Os percentuais do nosso reajuste salarial

Uma fonte fidedigna nos confirmou que “assim que passar a vigorar o percentual no piso salarial dos soldados, as demais categorias serão contempladas no mínimo com o mesmo índice”. Primeiramente, isso não está dizendo nada demais.
Acontece que uma parcela significativa dos soldados não terão o que comemorar, haja vista que os seus vencimentos terão exatamente o que o governo dará aos demais servidores públicos, ou seja, os mesmos 7% e em alguns casos até menos que isso. Com isso, quem mais irá ganhar são os soldados recém incorporados, os quais terão um reajuste acima de 16%, correspondendo a mais de R$ 300,00, o que caracteriza desrespeito aos soldados que estão há anos na corporação.
Mas o que chama mais atenção nisso é o percentual que as demais categorias irão receber. Sabe-se, de acordo que com o que foi acertado, que haverão duas tabelas para os vencimentos dos soldados. Uma que corresponde a R$ 2.156,00 e outra estimada em R$ 2.350,00. Na prática fica assim: os soldados quem têm até 4 quinquênios irão receber pela primeira tabela, e os que tiverem de 5 quinquênios acima receberá pela segunda. Trocando em miúdos: o recruta irá receber R$ 309,00 e o soldado mais antigo, aquele com 7 quinquênios, irá receber uns R$ 80,00.
Embora o discurso dos presidentes das associações esteja em sintonia quanto ao fato de não haver soldados com mais de 5 quinquênios no serviço ativo, eles não estão levando em consideração que existem soldados na reserva remunerada que se enquadram nessa situação. Ademais, pode ser que aconteça de termos outros soldados que se enquadrem nessa situação futuramente, os quais sairiam prejudicados.
No que se refere aos cabos (e o mesmo se estende às demais graduações e patentes), os mesmos querem que os seus vencimentos sejam superiores os que se pagam atualmente aos cabos da faixa de 7 quinquênios. Na prática o que está acontecendo é o seguinte: enquanto isso não ficar acertado as associações não fecham o acordo (bobinhos eles). Um cabo tem o piso salarial de R$ 1.991,38 e o teto de 2.399,95. Sendo assim, e sob a desculpa de que “todos” os cabos devem ser contemplados, eles querem que os valores sejam nivelados por cima, para que os cabos com 7 quinquênios recebam o reajuste. Nisso, se for aplicado apenas 7% em cima do seu teto, o reajuste ficará em torno de R$ 164,00. E aí entra a discursão: e as datas-bases? Eles irão perder? Segundo a nossa fonte: eles não abrem mão dessas duas coisas (um piso não inferior a R$ 2.399,95 acrescido dos 7%, o que corresponde a R$ 2.650,00 aproximadamente). Por aí, caros amigos leitores, vocês já podem deduzir como é que vai ficar os reajustes dos sargentos e dos oficiais. A propósito, Simas, Soares e Rogers são o que mesmo?
Inobstante a isso, faz parte do “pacote” proposto pelo governo a extinção dos quinquênios, e as nossas “lideranças” aceitaram numa boa. Isso mesmo. Em “troca” dos percentuais que o governo propõe aos presidentes, algo que ainda está sendo negociando com os demais presidentes, está a extinção dos quinquênios.
O que não foi revelado para a tropa (de soldado a capitão) é que era para o governo ter feito – há muito tempo – o seguinte: dar os 7% residuais do acordo feito com este mesmo governo há alguns anos, dar os 7% da data-base deste ano, corrigir os quinquênios da tropa (do soldado ao capitão). No fim, isso tudo ficaria assim: o soldado que hoje recebe R$ 1.847,48 era para receber R$ 2.220,00. Aparentemente o acordo foi uma boa, mas não foi. E a razão é bem simples: com a extinção do quinquênio a tropa irá deixar de receber 30% que lhe seria paga naturalmente ao longo da carreia, independente de qualquer outro reajuste do governo. Hoje, o recruta que deve estar vibrando com os R$ 309,00, não percebeu que está recebendo R$ 136,00 em detrimento mais de R$ 650,00 (apenas como soldado). E a mesma euforia estende-se aos demais.
Em tempo, queremos lembrar que os Policiais Civis não aceitaram a proposta do governo por razões tais quais: a) um agente em início de carreira ganha o mesmo que um soldado; b) eles não abrem mão dos quinquênios; c) suas lideranças são bastante atuantes em relação aos seus direitos.
Vejamos o que foi publicado nos sites da ACS e da ASSOMAL:
Demais militares terão definição salarial estudada para ser aplicada até o início de 2013
Na tarde desta segunda-feira (05) o presidente da Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (ASSOMAL), major PM Wellington Fragoso e demais representantes de associações militares tiveram uma reunião com a secretária adjunta da Secretaria de Estado da Gestão Pública, Ricarda Calheiros e a assessora especial de relações sindicais, Rafaela Soares para tratar de assuntos concernentes ao reajuste salarial da categoria.
Durante a reunião, as lideranças militares expuseram todas as dúvidas da tropa e trabalharam juntamente com a secretária como será feito o realinhamento salarial dos cabos, sargentos, subtenentes e oficiais do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar.
Diante de alguns esclarecimentos feitos, o acordo para os soldados ficou da seguinte forma: O aluno irá receber R$ 964,42, os 7% residuais, sendo que 2% será em abril de 2012, 2% em novembro de 2012 e 3% em abril de 2013, mais os 6,5% de reposição da inflação (IPCA). Já os soldados com até 20 anos de carreira, receberão 2.156,00 mais 2% de resíduo em novembro deste ano e 3% em abril de 2013 e o IPCA só entrará no ano que vem. Entretanto, segundo Rafaela Soares será estudada a possibilidade destes soldados receberem os 2% residuais em abril deste ano, como solicitado pela categoria. Com relação aos soldados que possuem mais de 20 anos de carreira, estes receberão o piso de 2.156,00 mais os 6,5% de reposição da inflação, como também os 7% de resíduo dividido em três vezes.
O vice-presidente da ACS/AL, cabo BM Rogers Tenório disse que durante esta reunião ninguém chegou a uma conclusão, mas foi importante para todos tirarem as dúvidas acerca do que foi acordado no último encontro. “Não estive na última reunião, entretanto pude observar que tudo está sendo encaminhado. Espero que as reuniões evoluam em prol de melhorias para a categoria. Propostas foram colocadas e serão debatidas entre os líderes militares e o Governo para que sejam aplicadas da melhor maneira”, colocou Tenório.
Ele ainda contou que uma proposta foi lançada pela ACS/AL, onde é tratada a questão do concurso para o CFO. “Foi solicitado por nós que seja revisto ou que pelo menos um percentual dessas vagas sejam destinadas aos Praças”.
Segundo Ricarda Calheiros, será analisado como ficará melhor para executar a tabela de progressão dos militares, projetando de cima para baixo ou de baixo para cima. “A tabela sendo feita de cima para baixo talvez seja a melhor forma de equiparar os salários de todos os militares. Na próxima reunião, após a conversa com Mauricio Toledo, secretário de Estado da Fazenda, iremos apresentar o impacto a vocês”, pontuou Calheiros.
Para o major PM Wellington Fragoso, presidente da Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (ASSOMAL), as reuniões estão evoluindo, mas é necessário ressaltar que este realinhamento do piso salarial deve ser feito de forma minuciosa para que não ocorram falhas que possam prejudicar os militares de algum dos postos. “Queremos a aplicabilidade de todos os direitos adquiridos durante nossas mobilizações e para isso iremos cobrar ao Governo que tudo seja cumprido”, finalizou Fragoso.
Deisy Nascimento
Para finalizar, vajamos (e sonhemos com) o reajuste que a PM do Paraná conseguiu:

33 comentários :

SAMURAI disse...

pelo q percebo, essas dicussões só servirão como desculpa para o governo retardar a aplicação desse percentual e colocar a culpa na falta de vontade das entidades.

Cabo Êta disse...

Ontem eu ouvi uma conversa no CHPM, onde um militar, provavelmente sargento, de nome Gédimo, ou algo parecido, reclamando que o presidente da ACS havia passado dois cheques sem fundo para o pagamento de algum equipamento do referido Centro de Saúde, ouvi ele dizer em tom de preocupação que tal fato poderia atingir o nome do coronel (?), mas não pude ouvir a que coronel ele se referia. Isso tudo foi na antessala da diretoria de saúde, aquela última sala à direita...

Acho que os senhores deveriam investigar...

Anônimo disse...

Tc. Coronel Entulio do BOPE, Vc Se diz um homem de respeito e que fala a verdade na frente da tropa, então porque vc não fala para um certo OFICIAL do Bombeiro que o senhor anda de conversinha com a esposa dele, chamando a PFEM pra "tomar uma". Isso não é coisa que um homme que tem familia faça, ainda mais um homem casado, e com a PFern uma mulher casada, e se o marido dela achar ruim, se fosse a minha eu ficaria!!!
EITA CORONEL FALEI DEMAIS!!!
KKKKK!!!! entulios Bar

Anônimo disse...

ACS,ja estar no tempo dos srs.da uma posiçao pra o associado quanto aos PRECATORIO,ou sera q aqueles documentos solicitados dos associados foi uma FARSA pra dizer q os srs. estao trabalhando? com a palavra o SR. PRESIDENTE...

Anônimo disse...

Sabe por que a maioria dos estados tiveram aumentos acima de R$ 2.400,00 para soldados? Porque não são acovardados e acomodados como nós militares alagoanos somos. Ainda vivemos sob o cabresto dos senhores de engenho (que hoje são políticos) e baixamos a cabeça para qualquer esmola oferecida. Sinto vergonha de ser da PM de Alagoas, somos motivos de chacotas em outras corporações militares, somos mau pagos, cumprimos escalas excessivas e ainda assim achamos natural e que "a vida é assim, fazer o que, aceitar né, um dia muda". Somos escravos de nossa própria falta de mudar, somos escravizados porque permitimos e não temos espírito de luta, ganhamos mal por que merecemos ganhar menos ainda, somos preguiçosos, desunidos e infames, somos POLICIAIS MILITARES DE ALAGOAS.

Anônimo disse...

ESTRANHO. Porque até agora vcs num postaram nada sobre a operação expectro que envolve 2 coronéis da PM e outros?

sandro math mathyas disse...

A policia militar de Al deveria passar por uma reforma geral e isso vai acontecer!o RQUERO,tem que acabar,os demandos e a pregiça tem que acabar! até parece que estou enxugando gelo! se querem acabar com os quinquenios! deveria-se acabar com atual sistema de CFO! regularizar em lei a nossa carga horaria! pagar hora extra! premiações por ocorrencias de grande vulto,que pegamos perto de largar!pontuação para promoção por cada curso feito para fins policiais!o oficial deveria obrigatoriamente sair das fileiras dos praças,teriamos assim um policial motivado com perspectiva de futuro e crescimento na carreira militar! CFO deveria ser só para os praças com fiscalização externa para evitar corrupção,ninguem quer passar mais de 10anos esperando ser promovido e aumentar poucos reais no seu salario! a maioria dos praças que estudam,gosaria de permanecer na PMAL,mas do jeito que tá não dá! o governo e a assembleia legislativa deveriam exigir uma tropa cada vez mais qualificada e produtiva nas ruas e isso só vai acontecer,quando ocorrer essas mudanças!por que será que há tanto soldado comandando guarnições?!por que será que os policiais da burocracia recebem soldo e não querem voltar a trabalhar nas ruas? e os que estão nas ruas não recebem?por que sgt e capitães não vão para as rua? por que perto de largar do serviço ninguém gostaria de pegar ocorrencias? pega,mas não gostaria? e por isso que há muito esquivamento! os oficiais,de capitão a cima,não querem seus pares trabalhando nas ruas!para não forçar indiretamente aos outros a fazer mesma coisa! outra situação que deveria acabar,seria as assessorias militares! os orgãos que empregam militares deveriam contratar seguranças particulares, isso daria mais emprego,e colocaria mais policiais nas ruas! isso tudo poderia acontecer se os nossos deputados estaduais quissessem o bem estar da população,elaborando projetos nesse sentido! seria bom para a corporação,seria por para a sociedade! todo policial que trabalha no Estado,se decepcio-na com todo o sistema desorganizado e injusto que desmotiva-o! mudar o nome de policia miliar para policia estadual já seria um bom começo! a mudança é policitica compenheiros! a policia só mudurará quando os politicos quiserem! ninguem nos escutam,os oficiais não representam os praças! aliás a nossa representividade é pouca e tem voz baixa e timida! quase não tem respresentantes!

Anônimo disse...

Oficial é Oficial e tem que ganhar mais mesmo! Tem mais responsabilidade e etc...

R LESS MARKETING disse...

VOCÊS DAS ASSOCIAÇÕES MOSTRAM A CADA REUNIÃO A INCOMPETÊNCIA DE SUAS GESTÕES - NÃO É ADMISSÍVEL APÓS TANTAS REUNIÕES HAVER DUVIDAS DO GOVERNO E DAS ASSOCIAÇÕES, ISSO DEMONSTRA QUE VOCÊS ESTÃO OCUPANDO A POSIÇÃO ERRADA. NINGUÉM ATÉ HOJE SABE DE NADA DESSE ACORDO. COLOCA PERCENTUAL ALI, TIRA PERCENTUAL AQUI E NOSSAS GELADEIRAS ENTÃO PEDINDO SOCORRO - CONFINEM SEUS VOTOS NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES DE PRESIDENTES DESSAS ASSOCIAÇÕES AS ESTES IRRESPONSÁVEIS E TODOS TERÃO MAIS ANOS DE MISÉRIA. COMPETÊNCIA JÁ !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

R LESS MARKETING disse...

essas associações estão sendo conivente com as ações inerentes a extinção dos quinquênios - OS SOLDADOS SÃO OS MAIS PREJUDICADOS ENQUANTO A TABELA DE BAIXO ENCURTARÁ A TABELA DE CIMA SERÁ DADA SUA DEVIDA HONRARIAS - SOLDADOS DA PMAL ESSE ACORDO QUE ELES ESTÃO FAZENDO É PARA NOS PREJUDICAR, POR ISSO TODA ESSA DEMORA NA DEFINIÇÃO, POIS ELES QUEREM FAZER OS CÁLCULOS QUE VENHA PARECER QUE VAMOS LEVAR VANTAGEM - VAMOS NOS REBELAR NA PORTA DESSAS ASSOCIAÇÕES E MOSTRAR QUE OS SOLDADOS NÃO ACEITAM ESSES INGESTORES OCUPANDO SUAS CADEIRAS - VAMOS FECHAR AS ASSOCIAÇÕES EM PROTESTO. A MAIORIA DOS SOLDADOS DA PM E BOMBEIROS APOIAM A IDEIA. VAMOS PRESSIONAR ESSES INGESTORES (PRESIDENTES) PARA QUE NÃO SEJAMOS MAIS PREJUDICADOS - FORA AOS INCOMPETENTES. !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

ate quando os nossos supostos representantes vão fazer algo pra a gente se orgulha são tudo teo

Anônimo disse...

O promotor do Grupo de Combate a Organizações Criminosas (Gecoc), Luiz Tenório, revelou, na manhã desta quarta-feira (7), que um grupo de promotores e de fiscais da Secretaria da Fazenda vai acompanhar o inquérito que será instaurado na Delegacia dos Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Decotap).
Um dia após a operação que prendeu oito pessoas acusadas de participar de um golpe de cerca de R$ 300 milhões aplicados em licitações de compra na Secretaria de Defesa Social e em outros órgãos, promotores e técnicos da Sefaz passaram a manhã analisando os documentos apreendidos no cumprimento dos 34 mandados de busca e apreensão na manhã de ontem.
"Estamos montando o trabalho logístico do andamento das investigações. É preciso saber para onde seguiram documentos, computadores e outros objetos apreendidos, afinal é muito material que precisa ser analisado a fundo", frisou Luiz Tenório.
Para ele, o inquérito da operação Espectro será o maior já instaurado pela Polícia Civil de Alagoas, já que terá uma farta documentação probatória, além de ser necessário ouvir dezenas de pessoas, entre testemunhas e acusados de participação na fraude milionária. "Por isso, é preciso uma intensa participação do Ministério Público e da Secretaria da Fazenda", afirmou o promotor.
Segundo ele, a operação Espectro tem um duplo objetivo: primeiro, responsabilizar criminalmente as pessoas envolvidas no esquema, o segundo é tentar amenizar os prejuízos causados aos cofres públicos nos últimos cinco anos, período em que o esquema se beneficiou de mais de R$ 300 milhões através de notas fraudulentas e vendas superfaturadas para órgãos públicos, entre eles a Secretaria de Defesa Social.
Quanto ao trabalho da Polícia Civil, segundo a assessoria da instituição, o delegado geral José Edson de Freitas Júnior se reúne, nesta quinta-feira (8), com o delegado da Decotap, Haroldo Lucca. No encontro, deve ser discutida a criação de uma comissão especial para trabalhar nas investigações da operação Espectro.
Será a partir desta segunda fase da operação que polícia e Ministério Público devem apontar quem eram os agentes públicos que tinham participação no esquema. "Vamos evitar falar o nome de gestores nesse primeiro momento, até mesmo porque nem sempre o ordenador das despesas tinha conhecimento do que realmente ocorria", disse o coordenador do Gcoc, Luiz Vasconcelos, ao ser questionado sobre o porquê de não haver prisões de servidores nesta primeira fase da operação.

Anônimo disse...

SÓ SENDO BURROS PARA DESISTIREM DOS QUINQUÊNIOS!!! COMO PODE ISSO??? PRESIDENTES BURROS! QUINQUÊNIO É DIREITO ADQUIRIDO!!! SEUS BURRRRRRRRROOOOOOOO!!!

Anônimo disse...

isso é um exemplo de que nos temos o governo fraco e corrupto, enquanto ele tiver coroneis e etc, que recebam a propina dele ele paga o quanto quiser pra PM vai oferecer micharia pra justiça tem que dar é uma bolada se nao nda feito, e e a policia do parana, SE,PE, entre outras estão de parabens pois tem quem pense na tropa porque nos de alagoas estamos só, so tem bobinho dando uma de boa samaritano e botando trombando na tropa

Albino disse...

Estive refletindo sobre a mais recente operação, esta do escândalo da SEDS... me parece que alguém está torando aço... Por um acaso, o Secretário não foi diretor dos presídios durante o período inicial desas falcatruas? Então, pergunto, será que a sua viagem foi estratégica? Será que "alguém" está com medo de ser preso ou ter o nome envolvido? Vamos ver o desfecho disso nos próximos dias...

Anônimo disse...

CADA MINUTO 07.03.12
Desembargador diz que transferência de PM´s foi precipitada

por Redação

Jonathas Maresia

Durante reunião realizada na tarde desta quarta-feira (07), na 13° Vara/Auditoria Militar, localizada no Fórum do Barro Duro, o corregedor-geral da justiça, James Magalhães, o auditor militar José Cavalcante Manso, além de representantes de associações militares discutiram a situação dos policiais que estão no Presídio Baldomero Cavalcanti.

Magalhães disse ao Cadaminuto que o presídio não é um local adequado para os militares, por não apresentar as condições estruturais necessárias. Ele classificou como imprópria e precipitada a decisão de transferência dos policiais, após a demolição do Presídio Militar no ano passado, que funcionava no Trapiche da Barra.

“Existe um laudo que atesta as condições no Baldomero. Se o governo não tem condições de fazer um novo presídio militar, deve ao menos disponibilizar um local adequado no próprio Baldomero ou em outro lugar. Recebemos as associações e vamos elaborar um relatório com todos os pontos, para ser entregue à justiça”, afirmou o corregedor.

Já José Cavalcante Manso Neto lembrou que o artigo 61 do Código Militar prevê que o policial pode ser colocado em um presídio civil desde que haja condições adequadas. “Ou o estado encontra um local para os militares ficarem ou eles ficarão presos no Batalhão onde trabalhavam. Estamos atentos para qualquer tipo de irregularidade no presídio. Se formos provocados, vamos agir de acordo com a lei”, colocou o auditor.

Anônimo disse...

enquanto nos outros estados o pessoal teve um almento de no minimo 2.400.00 nos em alagoas nos contentamos com isso e ainda não tem quinquenhio além disso ainda tem as escalas extra que de extra não tem nada toda quarta e todo sabdo ou domingo tem escala extra. ou e jogo ou e festinha onde o pessoal tem que ficar as vezes até 12 horas sem aguá comida, e sem $$$$$. essa e a nossa Pmal " puliça de verdade " e por isso que a criminalidade está em alta vamos valorizar nossos homens se não com salario pelo menos com a folga correta 24 por 72.

SAMURAI disse...

se a imprensa séria não estiver acompanhando de perto,essa operação vai findar e o inquérito não vai apontar o agente público responsável.

Anônimo disse...

BEF até agora nada sobre a operação expectro? O que está havendo?

Sd PM que se arrependeu de ter prestado concurso para PMAL disse...

Enquanto a gente briga por migalhas, na PM do Paraná (aproveitando a citação do texto), os PMs não querem os valores apresentados pelo governo, conforme a tabela apresentada.

Vejam:

Em assembleia, policiais do Paraná rejeitaram valores apresentados.
Governo estadual trabalha na redação do projeto de lei.
Mesmo com a rejeição por parte dos policiais do Paraná à tabela de reajuste salarial ofertada pela gestão pública, o Governo do Estado informou nesta quarta-feira (7) que as negociações estão concluídas e que o projeto de lei que altera a remuneração da categoria terá os valores apresentados na quinta-feira (1º).

Na noite de terça-feira (6), os policiais civis, associados ao Sindicato das classes de policiais civil do estado Paraná (Sinclapol), recusaram em assembleia a proposta do governo estadual. Os policiais militares, no sábado (3), já haviam se posicionado contra a tabela. As categorias solicitaram novas rodadas de negociação.

Já os integrantes da Polícia Científica não colocaram o reajuste em votação porque aguardavam esclarecimentos da Secretaria Estadual da Administração e Previdência sobre o plano de cargos e carreiras.

Por meio da assessoria de imprensa, o governo afirmou que, neste momento, trabalha na elaboração do texto do projeto de lei que deve ser encaminhado para a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) nos próximos dias. A redação precisa ser votada até o final de abril para que os novos valores, se aprovados em plenário, sejam válidos a partir de 1º de maio de 2012.

A justificativa para negar os pedidos de renegociação com as entidades que representam os policiais é de que o governo chegou ao limite do que permite a Lei de Responsabilidade Fiscal , que rege as finanças públicas. Na avaliação do governo estadual, a nova tabela traz ganhos substantivos aos policiais.

O processo de negociação começou em meados de fevereiro, quando o governador Beto Richa anunciou a primeira proposta de reajuste aos policiais. Os valores, entretanto, não foram aceitos. Houve uma segunda tabela, que também não foi aprovada. Os valores que serão encaminhados para a Alep integram a terceira tabela apresentada pelo governo.

Conforme a proposta, os investigadores de 5ª classe, que acabam de ingressar na Polícia Civil, passarão a receber um salário de R$ 4.020,00. Ao longo do tempo, este valor pode chegar a R$ 8.196,00. Para 2013, o governo propôs um salário inicial de R$ 4.502,00. Para os policiais militares, o salário de início de carreira será de R$ 3.225, podendo chegar a R$ 4.828, caso ele não receba promoção. No posto de coronel, o valor pode variar entre R$ 14.354 e R$ 21.531, de acordo com o tempo de serviço.

Por fim, na Polícia Científica, o vencimento inicial de um perito passará a ser de R$ 7.149,00. Com as promoções ao longo da carreira, o salário poderá chegar a R$ 16.954,00.

Anônimo disse...

calaram a a boca do bef..aí temm..será que rolou din din..

sd.stive. disse...

CONCORDO COM O COMENTÁRIO QUE DIZ QUE O OFICIAL TEM QUE GANHAR MAIS MESMO,CLARO!ALÉM DE TER MAIS RESPONSABILIDADES ESTUDOU E CONSEGUIU CHEGAR ONDE CHEGOU,MAS NÃO É POR ISSO QUE OS PRAÇAS TEM QUE GANHAR MAL!ATÉ POR QUE MUITOS VÃO CHEGAR A OFICIAL E MESMO HOJE,ALGUNS PRAÇAS GANHAM MAIS DO QUE CERTOS OFICIAIS(EX;UM SUB E UM ASPIRANTE).ISSO NÃO QUER DIZER QUE ALGUM TENHA QUE GANHAR MAL.TRABALHAMOS,NOS ARRISCAMOS PELOS OUTROS E DEFENDEMOS O DIREITO DOS CIDADÃOS ARRISCANDO NOSSAS PRÓPRIAS VIDAS,NADA MAIS JUSTO DO QUE GANHAR BEM,MERECIDO DEMAIS.

Anônimo disse...

Ola, amigos praças venho escrever essas palavras por que já estou revoltado com ACS nos temos um presidente de associações que não te nenhum tipo de responsabilidade com nossas ACS, ele coloca pessoas que não tem responsabilidade para trabalhar na nossa casa que e ACS.
Sem falar no soares que não vai ate os batalhão para tratar com as praças da real realidades do acordo salarial,isso eu falo por que os batalhões estão de portas abertas,e eles sabem disso
Mais será que os batalhões só estão de portas abertas para eles pedir um espaço no período eleições da ACS ou no período de eleições estaduais ou municipais.
Em fim, Soaris como desabafo de todos as praças que ver a ACS como um shopping; deve-se tratar os associados como um bem maior , e não colocar seu grupo na ACS que não e sua
E ficar como "bosta n água" e achar que essa proposta e boa pra a classe.

Anônimo disse...

SERIA UM SONHO VER DARIO O CSESAR INDICIADO,O LULU EXONERADO DO CARGO E O CATINGA TOMANDO....
MAS ACHO QUE VAMOS PERDER OS QUINQUENIOS E DE GRAÇA JA N RECEBO MESMO
UMA BOMBA ESTA PARA ESTOPURAR NO 10 BPM
SE AS ESCALAS EXTRAS PESSISTIREM
PREPARECEM PARA VEREM O SONHO REALIZADO DENOVO
PROVAS DE VIDIOS,GRAVAÇOES, E TERSTEMUNHAS ESPEREM 10 BPM

Anônimo disse...

PESSOAL VAMOS MARCAR PRESENÇA NAS REUNIOES E DIZER NAO AO FIM DOS QUINQUENIOS
PESSEM NA APOSENTADORIA
ESSE GOVERNO QUE SO A VANTAGEM

Anônimo disse...

MELHOR RECEBER 2105,29 QUE É 1847,48 +7 +6,5 IGUAL A +- ISSO AI DO QUE 2156.00 DURANTE 20 ANOS
TER ESTE SALARIO COMO BASE E CORRIGIDO
CUIDADO

SAMURAI disse...

AGORA ENTENDO PQ O GOVERNO NÃO PODE DÁ UM AUMENTO DIGNO PARA OS SERVIDORES DA SEGURANÇA PÚBLICA...PARA PODER DESVIAR R$ 300.000.000,00. E É LÓGICO QUE O DADÁ TA ENVOLVIDO, PQ ACHAM Q NÃO REVELARAM O NOME DE NENHUM AGENTE PÚBLICO? PRA TENTAR LIVRAR A CARA DO DADÁ...

2013, ESTOU ORQUESTRANDO MINHA CANDIDATURA A ACS...

TEMOS Q COMEÇAR AQUI, LANCEM SEUS NOMES TBM...

SAMURAI PARA PRESIDENTE DA ACS

1-HORA EXTRA REMUNERADA;
2-VALE ALIMENTAÇÃO OU ALIMENTAÇÃO DIGNA DIA E NOITE;
3-VISITAS CONSTANTES AS UNIDADES;
4-CONVÊNIO COM O HOSPITAL DA PMAL, NO SENTIDO DE REPASSAR PARTE DA VERBA PARA CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA ATENDIMENTO DO SÓCIO E COMPRA DE MATERIAL;
5-TREINAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS PARA QUE PRESTEM UM SERVIÇO DE QUALIDADE (COISA Q HOJE NÃO ACONTECE, SE VC PERGUNTAR SOBRE A DATA DE ALGUMA REUNIÃO A QUALQUER ATENDENTE DA ACS ELA NÃO SABE INFORMAR);
6-REESTRUTURAÇÃO DA ACESSORIA JURÍDICA;
7-REVISÃO DO CONTRATO DO CLUBE GUAXUMA;
8-MANUTEÇÃO E CORREÇÃO DOS QUIQUENIOS (NÃO VAMOS ABRIR MÃO DE UM DIREITO Q JÁ É NOSSO)
9-APOIO E FORTALECIMENTO DAS PREFEITURAS DAS UNIDADES, PARA Q AS MESMAS TENHAM FORÇA PARA COBRAR MELHORIAS AO CMTE;
10-REFORMA DA ACADEMIA DO BOPE E INSTALAÇÃO DE UM TATAME, REFORMA DO ALOJAMENTO DA RP, INSTALAÇÃO DE UM ALOJAMENTO NA 5ª CIA/IND ( MARECHAL) E DEMAIS;
11-BRIGA JUDICIAL PARA IMPLEMENTAÇÃO DAS GARANTIAS JURÍDICAS COMO: PERICULOSIDADE, CARGA HORÁRIA DE 40 HORAS SEMANAIS, UNIFORME OU VALE PARA AQUISIÇÃO DO MESMO, PROMOÇÃO;
12-PLANO DE SAÚDE EMPRESA, COM REAL VANTAGEM PARA O SÓCIO;
13-SEGURO DE VIDA;
PREVIDÊNCIA PRIVADA;
14-MODIFICAÇÃO DA LEI DE PROMOÇÃO (6 ANOS PARA CABO E 4 PARA SARGENTO, NO TOTAL DE 10 ANOS);
15-SISTEMA DE COTAS PARA ACESSO AO CFO COM 25% DAS VAGAS DESTINADAS AOS PRAÇAS DA CORPORAÇÃO;
16-MODIFICAÇÃO DO POSTO HOJE CONHECIDO COMO SOLDADO RASO PARA OFICIAL DE RUA, CONFORME PREVÊ TRATADOS INTERNACIONAIS SOBRE SEGURANÇA PÚBLICA;
17-CAMPANHA ATIVA NA MÍDIA LOCAL PARA REBATER AS FALSAS PROPAGANDAS DO GOVERNO NO QUE SE REFERE A SEGURANÇA NO ESTADO;
18-CRIAÇÃO DA AMU-PM - LEIA-SE AMO PM - (ASSOCIAÇÃO DAS MULHERES DE PMs DE ALAGOAS), PARA TOMAR A DIANTEIRA NAQUELAS AÇÕES EM QUE POR FORÇA DE LEI NÃO POSSAMOS AGIR;
19-FISCALIZAÇÃO DOS GASTOS DA SEDS E PARTICIPAÇÃO NOS PROJETOS DE SEGURANÇA PÚBLICA DO ESTADO PARA QUE NÃO PERCAMOS VERBAS FEDERAIS COMO VEM OCORRENDO;
20-TRANSPARÊNCIA NAS CONTAS DA ACS COM PUBLICAÇÃO NO SITE DE PRESTAÇÃO DE CONTAS SEMESTRAL;

ESSAS SÃO SÓ ALGUMAS POUCAS IDÉIAS QUE ACABEI DE ELABORAR, COM A COLABORAÇÃO DOS SRs PODEMOS PENSAR EM MUITO MAIS...


2013, SAMURAI PARA A ACS

Anônimo disse...

GAZETAWEB.COM – 11.03.12
Auditoria militar inspeciona quartéis de Maceió e constata precariedadesVistoria cumpriu determinação da 13ª Vara e objetivou analisar execução de penas
Jobison Barros, com assessoria
Representantes da Auditoria Militar, comandados pelo capitão PM Barros, inspecionaram quartéis, a exemplo da sede do 1º Batalhão e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), ao final da noite dessa sexta-feira (09), com o objetivo de verificar o cumprimento da execução da pena cumprida por militares.

A vistoria no local cumpriu determinação do juiz da 13ª Vara da Auditoria Militar, José Cavalcanti Manso Neto, responsável pela execução penal dos condenados. O resultado da inspeção constatou que os apenados cumprem, “fielmente”, a pena que lhes foi imposta. Porém, durante a ação, verificou-se que a estrutura física encontra-se precária. “O juiz solicitará, agora, a regularização de toda a situação observada”, afirmou o capitão Barros.

Anônimo disse...

Quem será essa Pfem do BOPE? Txam txam txam txam! Sd Bagaço, casada e que se oferce pros oficiais. Te cuida J.E.

Jenésio, o Pecador disse...

Já fiz as contas, e acho que dessa vez vai dar para aumentar um pouquinho o dízimo da igreja. Ô, glória!

Anônimo disse...

obs- na cavalaria so tem otario è o unico batalhão onde a tropa de servico de rua não tem o folgão , os babacas trabalhÃo direto, onde todos os bpms que trabalhÃo 12 por 36 tem o folgão la não tem , mas sera que o batinga sabe disso pois è determinacao dele a escala do folgão , pois fiquei sabendo que la se faz o que o subcomandante quer, um tal maj ramon o tc è so de enfeite , os antigos por motivo de clasificacao fica calados bando de otarios.

Anônimo disse...

A FAMÍLIA DO WALTER TEM DIREITO A IDENIZAÇÃO POIS ELE FOI TRANSFERIDO POR PURA PERSEGUIÇÃO. QUE O SANGUE DO WALTER CAIA SOBRE A CABEÇA DO COMANDANTE DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DE ALAGOAS.

Anônimo disse...

rapaz o certo é chamar uns 2.500 policiais e uns 200 aprovados no cfo ai sim melhora a situação da policia tem muito menino novo e capacitado no grupo do cfo e praça desse ultimo concurso da pm al 2012. Alagoas precisa urgente desse oficiais e praças. TÉO CHAMA TODO CADASTRO RESERVA DO CFO E DOS PRAÇAS PELA AMOR DE DEUS

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver