A prova da falta de efetivo‏ na PMAL

Só para demonstrar o que todos nós já sabemos e que os malas também sabem.
Suspeitos optaram pelo BB de Teotônio Vilela pela falta de policiamento
Dayvisson Rogério Idelfonsa de Bezerra e Daniel de Freitas Moraes foram presos no aeroporto de Maceió, quando tentavam fuga para Mato Grosso
A divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) apresentou, na tarde desta quarta-feira (24), em coletiva de imprensa realizada na sede da Polícia Civil, em Jacarecica, dois dos suspeitos do assalto contra a agência do Banco do Brasil no município de Teotônio Vilela, ocorrido na madrugada da terça-feira (23). Ambos foram presos no Aeroporto Zumbi dos Palmares, tentando embarcar para o Estado do Mato Grosso e, um deles, já teve várias passagens pela polícia sob a acusação de roubo a instituições financeiras e contra estabelecimentos comerciais.
Dayvisson Rogério Hidelfonso de Bezerra e Daniel de Freitas Moraes, ambos de 25 anos e naturais de Mato Grosso, teriam sidos os responsáveis pelo uso do maçarico e pelo recolhimento do dinheiro que fora furtado dos caixas eletrônicos destruídos na ação delituosa, respectivamente.
“O Daniel, inclusive, é maçariqueiro. Ele confessou que já trabalhou numa funilaria e tem experiência de manusear, com facilidade, a ferramenta. Os dois já foram ouvidos na Deic e admitiram envolvimento com o crime. No momento em que foram presos, a polícia, além de recolher maçaricos, pés-de-cabra, botijões de gás (que poderiam ser utilizados para provocar explosões), dentre outras ferramentas, também encontrou as roupas utilizadas no furto qualificado. Nas imagens do circuito interno do banco, é nítida a identificação das camisas que a dupla estava vestindo”, explicou a delegada Ana Luíza Nogueira, coordenadora da Deic.
Com Dayvisson e Daniel foram apreendidos R$ 9,3 mil. “Acreditamos que todo esse dinheiro foi furtado dos caixas eletrônicos. Até notas chamuscadas (com queimaduras em parte da cédulas) foram encontradas, situação que normalmente ocorre quando o maçarico é utilizado. É importante esclarecer que a dupla é experiente na prática criminosa e por isso conseguiu efetuar o furto tão rapidamente. O Daniel, por exemplo, já tem passagem pela polícia e responde por várias acusações de assaltos e furtos lá no Mato Grosso”, disse a delegada.
Crime foi planejado no MT
Ainda de acordo com a Deic, os acusados, após assumirem ter participado do crime, contaram que haviam chegado a Alagoas na segunda-feira, que teriam se hospedado numa pousada na Praia do Francês e que o furto havia sido planejado ainda no Mato Grosso. “Eles já vieram para cá com o plano orquestrado e confessaram ter estudado várias agências de Alagoas, antes de escolher a de Teotônio Vilela. Até disseram que optaram por aquele alvo porque o município teria poucos policiais fazendo a segurança na cidade. E eles não agiram sozinhos. Tem um homem, por enquanto apenas identificado como Adriano, que seria da Bahia, que também tem envolvimento no delito. Ele conseguiu foragir, mas, estamos com o nosso Serviço de Inteligência tentando localizá-lo”, garantiu a coordenadora d a Deic.
A prisão aconteceu com menos de 24 horas após a ocorrência do furto qualificado. Agentes da Seção de Roubo a Bancos da Deic foram informados, pela Polícia Federal, da atitude suspeita de dois homens que tentavam embarcar para o estado de Mato Grosso. De imediato, os policiais, que já estavam em diligências na parte alta da cidade, dirigiram-se para o Aeroporto Zumbi dos Palmares e reconheceram os acusados. Eles foram presos na hora e levados para a sede da Divisão.
Fonte: Gazetaweb (clique aqui)
Por fim, cabe uma última observação sobre a falta de efetivo: os soldados oriundos do atual concurso público somente estarão atuando depois de um curso de formação que terá, aproximadamente, 11 meses de duração. Logo, a sociedade praticamente só poderá contar com os novos soldados em 2014, pois a previsão de início do curso de formação está agendada para fevereiro de 2013.
Mas essa não é a maior preocupação, pois se levarmos em conta que Alagoas tem 102 municípios, e se dividirmos os 1.000 soldados pelos mesmos, teremos um reforço de menos de 10 policiais por município. O que na prática não dará para nada (fora o fato de que os novos policiais levarão uns dois anos para desenvolverem o tino policial). Se o governo não abrir 5 mil vagas para soldados nos próximos 3 anos, a coisa vai ficar muito pior – e os malas sabem disso. Enquanto isso, alheios à falta de efetivo, os nossos comandantes fazem as suas reuniões, como se delas fosse surgir a solução que venha a compensar a carência de policias nas ruas.
Senhores, precisamos eleger um Deputado Estadual para representar os nossos interesses.


17 comentários :

Anônimo disse...

eleger um deputado !!!!!!!!!! quem ? eu voto no bloqueiro do BRIOSA EM FOCO ,a proposito não sei quem é ele não pode aparecer .

SAMURAI disse...

NESSE MOMENTO TOMADO POR MINHA IRA CONTIDA NÃO CONSIGO ESCREVER NADA RELEVANTE PARA POSTAR AQUI, UM SÓ PENSAMENTO ME VEM A CABEÇA OLHANDO ESTA ÚLTIMA FOTO: BOMBA, BOMBA, BOMBA..., QUANDO CONSEGUIR AFASTAR ESSE PENSAMENTO, SE CONSEGUIR, VOLTO A COMENTAR.

SAMURAI

Anônimo disse...

Policial tem e muito... É so entrar em uma sala da burocracia no QCG ou em qualquer batalhão, tem 4, 5, 6 e até 7 pessoas por sala, dava pra fazer várias guarnições e colocar na rua pra combater o crime.

Anônimo disse...

QUE TAL SE ELEGERMOS O SOLDADO ÍTALO PARA DEPUTADO ESTADUAL?

Se a houvesse efetivo nas nossas Polícias, não precisaríamos da presença da FN disse...

Militares da Força Nacional acusados de truculência são afastados

Policial Civil instaura inquérito para averiguar acusações contra Força

Foram afastados temporariamente das funções os militares da Força Nacional acusados de abuso de autoridade por um agente da Polícia Civil de Alagoas. A informação foi repassada pelo coordenador da Força, capitão Edson Gondim, durante reunião com o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, e de representantes do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindipol).

Conforme nota divulgada pela Polícia Civil, "durante a reunião se buscou, por meio do diálogo, um entendimento entre as partes em questão, não deixando de se estabelecer medidas para apurar o incidente ocorrido".

Entre as medidas adotadas ficou definido, pelo delegado-geral, a abertura de inquérito policial para apurar o caso, que será presidido pelo delegado Leonardo Assunção, da Polícia Civil de Alagoas, designado em caráter especial.

“A reunião foi para buscarmos um entendimento entre as partes envolvidas sem, no entanto, deixar de tomar providências para que o caso seja apurado com rigor, dentro da mais completa legalidade”, disse o delegado-geral Paulo Cerqueira.

O Sindpol foi representado pelo presidente Josimar Melo, o vice Edeilton, e por outros diretores do sindicato.

Eu acho é tomi, eu quero é mais disse...

Homens invadem ônibus e fazem 'arrastão' com passageiros

Este é o segundo assalto a coletivo registrado pela Polícia Militar em 48 horas

Uma onda de assaltos a ônibus assusta a população maceioense. Nessa quarta-feira (24), os criminosos fizeram mais vítimas. Desta vez, eles invadiram um coletivo da empresa Massayó que fazia a linha Henrique Hequelman/Centro e roubaram pertences dos passageiros, além de todo o dinheiro que estava aos cuidados do cobrador. Este é o segundo dia consecutivo que a polícia registra assaltos a ônibus em Maceió.

Testemunhas relataram aos policiais da Radipatrulha que três homens armados invadiram o veículo, por volta das 10h50, próximo à Praça das Graças, no Centro de Maceió. Em seguida, eles renderam o cobrador e fizeram um “arrastão” com os passageiros, fugindo com todos os pertences roubados.

A empresa rodoviária não revelou o valor levado pelos assaltantes. A Polícia Militar foi acionada e realizou buscas na região, mas não conseguiu localizar os suspeitos.

Na terça-feira (23), outro caso semelhante foi registrado pela polícia. Na ocasião, o roubo aconteceu dentro de um coletivo da empresa Veleiro que fazia a linha Usineiro/Trapiche, quando o veículo já se aproximava do terminal rodoviário do Vergel do Lago.

Anônimo disse...

Sou um dos maiores críticos das matérias publicadas aqui neste blog.

Porém o conteúdo do meu comentário, desta vez, tem teor totalmente diferente.

Gostaria de, desta vez, parabenizar aos editores do blog, não só por esta matéria, mas também pela matéria anterior que fala sobre a passagem do Dr. Paulo Breda pela Presidência do CONSEG.

Realmente é este tipo de notícias que queremos ver neste blog. Informativa, de utilidade a classe e embasada com declarações oficiais.

Parabéns pelas atuais publicações.

Só mãos uma coisa. Melhor que elegemos um deputado é começar a tentar desenvolver projetos em busca de apoio popular e político. Pois apenas eleger um deputado, pode ser uma estratégia falida. Pois como na Assembleia tudo é aprovado por votação, nosso deputado pode ser uma voz isolada na casa. Mudamos a mentalidade das pessoas e políticos e depois tentamos eleger um deputado nosso.

Abraços!!!

GRUPO DE PESQUISA EM SEGURANÇA PÚBLICA - GPSEG disse...

ASSISTA O PROGRAMA SEGURANÇA EM DEBATE, NESTA QUINTA-FEIRA, DIA 25/10/12, ÀS 19H30, NO CANAL 16-TV FAROL (ABERTA), NO QUAL SERÁ DEBATIDO O TEMA:

O REDUZIDÍSSIMO NÚMERO DE PRESOS POR CORRUPÇÃO NO BRASIL

Para quem é assinante da Net, este programa será exibido no Canal 09 (Sem decodificador) ou no canal 08 (Com decodificador).

Existirão reexibições no restante da semana às 19h30.

Sócio da ASSOMAL disse...

Enquanto os nossos comandantes escondem o jogo quanto a totalidade do nosso efetivo, no vizinho Estado de Sergipe ocorre o contrário com o comando local:

Concurso para Polícia Militar ainda não tem data prevista

Comandante diz que há falta de policiais, mas situação está contornada

Da Redação

O esperado concurso para o preenchimento de 600 vagas da Polícia Militar de Sergipe ainda não tem previsão de acontecer. O edital está pronto, já foi encaminhado para análise da Secretaria de Estado do Planejamento (Seplag), porém falta o órgão retornar o processo para que possa ser divulgado a data de realização.

Enquanto ao concurso não é liberado, falta policiamento nas cidades de Sergipe. O comandante geral da Polícia Militar, coronel Maurício Iunes (foto), confirma a deficiência de efetivo, mas diz que o problema está sendo contornado com o remanejamento de policiais da parte administrativa para a ronda, além de convocar os policiais para o trabalho, com pagamento através da Gratificação por Atuação em Eventos (Grae).

Quando for oficializado o concurso público, serão destinadas 540 vagas para homens e 60 para mulheres.

Fonte: F5news.

___
Precisamos eleger um Deputado Estadual

Anônimo disse...

E a secretária se reuniu ontem com os deputados da ALE pra dizer que a segurança em ALADROAS está de vento em popa... Só se ela for fe Marte, kkkkkkkkk

Anônimo disse...

DEPUTADO, mas quem? O Simas, Fragoso ou o Teobaldo comedores de bola? Não. Se topasse eu apoiaria o sd doido do Velames que além de ser corajoso e não se dobrar aos desmando dessa ditadura da PMAL agora já não é mais militar e pode nos representar sem medo de nada nem de ninguém.

Anônimo disse...

E essa Regina Mickey Mouse pensa que vivemos na Disneylandia e que tudo é de brincadeira. Quer fazer-nos a nós PMs e o povo acreditarem mentiras, está se portando igual ao ministro das comunicações de Hitler que diz: "uma mentira dita 100 vezes se torna verdade. Faça o seguinte, secretária, VC e o Téo aluguem uma casa na periferia e morem lá durante um mês, se conseguir, é claro... Ah, e sem segurança.

Emergência 190 disse...

A 'moda' dos assaltos a bancos em Alagoas, continua

Emergência 190

Por: Antonio C Melo

Na mesma semana que a Polícia Civil (PC) de Alagoas anunciou as prisões de integrantes de duas quadrilhas de assaltantes de bancos, denominadas como as mais articuladas e que contavam com integrantes de outros Estados, alguns que quando apresentados em entrevistas coletivas, negaram qualquer ligação com os crimes imputados a eles – como sempre vem acontecendo com os considerados assaltantes de bancos apresentados pela polícia alagoana – uma nova agência bancária é vitima do mesmo modo operantis praticados contra outras instituições bancárias no Estado.

Era por volta de 1h30 da madrugada desta sexta-feira, (26), quando um grupo de criminosos, formado por cerca de oito homens explodiram dois caixas eletrônicos do Banco do Brasil (BB), localizado na Avenida Getúlio Vargas, no Centro da cidade de Rio Largo, na Grande Maceió.

A explosão acordou parte dos moradores que residem no Centro da cidade. A ação foi rápida e rendeu aos criminosos o dinheiro que estavam em alguns dos terminais.

Alertados pela população, equipes do 8° Batalhão de Polícia Militar (8° BPM), foram ao local, mas ao chegarem só encontraram o local destruído pelas dinamites.Outros artefatos também foram encontrados no setor de auto-atendimento do banco, ms que por algum motivo ainda desconhecido, não explodiram.

Os bandidos aproveitaram o apagão, que atingiu diversas cidades alagoanas, durante a noite e a madrugada e praticaram o crime. A dúvida é em relação se o assalto foi filmado pelas câmeras de segurança do banco. A polícia acredita que devido ao apagão, o circuito de filmagem estava desligado.

Durantes as buscas foi localizada uma caminhonete Nissa Frontier de cor preta, placa NMI 3170/AL, capotada em um dos trechos da AL-210, na zona rural do município. O carro, na avaliação dos policiais pode ter sido usado pelos criminosos que devem ter usado um outro veículo para continuar a fuga.

Somente este ano, contando com este novo crime, 56 agências bancárias em Alagoas, foram vítimas de assaltos, arrombamentos seguidos de assaltos e saidinhas de banco. Em três ofensivas criminosas, três pessoas foram mortas pelos bandidos. O último arrombamento seguido de assalto foi registrado no inicio desta semana contra a agência do BB na cidade de Teotonio Vilela, Agreste do Estado. Dois homens foram presos no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Maceió, quando se preparavam para viajar para o Mato Grosso. Deyvsson Hildefonso de Bessa e Daniel de Freitas Moraes, ambos de 25 anos, durante entrevista coletiva, negaram que tenham participação no crime.

Obrigado por tanta incompetência, Comandantes e Governador disse...

Sete são baleados na Grande Maceió em menos de um dia

Quatro das vítimas morreram no local do crime; outro homem foi apedrejado e agredido a pauladas na capital

Em um dia de violência na região metropolitana de Maceió, sete pessoas foram baleadas apenas entre as 11h desse sábado (27) e as 4h deste domingo (28), segundo relatório divulgado pelo Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods). Quatro das vítimas morreram no local do crime.

Entre os crimes, apenas um não foi registrado em Maceió, mas no município adjacente de Pilar. David dos Santos Filho, de 37 anos, foi atingido no abdômen e nas costas à margem da BR-101, próximo à Usina Terra Nova. Após o crime, ele foi socorrido e levado ao Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

Já entre as vítimas fatais está Douglas Marcelo de Mendonça, de 20 anos. Ele foi atingido por diversos tiros na cabeça, nas costas, nos braços e nas pernas. O homicídio aconteceu na Rua José Miguel, no bairro de Chã da Jaqueira, onde a vítima morava.

Além dos sete baleados, outra tentativa de homicídio foi registrada. Luciano dos Santos Lima, de 26 anos, foi apedrejado e fortemente agredido a pauladas na Travessa Tapuã, no bairro do Jacintinho. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e conduzido ao HGE, situado no Trapiche da Barra.

Anônimo disse...

Pessoal, eleger um deputado miliciano e comprometido com nossas causas ( e não com suas próprias)seria um passo importante. Mas quem? esses últimos está provado que não servem. Soube de um comentário na tropa que está surgindo um nome que poderá nos representar muito bem. Se for quem eu ouvi ele poderá nos unir em torno de seu nome. Vamos esperar.

Anônimo disse...

Anônimo diz: É até quando esse governo vai, eles não tem interesse em dar segurança a população, só querem saber de metas, como se nós PMs fossemos empresa privada, que os fucionários tem que atingir a meta no final do mês, caso contrário pode perder o emprego, más no final do ano quando atingem a meta eles tem participação no lucro da empresa, além das horas extras que ganham quando passam do horário que é muito difícil, na PM tem que entregar um MAPA DE ABORDAGEM, com 20 nomes no mínimo, TCO, ARMAS entre outras exigências adotadas pelo Cmt do CPC, obviamente determinada pelo Cmt Geral, enquanto o PM, não pode adoecer, porque tem que cumprir o expediente no outro dia, escalas extras, horas extra, sem adicional noturno e ainda tendo que engolir a Força Nacional, que vem para car ganhando rios de dinheiro para fazer um serviço que nós tiramos de letra, fora os Policiais que é obrigado a fazer bico para completar os seus venciimentos para poder dar uma vida dígna a seus familiares. Esse Governo só vai realmente tomar vergonha na cara, quando nós deflagramos um verdadeira paralização sem tempo determinado, eui quero ver se esses comandantes teraim coragem de incarar uma Tropa insatisfeita como estamos. É hora de nos unirmos e parar de vez, quero ver se tem força nacional ou tropa federal que segure as Políciais Militares e Civies. Paralisação Neles já.

Anônimo disse...

pessoal o cadastro reserva do cfo 2012 será todo chamado?

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver