Estamos Desmoralisados

Segundo o Dicionário Aurélio, “comprometimento” é fazer assumir compromisso. Por conseguinte, estar comprometido é fazer não apenas a sua parte, mas contribuir para que toda a equipe tenha um resultado positivo. É ser participativo. Ir além das expectativas... Com base no exposto, e em todos os acontecimentos inerentes ao crescente avanço da violência em nosso Estado, não restam dúvidas que o Comando da PMAL (e aí se inclui o Secretário de Estado da Defesa Social) não tem comprometimento com a segurança da sociedade, muito menos com a própria tropa sobre o seu comando. Vejamos:
Subtenente PM apanha na cara
Os jogos que envolvem CSA ou CRB no Estádio Rei Pelé têm provocado várias ocorrências policiais. Na tarde do domingo (25) o Azulão recebeu o ASA e venceu, de virada, por 3 a 2. Mas o jogo, que foi emocionante dentro das quatro linhas, gerou várias confusões nas arquibancadas. Numa delas o Subtenente PM Lino, que estava trabalhando, foi agredido com um soco no rosto.
Na Central de Polícia ele contou que estava tentando conter os ânimos de um grupo de torcedores, quando um homem, que se disse advogado, iniciou uma discussão, que terminou com a agressão. Parte da torcida do CSA, segundo depoimento do militar, chegou a jogar objetos nos policiais, que contiveram os ânimos.
O resultado da confusão foi a prisão de Douglas Henrique de Oliveira Sarmento, 25. Ele disse ao que não agrediu o subtenente e que sua prisão aconteceu fora do estádio. “Não fiz nada”, disse Doulgas, que foi levado para a Central de Polícia, onde foi feito o Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO). Em seguida ele foi liberado, mas vai responder por lesão corporal de natureza leve.
Bandidos roubam pistola e documentos de policial militar que estava em serviço
A ousadia dos criminosos parece não ter limite. Na tarde deste domingo (25), uma dupla de criminosos rendeu e assaltou um sargento da Polícia Militar (PM) próximo à Praça dos Martírios, no centro de Maceió.
De acordo com informações da PM, o sargento estava fardado e armado na hora do crime. Ele tinha acabado de descer em um ponto de ônibus para ir trabalhar quando foi abordado por dois homens também armados.
Os assaltantes encostaram o policial em um muro e levaram sua arma, uma pistola .40, e carteira com toda documentação. O policial, que não quis se identificar, afirmou que não houve tempo para reagir: "Foi tudo muito rápido", disse.
Os criminosos fugiram sem ser identificados. Um deles estava com uma camisa vermelha e o outro com camisa verde e branca. Foram feitas rondas na região, mas até agora ninguém foi preso.
Bandidos trancam PMs e roubam banco na cidade de Traipu
A cidade de Traipu, interior de Alagoas, foi cena de uma ousada ação de uma quadrilha de assaltantes de bancos que na madrugada deste domingo (25) após arrombarem a agência do Banco do Brasil da cidade, trocaram tiros com trancaram a sede do Grupamento de Policiamento Militar (GPM) da cidade de Traipu.
Testemunhas relataram que cerca de 15 homens chegaram a cidade e foram logo para a sede do GPM onde fecharam a porta utilizando uma corrente e passando um cadeado para evitar a saída dos militares que estavam de plantão.
Na sequência os bandidos foram até o banco localizado no Centro da cidade e utilizando um maçarico arrombaram um caixa eletrônico de onde levaram o dinheiro. Informações dão conta que a mesma quadrilha ainda tentou arrombar o cofre central da agência, mas não obteve êxito.
Câmeras do circuito interno instaladas em ruas próximas a agência roubada e na saída da cidade devem ajudar a identificar os carros usados pela gang e possivelmente alguns dos bandidos que estavam fortemente armados.
Conforme estampamos no título, “estamos desmoralizados”. Só mesmo Deus para nos socorrer!

22 comentários :

Anônimo disse...

Estamos desmoralizados a tempo!

Anônimo disse...

Esqueceram de falar que sabado de madrugada, atiraram no trinco da porta da Delegacia/GPM de Estrela e em seguida arrombaram uma agencia dos Correios e levaram o cofre. Isso é o que dá policial macetoso q só querem dormir eternamente. Pelos lezeiras q temos sem disciplina e sem compromisso com o povo, isso ainda é café pequeno. A PMAL está DESMORALIZADA, e quem a desmoralizou foi os comandos bagaços juntamente com esse cara de buraco.

Anônimo disse...

Realmente, domingo dia 18/03/2012, a guarnição da RP estava fazendo uma Blitz em frente ao2º BPM, quando foi indicado que uma Moto parasse, daí que o meliante acelerou para furar a Blitz, foi quando um soldado (2010) tentou fazer com que eles parassem e, neste ato, o relógio do PM foi levado pelos meliantes, diante de toda guarnição que não esboçou reação nenhuma, e o Cmt da guarnição se recusou a perseguir os meliantes para recuperar o relógio do Sd PM. Impressionante!!!

tô é loko! disse...

culpa do pm que não deu nem um tiro nas canelas dos malas,melhor ser julgado do que desmoralizado(bem,isso funciona com gente de vergonha,é claro).
fraquinho,fraquinho...bala no rabo deles!agora chore!

Anônimo disse...

Infelizmente está aberta a "Temporada de Caça a Militares", enquanto esse governo estiver no comando estamos perdidos e desmoralizados!!!

Anônimo disse...

Infelizmente está aberta a "Temporada de Caça a Militares", enquanto esse governo estiver no comando estamos perdidos e desmoralizados!!!

Anônimo disse...

Tapa na cara de subtenente fardado e de serviço é de mais. Tinham que ter quebrado esse vagabundo que se diz advogado no cacete. É por isso que a PM está desmoralizada, os proprios policiais se tornaram uns frouxos.

Anônimo disse...

AINDA BEM QUE EU ESTOU DE MALAS PRONTA PARA IR PRA RESERVA REMUNERADA, EM TRINTA E UM ANOS DE POLICIA NAO TINHA VISTO TANTO FALTA DE RESPEITO COM A NOSSA CORPORACAO,QUE O NOSSO BOM DEUS TENHA PIEDADE DE NOSSA QUERIDA BRIOSA,QUE O NOSSO COMANDANTE GERAL E O SECRETARIO DE D.SOCIAL, QUEIMEM NO FOGO DOS QUINTOS DO INFERNO.THAU.ATE NUNCA MAIS.

GRUPO DE PESQUISA EM SEGURANÇA PÚBLICA - GPSEG disse...

ASSISTAM O PROGRAMA SEGURANÇA EM DEBATE, DESSA SEGUNDA-FEIRA, DIA 26/03/12, ÀS 19 HORAS, PELO CANAL 12 DA NET OU PELA INTERNET: WWW.SEGURANCAEMDEBATE.COM OU WWW.ALAGOASIMAGENS.COM.BR, ONDE SERÁ DEBATIDO A NOVA ESTRATÉGIA DA SECRETARIA DE DEFESA SOCIAL DE ALAGOAS:

A COMPATIBILIZAÇÃO TERRITORIAL DE ATUAÇÃO DAS P. CIVIL, MILITAR E BOMBEIROS

CONHEÇA OS PRÓS E CONTRAS.

Participe ao vivo: 8137 2510

Anônimo disse...

Meu amigo só agora vc percebeu que a PMAL esta desmoralizada, a muito tempo, o ciods não funciona, quando vc telefona só fica ocupado ou telefone não existe peguei uma ocorrencia outro dia na ponta verde, tentei falar com o ciods, cade, cade, se não fosse os proprietarios e os funcioanrios do familia juliane, meu amigo teriamos apanhado feio, todos filhios de papai, junto deles o filho do vice governador, estou preparando as malas, fui transferido para xingo, tchau.

Anônimo disse...

Dia mundial da agua, IML sem a mesma, se aqui fosse uma pais de vergonha o secretario de segurança pedia demissão.

Anônimo disse...

Que vergonha, ainda bem que não levou um tiro, precissando a .40 esta a disposição.

Anônimo disse...

companheiro, soube que outro dia um Coronel chamado Ronei, bateu em outro carro, tudo bem que o mesmo estava errado e embriagado, mais o outro motorista pegou uma pedra e meteu no carro do coronel. se coronel apanha imagina sub tenente que nem oficial é.kkkkkkkkkkkk kkkkkkkkk, eu acho é tome, como diz meu amigo arara. quando a redia das associações ficarem nas mãos de fracos, só deus, segura o pior.

Anônimo disse...

A SEDES NA ERA DARIO CESAR
Um relatório elaborado pelo Conselho Estadual de Segurança (Conseg) aponta 16 irregularidades no Presídio Baldomero Cavalcanti, em Maceió. Os problemas vão desde o número excessivo de presos até a qualidade da alimentação fornecida aos detentos. Na ocasião, o presidente do Conseg, Paulo Brêda, determinou o retorno imediato de 40 agentes penitenciários que atuam em órgãos públicos, apresentando falhas graves, que precisam ser corrigidas.

Durante inspeção, os integrantes do Conselho constataram excesso de presos; funcionamento precário das atividades de estudo para os presos iletrados; ausência de regulamento interno que delimite ações dos agentes, funcionários e apenados; ausência de pagamentos aos detentos pelos trabalhos realizados; necessidade de reforma no prédio, principalmente nos módulos dois e três; ausência de serviço odontológico; falta de um plano de carreira; de preparo prévio e capacitação e treinamento; ausência de atividades físicas; grande número de prestadores de serviço (quantidade chega a 800); apenas seis agentes fazendo o controle de visitas e o acompanhamento do preso; ausência de gerador; reposição de fardamento; alimentação de péssima qualidade para funcionários e detentos; área de lazer desativada; e lixo acumulado nas dependências.

O Conselho de Segurança recomendou que o gerente do presídio promova a transferência imediata de um detento condenado por assalto, devido a uma patologia grave. Também determinou o retorno imediato de 40 agentes que atuam em órgãos de segurança pública, com a finalidade de suprir a demanda no Presídio Baldomero Cavalcanti.

Além disso, solicitou à Superintendência Geral de Administração Penitenciária (Sgap) para, em 48 horas, justificar as razões da precariedade nas refeições; enviar cópia de todo o procedimento administrativo de aquisição dos tipos de alimentos consumidos; disponibilizar um dentista; promover custódia a dois presos com deficiência física; a emissão de CPF e RG credenciados no trabalho interno; abertura de procedimento administrativo para apurar ausência de servidores, a exemplo de médicos e assistentes sociais; e envio de relatório sobre apuração de desvio de conduta de servidor. "Foram determinadas, também, outras medidas de caráter emergencial, conforme citadas no relatório", comentou o conselheiro Antônio Carlos Gouveia, relator da Comissão de Inspeção.

Anônimo disse...

vcs podem me responder uma coisa?quem disse que o buryti era reporte eu acho que ele esta no lugar errado,deveria voltar as aulas para se expressar melhor ou continuar senso major,cap,sgt sei la gualquer coisa menos reporter,precisa parar de chupar chiclete guando estiver falando e as expressoes dele sao orriveis ele ja esta magro de tanto trabalhar precisa ficar um pouco em casa e descansar ver se pega uns kilinhos,

Anônimo disse...

companheiros vamos fingir que estamos trabalhando,vamos dar macete,o problema é que têm uns babãozinhos,que dão até a vida para prender uma arma e mostrar serviço,min diz uma coisa A POLICIA MILITAR DO ESTADO DESMORALIZADO DE ALAGOAS,merece a tua dedicação;se merece continue se dedicando pois diante desse quadro que estamos vivendo,a policia para min é apenas um emprego e não um trabalho.

Anônimo disse...

COMPANHEIROS NÃO PODEMOS MAS SUPORTAR ISSO NOS PREDEMOS E OS DIREITOS MANDA SOLTAR VAMOS SER MAS UNIDOS, SAMOS FOTRTE E TEMOS QUE TOMAR UMA PSIÇÃO NOSSA VAMOS FORMAR UM PELOTÃO PARA EXTERMINAR ESSES BANDIDOS QUE NÃO RESPEITA NEM OS POLICIAS FARDADOS ESQUEÇA ESSE NEGOCIO DE LEVAR BANDIDO PRA DELEGACIA VAMOS LEVAR PRAS CANAS, SE FIZER ISSO VAI DIMINUIR ELES VÃO PENSAR DUAS VEZES ANTES DE ASSALTAR E MATAR POLICIAIS FARDADO OU NÃO, VAMOS ALUTA COMPANHEIROS ANTES QUE VC NÃO SEJA O PROXIMO.

Anônimo disse...

POLICIAIS, NÃO VAMOS DEIXAR O MAL SUPERAR O BEM, VAMOS BAIXAR O CACETETE NESSES VANDALOS QUE SE DIZ TORCEDORES, ISSO É UMA MENORIA DE SAFADOS QUE VÃO AO ESTADIO PARA PROCURAR BRIGAS CACETE NELES NOS BATALHÕES TEM GÁS DE PIMENTA, TASER, E OUTRAS ARMAS VAMOS SE ARMAR PQ A BANDIDAGEM É GRANDE, VAMOS COMEÇAR A SE ARMAR JÁ AGORA NO PROXIMO JOGO OK.

Acássia Deliê disse...

Após "disputa de som", policial atira e mata homem na orla do Pilar

Bebida alcoólica e som alto. A combinação comum nas madrugadas da capital e do interior do estado terminou em tragédia, por volta das 2h desta segunda-feira (26), na orla lagunar do Pilar. Depois de brigas causadas por uma disputa de sons em carros de dois grupos de amigos, o jovem Gledson Alex Carvalho Cavalcante morreu, atingido com um tiro disparado por um policial civil.

As informações são do chefe de Operações da delegacia do Pilar, Braúlio Miguel de Lima, que começou a ouvir nesta segunda-feira (26) as testemunhas do crime. De acordo com os depoimentos, dois grupos de amigos se divertiam com som alto à beira da lagoa Manguaba, quando Gledson iniciou uma discussão com o dono de um dos carros e o policial interviu.

“O policial tentou resolver a situação, evitando uma briga maior, e acabou sendo agredido pela vítima, que estava muito embriagada”, relatou o chefe de Operações. “Aí os outros amigos entraram no meio e seguraram o Gledson, para que o policial pudesse entrar no carro e ir embora. Mas ele conseguiu se soltar e partiu pra cima do policial, que acabou dando um tiro”.

Identificado como “Neto”, o policial civil trabalha em uma delegacia do Sertão alagoano e fugiu do local após o crime. Ainda segundo as testemunhas, Neto atirou para baixo e atingiu Gledson abaixo da cintura. “O que parece é que o policial perdeu a paciência com as agressões e queria apenas assustá-lo. Mas vamos esperar o resultado dos laudos para confirmar que parte do corpo o tiro atingiu”, disse Bráulio de Lima.

O chefe de Operações também informou que durante toda a segunda-feira o telefone da delegacia do Pilar "não parou de tocar". "Muita gente ligou pra cá, dizendo que esse era o comportamento normal dele [Gledson]: bebia e queria arranjar briga".

A partir da próxima quinta-feira, familiares da vítima começam a ser ouvidos na delegacia. O inquérito será presidido pelo delegado Josias Lima, que retorna das férias na próxima segunda-feira (2).

Anônimo disse...

Não há verba para reformar presídios, diz secretário

O Estado terá condições de entregar o calendário de reformas nos presídios ao Conselho Estadual de Segurança Pública (Conseg) em até menos de 48h de acordo com o secretário de Defesa Social, Dário César. O problema, segundo ele, é encontrar recursos para implementar as obras.

A solicitação do Conseg foi feita nesta segunda-feira (26), após a análise de documentos que apontam falhas na estrutura dos presídios e a pouca quantidade de agentes penitenciários nas unidades alagoanas.

Em entrevista exclusiva ao portal Tudo na Hora, o secretário disse que é favorável a todos os pedidos do Conseg em relação ao sistema prisional, mas que nem tudo é possível fazer. “Eu sei que os presídios necessitam de uma série de reformas, mas e o dinheiro? Peço que o Conseg aponte a verba para que possamos fazer as melhorias”, questionou Dário César.

Fazer reformas nos sistemas prisionais não é a solução ideal para o secretário de Defesa Social de Alagoas. Para resolver os problemas penitenciários, a melhor saída é a construção de novas unidades, já que existe a carência de cerca de 1.800 vagas de presos em todo o Estado.

Segundo Dário César, uma Parceria Público-Privada (PPP) está em andamento para a construção de três novas unidades em Alagoas, que irá ofertar as quase duas mil vagas necessárias. “Atualmente, está sendo construído o termo de referência e, após a sua conclusão, o edital estará na praça. A previsão é de que a primeira unidade esteja pronta no primeiro semestre de 2012”, afirmou o secretário Dário César.

Em relação aos agentes penitenciários, a principal questão para o secretário não é o contingente de profissionais, mas a atual escala de folga. Segundo Dário César, o funcionário trabalha um dia e tem direito de folgar quatro. Uma decisão judicial mantém esse regime, mas o secretário afirma que o Estado tem trabalhado para derrubar essa medida.

Solução é firmar parcerias privadas

Mais uma vez, Dário César sugeriu uma parceria com empresas privadas para a terceirização de profissionais que trabalham no sistema penitenciário, como agentes e demais funcionários que fazem a manutenção do prédio, limpeza, etc. A ideia é estabelecer uma cogestão, modelo que tem funcionado em estados como Pernambuco, Minas Gerais e Espírito Santo.

De acordo com o secretário, Alagoas já tem uma proposta de co-gestão finalizada. Nesta quarta-feira (28), empresários virão ao estado para conhecer o sistema prisional e analisar a possibilidade de firmar uma parceria.

Anônimo disse...

Juiz manda soltar preso e irrita delegado da Barra de São Miguel

O titular da Delegacia da Barra de São Miguel, delegado Jobson Cabral, disse, em entrevista ao Melhor Notícia, estar totalmente desestimulado para dar sequencia ao trabalho que a ele foi designado, de tentar diminuir a criminalidade naquela região. Ele conta que, uma semana após ter conseguido prender Marcos Cordeiro da Silva, conhecido por Marquinhos Caroço, o maior terror da cidade, o juiz André Avancini mandou colocá-lo em liberdade.

“Eu lavo minhas mãos, mas não dá para continuar trabalhando desse jeito, acordando cedo para andar atrás de marginais, para proteger a população, prender os criminosos e eles não passam nem uma semana na cadeia, zombando da cara da gente”, desabafou.

O delegado disse que a população deveria saber o que de fato acontece, para evitar críticas ao governo e à polícia. “As pessoas fazem críticas à segurança, sem conhecer a verdade, porque não sabem o desgaste que sofremos. Esse Marquinhos mesmo foi preso em flagrante, é reincidente, é considerado o maior terror, maior arrombador da Barra de São Miguel e o resultado é esse: uma semana após, o juiz manda soltá-lo”, lamentou.

Jenésio, o Pecador disse...

Essas coisas não acontecem com o (verdadeiro) Povo de Deus.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver