Caça-níqueis, omissão, furadas

Faz mais de quatro anos que a primeira equipe da Força Nacional (FN) chegou a Alagoas, mas até então “eles” ainda não fizeram jus às gordas diárias que recebem, pois as suas ações quando não são no sentido de agredir a população (ou até mesmo nós, os policias da casa), se mostram ineficientes, sem – de fato – fortalecer a defesa da sociedade ou colaborar com os trabalhos das polícias do nosso Estado.
E por mais que se inventem operações policiais, dezenas de mandados de busca e apreensão, onde até são apresentados grupos de criminosos “rafa mé”, nada disso justifica o que o Governo Federal tem investido no combate à criminalidade aqui de Alagoas.
Diante de tantos investimentos cujos resultados não são nada “profícuos” ou “exitosos”, o governo teima, insistindo em dizer, e até mesmo contradizendo as evidências, que “a presença da Força Nacional em Alagoas dá mais segurança às áreas que apresentam alto risco”, as quais, há décadas, nos revelam um histórico de situações graves de violência.
Atualmente Alagoas conta com cerca de 120 policiais da FN (entre policiais civis e militares), mas, em contrapartida, somente em relação aos seus militares, cedeu um número superior ao que recebeu. Do efetivo da FN em terras alagoanas, 45 policiais e seis peritos compõem a Polícia Judiciária, ou seja, temos algo em torno de 75 militares para fazer o policiamento preventivo.
E ainda há quem diga que “o pessoal da Força esteja fazendo um bom trabalho”. Sendo assim, vejamos a seguinte informação divulgada nos sites oficiais do Governo do Estado: Nos primeiros seis meses deste ano, segundo os dados oficiais, os policiais da FN abordaram quase 29 mil pessoas, mas apreenderam somente 72 armas e pouco mais de 20 quilos de drogas. Quanto aos veículos, 43 foram apreendidos e 232 máquinas caça-níqueis apreendidas. Ou seja, o forte deles é “caça-níqueis”.
Em contra partida, o que os policiais alagoanos tem feito, apesar da falta de incentivo e motivação, não é revelado pelo governo. Afinal, “nada pode ofuscar a presença da Força Nacional em Alagoas”, que precisa mostrar serviço.
Senhores, esse pessoal da Farça Nacional somente está aqui a passeio. Quase todos os policiais que compõem o Efetivo da FN querem vir para Alagoas porque aqui o custo de vida é baixo e a possibilidade de confronto com marginais é pequena, em relação a outras Unidades da Federação.
Eles não estão preocupados com os nossos problemas. Aliás, eles até estão contribuindo com a violência em nosso Estado. Ontem, sábado, dia 10 de novembro, por exemplo, por volta das 16 horas, Daniel Bruno dos Santos, 23 anos, que residia no Conjunto Demorisvaldo Targino Wanderley, na cidade de Rio Largo, na Grande Maceió, foi assassinado com vários disparos de arma de fogo. No mesmo horário, dessa vez no Bairro do Stella Maris, Maceió, um jovem de 18 anos identificado como Alexandre dos Santos foi preso acusado de furtar duas bicicletas e tentar furtar uma motocicleta de 50 cilindradas, modelo Shineray, do estacionamento de um supermercado. Além do crime de furto, o marginal foi acusado de corrupção de menores; isso, porque ele estava usando um garoto de 9 anos como “vigia”, nas suas ações criminosas. Ainda por volta desse mesmo horário, o pedreiro desempregado Antônio Francisco da Silva Júnior, 31 anos, residente nas proximidades do “Campo do Vasco”, no Jardim Petrópolis, parte alta de Maceió, foi assassinado por três indivíduos não identificados.
Alheios a esta realidade, “no mesmo horário”, isto é, por volta das 16 horas do sábado, o pessoal da Força Nacional se deleitava com um saboroso rodízio de carnes, na Churrascaria Gaúcha, assistindo a um dos jogos da Série B do Brasileirão.
Segundo o pessoal da churrascaria, “eles sempre vem aqui”. Mas o detalhe maior não esse, pois segundo o garçom, “é tudo na base do 0800, para os meninos”, ou seja, na base da furada.
Enquanto isso, os policiais dos Batalhões de área da capital têm de se contentar como o rancho desgraçado da PM, pois nem mesmo podem entrar em um restaurante para comprar uma quentinha de vergonha, ao contrário da FN, quem além da furar, ainda almoça no local.
Precisamos eleger um Deputado Estadual para representar os nossos interesses!

14 comentários :

Anônimo disse...

INFELIZMENTE ESSE É O RETRATO DE ALAGOAS,NOSSO GOVERNADOR NÃO TA NEM AI PARA O POVO. NÃO PRECISAMOS DE FORÇA NACIONAL EM NOSSO ESTADO , PRECISAMOS É QUE NOSSOS POLICIAIS SEJAM VALORIZADOS,COISA QUE NESSE GOVERNO NUNCA VAI EXISTIR...

Anônimo disse...

HOMI VÃO ARRUMAR O Q FAZER E SE PREOCUPAREM VCS MESMOS COM O PRÓPRIO ESTADO Q NEM ISSO FAZEM TBM. FIKEM AI MARCANDO PASSO. BANDO DE OTÁRIOS. TÃO EH C INVEJA PQ SÃO SE MOBILIZAM P SAIREM DO CANTO E MELHORAREM O BOLSO. QM TIVER TEM MAIS EH Q DESENROLAR P IR P FN MESMO E GANHAR UM TROCO A MAIS EM VEZ D ESPERAR CAIR DO CÉU.

Anônimo disse...

Cadê os 2% deste mês que ninguem comenta, cade a tabela de realinhamento que ninguem comenta? quanto vai ser o aumento do ano que vem e o realinhamento? cade? cade? cade?

Anônimo disse...

Gostaria de saber por que quem viu não fotografou e não fez uma denúncia na hora para o 181 de corrupção dos Farças Nacionais, pois até onde sei isso é corrupção. Vamos pagar na mesma moeda, persegui-los em seus erros a todo custo, processá-los, fazer queixa-crime, denúncia na corregedoria geral de justiça, fazê-los sentir na pele o que é ser Alagoano e ensiná-los a respeitar os colegas de farda. Agora caceta, levam tromba e ficam aqui no site reclamando, vão mudar o quê?

Anônimo disse...

SINCERAMENTE NÃO SEI PORQUE RECLAMAM CADA POVO TÊM O GOVERNANTE QUE MERECE,E AINDA POR CIMA ELEGEM UM PREFEITO DOMESMO GOVERNADOR QUE BOTA PRA EMPENAR NOS PM´S TODO CASTIGO PARA VOCÊS SÃO POUCO.

Anônimo disse...

O próprio Gilmar Batinga tem 0800 alem de furão, por que a força nacional não?, inveja mata, agora que convalesço em varias com 0800 SGT FN.

Anônimo disse...

oxente bixinho, além de R$.10.000,00 na conta corrente, ainda tem almoço 0800, po rr aa, é isso que revolta, se eu pego um desses carras no escuro, tiro veio, vou mandar pelo menos um de volta no caixão

Anônimo disse...

SE FOSSE 92 NEGROS MORTOS OU 92 GAYS MORTOS, TODOS OS CANAIS DE REPORTAGENS E ORGÃOS DE DIREITOS HUMANOS DO BRASIL E DO MUNDO ESTARIAM SE PRONUNCIANDO, JÁ TERIA TIDO PASSEATAS NO BRASIL E NO MUNDO, COBRANÇAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS, MAIS COMO SÃO APENAS 92 POLICIAIS, NINGUEM FAZ NADA, NINGUEM FAZ PASSEATA, OS DIREITOS HUMANOS NÃO SE PRONUNCIAM, AS NOTAS NA IMPRENSA SÃO ÍNFIMAS E NÃO HÁ PRESSÃO NACIONAL E INTERNACIONAL A RESPEITO DAS 92 MORTES DE POLICIAIS. SOMOS POLICIAIS MILITARES, PORTANTO DESCARTÁVEIS PARA A SOCIEDADE.

Anônimo disse...

SE FOSSE 92 NEGROS MORTOS OU 92 GAYS MORTOS, TODOS OS CANAIS DE REPORTAGENS E ORGÃOS DE DIREITOS HUMANOS DO BRASIL E DO MUNDO ESTARIAM SE PRONUNCIANDO, JÁ TERIA TIDO PASSEATAS NO BRASIL E NO MUNDO, COBRANÇAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS, MAIS COMO SÃO APENAS 92 POLICIAIS, NINGUEM FAZ NADA, NINGUEM FAZ PASSEATA, OS DIREITOS HUMANOS NÃO SE PRONUNCIAM, AS NOTAS NA IMPRENSA SÃO ÍNFIMAS E NÃO HÁ PRESSÃO NACIONAL E INTERNACIONAL A RESPEITO DAS 92 MORTES DE POLICIAIS. SOMOS POLICIAIS MILITARES, PORTANTO DESCARTÁVEIS PARA A SOCIEDADE.

Anônimo disse...

cadê o aumento de 2% que ninguem fala do acordo dos 7%? Cade a exposição da tabela de realinhamento, que não sabemos de nada e é mantida em segredo pelas associações?

Anônimo disse...

92 herois mortos por serem policias militares, por escolherem a profissão de proteger e salvar vidas, por serem bravos guerreiros, por serem pessoas honradas, cumpridora de seus deveres, por terem como objetivo proteger a sociedade. Em Nova York, a tolerencia para quem mata policial é zero, bandido matou policial, vai morrer. No Brasil quando um bandido mata um policial e é preso, os direitos humanos os coloca isolados, em cela especial para que não sofra maus tratos. No morro esses bandidos viram heróis por ter matado um policial. Aqui quando os colegas vingam a morte do companheiro, são filmados e denunciados publicamente, respondem processo, são expulsos e daí se revoltam e viram bandidos, se vingando agora da sociedade. Nossa profissão, POLICIAL MILITAR, atualmente é a mais cruél e a mais difícil, pois temos que tentar DRIBLAR PUNIÇÕES POR PERSEGUIÇÃO NO AMBIENTE DE TRABALHO, PUNIÇÕES ADMINISTRATIVAS, PUNIÇÕES DISCIPLINARES, PUNIÇOES PENAIS, PUNIÇÕES SOCIAIS, PUNIÇÕES MORAIS. E para suportar todas essas pressões, temos que nos defender dos BANDIDOS QUE TEM POR OBJETIVO NOS MATAR. É a dura realidade da profissão POLICIAL MILITAR que escolhemos por amor, que exercemos por dedicação e vocação. SOMOS HEROIS POIS ENFRENTAMOS UMA GUERRA DECLARADA DE TODOS OS LADOS E SETORES DA SOCIEDADE, ENFRENTAMOS UMA GUERRA DECLARADA INTERNA ATRAVÉS DE COMANDANTES CORRUPTOS E SEM ESCRÚPULOS E ENFRENTAMOS UMA GUERRA CIVIL COM A BANDIDAGEM. SOMOS HEROIS EM SOBREVIVER A TODAS ESTAS MAZELAS E SOMOS HEROIS QUANDO TOMBAMOS POR CAUSA DESSAS MAZELAS. POLICIAIS MILITARES, TODOS SOMOS HERÓIS.

Anônimo disse...

É o plano de segurança que o TéoNÓQUIO e a Regina Mickey Mouse nos empurraram.

ATENÇÃO POLICIAIS DE SÃO PAULO! disse...

PORTARIA Nº 8678/2012

O Desembargador IVAN RICARDO GARISIO SARTORI, Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais,

CONSIDERANDO a crescente criminalidade no Estado, em relação a crimes contra a pessoa, notadamente contra a vida de policiais civis e militares, e contra a incolumidade pública;

CONSIDERANDO que a prática reiterada desses atos criminosos vem disseminando pânico e sensação de insegurança na sociedade, a par de afrontar os Poderes constituídos;

CONSIDERANDO que o Poder Judiciário, guardião da Constituição Federal e dos direitos fundamentais do cidadão, deve garantir a todos a inviolabilidade, dentre outros, do direito à vida, à liberdade e à segurança (art. 5º, caput, Constituição Federal);

CONSIDERANDO que o Poder Executivo Estadual, por meio das Secretarias da Segurança Pública e da Administração Penitenciária, já vêm adotando medidas para preservação da ordem pública, da incolumidade das pessoas, do patrimônio e da disciplina carcerária;

CONSIDERANDO a imprescindibilidade de atuação conjunta e harmônica dos Poderes e Instituições do Estado, de modo a que, preservada a independência de cada um, sejam resguardados os valores constitucionalmente previstos;

CONSIDERANDO, por fim, a necessidade de instituição de um órgão, no âmbito do Tribunal de Justiça de São Paulo, para enfrentar e solucionar, de forma célere, situações decorrentes do apontado quadro, relacionadas à Segurança Pública e à Administração Penitenciária;

RESOLVE:

Art. 1º Instituir Gabinete Criminal de Crise no Tribunal de Justiça - GACC, presidido e coordenado por esta Presidência do Tribunal de Justiça, que funcionará no Palácio da Justiça, sede principal do Poder Judiciário do Estado.

Art. 2º Integrarão o Gabinete de crise, mediante designação desta Presidência e respeitado o princípio do juiz natural:

I – um Juiz Assessor da Presidência, que será o seu gestor;

II - um Juiz Assessor da Corregedoria Geral da Justiça;

III – o Juiz Corregedor do Departamento de Inquéritos Policiais (DIPO) e, se necessário, Juízes oficiantes naquela unidade;

IV – Juiz ou Juízes de Execuções Criminais (DECRIM).

V – Juiz ou Juízes no exercício da jurisdição criminal.

§ 1º Os Juízes Assessores da Presidência e da Corregedoria Geral da Justiça terão funções exclusivamente administrativas e de assessoramento ao Gabinete.

§ 2º Em razão da necessidade do serviço, esta Presidência poderá designar outros Juízes de Direito para atuar nas Regiões Administrativas, em função do Gabinete de crise, e auxiliar em Varas da Capital e do interior.

Art. 3º Desde que observada relação com a crise tratada, a juízo dos membros do Gabinete e a partir de requerimento ou representação específica do Ministério Público, autoridade policial ou administrativa competente, fica estabelecida a competência desse Gabinete nos seguintes termos:

I – Jurisdicionalmente:

a) decretar medidas cautelares pessoais e reais e medidas assecuratórias,
b) autorizar a transferência de presos para presídios de segurança máxima, inclusive federais, e deliberar sobre a inclusão de presos no regime disciplinar diferenciado (RDD);

II – Administrativamente:
a) apoiar e assessorar os Magistrados do Estado de São Paulo, quando necessário e mediante provocação, nas questões afetas ao Gabinete de crise;
b) atuar como órgão de interlocução entre o Judiciário e as Secretarias da Segurança Pública e da Administração Penitenciária ou outro órgão administrativo especificado pelo Governo do Estado.

Art. 4º A Comissão de Segurança Pessoal e de Defesa das Prerrogativas dos Magistrados e os Gabinetes Militar e da Polícia Civil desta Presidência darão todo apoio ao Gabinete Criminal de Crise.

Art. 5º Concitar-se-ão, mediante ofícios, a Procuradoria Geral de Justiça, a Defensoria Pública Estadual e a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, Seção de São Paulo, a designarem representantes junto ao Gabinete.

ATENÇÃO POLICIAIS DE SÃO PAULO! disse...

Art. 6º O Gabinete perdurará por 120 dias, com possibilidade de prorrogação.

Art. 7º Esta Portaria entrará em vigor na data de sua disponibilização.

Registre-se. Publique-se. Cumpra-se.

São Paulo, 07 de novembro de 2012.

(a) Des. IVAN RICARDO GARÍSIO SARTORI, Presidente do Tribunal de Justiça


A Presidência do Tribunal de Justiça, nos termos do artigo 2º da Portaria nº 8678/2012, DESIGNA os Magistrados que integrarão o Gabinete Criminal de Crise (GACC):

- Rodrigo Capez, Juiz Assessor da Presidência e gestor do Gabinete Criminal de Crise

- Jayme Garcia dos Santos Júnior, Juiz Assessor da Corregedoria Geral da Justiça

- Kleber Leyser de Aquino, Juiz Corregedor do Departamento de Inquéritos Policiais (DIPO), sem prejuízo da jurisdição atual

- Tiago Henriques Papaterra Limongi, Juiz de Direito em exercício na 5ª Vara de Execuções Criminais da Capital, sem prejuízo da jurisdição atual.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver