José Lima Silva (outra estatística...)

Natal, época de trocar presentes, fazer confraternizações... Época em que a maioria de nós se esforça para encontrar presentes dos quais os amigos e a família gostarão. Para muitos de nós este será um belo, um Feliz Natal, mas para a família de um “Silva” uma estrela não á de brilhar.
Há exatos 30 dias o policial militar, da reserva, José Lima Silva, 55 anos, foi assassinado porque continuava ajudando a polícia a investigar os casos de tráfico de droga em Coruripe. Na ocasião, após voltar de sua caminhada matinal, o cabo foi morto com vários tiros dentro de casa, na frente da sua esposa, no povoado Pontal de Coruripe, no município de Coruripe.
Um mês após o episódio, quase todos esqueceram o ocorrido. O Comandante da PMAL não toca no assunto, a “P2 do Gilmar” não caiu em campo, a Farsa Nacional não sabe nem do que estamos falando, a Polícia Civil continuará desempenhando o seu papel, mas a família do militar assassinado – que ainda não está com a pensão regulamentada por conta da burocracia – continuará com ele na lembrança.
Certamente o Cabo Lima não fará nenhuma falta para a PMAL, haja vista que já estava aposentado e não iria desfalcar as famigeradas escala de serviço do dia a dia (em especial as do período festivo, com ênfase para as escalas de fim de ano). Porém, no seio da sua família e nas confraternizações em que ele se faria presente, sua falta será sentida.
Há muito tempo estamos alertando para dois fatores cruciais em nosso Estado: de um lado, a vulnerabilidade a que estamos expostos; de outro, a ousadia dos bandidos. Todos nós sabemos que as facções criminosas do sudeste do país estão com bases em Alagoas. A Polícia Civil sabe que o elemento que assassinou o Cabo Lima (um tal de “Pataca”) tem laço com uma dessas facções. Por sinal, a ousadia desses elementos é tamanha que eles até já deram ordem para que fossem assassinados outros dois policiais.
Por falar em ousadia, vejam só essa matéria:
PMs pedem clemência a criminosos para não morrer
Na madrugada deste sábado (22.12), três policiais militares ficaram feridos durante uma troca de tiros com 12 bandidos, no município de Cachoeira, a 130 km de Salvador. Baleados, os policiais tiveram de pedir aos criminosos que não os matassem.
Segundo informações da delegacia, os três PMs faziam uma ronda noturna por volta das 2h quando foram fechados por um veículo com homens armados. Em seguida, outros dois veículos com criminosos cercaram os policiais. Houve uma intensa troca de tiros.
Em menor número e com armas de menor poder de fogo do que os criminosos, os policiais ficaram no centro do tiroteio. A viatura ficou destruída. Os três acabaram sendo baleados: um no braço, outro na virilha e um terceiro foi atingido de raspão na cabeça.
Feridos, os policiais se renderam enquanto os bandidos ameaçavam matá-los. Ainda de acordo com a Polícia Civil, os bandidos deixaram os PMs no local e fugiram levando as armas dos policiais, três pistolas e uma metralhadora, os coletes à prova de balas, além da munição. Os policiais pediram socorro a um veículo que passava no local do atentado e foram levados para um hospital no município de São Félix. Eles foram transferidos para o Hospital Emec em Feira de Santana. O estado de saúde de uma das vítimas é considerado mais grave.
Fonte: Bocão News via Aspra/Bahia (clique aqui)
Senhores, o Governo do Estado e os gestores das polícias têm de repensar a Segurança Pública. Não dá para continuarmos sendo desafiados ou assassinados por estes elementos. A força e a lei estão do nosso lado. Só nos resta sabermos como vamos utilizar isso. Não se admite mais fazer Segurança Pública apenas orquestrando as ações de dentro de uma sala fria, longe do calor dos acontecimentos.
Quase todos os projetos apresentados ao longo dos últimos anos se mostraram ineficazes para combater a criminalidade. E para acabar de completar, a Diretoria de Apoio Logístico – DAL, está com 300 mil munições calibre .40, que deveriam ter sido usadas no treinamento da tropa (ao longo deste ano), se perdendo, isto é, com o prazo de validade expirando agora em dezembro, porque as munições não foram destinadas para o treinamento da tropa. Inobstante a isso, “enlataram” a Radiopatrulha.
Explico: quando o, à época, Capitão Gilmar Batinga fez os Cursos de Radiopatrulhamento, uma das filosofias que ele aprendeu e esqueceu dava conta que esse tipo de atuação policial (radiopatrulhamento) devesse ser desenvolvido por viaturas mais possantes que as convencionais, e que as mesmas deveriam ser compostas com quatro membros (dsitribuídos alternadamente), e que as mesmas não deveriam ter área fixa, devendo ter liberdade de ação dentro da área das Unidades onde fosse dado a cobertura. Hoje, pouco mais de 10 anos da implantação do Batalhão de Radiopatrulha e do policiamento a que esta Unidade se destina, o que se vê é o seguinte retrocesso: as viaturas da RP, mesmo modelo que o das Unidades de área, com apenas três policiais, tendo de cumprir cartão programa dentro dos limites do quadrante. Um verdadeiro absurdo! Não bastasse a fragilidade das nossas fronteiras e a precariedades dos nossos equipamentos, ainda estamos sendo colocados em nítida desvantagem numérica e de atuação a bel prazer da nojenta cúpula.
A continuar do jeito que está, logo mais estaremos comunicando aqui a morte de outro policial (quem sabe até outro “Silva”), outras investidas das facções criminosas do sudeste, a incompetência dos nossos comandantes, o crescimento do número de assassinados, a nossa permanência entre os piores níveis de criminalidade. E tudo isso graças à “profícua” e “exitosa” gestão de Dário César, Luciano Silva, Dimas Cavalcante, Mário da Hora, Gilmar Batinga da Silva, dentre outros.
Eis mais uma razão para entendermos que:
Precisamos eleger um Deputado Estadual para representar os nossos interesses!

11 comentários :

Anônimo disse...

ESSE COMANDO FDP, SE FOSSE UM PARENTE DELES JÁ TERIAM ELUCIDADO O CASO, COMO OCORREU COM AQUELE MÉDICO.

um amigo do lima disse...

era só mais um "silva", cuja estrela não brilha,
ele era polícia, mas era pai de família.
que DEUS conforte a sua familia.

Anônimo disse...

300 munições, putz, dava pra treinar até dar caimbrar nos dedos.
O que eles vão fazer com essas munições?

Anônimo disse...

LÍDERES MILITARES, APÓS A PROPOSTA DA NOVA TABELA SER REJEITADA ( o que logicamente vai acontecer, pois o Ricardo Lages não tem palavra e é babão de Teo) REUNAM OS ASSOCIADOS E PROCUREM TER APOIO DOS OFICIAIS SUPERIORES E DECLAREM AQUARTELAMENTO, AGORA NO CARNAVAL, VAI SER A ÚNICA DATA DE IMPACTO PARA SERMOS RECONHECIDOS E TER O AUMENTO MERECIDO, JUNTOS CONSEGUIREMOS, LEMBRAM DE 2005? FOI 100% DE AUMENTO, COM AJUDA DOS OFICIAIS SUPERIORES, VAMOS FAZER ISSO NOVAMENTE, UM DEPENDE DO OUTRO E JUNTOS CONSEGUIMOS.


NÃO DEVEMOS ACEITAR CONTRA PROPOSTA MENOR, POIS A POLICIA CIVIL TEVE UM AUMENTO DE 25% PORQUE A POLÍCIA MILITAR MERECE MENOS? A DESCULPA DE EFETIVO MENOR NÃO VALE! SOMOS PROFISSIONAIS DA SEGURANÇA PÚBLICA DA MESMA FORMA QUE ELES DA CIVIL. SE O GOVERNADOR TEO PINOQUIO BALELA NÃO ACEITAR, VAMOS PARALISAR, VAMOS COMEÇAR 2013 MOSTRANDO A NOSSA FORÇA E NOSSA DETERMINAÇÃO, CHEGA DE ENROLAÇÃO, DE MENTIRAS E DE PROMESSAS NÃO CUMPRIDAS.

RECADO AOS OFICIAIS - DEIXEM DE SER BABÕES E OTÁRIOS, JUNTOS TEMOS FORÇA E VOCES VÃO SAIR GANHANDO MUITO MAIS, ENQUANTO NÓS SOLDADOS VAMOS AUMENTAR 300 OU 400 REAIS, VOCES VÃO RECEBER DE DOIS MIL A QUATRO MIL REAIS A MAIS EM SEUS SALÁRIOS, PORTANTO APOIEM A TABELA OU A PARALISAÇÃO IMEDIATA.

Anônimo disse...

Esse cabo na reserva, aposentado, tem nada que tá "PRESTANDO SERVIÇO" A POLÍCIA? Veio de guerra, sabe que a PMAL não dá proteção e apoio aos da ativa, quanto mais aos da reserva.... Foi pra reserva, esquece a bandidagem e vai procurar viver bem, curtindo a aposentadoria com a famíia, curtir os poucos anos que vão nos restar, agora fica na vibração e quer ser metido a P2, é nisso que dá. Para o comando é otimo ter um P2 de graça e sem precisar de proteção, pois o comando quer o sangue e a alma do praça até o ultimo respiro. Amigos da Reserva, se protejam, esqueçam o trabalho policial, já passou, agora na reserva é sombra e agua fresca, procurem sobreviver e esqueçam a vibraçao do passado. Quem procura, acha.

Anônimo disse...

Esse é o reconhecimento que temos, escravos até na reserva.

Anônimo disse...

INFELIZMENTE UM POLICIAL MACACO VELHO ´,DEPOIS DE APOSENTADO TAVA DANDO UMA DE P2.GARANTO SE ELE TIVESSE NA DELE NÃO MORRERIA.AGORA SABE QUE A PM NUNCA APOIOU NINGUÉM E ELE VAI SER DEDO DURO.UM CB APOSENTADO AMIGO MEU DE CORURIPE DISSE QUE ELE ENTRAVA NA VTR E IA ATÉ AS BOCAS DE FUMO ENTREGANDO .ELE SÓ ESPERAVA ISSO.QUE SIRVA DE LIÇÃO PARA OSPMS OTÁRIOS QUE QUEREM MORRER PELA PM.EU MESMO FAÇOO FEIJÃOZINHO COM ARROZ E SÓ. CB JCARLOS BPESC

Anônimo disse...

LÍDERES MILITARES, APÓS A PROPOSTA DA NOVA TABELA SER REJEITADA ( o que logicamente vai acontecer, pois o Ricardo Lages não tem palavra e é babão de Teo) REUNAM OS ASSOCIADOS E PROCUREM TER APOIO DOS OFICIAIS SUPERIORES E DECLAREM AQUARTELAMENTO, AGORA NO CARNAVAL, VAI SER A ÚNICA DATA DE IMPACTO PARA SERMOS RECONHECIDOS E TER O AUMENTO MERECIDO, JUNTOS CONSEGUIREMOS, LEMBRAM DE 2005? FOI 100% DE AUMENTO, COM AJUDA DOS OFICIAIS SUPERIORES, VAMOS FAZER ISSO NOVAMENTE, UM DEPENDE DO OUTRO E JUNTOS CONSEGUIMOS.


NÃO DEVEMOS ACEITAR CONTRA PROPOSTA MENOR, POIS A POLICIA CIVIL TEVE UM AUMENTO DE 25% PORQUE A POLÍCIA MILITAR MERECE MENOS? A DESCULPA DE EFETIVO MENOR NÃO VALE! SOMOS PROFISSIONAIS DA SEGURANÇA PÚBLICA DA MESMA FORMA QUE ELES DA CIVIL. SE O GOVERNADOR TEO PINOQUIO BALELA NÃO ACEITAR, VAMOS PARALISAR, VAMOS COMEÇAR 2013 MOSTRANDO A NOSSA FORÇA E NOSSA DETERMINAÇÃO, CHEGA DE ENROLAÇÃO, DE MENTIRAS E DE PROMESSAS NÃO CUMPRIDAS.

RECADO AOS OFICIAIS - DEIXEM DE SER BABÕES E OTÁRIOS, JUNTOS TEMOS FORÇA E VOCES VÃO SAIR GANHANDO MUITO MAIS, ENQUANTO NÓS SOLDADOS VAMOS AUMENTAR 300 OU 400 REAIS, VOCES VÃO RECEBER DE DOIS MIL A QUATRO MIL REAIS A MAIS EM SEUS SALÁRIOS, PORTANTO APOIEM A TABELA OU A PARALISAÇÃO IMEDIATA.

Anônimo disse...

Na verdade ele ñ tava fazendo papel de P2, foi a própria P2 do 11º BPM, que vinha investigando um suposto traficante. O mala por sua vez achou que seria o Cb o delator. Pela manhã horas após o homicídio, uma guarnição do PELOPES junto coo o Of de Operações deslocaram-se para o local e logo em seguida para uma reunião com o Prefeito de Coruripe para que fosse negociado o valor de cada praça que seria empregado do Show de Chiclete com Banana."DETALHE, NENHUM PRAÇA VER UM CENTAVO DESSE DINHEIRO, VAI TUDO PRA O BOLSO DO CMT DO BPM. Este por sua vez nem perguntou sobre o assassinato do Cb, a preocupação do FDP foi somente a reunião com o Prefeito. Fato que deixou os praças do BPM indignados. Nos resta então vingar a morte do companheiro com as próprias mãos...

Anônimo disse...

desmoralização da porra! vamos estudar galera pra sair desse imprensado, a policia faliu ........ SÓ Q NINGUÉM OFICIALIZOU AINDA!

Anônimo disse...

não recebemos por horas extras ´pois não devemos trabalhar no carnaval,porem não podem nos punir por um seviço qual não recebemos, dair veremos resutados independente de associações......
OBS:por favor analisem essa mensagem o geito é aquatela
mento já ou já aquatelamento

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver