÇAO AINDA FICOU PRESO POR 4 MESES NA APM,SEM TER A MINIMA DA MINIMA PROVA NOS AUTOS DO PROCESSO CONTRA ROCHA LIMA,SIMPLESMENTE A PALAVRA DE UM TRAFICANTE DE DROGAS DE UNIAO (ALAN),VEJAM SRS QUE ARAPUCA MAL MONTADA,ALGUEM TEM QUE PAGAR POR ESSA SITUAÇAO,ALEM DISSO O OFICIALTEVE SEU NOME DIVULGADO EM VARIOS JORNAIS E SITE ALAGOANO,POREM,CONSTRANGIMENTO ILEGAL E CRIME,DENUNCIA CALUNIOSA TAMBEM E CRIME,SRS O ESTADO TEM UITO OQUE ESCLARECER COM TODO ESSE EPISODIO,QUE NADA VAI CONSEGUIR APAGAR DA MENTE E ROCHA LIMA E SUA FAMILIA.CONTUDO,SAIBAM QUE E O DITADO MAIS CERTO E ESTA ESCRITO NA BIBLIA SAGRADA,(OS HUMILHADOS SERAO EXALTADOS E OS EXALTADOS SERAO HUMILHADOS)QUEM VIVER VERA.

Anônimo disse...

Rocha Lima, pare de escrever esses depoimentos acima! Todo mundo da policia sabe quem vc é!!! Bandido, vc é um bandido!

FA DE ROCHA LIMA ATE O FIM (o topadooo) disse...

VAI TOMAR FDP,VOCE QUE COMENTOU ANONIMAMENTE DE ROCHA LIMA,COLOCA AI TEU NOME SEU CANALHA,SACANA ,COVARDE RESPEITE ROCHA LIMA SEU NOJENTO,TU NAO VALE NEM UMA MUNIÇAO DE 38,IMAGINE DE .40.SEU CACHORRO DE FATERA.FDPPP...

TOPADO disse...

Rocha Lima é um cara 10

FA DE ROCHA LIMA ATE O FIM (o topadooo) disse...

ja que o cara e um bandido,e voce e o homem da historia se identifique filhinho,vai todo moralista se identifica dr correto,se liga seu rabujento a tropa esta topada com ROCHA LIMA,voce deve ser um desinturmado ou e da turminha da xuxa,turminha cor de rosa que esta mandando atualmente na police,se liga vacilao,cuidado quando criticar o rocha,tem muita gente torcendo por eles ex:coroneis,ten coroneis,majores,capitaes,tenentes,aspirantes,sub,sgt,cbs e sds,ooooo seu bundao faz uma pesquiza de campo e veras,respeite rocha lima e aguarde la na frente.esta na cara que tu es um babao de lulu e dada.kkkkkkkkkkkkkkkkk

FA DE ROCHA LIMA ATE O FIM (o topadooo) disse...

O BABAO SAFADO DO DARIO CESAR QUE ESTA METENDO O PAU NO ROCHA LIMA,PROCURE SE ORIENTAR NA ATUAL REALIDADE.AS PRAÇAS E OS OFICIAIS DE VERGONHA ESTAO IDOLATRANDO O ROCHA LIMA.O CARA DO NADA ,RESSURGIU DAS CINZAS E FEZ JUSTIÇA E PARA COMPLETAR,AINDA DEU A MAO AO CAP EUGENEO QUE TAMBEM FOI HUMILHADO.PARA QUEM NAO SABE,EUGENEO FOI MANDADO SAIR DE UMA ATIVIDADE ESPORTIVA DENTRO DA ACADEMIA,COM O PURO OBJETIVO DE HUMILHAR O RAPAZ.ENTAO VEJAM VCS DO CONTRA VAO TER QUE ENGOLIR ROCHA E EUGENEO,OS ZAGALOS DA PMAL.

FA DE ROCHA LIMA ATE O FIM (o topadooo) disse...

vamos la pessoal,vamos dar uma resposta a esses imbecis que ainda nao se tocaram da realidade.(A TROPA DA PMAL E MUITOS POLICIAIS CIVIS E DELEGADOS DE POLICIA)ESTAO COM ROCHA LIMA,vamos encher esse site de comentarios com elogios a rocha lima,com isso vamos matar do coraçao os babacas do contra.PARABENS ROCHA LIMA E EUGENEO,OS OFICIAIS QUE DERAM O INICIO AO COMBATE CONTRA OS SATANICOS,DEUS E FIEL.

Anônimo disse...

PM que já atendeu alteração do Rocha Lima;

Agora entendo porque alguém faz tanto auto elogio, com tantos erros de vocabulário e gramática. Só podia ser mesmo o Rocha Lima, pois também entrou no oficialato pela janela. Esse é topado mesmo. mas topado de cachaça, punição na ficha, topado tomado de maus elementos...
Mas eu acreditava que quem fazia aqueles elogios TOPADOS de erros de português fosse o seu Creysson do Casseta e Planeta.

Anônimo disse...

KKKKKKKKK Seu Creysson com équiooooooo!!!!!!

Anônimo disse...

Rocha lima,vc escreve c/letras maiúsculas e os comentários são gigantescos, todos da PM e sociedade em geral, sabe q é vc q se defende e se promove tanto, pois ninguém d bom juízo faria esses comentários, muda o jeito d se defender, pois esse já foi descoberto, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver