O Tucano e a Galinha

O governador de São Paulo deu o mote aos outros governadores: se a situação política de seu Secretário de Estado não se sustenta, então é melhor você trocá-lo, porque o interesse público está em primeiro plano e é maior do que os “calores” e “amores” pessoais.
O Poder Executivo não é casa de guarida de secretário incompetente – como o Dário César, claramente deixado no cargo por puro e indisfarçável apadrinhamento do “chefe”.
O governador não tem o direito, menos ainda a prerrogativa, para abrir as asas e servir de chocadeira de luxo do seu secretariado. Alagoas é mais importante. O secretário é só um detalhe passageiro.
Será que não tá mais do que na cara a situação de urgência urgentíssima da violência em Alagoas?
Quando a situação complicou-se, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin – ao contrário do governador Téo Vilela –, exonerou o secretário de segurança Antônio Ferreira Pinto, no dia 21 deste mês.
Até que o secretário vinha dando conta do recado, e olhe que há sete anos, mas, com o crescimento da violência em solo paulista, despencou do cargo. Era um bom secretário, mas, jogador que não tá rendendo, deve voltar para o banco de reserva.
Mas aqui, ah, aqui não. Aqui quem manda é o “patrão”.
A violência cresceu tanto no Governo de Vilela que essa “capitania hereditária” é hoje considerada a capital mais violenta do país, e está entre as três mais violentas do mundo.
Mesmo com todos os assassinatos em São Paulo, Alagoas continua na liderança do ranking macabro, pois em número de homicídios, quando considerada a proporção de habitantes dos dois Estados, nossa província levanta a taça.
Todos os fatos e estatísticas da violência em Alagoas apontam contra o nariz do secretário Dário César. Mas, “ele fica”.
“SITUAÇÃO GRAVE”
O governador Alckmin, com grande acerto, assumiu publicamente que a situação da violência em São Paulo é “muito grave”. Enquanto isso, o frio cara-de-pau Téo Vilela faz propaganda de arremedo de “base comunitária” no horário nobre. Nos comerciais palacianos do governo alagoano, é possível ver os “nossos” policiais bem fardados e felizes da vida patrulhando ruas. É como se tudo estivesse uma maravilha.
Além de não admitir a “situação grave” em Alagoas, a mudança do Secretário de Segurança é como uma verdade evangélica na cabeça do governador: simplesmente imutável. Para séculos sem fim, amém.
É por isso que muita gente na tropa cochicha pelos corredores que por trás (ops!) dessa teimosia do governador em segurar Dário César tem coisa “cabeluda”, e grande.
OMBRIDADE
Não podemos seguir nessa postagem sem trazer à baila elogio à postura do secretário substituído em São Paulo, porque ele colocou o cargo à disposição do governador Alckmin, até mesmo para preservar a autoridade e liderança do governante.
Mas seria muito esperar de Dário César a mesma atitude séria, responsável e sensata de pedir exoneração do cargo por incapacidade pessoal de gerir a pasta.
O insensato Dário quer ficar no cargo, mesmo com todas as cagadas da desastrosa gestão. Ele não liga para a desgraça política do governador. Como todo deslumbrado pelo poder, Dário César se esqueceu da importância pública e social da função que exerce. Esqueceu o fim social do cargo de secretário. Aliás, esqueceu não, na verdade ele nunca ligou pra isso mesmo.
TUDO PODE FICAR PIOR
Antes de alguém achar que nós estamos falando alguma bobagem ou mentira, analise primeiro a “gravidade” da situação na gestão Dário César:
– A violência explodiu no Estado inteiro (são quase 2.000 homicídios até agora);
– mais de 90% dos crimes de homicídios ficam sem solução;
– Virou coisa corriqueira os bandidos invadirem unidades militares, renderem policiais e levarem as armas, desmoralizando o sistema;
– Alagoas viu chegar tipos de crimes que não eram vistos aqui, como as explosões e roubos a caixas eletrônicos em plena luz do dia;
– As quantidade de drogas aumentou para o nível do absurdo;
– O contrabando de armas corre solto e impunemente;
– Os roubos de carros batem recordes;
– Os escândalos sobre licitações na SDS pipocam aqui e acolá (aliás, entram por um ouvido do Ministério Público e saem pelo outro);
– Ordens judiciais são descumpridas abertamente;
– Assistimos o sucateamento das polícias, a desmotivação dos policiais, a loucura das escalas de 12x36, a vigência da “greve branca”, a corrupção nos quartéis que recebem dinheiro de empresários para “proteger” o patrimônio privado;
– Verbas federais retornam à União porque não existem projetos para aplicação dos recursos;
– Chegamos ao ponto de a Justiça mandar prender o Comandante Geral da PM, tachado de “fora-da-lei”, e o secretário cinicamente não deu qualquer explicação à sociedade.
A lista é gigantesca. Mas, apesar dela, nós não conhecemos da Secretaria de Defesa uma única ação planejada, pensada, articulada e ampla, com potencial para atenuar a situação vergonhosa da violência e da criminalidade nas Alagoas.
MEU PINTINHO AMARELINHO
Então, senhores, ao passo que o Governador de São Paulo, pensando no interesse da sociedade e agindo como verdadeiro homem público, substituiu o Secretário de Segurança, o Governador de Alagoas prefere proteger embaixo das asas o incompetente Dário César.
E se aspa todo para defender seu “pintinho amarelinho” quando ele é ameaçado no cargo. Aí, meu véi, o secretário canta de galo.
Considerando a ótica do PSDB, Geraldo Alkmin agiu como um verdadeiro tucano. Entretanto, se fosse depender das atitudes do Governador de Alagoas – que também é do PSDB – o símbolo do partido fatalmente trocaria de ave.
Resumo da ópera: “Enquanto São Paulo vai bem de tucano, Alagoas que se dane com sua galinha...”
(Cocoricó...)
Precisamos eleger um Deputado Estadual para representar os nossos interesses!

6 comentários :

Cidadão disse...

Bela visão política, estão de parabéns os autores ou autor da matéria. Nessa Alagoas sem líder de verdade, é prática comum colocar os interesses particulares, as amizades e a parentada acima dos interesses sociais. O governo de São Paulo já começou a tomar medidas que a gente percebe que vão dar resultado a médio e a longo prazo. O governador de Alagoas tá na inércia desde que assumiu. A gente imaginava que o judiciário agia por provocação e o executivo de ofício. Mas nem isso, quanto mais se cutuca o Téo Vilela, menos ele se mexe. governadozinho infeliz esse, viu? ô desgraça...

Anônimo disse...

O Secretário de Estado de Gestão e Planejamento no uso das atribuições que lhe confere a Lei Estadual nº. 17.257, de 25 de janeiro de 2011, torna público, para conhecimento dos interessados, a realização de Concurso Público para o Curso de Formação de Praças da Polícia Militar do Estado de Goiás com 1.100 vagas:

Soldado - Combatente (945 masculino e 105 feminino);

Soldado - Músico (45 masculino e 5 feminino);

Remuneração:

Soldado 3ª classe - subsídio de R$ 1.841,11

Soldado 2ª classe - subsídio de R$ 2.971,95

Soldado 1ª classe - subsídio de R$ 3.276,58

SOLDADO GANHANDO R$ 3.276,58

Anônimo disse...

POLÍCIA MILITAR DE RORAIMA ( UM DOS ESTADOS MAIS POBRES DO BRASIL)

Os aprovados nas quatro etapas do concurso ingressarão no Curso de Formação de Soldados (CFSD), que será realizado na Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago (APICS) com duração mínina de seis meses. O candidato ingressará no curso de formação na qualidade de Soldado PM 2ª Classe com bolsa formação no valor de R$ 1.680,61. Após o término do curso, o aluno soldado será promovido à graduação de Soldado PM 1ª Classe com salário bruto de R$ 2.433,67.


Anônimo disse...

SALARIOS DE SOLDADO PRIMEIRA CLASSE DAS PPMM

AMAZONAS - R$ 2.551,00

PARÁ - R$ 2.253,20

RONDONIA - R$ 2.913,66

TOCANTINS - R$ 3.057,76

BAHIA - R$ 2.557,37

CEARÁ - R$ 2.638,61

MATO GROSSO -2.739,33

SERGIPE - R$ 3.306,96

E NÓS? CADE A NOVA TABELA, DE QUANTO VAI SER O PRÓXIMO AUMENTO, A MAIORIA DAS POLICIAS JÁ ULTRAPASSARAM NOSSOS SALARIOS E OUTRAS QUE NÃO ULTRAPASSARAM PAGAM AUXILIO ALIMENTAÇÃO ( EX. MARANHAO, PERNAMBUCO E PARAIBA) EM TORNO DE R$ 250,00 A R$ 320,00. E TRABALHAM 24X72 E NÓS ? MÍSEROS R$ 2.200,00 É HORA DE AQUARTELAR, PENSEM NISSO.

Anônimo disse...

BOMBA NOS SALARIOS DA PMAL

Sou da DF e os 2% do acordo para novembro não foi e nem será implantado, novamente fomos enganados, sabe porque? Porque deixamos fazer o que querem conosco.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver