Eu acho é “tomi”

Semana passada (a “sua excelência, e não minha) o Governador Teotônio Vilela vetou um projeto de lei, de sua própria autoria, que previa a promoção de mais de 300 policiais militares. Com a decisão os Praças irão ficar “marcando passo” e não terão promoção em agosto. Aliás, os Praças somente serão promovidos em “agosto” “deles”.
Desculpem o que vou dizer, mas bem feito. Agora é tarde. Não adianta reclamar. Vocês (presidentes de associações, e de igual modo quem os elegeram) são os responsáveis por todo este descaso que temos vivenciado por parte do governo. E, se serve de consolo para amenizar-lhes o fardo da culpa, a tropa toda – com a sua passividade – também faz por merecer.
Nós estamos aqui há muito tempo alertando que este governo não honra compromissos, bem como temos falado constantemente sobre a nossa carência de representação classista, assim como das precárias condições de serviço. Todo mundo sabe dos nossos problemas, e quase todos tem conhecimento das denúncias que temos feito aqui. As nossas associações tem a obrigação funcional de intermediar os nossos anseios, oficializar os canais competentes quanto ao que queremos e fazer as devidas cobranças. E o que foi feito quanto a isso? Respondo: nada! Muita gente chiou, reclamou, mas agir que é bom mesmo, não!
E agora, diante do prejuízo, os “líderes” das associações irão tentar reunir-se, nesta quinta-feira, dia 24, às 15 horas, na Assembleia Legislativa, com a finalidade de pedir que os deputados interfiram na decisão do governador.
E para quem acha que isso é um absurdo, conforme disse a nossa querida Soldado Pfem Ana em outra postagem: “nada é tão ruim que não possa ficar pior”. Ora, como assim? Respondo: graças aos atuais presidentes de associações, em uma rodada de obscuras negociações salariais, eles “barganharam” os nossos quinquênios. Com isso, perdemos os quinquênios, os quais nos dariam 30% de reajuste ao longo da carreira. Acredito que ainda este mês, infelizmente, confirmemos isso.
Para finalizar, faço minhas as palavras do Sargento Teobaldo quando disse: “é preciso [urgentemente que a tropa] acorde para essa realidade”; ou seja, a realidade de que o governo não nos respeita, o comando nos trata mal, os nossos presidentes de associações nos traem e fingem nos representar (quando na verdade todos eles querem apenas locupletar-se) e nós, a tropa, assistimos e vivenciamos a tudo isso passivamente. Moral da história: cada um tem o representante que merece (e eu acho é “tomi”)!


58 comentários :

Major Monteiro disse...

Apesar de tudo, mesmo com tanta passividade e preguiça por parte dos nossos companheiros, a minha parte eu continuarei fazendo, até quando o Bondoso Deus me permitir!

Anônimo disse...

Gostaria de solicitar que o Ministério Público entrasse na dindicância que apura o uso incorreto de PONTO 40 por parte de agentes penintenciários. Por incrível que pareça o resultado publicado pelo comando foi pífio e ridículo, inocentando pessoas que legalmente deveriam responder por prevaricação,omissão ou improbidade administrativa.
Todos nós que fazemos a segurança pública ficamos estarrecidos com esse comando que só usa o regulamento para os seus opositores. Com a palavra o SR. Alfredo Gaspar.

Anônimo disse...

Aos companheiros que deixarão de ser promovido: JUSTIÇA!!!

Anônimo disse...

Justiça...

Anônimo disse...

QUEM FOR ENTRAR COM A AÇÃO JUDICIAL, CUIDADO COM O DR RUTEMBERG, POIS ELE NÃO É MAIS ADVOGADO, MAS CONTINUA ATUANDO COM SE AINDA FIZESSE PARTE DOS QUADROS DA ORDEM.

Anônimo disse...

meu amigo na rua só tem praça. na rua quem manda sao os praças, o problema é os praça frouxos e baboes.

é so cumprim horario, fazer nada. eles fazem q mandam agente faz que obedece, caro que isso nao conta RP e bope, que sao os baboes do governo.

Anônimo disse...

A culpa é toda nossa, somos desunidos, falamos mal um dos outros, somos acomodados e estamos perdendo cada vez mais com tudo isso. Os deputados são unidos, rezam pela mesma cartilha e tiveram mais de 100% de aumento e NINGUEM RECLAMOU e nós tivemos 6,5% de aumento (SERÁ? ) E FICAMOS CALADOS achando bom e justo. Merecemos cada vez pior pela nossa inercia e falta de dignidade e amor próprio.

Anônimo disse...

Parabéns a nós, graças a nossa falta de união e competencia passamos por humilhações diárias.

Anônimo disse...

Aquartelar que é bom, ninguem quer, bando de frouxo.

Anônimo disse...

Os agentes penitenciários são servidores abnegados que cumprem com suas obrigações mesmo sem condições de trabalho, quando outro servidor critica determinada categoria pode ser por dois motivos; desconhecimento de causa ou aversão, que pode ter sido gerada por desentendimento ou pura burrice, temos centenas de amigos militares homens de bem que lutam para que essa policia de certo, más entre os militares existe meia duzia de idiotas que acha que agente penitenciário não é da segurança publica tratam como uma sub especie, ao anonimo que fez o comentário das pistolas desejo lhe que abra sua cabeça e veja que o estado não esta nem ai para todos nós e com tantas mazelas na corporação o cara terce um comentário mesquinho desses vá se estruir procure ler na integra a lei 10.826 depois comente inteligentemente

Anônimo disse...

E AI MIN TIREM UMA DUVIDA,DEPOIS DESSA OS DOIS BATALHÕES MAIS OPERACIONAIS DA PMAL VÃO CONTINUAR MOSTRANDO SERVIÇO,PORQUE SE ASSIM O FIZEREM ESTARÃO SOZINHOS,COMO JÁ ESTÃO,SE MATEM DE TRBALHAR BANDO DE BESTAS.KKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

O presidente da ASSMAL, tá soltando as mangas, adquiriu um veiculo utilitario com o dinheiro dos associados.

josehilton andrade disse...

se fui da pmal um dia,não lembro!

Anônimo disse...

E TEM MAIS, PESSOAL. EU SOUBE DE UMA FONTE SEGURA DA DF QUE O "GRANDIOSO" AUMENTO de 6% FOI IMPLANTADO NOS SALÁRIOS DE Cb A Cel. POIS E, OS SOLDADOS FICARAM DE FORA.

Agenário Velames disse...

Apesar da passividade que a tropa apresenta, um pequeno grupo de militares não se sujeita às arbitrariedades impostas pelos superiores hierárquicos. Como eu sou suspeito de citar o meu caso como referência, vou dar como exemplo o caso do Soldado Aécyo, que foi preso semana passada por estar defendendo um colega que estava sendo assediado moralmente. Casos assim, ajudam a explicar um dos motivos para o alarmante índice de criminalidade, pois tanta perseguição interna corporis (conforme citei na defesa da minha monografia perante o Dr Delson Lyra), com certeza desmotiva a tropa e isso contribui para o caos em que estamos inseridos, o qual só não é mais alarmante por conta das cifras negras.

Hoje eu estou em casa e assisto a tudo isso de camarote, mas lamento apenas pelos amigos deixei no serviço ativo e os conhecidos que por lá eu fiz, pois do jeito que a coisa está eles ainda vão sofrer muito até conseguir chegar (como eu cheguei) às suas aposentadorias, se é que vão conseguir chegar lá com estes governos e seus assessores de confiança.

SOLDADO REVOLTADO disse...

VELAMES, VOCÊ DEVERIA TER SIDO O PRESIDENTE DA ACS. HOJE EU ME ARREPENDO DE TER VOTADO NO CABO CROA.
OBS: ALÉM DE TER VOTADO NO CB PAULINO EU AINDA FIZ CAMPANHA CONTRA VOCÊ E SÓ QUEM GANHOU COM ISSO FOI O SOARES, VOCÊ ERA A MELHOR OPÇÃO PARA NOS REPRESENTAR. MAS VAMOS VER COMO É QUE FICA NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES. E DESDE JÁ EU TE ASSEGURO: SE VOCÊ FOR CANDIDATO O MEU VOTO É SEU.

um amigo disse...

pesquisei o que o Agenário Velames disse e encontrei o seguinte:

Relação: 0029/2012 Teor do ato: DECISÃO Tratam os presentes Autos de Prisão em Flagrante, em desfavor do Sd PM Aecyo Vinicius Barbosa de Aquino por ter, cometido a conduta delituosa descrita no artigo 163 (Recusa de obediência) do Código Penal Militar, sendo pois, remetido a este Juízo Castrense através do ofício de nº 05/2012 - CIODS, da lavra da Maj QOC PM Mônica Rajand Correia Ramalho, Os fatos ocorreram no dia 16 de maio de 2012, aproximadamente às 21 horas, no COPOM, no bairro do Centro, quando, durante a oitiva de testemunhas na qual figurava como acusado o Sd PM Cícero Barros Júnior, o qual teria sido preso pelo seu superior, o indiciado, Militar, se apresentou na ocasião vestindo terno e gravata, juntamente com seu irmão, ocasião em que se apresentaram como Advogados; diante desta situação a Maj PM Mônica, que presidia os procedimentos inerentes a prisão do Sd PM Cícero Barros Júnior, solicitou aos senhores ali presentes que apresentassem suas carteiras funcionais, sendo constatado que de fato, um deles, era Advogado credenciado pela OAB, e que o outro se tratava de fato do Sd PM Aecyo Vinicius Barbosa de Aquino, pertencente ao Batalhão de Polícia de Eventos e amigo do Sd PM Cícero Barros Júnior. Diante de tal circunstância, uma das testemunhas, a Cap QOC PM Luciana, sentiu-se constrangida de depor na presença de seu subordinado (Sd PM Aecyo Vinicius Barbosa de Aquino) solicitando sua retirada do recinto para que fosse dada continuidade aos trabalhos de oitiva, sendo negado de pronto pelo referido Militar, ora indiciado, que passou a ponderar qual seria a fundamentação para sua retirada daquele ambiente, já alegando que na verdade ele estava ali como bacharel em direito e não mais como Advogado, e cumprindo estágio acompanhando seu irmão o advogado Izaldy Barbosa de Aquino, OAB 10.368, este que de fato atuava como patrono da defesa do Sd PM Barros Júnior, e por diversas vezes negou-se a ausentar-se do recinto, e, após ser consultado o Maj QOC PM Moab, Chefe da Seção Judiciária da PMAL, sob a permanência do Militar em tela naquele recinto, este afirmou que não haveria qualquer fundamentação para que o acusado permanecesse no local, e, sendo solicitado mais uma vez que o indiciado se retirasse do local, este negou-se, ali permanecendo por quase 03 (três) horas, gerando transtornos na elaboração dos trabalhos ali despenhados, e desestabilizando os sustentáculos Militares da Hierarquia e Disciplina, numa inequívoca demonstração de Recusa de Obediência a ordem manifestamente legal, emanada de seu superior hierárquico, de forma que diante do não acatamento não restou outra alternativa senão a decretação da presente Prisão em Flagrante Delito do indiciado Sd PM Aecyo Vinicius Barbosa de Aquino. Foram condutor, testemunhas e conduzidos ouvidos no respectivo auto, na sequência legal, estando o instrumento devidamente assinado por todos. Constam nos autos o recibo de nota de culpa e demais formalidades. A prisão foi efetuada legalmente e nos termos do artigo 245 e seguintes do Código Processo Penal Militar. Inexistem, portanto, vícios formais ou materiais, havendo robustas provas do fato delituoso e indícios suficientes de autoria, razão pela qual homologo o auto de prisão em flagrante. Foi juntado aos autos pedido de relaxamento de prisão em flagrante ou concessão de liberdade provisória com fulcro no artigo 310 do Código de Processo Penal. Mister ressaltar que no caso em tela aplica-se as regras do Código de Processo Penal Militar. Vejamos o que preconiza este diploma sobre o tema: Art 254. A prisão preventiva pode ser decretada pelo auditor ou pelo Conselho de Justiça, de ofício, a requerimento do Ministério Público ou mediante representação da autoridade encarregada do inquérito policial-militar, em qualquer fase deste ou do processo, concorrendo os requisitos seguintes: a) prova do fato delituoso;

um amigo disse...

b) indícios suficientes de autoria. Art. 255. A prisão preventiva, além dos requisitos do artigo anterior, deverá fundar-se em um dos seguintes casos: (...) e) exigência da manutenção das normas ou princípios de hierarquia e disciplina militares, quando ficarem ameaçados ou atingidos com a liberdade do indiciado ou acusado. A jurisprudência Pátria entende que não há nenhum óbice à segregação da liberdade, quando esta se demonstra necessária à manutenção da Hierarquia e Disciplina. Vejamos: HC 95304 / MS HABEAS CORPUS2007/0279880-1 Relator(a) Ministra JANE SILVA (DESEMBARGADORA CONVOCADA DO TJ/MG) (8145) Órgão Julgador T6 - SEXTA TURMA Data do Julgamento 22/04/2008 Data da Publicação/Fonte DJe 12/05/2008LEXSTJ vol. 227 p. 370 Ementa PROCESSUAL PENAL MILITAR - HABEAS CORPUS - CONCUSSÃO - PRISÃO EM FLAGRANTE DELITO - REGULARIDADE - FLAGRANTE PREPARADO - ESTREITA VIA DO WRIT - INOCORRÊNCIA - LIBERDADE PROVISÓRIA - RESGUARDO DA ORDEM PÚBLICA - GRAVIDADE ABSTRATA DO DELITO - "CREDIBILIDADE DA JUSTIÇA" - IMPOSSIBILIDADE - MANUTENÇÃO DOS PRINCÍPIOS DE HIERARQUIA E DISCIPLINA MILITARES - POSSIBILIDADE - PRECEDENTES - PRIMARIEDADE, BONS ANTECEDENTES, RESIDÊNCIA FIXA E OCUPAÇÃO LÍCITA - IRRELEVÂNCIA - ORDEM DENEGADA. 1. Havendo indícios de que o paciente estava praticando o delito pelo qual foi preso em flagrante delito, impossível o relaxamento da prisão. 2. A estreita via do habeas corpus, carente de dilação probatória, não comporta o exame de questões que demandem do profundo revolvimento do conjunto fático-probatório colhido nos autos do inquérito policial instaurado contra o agente, bem como da ação penal contra ele posteriormente ajuizada. 3. Havendo notícias segundo as quais os agentes policiais apenas acompanharam a execução do delito, efetuando a prisão em flagrante delito do agente em seguida, afasta-se a tese de flagrante preparado. 4. A gravidade abstrata do delito atribuído ao paciente é insuficiente para a manutenção de sua custódia provisória. Precedentes. 5. A prisão cautelar, de natureza eminentemente não-satisfativa, se sustenta apenas em virtude da demonstração dos requisitos dos artigos 254 e 255 do Código de Processo Penal Militar diante do caso concreto, não comportando, portanto, o chavão de garantir a "credibilidade da Justiça". 6. Em se tratando de crime militar, os precedentes desta Corte admitem a prisão provisória do agente a fim de manter os princípios de hierarquia e disciplina militares. Inteligência do artigo 255, "e" do Código de Processo Penal Militar. 7. Presentes os requisitos dos artigos 254 e 255 do Código de Processo Penal Militar no caso concreto, tão-só a primariedade, bons antecedentes, residência fixa e ocupação lícita do paciente, ainda que comprovados estivessem, não são aptos a garantir-lhe a liberdade provisória. Precedentes. 8. Ordem denegada. Acórdão Vistos, relatados e discutidos os autos em que são partes as acima indicadas, acordam os Ministros da SEXTA TURMA do Superior Tribunal de Justiça, por unanimidade, denegar a ordem de habeas corpus, nos termos do voto da Sra. Ministra Relatora. Os Srs. Ministros Hamilton Carvalhido, Paulo Gallotti e Maria Thereza de Assis Moura votaram com a Sra. Ministra Relatora. Ausente, justificadamente, o Sr. Ministro Nilson Naves. Presidiu o julgamento a Sra. Ministra Maria Thereza de Assis Moura. Destarte, diante da fundamentação supra HOMOLOGO O AUTO DE PRISÃO EM FLAGRANTE convertendo-a em PRISÃO PREVENTIVAem desfavor do Sd PM Aecyo Vinicius Barbosa de Aquino, com fulcro nos artigos 254 alíneas "a" e "b" c/c 255, alínea "e" ambos Código de Processo Penal Militar. Vista ao representante do Ministério Público. Expeça-se o competente Mandado de Prisão Preventiva. Publique-se, intime-se e cumpra-se. Maceió, 17 de maio de 2012. José Cavalcanti Manso Neto Juiz de Direito - Auditor Militar Advogados(s): Cristiano Barbosa Moreira (OAB 7563/AL)

é por essas e outras que esse militarismo (hoje em dia) é seboso.

Sd quase Cb disse...

Wellames agora está na boa ; não pode ser punido e nem responder a PDO kkkk. Deu capote nas sindincâncias do lulu, saiu com a carteira da PM e ainda estar processando alguns oficiais por assédio sendo um deles o batinga, que vai lhe pagar 15 mil a título de dano moral (eu acho é tomi).

Anônimo disse...

O estao fazendo com aecyo iram pagar.... Deus ve tudo

Anônimo disse...

Art. 8º Para inscrição como advogado é necessário:
V – não exercer atividade incompatível com a advocacia;

Art. 9º Para inscrição como estagiário é necessário:
I – preencher os requisitos mencionados nos incisos I, III, V, VI e VII do art. 8º;

Art. 28. A advocacia é incompatível, mesmo em causa própria, com as seguintes atividades:
V – ocupantes de cargos ou funções vinculados direta ou indiretamente a atividade policial de qualquer natureza;
VI – militares de qualquer natureza, na ativa;

A prisão foi legal, tanto que o auditor militar homologou o auto de prisão em flagrante convertendo-a em PRISÃO PREVENTIVA.

O desenrolado se enrolou.

Anônimo disse...

vergonha o q ta acontecendo com o Aecyo !!! um Dia Deus Irá cobrar de Cap Pm Luciana Leite, Cap PM Carnaúbixa, Major Moab, Major Fatima, Ten "Joverson" ..... o Cap CarnaúBixa Ameaçou o Sd Pm Aécyo. e empurrou o Advogado Izaudy. pena que não deu pra Gravar tudo... mas o q foi gravado será divulgado na Hora Certa Esperem!!!

Anônimo disse...

Os ultimos moicanos ( sd wellames-reformado, abdi-3cia Ind, italo-6bpm, luiz alves-1bpm e aecio-bpe).
agora é a hora!
ou a tropa vai pra cima desta cupula ou
sofrera calada.

Anônimo disse...

Se a prisão foi legal, então vamos ver se ela perdura. Ademais, ainda que o Aécyo fosse condenado no final, a pena máxima não ensejaria a prisão. Logo, por que é que ele está preso? Volte a estudar um pouco mais, pois o seu conhecimento é fraquinho fraquinho, assim como as fundamentações desses oficiais que confundem as estrelas que usam com o conhecimento em si.

Anônimo disse...

O VELAMES VAI SER UM ADVOGADO QUE VAI DAR MUITA DOR DE CABEÇA PARA ESTES OFICIAIS ANALFABETOS FUNCIONAIS METIDOS A MERDA

Anônimo disse...

estamos vivendo num estado de galinhagem, pois o democratico de direito aqui em alagoas nao existe. somos governado por cego e surdo, comandados por uma franga-rainha q e tirana. nos batalhoes temos os burros a frente do comando, enquanto, os demais oficiais servem como capacho - mude o seu parecer, puna o praça, escale todos de extra, bote vtr pra rodar mesmo quebrada. as praças servem de bobos da corte ou aceitam calados ou sao os baboes ou sao perseguidos.
wellames, italo, abdi, luiz alves e aecio, os ultimos samurais. tropa depois desses vcs serao condenados a escravidao eterna e, lembre-se nao terão moises desta vez.
praças vamos pra cima desses oficiais covardes ou estaremos perdidos pra sempre

Anônimo disse...

Jurista,eu disse que a prisão foi legal(FLAGRANTE),o que não deve ser confundido com prisão perpétua. Não tente defender o indefensável. O cara é soldado e se apresenta no quartel, todo engravatado, dizendo ser advogado. Roupa de soldado para ir ao quartel é o 4ºA(Instrução Completo). Lembrando que ao dirigir-se ao superior hierárquico deve prestar-lhe as homenagens e sinais regulamentares de respeito e consideração.

Anônimo disse...

Grande Agenário Velames! Militar incisivo, direto e desenrolado. Estou sabendo que estão tentando achar uma forma de expulsá-lo mesmo depois de reformado. Inclusive, há consultas na PGE no sentido de saber se com as suas sindicâncias que estão em andamento o seu comportamento pode ser degradado para que, com isso, você seja expulso. Sobre esse ponto, aliás, tem muito militar sendo motivo de consultas na Procuradoria. Quando não é o comando quem requisita as diligências no sentido de expulsar os militares, o que o corre é o contrário, ou seja, é o próprio Procurador Geral quem requer que tais medidas sejam adotadas contra alguns militares que buscam o amparo judicial em relação a alguma ação contra os atos desse comando. Por isso, Guerreiro, fica aí o aviso. Se cuida. Grande abraço de amigo que o admira muito!

Anônimo disse...

Que Deus proteja vcs da ativa, já q estou vendo todos esses fatos acontecendo aqui no outro lado (reserva). Com ctza saí na hora certa e garças a Deus não me arrependo.

Anônimo disse...

Professora fazendo as contas.

Aula para o governador

Aula de Matemática

Hoje vou brincar de professor de matemática.
Vou passar alguns problemas para vocês resolverem.

Problema nº1
Um professor trabalha 5 horas diárias, 5 salas com 40 alunos cada. Quantos alunos ele atenderá por dia?
Resposta: 200 alunos dia.
Se considerarmos 22 dias úteis. Quantos alunos ele atenderá por mês?
Resposta: 4.400 alunos por mês.
Consideremos que nenhum aluno faltou (hahaha) e, que em cada um deles, resolveram pagar ao professor com o dinheiro da pipoca do lanche: 0,80 centavos, diárias. Quanto é a fatura do professor por dia?
R: R$ 160,00 reais diários
Se considerarmos 22 dias úteis. Quanto é faturamento mensal do mesmo professor?
R: Final do mês ele terá a faturado R$ 3.520,00.

Problema nº2
O piso salarial é 1.187 reais, para o professor atender 4.400 alunos mensais. Quanto o professor fatura por cada atendimento?
Resposta: aproximadamente 0,27 mensais
(vixe, valemos menos que o pacote de pipoca)... continuando os exercícios...

Problema nº3
Um professor de padrão de vida simples,solteiro e numa cidade do interior, em atividade, tem as seguintes despesas mensais fixas e variáveis:
Sindicato: R$ 12,00 reais
Aluguel: R$ 350,00reais ( pra não viver confortável)
Agua/energia elétrica: R$ 100,00 reais (usando o mínimo)
Acesso à internet: R$ 60,00 reais
Telefone: R$ 30,00 reais (com restrições de ligações)
Instituto de previdência: R$ 150,00 reais
Cesta básica: R$500,00 reais
Transporte: sem dinheiro
Roupas: promocionais

Quanto um professor gasta em um mês?
Total das despesas: R$ 1.202,00

Qual o saldo mensal de um professor?
Saldo mensal: R$ 1.187,00 - 1.202 = -15 reais, passando necessidades.

Agora eu lhe pergunto:
- Que dinheiro o professor terá para seu fim de semana?
- Quanto o professor poderá gastar com estudos, livros, revistas, etc.
- Quanto vale o trabalho de um professor?
- Isso é bom para o aluno?
- Isso é bom para a educação pública do Brasil?

Agora vejam a pérola que o senhor governador de Santa Catarina falou: "Quem quiser dar aula, faça isso por gosto, e não pelo salário. Se quiser ganhar melhor, peça demissão e vá para o ensino privado". SE VOCÊ ACHA QUE NOSSO GOVERNADOR DEVE ABRIR MÃO DE SEU SALÁRIO E GOVERNAR POR AMOR, PASSE PARA A FRENTE! CAMPANHA "Raimundo, doe seu SALÁRIO e governe por AMOR!" Vamos espalhar isso aos 4 ventos e aumentar a campanha: deputados federais e estaduais, ministros e governadores, doem seus salários e trabalhem por amor!

ELES, DE FATO, GOVERNAM POR AMOR. AMOR AO DINHEIRO PÚBLICO! POIS SÓ OS PRIVILÉGIOS QUE ELES USUFRUEM, USURPANDO A RIQUEZA DA COLETIVIDADE, JÁ É UMA GRANDE OFENSA AO PATRIMÔNIO PÚBLICO.

IMAGINE EM MACEIÓ, A BRIGA DO MOMENTO É PARA AUMENTAR O NÚMERO DE VEREADORES DE 21 PARA 29. HORA, SE SAÚDE E EDUCAÇÃ PÚBLICA NÃO EXISTEM, POIS SÃO DE AUTO FINANCIAMENTO, MANTER A MAMATA DE UM POLÍTICO NÃO É DE AUTO CUSTO? PARA QUE SERVE O DINHEIRO PÚBLICO, ENTÃO? É SÓ PARA SUSTENTO DE POLÍTICO?

Anônimo disse...

O Velames não passa eh d um fracassado revoltado enrustido.

Anônimo disse...

PESSOAL, VEJAM SÓ ISSO:

http://emergencia190.com.br/ocorrencias/2012/05/24/6072/policial-e-assaltado-proximo-ao-palacio-do-governo

Anônimo disse...

PRAÇA DA D.F. AVISA A TODOS OS SOLDADOS:

O aumento de 6,5% fói de Cabo acima, OS SOLDADOS vão ter que esperar o REALINHAMNETO previsto para ANO QUE VEM.

Ou seja VOCES FORAM COMPLETAMENTE ENGANADOS E FEITOS DE PALHAÇOS. ESTÃO COMPLETAMENTE DESMORALIZADOS.

Anônimo disse...

Prá que SOLDADO ter aumento? Não se une, não faz reivindicações, não faz mobilizações, não participa de nada, não cobra nada das associações, acha tudo bom, é uma raça acomodada e ainda quer ter aumento? Soldado não precisa de aumento não, precisa é de fazer mais extras, trabalhar um por um, porque um por dois é muito descanso. Se eu fosse o governador ainda reduzia o salário em 50% e garanto que ninguem se mexia anda, reclamava mais ia trabalhar normal.

Só merece ganhar bem quem é unido, quem reivindica e luta como é o caso do deputados que tiveram 108% de aumento, estes sim tem moral e dignidade e merecem ganhar bem.

Anônimo disse...

Prá que SOLDADO ter aumento? Não se une, não faz reivindicações, não faz mobilizações, não participa de nada, não cobra nada das associações, acha tudo bom, é uma raça acomodada e ainda quer ter aumento? Soldado não precisa de aumento não, precisa é de fazer mais extras, trabalhar um por um, porque um por dois é muito descanso. Se eu fosse o governador ainda reduzia o salário em 50% e garanto que ninguem se mexia anda, reclamava mais ia trabalhar normal.

Só merece ganhar bem quem é unido, quem reivindica e luta como é o caso do deputados que tiveram 108% de aumento, estes sim tem moral e dignidade e merecem ganhar bem.

Anônimo disse...

Alguém duvida que esse MILITARISMO nojento está se acabando?

R LESS MARKETING disse...

É A NOSSA HORA (SOLDADOS) DE FECHAREM A ASSOCIAÇÃO DE CABOS E SOLDADOS - VAMOS TOMAR CONTA QUE É NOSSO - NÃO VAMOS ENTREGÁ-LA A ESSES PRESIDENTES USURPADORES DE NOSSAS MIGALHAS - CONVOCO A TODOS PARA NO DIA DE RECEBEMOS ESSE SALÁRIO SEM AUMENTO IRMOS PARA PORTA DA ACS E FECHA-LA - VAMOS FECHAR AS PORTAS DA ACS E ASSUMIR A PRESIDENCIA - SOMOS SOLDADOS LEAIS E NÃO SEREMOS HUMILHADOS NEM REPRESENTADOS - A ACS É NOSSA!!!!!!

R LESS MARKETING disse...

Dia 30 de maio às 15h NOS SOLDADOS se fomos os únicos a NÃO RECEBEREM ESSE AUMENTO - iremos FECHAR A ACS EM PROTESTO - A CONVOCAÇÃO ESTÁ FEITA. DIA 30 DE MAIO ÀS 15H NA ACS - SE FICARMOS DE FORA DO AUMENTO VAMOS TOMAR CONTA DO QUE A NOSSO. CHEGA DE DESCASO !!!!!!!!

soldado que tomou no fiofó disse...

senhores, vejam o que foi divulgado no site da assomnal:

(...) representantes das entidades militares se reuniram mais uma vez na Secretaria de Estado de Gestão Pública (SEGESP) com o secretário Alexandre Lages e Rafaela Soares, assessora de relações sindicais, para buscar uma resposta acerca do realinhamento da tabela da categoria.

Com a finalidade de solucionar esta questão, Alexandre Lages sugeriu que fosse composta uma comissão com dois líderes das entidades militares para trabalhar de forma mais direta, o alinhamento que vai de cabo a coronel. Foram escolhidos durante a reunião três representantes que, além de buscar o alinhamento em prol da tropa, irão estudar juntamente com os servidores da Segesp, a aplicação deste para 2013 e 2014.

Segundo o presidente da Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (ASSOMAL), major PM Wellington Fragoso, a tropa estava contando com esse reajuste em abril, mas até agora nada foi solucionado. “A cobrança da tropa para uma solução é grande e terminamos ficando de mãos atadas, pois não tivemos uma posição do governo até o prezado momento”.

“Esperamos que essa comissão possa resolver questões tão pertinentes como é o caso do realinhamento da tabela para que nenhum militar seja prejudicado. Creio que, a partir dessa comissão tudo será trabalhado de forma a buscar o realinhamento da tabela de progressão”, avaliou o vice-presidente da Associação de Cabos e Soldados em Alagoas (ACS/AL), cabo BM Rogers Tenório.

diante disso, só me resta continuar estudando até que surja concurso bom para que eu saia dessa Puliça de Merda.

Agenário Velames disse...

Aos amigos, meus sinceros agradecimentos pelas palavras, tanto as de saudações e reconhecimento como as de advertência.

Aos desafetos, recomendo que não percam seu tempo procurando saber da minha vida ou até mesmo queimando neurônio e gastando minutos escrevendo sobre a minha pessoa. Seria mais sábio de suas partes, e eu até lhes recomendo com sinceridade, que vocês procurassem ler algum livro que possa lhes trazer conhecimento e cultura (pode ser uma gramatica mesmo, pois o que eu tenho visto de erro ortográfico nos comentários pejorativos inerentes à minha pessoa é de fazer vergonha - se vai perder tempo xingando alguém, o que já não é culto, pelo menos que o faça respeitando a norma culta).

E,

“(...) em vez de me apontar como ímpio ou subversivo, contentem-se em demonstrar quão mau lógico sou, ou ignorante de matéria política; não tremam a cada proposição em que faço defesa dos interesses da humanidade; constatem a inutilidade de minhas máximas e os perigos que minha opinião pode ocasionar; façam com que eu veja a vantagem das lições recebidas.”

César Bonesana Beccaria. “Dos delitos e das penas”. Tradução de Terrieri Guimarães Hemus, São Paulo, 1971. p.p.10/13.

Para terminar, a quem me chamou de “enrustido”, “pergunte para ‘ela’ se eu realmente sou enrustido”. Pena que eu seja um cara novo, pois senão ao invés de “ex-sócio” seu, eu certamente poderia estar dizendo “Deus te abençoe, meu filho”.

Anônimo disse...

ESSES COMENTÁRIOS FALNADO MAL DE VOCÊ OU É COISA DE PRAÇA INVEJOSO OU ENTÃO DE OFICIAL BABACA. MAS INDEPENDENTE DE QUEM SEJA, OU REALMENTE É "TORNO" OU "VIRADO" KKKK

POR ISSO EU QUERO MORRER SEU AMIGO KKKKKKKK

Anônimo disse...

Estava desmotivado, estressado. Soldado 2002, turma A do CFCP, sou da RP. Quando fui chamado para o curso, por incrivel que paressa, motivei-me pensando esta valorizado e respeitado, depois de 2 anos sem pegar nada, consequi apreender alguns armas e meliantes, agora com essa noticia que não mais serei Cabo, que receberei o mesmo valor que já iria receber com 6,5%, agora tenho que ficar como soldado mais 15 anos, informe dado por alguns superiores, digo agora, será que estamos sendo comandado por incompetentes ou Sádicos. Surgiu um nome bem costumeiro para outros PMs antigos, CORONEL RONALDO, SÁDICO DE CARTEIRINHA, pois esse acaba de entrar na minha lista, nº 01 - primeiro da lista, hoje com essa noticia do tudo na hora aumenta os salários e reestrutura a carreira de soldado da Polícia Militar. Segundo o projeto, os soldados passam a ter três classes: a de soldado aluno, com um salário de R$ 1.046,39; de soldado de 1ª classe, cujo salário varia de acordo com o tempo em que o militar estiver na corporação. Aqueles que têm de 0 a 20 anos recebem R$ 2.200, já que estão no serviço de 25 a 35 anos, passarão a ganhar R$ 3.343. AGORA EU PERGUNTO, TEM AINDA SOLDADO COM MAIS DE 25 ANOS, ISSO É UMA PALHAÇADA. Por que não IGUAL A DE TOCATINS, MENOS PARA OFICIAS QUE NÃO FAZ NADA, governador pergunte a um oficial o que eles fazem, nada, só PDO de falta de serviço, Sindicancia por falta de serviço, ABRA OS OLHOS, QUEM FAZ A PMAL SÃO OS SOLDADOS, VOCE NÃO VE, OS CRIMES AUMENTADO, AGORA FAZ ESSA, QUEM ESTAVA MOTIVADO, QUEM ESTAVA CORRENDO ATRAZ, AGORA ISSO.

Anônimo disse...

motivação zero, estresse 10000000000000...%, igual a serviço zero e criminaliade 100000000000...%

Anônimo disse...

oxente bichinho vou receber igual ao recruta de 0 anos,eu com dezoito anos de pm. motiva Lulu.

ASCOM da PMAL disse...

BOLETIM GERAL RESERVADO Nº 012 DE 24 DE MAIO DE 2012

Portaria nº 346 – Sind-CG/Correg. de 23.09.2009 - Solução de Sindicância

Sindicante:
Ten Cel QOC PM, mat.75.767, JORGE EUCLIDES IDALINO VASCONCELOS;
Sindicado: Maj QOC PM, mat. 73.546, ANTONIO CARLOS AMORIM DOS SANTOS;
Escrivão: 1º Ten QOA PM, mat. 73.459, EDVALDO DE SOUZA TAVARES;
Ofendido: POLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS;
Defensor: Maj QOA PM, mat. 74.911, EVALDO ODILON DOS SANTOS;

Motivo: apurar o suposto envolvimento do Maj QOC PM Antonio Carlos Amorim dos Santos, em exercício de segurança privada não autorizado pelo Departamento de Polícia Federal, fato mencionado na Chopparia e Show Bar Maikai, durante a execução da Operação denominada Varredura, realizada pela Delegacia de Controle de Segurança Privada (DELESP).

Em face do que se restou apurado, este Comando:

Considerando que ao acusado foi assegurado o direito da ampla defesa e do contraditório previsto no art. 5º, inciso LV da Constituição Federal de 1988; Considerando que, segundo os autos, na data de 27/03/09, na Chopparia e Show Bar Maikai, situada no bairro Stella Maris – Maceió/AL, no período noturno, durante fiscalização da Delegacia de Controle de Segurança Privada (DELESP), foi constatado que o serviço de segurança do local era desempenhado por empresa terceirizada sem autorização do Departamento de Polícia Federal, sendo o nome do Maj Amorim, apontado como possível responsável;

Considerando que no depoimento do Sr. Fernando Costa da Silva, gerente de atendimento do Maikai, afirma que no momento da abordagem tentou entrar em contato com o Maj Amorim, ratificando ser ele o responsável pela empresa de segurança que presta serviço no referido estabelecimento (fl. 32), bem como no depoimento do Sr. Rogério Rodrigues da Silva, Gerente Operacional, confirma ter o Maj Amorim comparecido posteriormente ao local, (fl.36);

Considerando ainda que o acusado quando inquirido a respeito do serviço de segurança privada, afirmou coordenar alguns eventos e que seu nome teria sido citado durante a operação, em virtude do mesmo atuar como procurador da Empresa PSE/SG Proteção Shows, Eventos e Serviços LTDA, (fl.68), empresa esta responsável pela segurança do local;

Considerando que segundo a Lei nº 5346, de 26 de maio de 1992 (dispõe sobre o Estatuto dos Policiais Militares do Estado de Alagoas e dá outras providências), art. 31: “são deveres dos militares aqueles emanados de vínculos racionais e morais que os ligam à comunidade e a segurança, compreendendo essencialmente: I - dedicação integral ao serviço policial militar”, grifo nosso; restando comprovado que o acusado atuava em caráter transitório, eventualmente, sem provimento legal;

Considerando que o Regulamento Disciplinar da Polícia Militar de Alagoas, em seu art. 31, inciso XXVII prescreve como transgressão disciplinar de intensidade média: “desrespeitar regras de trânsito, medidas gerais de ordem policial, judicial ou administrativa”, grifo nosso; isto é, exerceu atividade informal estranha ao serviço policial militar, conduta esta que contraria tal dispositivo;

Considerando que o Regulamento Disciplinar da Polícia Militar de Alagoas, em seu art. 32, inciso XXV prescreve como transgressão disciplinar de intensidade grave: “fazer policial da ativa, da reserva ou reformado, uso do posto ou graduação para obter facilidades ou satisfazer interesses pessoais, de qualquer natureza ou para encaminhar negócios particulares seus ou de terceiros”;

Considerando que o acusado ao exercer e encaminhar, mesmo de forma indireta tal atividade, cometeu duas transgressões disciplinares nas modalidades acima descritas;

Continua...

ASCOM da PMAL disse...

Continuação:

Considerando que pelo princípio da primazia da realidade que norteia o Direito do Trabalho, o aspecto formal não pode prevalecer sobre a realidade fática; e nos dizeres de Rubens Requião, "Aos militares a punição é mais severa, pois o exercício do comércio está capitulado como crime, no art. 180 do Código respectivo: "Comerciar o oficial da ativa, ou tomar parte na administração ou gerência de qualquer sociedade comercial, exceto como acionista ou cotista” (Curso de Direito Comercial, Ed. Saraiva, pag. 79);

Considerando, por fim, que a Administração Pública com óbice de buscar a verdade real e esclarecimento dos fatos realizou outras diligências confirmando-se que o serviço do Maj Amorim era de fato coordenar os trabalhos de segurança privada, e atuar como um intermediador entre a empresa de segurança em lide e o estabelecimento MaiKai, ficando claro cometimento de transgressão disciplinar. Resolve:

1. Discordar do parecer do Oficial Sindicante;

2. Punir o Maj QOC PM, mat. 73.546, Antonio Carlos Amorim dos Santos, por usar a função pública e encaminhar serviços estranhos ao cargo em benefício próprio, além de ter exercido, mesmo que eventualmente, atividade informal estranha à Corporação (coordenado e intermediado serviço de segurança privada), deixando de cumprir o dever de dedicação integral ao serviço policial militar;

3. Encaminhar cópia da solução do presente processo administrativo disciplinar ao Superintendente da Polícia Federal de Alagoas, em resposta ao Ofício nº 2181/2009-SR/DPF/AL;

4. Encaminhar cópia da solução do presente processo administrativo à 1ª e 2ª Promotorias de Controle Externo da Atividade Policial;

5. Publicar esta solução em BGR;

6. Arquivar os autos na Corregedoria da Polícia Militar de Alagoas.

4ª PARTE JUSTIÇA, DISCIPLINA E RECOMPENSA

I – Justiça – Sem Novidades

II – Disciplina
a) NP no 175/12-CG/CORREG - PUNIÇÃO DE OFICIAL – PRISÃO:
O Maj QOC PM, mat. 73.546, ANTONIO CARLOS AMORIM DOS SANTOS, por usar a função pública e encaminhar serviços estranhos ao cargo em benefício próprio, além de ter exercido mesmo que eventualmente, atividade informal estranha à Corporação (coordenado e intermediado serviço de segurança privada), deixando de cumprir o dever de dedicação integral ao serviço policial militar. Ao lhe ser assegurado o direito à ampla defesa e ao contraditório, exerceu-o, porém não justificou o ato transgressivo. Fica PRESO por 05 (cinco) dias, conforme os artigos 31, inciso I, 33, 34 e 35 da Lei nº 5.346 de 26 de maio de 1992 (Estatuto dos Policiais Militares do Estado de Alagoas), c/c o inciso XXVII, do art. 31 e inciso XXV do art. 32 do RDPMAL, com incidência da circunstância atenuante do inciso II, do art. 36, e circunstâncias agravantes dos incisos II e VIII, alíneas “a” e “b”, do art. 37, do RDPMAL (Regulamento Disciplinar da Polícia Militar de Alagoas), aprovado pelo Decreto Estadual nº. 37.042 de 06 de novembro de 1996. Transgressão disciplinar de intensidade GRAVE, devendo cumprir a punição na Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Mello. (Solução de Sindicância procedida pelo Ten Cel QOC PM, mat. 75.767, Jorge Euclides Idalino Vasconcelos, Portaria nº 364 – Sind-CG/Correg., de 23.09.2009).

Anônimo disse...

Esse Maj CARLOS AMORIM, se eu não estou enganado, é mais enrolado que penteio de macaco, já era pra ser julgado indigno do oficialato ha muito tempo. É uma verdadeira carniça, não é doquinha? ÉÉÉ collchinha.

illuminates disse...

quanto ao velames, vc merece nosso respeito e elogio.

quanto aos nossos representantes: maj fragoso; tc ivon; sgt teobaldo; cb simas; cb s soares, este ultimo nao, pois, nem é hipócrita nem demagogo nao é porra nenhuma nem fala esse grego.

quanto ao aumento salarial nos so colhemos aquilo q plantamos.

quanto aos abusos q nos sofremos - vamos fazer uma breve síntese: oficial quando transgride é recolhido a APM-SAN; praça quando transgride vai ao baldomero. É ou nao justo? Respondam vcs.

OU COBREM A CONTA DAQUELES OFICIAIS QUE LHES DEVEM. CORAGEM NAO LHES FALTAM. ELES SEMPRE NOS COBRAM, AGORA VAMOS INVERTER O JOGO.

CORAGEM PRAÇAS - VAMOS COBRAR A CONTA DOS OFICIAIS QUE NOS DEVEM.

CADA UM COBRA DO SEU OFICIAL-DESAFETO E, NAO NECESSARIAMENTE SEGUINDO UMA ORDEM, PODE-SE COMEÇAR PELO COMANDANTE GERAL DA PMAL LUCIANO ANTONIO DA SILVA OU DARIO CESAR. FIQUEMOS A VONTADE.


att illuminates

Anônimo disse...

velames se vc for candidato meu voto e seu e faço campanha. Caso vc decida ser advogado passa ai seu contanto que transmito ao pessoal pra vc e alguns praças ganharem uma grana desses oficiais que só sabem dar parte, trabalhar que é bom nada

ASCOM da PMAL disse...

Dário César é entrevistado no Conversa de Botequim

Na próxima quinta-feira, dia 31, o entrevistao de Plínio Lins na Conversa de Botequim é o secretário de Estado da Defesa Social, Dário César Cavalcante.

O combate à violência em Maceió e no interior, os novos equipamentos das polícias, os inquéritos contra policiais que praticam crimes – tudo isso e muito mais estará na pauta da entrevista.

A Conversa de Botequim acontece às quintas-feiras, no Restaurante Mai Kai (ex-choparia Rapa Nui), na orla da Ponta Verde, às 9h da noite.

illuminates disse...

Lista Temporaria Oficiais-desafetos

Dario Cesar - Secretario da SEDES

Luciano Antonio - Cmt Geral da PMAL

Sandro - Corregedor Geral da PMAL

Atayde - Serviço de Inteligência

Osman - Sub-Corregedor Geral da PMAL

Gilmar Batinga - Cmt do CPC

Cicero Silva - Maj PM

Navarro - Ten PM antigao

Brito - Ten 4 bpm

Carnauba - Cap PM ciods

Everaldo - TC PM CORREGEDORIA

Jobsom - Ten PM Corregedoria

Nayron - Ten PM

Estes sao alguns dos Oficiais-Desafetos mais clicados atualmente. Em breve teremos atualizaçao.

Faça a sua parte - COMBATENTE.

Anônimo disse...

colégio tiradentes ...........kkkkkkkkkkkk aia ai ai, nada contra o colégio tiradentes, mas o que era preciso para se mante ruma cantina ? todos ali naquele colégio sabe, que a srª nice, é viúva de um cel de polícia, a qual recebe uma estimada quantia no valor aproximado de R$ 12.000,00 ( doze mil reais ), essa mulher ta passando necessidade ? quanto aos lanches dela, realmente eram péssimos, lembro-me quando funcionava em sua residencia, defronte ao colégio, agora, se tem alguém comercializando dentro do colégio, tem que ser investigado, não se pode trocar 06 por 06... o que tem que se fazer, é uma licitação e pronto, e não enriquecer quem quer que seja... att. Sargentão

Anônimo disse...

Caros companheiros de farda esses abusos
comentados até aqui são só os da capital, imaginem o que acontece nos interior desse radioso Estado das Alagoas, Senhores do poder com um regulamento debaixo do braço (RDPMAL)além da arrogância e falta de conhecimento, inerentes a maioria dos oficiais, vivem usurpando as praças escalando-as para serviços de festas e embolsando as merrecas pagas pelos prefeitos das cidades. Como se não fosse bastante os desmando do DÁRIO e do LULU do descompromisso do TÉO e de uma escala mais que vergonhosa de 24 por 48, onde trabalhamos 80 horas de graça pra o Estado. Pode um negocio desse?

Anônimo disse...

Quem gota da pexte quer ver a entrevista desse analfabeto, dário o tiririca césar

Sd Hailton disse...

Nooossa, passarei a ganhar esse ano R$ 2200 e ano que vem R$ 2341, como tô feliz!!!!! Aff!!

Tô com o cara que convocou a invasão da ACS,pode contar comigo.

Sd PM 2002 Hailton que saiu de serviço hoje de manhã e já ta amahã novamente.

Voto SAMURAI ACS 2013.

O MARAVILHOSO. disse...

para o que a maioria faz na rua,2200 reais é um rio de dinheiro!

Anônimo disse...

Falem da safadeza que rola na seds um monte de gente que nao faz nada. Desvio de funcao. Deveriam trabalhar fardados nas ruas. Principalmente aquele bando de mulheres que so andam nas barcas. Ops... Churrasco de trabalho. Tem pai que e cego! E as pracinhas se lascando na rua... To morto! Luana, Aparecida, Tais... E as demais que nao sabem o que e farda. Bota no primeiro batalhao pra tirar po no centro.

VOZ DA VERDADE disse...

Queridos companheiros militares

estou aqui fazendo uma denuncia sobre a Associação de cabos e soldados da pm e cbm
junto com a sua diretoria
o senhor Soares (presidente de papé)
junto com os seus diretores
estão passando a mão na ACS
o Soares entregou o clube coisa que o Simas conseguiu
mesmo não sendo proprio o clube
mas o espaço era só para os cabos e soldados, pelo menos a gente tinha onde brincar
outra coisa, amigos vocês sabem daquelas galerias logo na frente da ACS, POIS BEM O PAGAMENTO DO ALUGUEL DAQUELAS LOJAS É FEITO DIRETAMENTE NA CONTA DO SENHOR SOARES, todos que tem uma loja daquela eles fazem o deposito na conta dele, agora eu quero saber como é que as salas é da ACS se o deposito é na conta do presidente ????
o Soares colocou varios Sargentos para trabalhar na ACS
aquela sargenta da reserva Gilvania
o sargento Moraes
o sargento Oliveira
e varios outros
o Soares também esta fazendo descontos triplicados na conta dos sócios ai quando os sócios chegam pra saber de quem é culpado o Soares diz que é de um cara chamado Equistaine que tem uma loja também na ACS chamada ALPHATEC, e quando chegamos nesse Equistaine ele diz que é ordem que recebe " eu só faço fazer os lançamentos que me mandão fazer" é o que ele diz
esse cara é um lalau tem gente que se desligou daquela ACS que ainda depois de 6 meses vem sendo descontado na conta dos ex sócios
o vice presidente Rogers não anda mais lá
porque ninguém sabe
enfim aquela ACS está um verdadeiro LIXO
o Soares antes não tinha CARROS, CASAS, MERCADINHOS E ETC...
depois que assumiu a ACS ele tem tudo isso
além de ser corno também que eu soube que ele leva GAIA ate das amantes
alias aquela ACS está um verdadeiro come come
o presidente come uma recepcionista (não sera divulgado o nome dela para preserva-lá)
outro é um diretor chamado Gama que come mais outra funcionaria ( não será divulgado o nome dela nem o setor dela, porque no setor dela só tem ela que trabalha)
e os funcionários tratam mau os sócios
enfim é uma verdadeira bagunça

fica o alerta aquela ACS NÃO É A MESMA

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver