É assim que a banda toca

Todo comando tem, entre erros e acertos, um parâmetro de suas ações perante seus comandados, além de prestar contas à comunidade a qual serve. Infelizmente o comando de Dário ("Tiririca" o César), Luciano ("fora-da-lei" o Malvadeza) e Gilmar (o furão carrega pastas) será marcado como o comando da corrupção, das canalhices e falcatruas.
Isto porque – e os caros leitores hão de convir – suas ações nada exitosas não são voltadas para o serviço público, e sim para a locupletação pessoal, usando a PMAL como se extensão de suas casas fosse. A PM, hoje em dia, é usada como "moeda de troca" para obtenção de vantagens, sejam elas pecuniárias ou políticas, a serviço dos poderosos da ocasião aos quais coronéis inescrupulosos abanam gentilmente o seu rabinho a agraciá-los com favores. E a paga em muitos casos equivale a pequenas migalhas.
Faz cerca de um ano aceitamos e iniciamos a honrosa e dura missão de nos tornar o porta voz daqueles que não tinham voz, por nos recusarmos a esconder as sujeiras para debaixo do tapete. Hoje somos perseguidos e literalmente caçados. Adorados por muitos, e odiados por alguns poucos; mas a nossa consciência não nos perturba ao dormir e o reflexo se traduz nos mais de 700 mil acessos obtidos no ano de 2011. Número expressivamente impactante, só ofuscado pelos 2,3 mil assassinatos aos quais a "turma do bem" de Dário e seus patetas não foi capaz de conter.
E podem somar a estes os primeiros 9 homicídios do ano de 2012. Parabéns "profícua" cúpula da Segurança Pública de Alagoas.
Muitas foram as manchetes violentas no percurso do ano. Muitas foram as situações onde qualquer governante sério demitiria sumariamente toda a pasta da SEDS por pura negligencia. Qualquer governo sério, não o nosso governo, que a todo o momento joga a culpa pelos seus fracassos no governo anterior. Num Estado onde troca-se votos por cabras, não poderíamos esperar tratamento diferente ao nosso povo por parte daqueles que fingem trabalhar, mas que estão literalmente perdidos no que fazem, justamente por não terem a mínima capacidade.
No último final de semana um Cabo da Policia Militar foi preso em flagrante por ter exigido – segundo a informação – propina para liberar um veículo que vinha de Caruarú com mercadorias que não possuíam nota fiscal. A autuação foi feita pelo Tenente Gonzaga.
O aludido tenente é digno de menção elogiosa, afinal de contas, se é verdadeira a temática de que o cabo exigiu a quantia de R$ 100,00 reais para fazer vista grossa ao pequeno delito, e assim, compactuando com o "crime", não podia ter outra atitude o referido oficial senão cumprir a lei.
Entretanto, quais as atitudes deveriam ser tomadas com relação as "apropriações de numerário" praticadas por oficiais superiores? Deveriam ter o mesmo tratamento? Obvio que sim!
No dia 31 a Banda de Música da PMAL foi "agraciada" com mais uma escala extra. Obtivemos acesso com exclusividade ao documento solicitante, encaminhado pela Prefeitura de Maceió que solicitava a "gentileza" de escalar aquele efetivo das 22 horas até às 4 horas da manhã do dia 1º, no evento da "Queima de Fogos da Ponta Verde".
Até ai, situação corriqueira, e no máximo o que vislumbramos é um horário inconveniente e um evento ortodoxo para o emprego de uma fração de tropa pública. No entanto, sabemos que nestes eventos o Poder Público Municipal oferta meios, sob a forma de aporte financeiro para a efetivação dessa "parceria". O que queremos saber é: SE (e ainda estamos no campo da suposição e temos meios para descobrir) houve dinheiro envolvido, o que foi feito com ele?
Existem fortes indícios de que a prefeitura ofertou contrapartida financeira e que este dinheiro, tal qual a ajuda de custo do ENEM sequer foi incluso na "contabilidade" da instituição.
Quem é mais bandido? O Cabo PM que exige 100 reais para liberar um veículo, ou o coronel fechado que apropria-se de dinheiro do qual sequer deveria receber, pois segurança pública se é prestada de forma contínua e gratuita para o povo? Não amenizamos: Qual dos dois é mais LADRÃO?
Convenhamos, amigos: 2012 tem tudo para continuar sendo o ano da desmoralização na nossa Polícia Militar, se continuarmos comandados por um marginal (aquele que vive à margem) fora-da-lei.

12 comentários :

Anônimo disse...

Se gritar pega ladrão... Não fica um meu irmão!!!
Obs.: Como diria Vosso Santíssimo Profeta Genésio, só ficariam no momento desse brado o "Povo de Deus"!!!

Anônimo disse...

seria bom transferir o ten gonzaga para rp para autoar os pitbulls ladroes´diga se de passagem roubaram 80 reais de um coitado que ia trabalhar em um posto de gasolina só porque o coitado não possuia cnh, e radio patrulha agora é bptran não sabia disso,então manda esse ten demagôgo pra lá não vai faltar ladrão para ele prender.

Jenésio, o Pecador disse...

Depois de sucessivos dias de serviço, até mesmo o Povo de Deus precisa de um tempo para descansar, pois até mesmo o criador parou no sétimo dia após a criação.

Anônimo disse...

PM registra cinco assassinatos nas últimas 24h

2012 começou exatamente como 2011 acabou, com a escalada da violência.

Apenas no plantão das últimas 24 horas, o Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods) registrou cinco assassinatos na capital alagoana e região metropolitana.

De acordo com dados do Instituto Médico Legal Estácio de Lima, em 2011 foram registradas a entrada de 2.688 corpos, destes, mais de 80% foram de vítimas de homicídios.

O primeiro assassinato registrado neste dia 1º ocorreu por volta das 9h, no Complexo Benedito Bentes. José Adelmo da Silva, de 45 anos, foi ferido com vários golpes de objeto perfuro-cortante. Segundo a PM, devido à violência dos golpes, a vítima ficou com o rosto desfigurado. O crime foi cometido por um indivíduo não identificado, que fugiu após o delito.

No bairro do Canaã, Rodrigo Alves da Silva, 27 anos, foi executado com 13 golpes de arma branca, sendo quatro facadas nas costas, duas no pescoço e as demais no tórax.
O crime foi praticado por dois elementos não identificados, que fugiram após o assassinato. O homicídio ocorreu por volta das 10h deste domingo, dia 1º, na Rua Maragogi.

Em Satuba, na Rua Amélia, região central da cidade, Jamerson Correia da Silva, 29 anos, foi morto com um disparo de arma de fogo no tórax. Não se sabe as motivações para o crime, que teria sido cometido por um elemento não identificado, que fugiu após o assassinato. A execução ocorreu por volta das 13h.

O adolescente Carlos Henrique Santos de Oliveira, 16, que residia no Conjunto Virgem dos Pobres II, foi atingido por vários disparos de arma de fogo efetuados por elementos não identificados e veio a óbito. O crime foi registrado na Rua Senador Palmeira, próximo à Favela da Torre, no Trapiche. O assassinato ocorreu por volta das 14h30.

No bairro do Clima Bom, Vagner Ferreira dos Santos, 23, foi morto com três disparos de arma de fogo que o atingiram no braço, costas e tórax. Os disparos foram efetuados por um elemento desconhecido, que fugiu do local após o crime, registrado por volta das 20h.

Em todos os casos, estiveram presentes militares dos batalhões de área, agentes da Polícia Civil, além de peritos do Instituto de Criminalística e funcionários do Instituto Médico Legal Estácio de Lima, que providenciaram a remoção dos corpos. Em nenhum dos casos foi identificada a motivação ou a autoria material.

Morte a esclarecer

O Ciods ainda registrou uma morte cujas causas ainda serão determinadas. De acordo com a PM, Eronilson Liberato Costa Dias, 40, que residia na Rua São Francisco de Assis, em Jatiúca, morreu após sofrer um colapso dentro da sua residência.

De acordo com a PM, na tentativa de quebrar as janelas da sua casa, a vítima teria cortado os pulsos e veio a óbito. Uma equipe do Samu chegou a ser deslocada para o local, mas a vítima já se encontrava em óbito.

Washington Martins disse...

Até quando a sociedade alagoana viverá a mercê dos bandidos? Se isso ocorre a um policial, o que os demais alagoanos devem esperar? Até quando?!

http://folhaserrana.com/site/?p=noticias_ver&id=566

Anônimo disse...

LOUVAVEL A ATITUDE DO TENENTE REALMENTE.NO LUGAR DELE, AGIRIA DA MESMA MANEIRA.MAS COMO RELATA A MATERIA, TEM QUE SE TER O MESMO PESO E A MESMA MEDIDA PRA TODOS.TEM QUE SE INVESTIGAR ESSE DESVIO DE VERBA NA NOSSA BRIOSA.UM BOM EXEMPLO E INVESTIGAR O MOTIVO DA NAO DEMONSTRAREM INTERESSE EM ACABAR COM O QUE CHAMAM DE "RANCHO".UM ABSURDO !!! DEVE TER MUITA GENTE GANHANDO "MUITO" DINHEIRO PRA FAZER OS PRAÇAS COMER EM ALGUNS MOMENTOS COMIDA QUE MAIS PARECE LAVAGEM.E SERA QUE NAO SE VE ISSO? SOCORRAM-NOS !!!

Anônimo disse...

SOBRE A PERGUNTA QUEM É MAIS LADRÃO? BEM, PELO MENOS O CABO HÁ INDÍCIOS QUE ELE EXIGIU O VALOR, PORÉM OS GEMADAS, SABE-SE QUE HÁ UM RATEIO QUANDO DA BONIFICAÇÃO PELOS SERVIÇOS PRESTADOS A SOCIEDADE.

tenente subjulgado disse...

Segundo PM, 1º dia do ano foi tranqüilo

Assim como na passagem da virada de ano, a Polícia Militar de Alagoas registrou poucos crimes no primeiro dia de 2012.

De acordo com o relatório do Centro Integrado de Operações da Defesa Social apenas foram registrados, em Maceió e região metropolitana, três casos de furtos, uma tentativa de furto, dois fatos envolvendo lesão corporal, três tentativas de homicídio e cinco homicídios.

No dia 1º, a PM também fez a apreensão de uma pistola calibre 380 no bairro do Fernão Velho e dois revólveres calibre 38, sendo um no Trapiche da Barra e outro na Ponta Verde.

A Polícia Militar apreendeu ainda drogas nos bairros do Vergel do Lago, Gruta de Lourdes e Chã da Jaqueira. Ao todo foram 88 pedras de crack, 17 bombinhas de maconha e uma pequena quantidade da droga in natura.

Assim como na capital, poucas ocorrências foram registradas no primeiro dia do ano nas regiões do interior do Estado.

Anônimo disse...

A meu ver, a imagem do homem é o que ele pode ter de melhor para apresentar perante à sociedade e para que se tenha uma boa imagem necessário de faz que, também, se tenha muito brio. Mas isso não é o que precem ter nossos comandantes. Todos os dias aqui, na televisão, nos jornais, enfim, nos meios de comunicação, assistimos estarrecidos à degradação da moral e da imagem desses homens (se é que assim podemos chamá-los) e eles não estão nem aí, como se esses predicados não significassem nada par eles. É MUITA FALTA DE VERGONHA E AMOR PRÓPRIO. Parabéns BEF.

Anônimo disse...

EU ACHO QUE OUVE, GOSTARIA QUE O BRIOSA EM FOCO INVESTIGASSE, POIS O ACERTO ERA PARA A BANDA TOCAR COM FARDA NOVA, TANTO É QUE FOI DISPONIBILIZADO DINHEIRO POR PARTE DA PREFEITURA, MAS NÃO FOI COMPRADO ESSE UNIFORME, FOI PAGO UM UNIFORME (3º C) PROVENIENTE DO ALMOXARIFADO, COMO VCS PODEM CONSTATAR PELA FOTO. RESUMINDO: AÍ TEM MUTRETA DO SR CEL MÁRIO DA HORA!

Anônimo disse...

Será que aqui na PMAL tem mais bandido que no BAldomero?

Anônimo disse...

ca d o ministerio publicom que não se movimenta e deija deser omisso

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver