É dinheiro público? Queira jogar fora, por favor!

Para o comando do psicopata fardado, lugar de dinheiro público é no lixo!
O atual comando da PM tem sido incansável quando o tema é desperdício do dinheiro público. Praxe no Brasil, esse desperdício, no geral, é feito acolá, às ocultas, longe dos olhos do MP e outros órgãos de controle, como o Tribunal de “Faz de Conta”, e da imprensa.
Aliás, amigos e amigas briosianos, o Ministério Público anda com a vista meio embaçada quando o assunto é a intocável, honrada, imaculada e inatingível cúpula da PM.
A gente acha que é o fascínio e o encanto que os “cardeais” da PM despertam nos promotores e nas promotoras de Justiça. Por que será, hein?
Voltando a fita, no comando do esquizofrênico Luciano Silva a coisa escancarou. Arreganhou-se de vez a escárnio com os recursos públicos.
Achando o psicopata que a cadeira de comandante está pregada no chão (cuidado) e muito bem sustentada por trás (sem segundas intenções, tá gente) pelo disléxico Dário, ele mesmo, o César, o comandante não se importa mais esconder do governador tartaruga os prejuízos causados ao erário alagoano.
O esquizofrênico COMANDANTE GERAL, nosso Dom Quixote, conta com o apoio total do desnecessário e confuso Conselho Estadual de Segurança Pública para respaldar os pareceres que o próprio comando elabora e submete ao CONSEG, que, por sinal, não CONSEGue mudar nada.
Mostra-se o Conselho funcionar mais ou menos como a lavagem de dinheiro: os pareceres do Comando da PM entram sujos e contaminados, e saem do CONSEG limpinhos, alvejados. Oh, como são despretensiosos...
Nem com sabão OMO e máquina Prosdócimo...
Ou seja, caros briosianos, o CONSEG se presta ao papel de LIMPADOR DOS DEJETOS DO COMANDO maluco. Infelizmente, é essa a triste realidade.
Mas, é preciso dar o braço a torcer: o Dário César é um desastre falando e escrevendo, mas um grande estrategista da autopreservação. Quem trabalha com ele e (olha só, quase ninguém faz isso) quem bajula o “chefe” sabe do que estamos falando. Não duvidamos que tenha o dedo dele por trás da criação do CONSEG, a grande “invenção” sua para fiscalizar e minar via Conselho o comando dos “velhos coronéis”.
Convencer D. Álvaro e o governador foi o mais fácil, porque nada encanta mais o governo “tartaruga” do que passar a imagem de seriedade para essa sociedade desinformada.
Fatos? Vamos a eles.
1. SUPER LUCIANO CONTRA O CFP 2011
O CMT não promoveu a 2ª classe os alunos do Curso de Formação de Praças formados em novembro 2011. Motivo alegado pelo perdulário comandante: os recrutas estariam sub judice. Disse um dos seus “sombras” que ele chegou a sustentar que “preferia” ser preso, de novo, a promover os recrutas. Será? Bem, o fato é que ele só promoveu os alunos quando “alguém” conseguiu convencê-lo do risco de tomar outra cadeia por descumprimento de decisão judicial. Informantes do BEF disseram que um de seus bajuladores assessores o alertou, mais ou menos assim: “comandante, a determinação judicial deve ser cumprida integralmente. Se o senhor não promover os soldados, o advogado dos recrutas pode alegar descumprimento de determinação judicial. Comandante, não custa nada...”
Mas onde está o desperdício do dindin da Fazenda?
É simples. Desde novembro de 2011 os alunos deveriam ser soldados 3ª Classe. Como alunos recebem subsídio de R$ 964,42. Como soldados 3ª classe receberiam R$ 1.847,48. Diferença entre os dois salários: R$ 883,06.
Os noventa recrutas só foram promovidos neste mês de janeiro. Detalhe cruel para os cofres públicos: têm direito a receber o valor retroativo a novembro de 2011.
Novembro, dezembro, janeiro, fevereiro: quatro meses. Valor de cada mês é de 90 x 883,06, ou seja, R$ 79.475,40 (setenta e nove mil quatrocentos e setenta e cinco reais e quarenta centavos).
Agora, embora a gente não seja tão “inteligente” quanto o Batinga nem tão “esperto” feito Luciano, vamos multiplicar por quatro. 79.475,40 x 4. Temos assim: 317.901,60. É isso, quase um terço de um milhão de reais. O Estado vai deixar de investir em outras prioridades para desembolsar, de uma tacada só, essa pequena fortuna graças às gracinhas administrativas e as crueldades de LULU, o psicopata fardado.
2. LUCIANO, O DEMOLIDOR
A demolição do Presídio Militar não teve o parecer da SERVEAL, nem do CREA, nem do Corpo de Bombeiros. Nada. O milico pirado mandou passar o trator do orgulho e da intolerância por cima do patrimônio público, e fim de papo. E ainda armou o palco com direito a presença da imprensa, que qualificou de “circo” o sofrível espetáculo.
Logo ele, que queria ser tão diferente, agiu como um “velho coronel”, chamado Pimentel “baixinho”, aquele “engenheiro” da pá virada que mandava derrubar quartéis e quem quisesse que se metesse a besta. Ora, “eu sô coroné”...
A demolição foi um recado aos familiares dos militares presos que protestam contra a transferência para o Baldomero: os presos podem ir pro raio que os parta, mas não voltarão para a área do Trapiche.
Agora o Estado de Alagoas vai ter gastar o dinheiro público para começar do zero outro presídio. O menino mimado quebrou o brinquedinho e pediu outro, igualzinho, ao papai Téo. Dá pra tu?
A gente só duvida que o governo vá construir outro presídio no local. O comandante, “esperto” como o que, arrumou mais um problema: cedo ou tarde a Justiça vai cobrar o cumprimento de prisão em estabelecimento militar. As precárias unidades vão ter que absorver o pessoal.
O Juiz Militar já deu sua lapada na cara do CMT. Todos os presos da 13ª Vara vão ter que cumprir prisão nas unidades de origem. O ofício é datado do dia 5 de janeiro. Até agora Luciano não cumpriu a determinação judicial. Hum...
Se fosse usar da mesma lógica da demolição do presídio, o CMT esquizofrênico deveria mandar derrubar meio mundo de unidades que funcionam em prédios miseráveis, ordenar a destruição de viaturas “encostadas” e a incineração de coletes e munições fora de validade.
Mas, não, a demolição do presídio atendia ao afã da cabeça doentia do pior comandante da história recente da corporação. A demolição afagou seu ego mesquinho.
3. A CANTINA DE LUCIANO
Temos conhecimento, através de nossos olheiros no QCG, que o desperdício rola solto no refinado Cassino do Comando Geral da PM. Enquanto nas unidades faltam itens importantes, do tipo frutas e verduras, na cantina do QCG o céu é o limite. Frutas, verduras, azeites, condimentos especiais, carne à vontade, peixe, frango, e até bebidas finas (vinho do porto?), talheres e louça cara estão à disposição da corte de Luciano. Muitos coronéis e outros oficiais que “trabalham” até às 13 horas se fartam no rico almoço do comando, e depois se mandam para casa ou sabe Deus pra onde; de barriguinha cheia, lógico. Esses “bocas-de-rancho” não precisam constar da “planilha”, não. Basta ser aliado do Luciano pra estufar a pança na melhor cantina da corporação.
O erário poderia tá sendo poupado se Luciano mandasse os oficiais gulosos e canguinhas comer em casa ou pagar comida do próprio bolso. Seria uma economia e tanto.
Por isso, Briosa em Foco lança um desafio: duvidamos que qualquer outra secretaria do Estado, órgão do poder judiciário ou até os deputados da Assembleia tenham, todos os dias do ano, um manjar tão variado à sua disposição como tem o Comando Geral da PM.
O Estado precisa alimentar bem os seus coronéis. Tadinhos, eles trabalham tanto...
Pois é, o comando do desperdício se sente seguro como uma rocha no governo TÉO.
Soubemos que ele disse que “goza da confiança do governador”. Mas que gozo mais esquisito, por que quem tá se f... são os recursos do povo.
Por sinal, alguém aí sabe dizer o verdadeiro valor das obras de restauração da “Prisão Dourada” (Quartel Geral) de Luciano?
Pois é, meus amigos e amigas, mais vale um amigo (governador) na praça (dos Martírios), do que dinheiro (público) no bolso...
“Por favor, onde fica mesmo a lixeira?”

14 comentários :

Me arrombei nesse carnaval disse...

Tropas que vão reforçar segurança no interior só embarcam amanhã

Os cerca de 500 policiais militares que vão reforçar a segurança durante o Carnaval no Interior somente devem seguir viagem, na manhã deste sábado. O embarque da tropa está previsto para as 6h30 no quartel geral da corporação, no Centro.

O esquema foi diferente do usado em anos anteriores quando as tropas deixavam Maceió na sexta-feira, já amanhecendo nas cidades de destino no primeiro dia de Carnaval. A explicação para a mudança foi a de que nas primeiras horas do sábado, o policiamento será feito pelos militares que já trabalham na região.

Nas outras cidades que compreendem a Região

Metropolitana, o embarque da tropa acontecerá diariamente nos batalhões nos quais os policiais estão lotados.

O retorno dos policiais está previsto para a quarta-feira (22).

Segundo a Polícia Militar, cerca de 6,5 mil homens farão a segurança do Carnaval em Alagoas. O maior efetivo será empregado nas cidades de Maceió, Barra de São Miguel, Paripueira, Barra de Santo Antônio e Marechal Deodoro.
"É preciso que o folião brinque com cuidado, lembrando que a Polícia Militar está ali para garantir a tranquilidade de todos. Para os que vão pegar a estrada, a orientação é de que não beba antes de dirigir, já que também estamos com policiamento nas rodovias", ressaltou o comandante da corporação, coronel Luciano Silva.

Anônimo disse...

Fevereiro de 2012

Defesa Social proíbe ‘acesso’ à relação de mortos do IML


O acesso a relação de entrada de corpos no Instituto Médico Legal Doutor Edvaldo Castro Alves, em Arapiraca, está proibido para todos os meios de comunicação. A determinação, segundo funcionários do instituto, partiu da Secretaria de Defesa Social.


A nota, escrita à mão, é assinada pelo auxiliar de necropsia, Eduardo Bittercourt, e destaca que “Por determinação da Secretaria de Defesa Social. ‘Estar’ proibido a divulgação da lista de entrada de cadáveres para a imprensa”.


A medida pegou de surpresa todos os profissionais de comunicação da região, que diariamente divulgavam a relação das vítimas de crimes e acidentes cobertos pelo IML. Para os repórteres, a determinação visa ‘camuflar’ os índices reais de violência.


Diferente do que prega o governador Teotonio Vilela Filho, que preza pela transparência dos índices que cercam o estado, a ‘camuflagem’ de dados se tornou corriqueira na pasta de Segurança Pública. No relatório divulgado diariamente pelo Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods), nem todos os crimes de homicídio praticados na Grande Maceió são relatados no documento.


A reportagem do Alagoas24Horas entrou em contato com a assessoria da Defesa Social que informou que a medida serve apenas para o período carnavalesco – de sábado, 18, à quarta-feira, 15 – uma vez que a pasta divulgará diariamente, em relatório único, todas as ocorrências registradas em Alagoas.


Ainda de acordo com a assessoria, as atividades de divulgação no IML voltam ao normal após período carnavalesco.

GRUPO DE PESQUISA EM SEGURANÇA PÚBLICA - GPSEG disse...

"Os consultores do Programa Segurança em Debate desta sexta-feira, dia 17/02/2012, no canal 12 da NET, às 19horas, irão entrevistar, o ex-Secretário da PAZ, André Carnaúba, que foi demitido da superintendência, dessa mesma secretaria de Estado, por acreditar que todo e qualquer preso, é passível de ressocialização, não percam!

Também entrevistaremos o sociólogo LEVY BRANDÃO, especialista em EDUCAÇÃO, onde questionaremos a atual metodologia das academias de formação dos profissionais de segurança pública.

Esse programa será reprisado, no sábado,dia 18/02 e na terça-feira, dia 21/01, no mesmo horário.

SE ESTIVER SEM ASSINATURA DA NET, nos acompanhem, ao vivo, pela TV ON LINE: www.alagoasimagens.com.br às 19horas.

Participe ao VIVO: 8137-2510

Facebook : SEGURANÇA EM DEBATE

TWITTER: @SEGEMDEBATE

www.segurançaemdebate.com"

Anônimo disse...

E chegar-me-ei a vós para juízo; e serei uma testemunha veloz contra os feiticeiros, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o direito do estrangeiro, e não me temem, diz o SENHOR dos Exércitos. Malaquias 3:5

Anônimo disse...

Eis que o jornal dos trabalhadores que ceifaram as vossas terras, e que por vós foi diminuído, clama; e os clamores dos que ceifaram entraram nos ouvidos do Senhor dos exércitos. Tiago 5:4

Anônimo disse...

E QUANTO AO CHO?
Promoção de oficiais da PM depende de aprovação da Assembleia

Turma de 38 militares aguarda para ser promovida desde outubro de 2010

A promoção de 38 militares, que concluíram o curso de Habilitação de Oficiais da Polícia Militar, depende da aprovação da Assembleia Legislativa. Os policiais terminaram o treinamento em outubro de 2010 e as suas promoções ainda não foram efetivadas. Segundo informações chegadas à redação do CadaMinuto, desde essa data os militares continuam como alunos na Academia da PM.

Em agosto de 2011, foram abertas nove vagas para promoção, sendo sete para o setor administrativo e duas para músicos. O número aumentou para 11 em janeiro desse ano, conforme publicado no Boletim Geral Ostensivo de número 016, do último dia 23.

De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Militar, os militares permanecem na Academia da instituição até que a Assembleia vote o projeto que prevê a promoção de 30 PMs. Ainda segundo a assessoria, os próprios alunos do curso provocaram o governo para que as vagas passassem de sete para 30.

“A PM cumpre a lei e enquanto não houver a apreciação por parte dos deputados, não podemos promover nem para as vagas lançadas inicialmente. Agora, está parado esperando que o projeto seja votado na Assembleia”, informou a assessoria.

Os militares que aguardam a apreciação do projeto, apesar de estarem na Academia e permanecerem como alunos, estão desempenhando funções administrativas dentro da corporação, segundo a assessoria.

Anônimo disse...

Esse briosa em foco é nosso desabafo, nosso grito que trava na garganta!

Anônimo disse...

Fonte segura me falou que foram "providenciadas" bebidas e iguarias nas sextas-feiras, inclusive com convite a "determinadas" personalidades procurando apoio

Anônimo disse...

Seria assim:
a) Demolição do Presidio Militar: Dano;
b) Não promoçãodo CFP e CHO: Dano e Prevaricação;
c) Desobedecer ordem judicial: Já deu CADEIA e vem mais;
d) Banquetes do Comando Geral: Desvio
Minha gente Lulú vai se ferrar, tanto ele como o num faz nada do subcomandante

Anônimo disse...

E tem mais tem um lance de um crime envolvendo uma pistola que foi "enviada" ao sistema penitenciário que foi desviada, o TC Lima júnior fez a sindicância, dessa vez ele está de parabéns, é rolo dos grandes e estão abafando

STG disse...

Cadê a Justiça desse Estado? Vamos todos divulgar em jornais (só não a manipulada pelo governo "Gazeta de Alagoas"), imprensa (menos a TV Gazeta, nem precisa falar, também manipulada), Internet, boca a boca, sinais de fumaça, etc. o que for necessário para que a Sociedade Alagoana fique por dentro de tudo o que está acontecendo nos bastidores da Secretaria de Estado de Defesa Social-SEDS (comandada por esse Cel. R/R Dário César) que está brincando com a Segurança Pública do nosso Estado. ABRAM OS OLHOS!!!

Anônimo disse...

emquanto tiver coroneis como este cidadão e governador igual a este o estado nunca vai sair deste buraco e povo fica se iludindo com estas propagandas que ele bota na imprensa estamos vivendo num estado de faz de conta ele vai querer se weleger senador e eu duvido que ele não seja eleito tem companheiro nosso que mata e morre por estes que estão ai nos comandos

Anônimo disse...

Até quando esse SEBOSO vai ficar no comando da PMAL? Será que o Manso não vai nos dar mais alegria, não? kkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Demolição de presídio militar é contestada

Por: FELIPE FARIAS - REPÓRTER

O mesmo Conselho de Segurança que determinou a desativação do presídio militar pode receber representação de entidades de classe da categoria questionando a demolição da unidade. O principal motivo de questionamento é que, com o presídio demolido, militares presos estão tendo de ser transferidos para unidades do sistema prisional, como o Presídio Baldomero Cavalcanti – o que, segundo elas, viola o Estatuto da corporação.

Na última quinta-feira, a OAB em Alagoas divulgou material informativo confirmando ter sido a autora do pedido para que o prefeito afastado de Traipu, Marcos Santos (PTB), preso acusado de desvio de recursos públicos, fosse transferido, deixando esse mesmo presídio.

Ele passou a ocupar uma sala de Estado Maior, na Academia da Polícia Militar.

A alegação da OAB é de que o Estatuto da Advocacia, que rege sua atividade profissional, prevê que advogados presos têm direito não apenas a acomodações especiais, mas à sala de Estado Maior, acomodação destinada a oficiais de patentes superiores.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver