Segurança nos estádios‏

Na ultima terça-feira, dia 19, fomos surpreendidos pelas declarações do Comandante do Policiamento da Região Metropolitana (de Maceió – CPRM), o Coronel Gilmar Batinga. As falas do Oficial Superior caíram como bomba no seio da Federação Alagoana de Futebol (FAF) e dentro da Secretária de Estado e da Defesa Social.
Tudo o que foi falado, depõe contra a farsa criada de que a violência em Alagoas está diminuindo. E agora tem-se o tempero do crime organizado e a violência dentro das torcidas. Mas, por detrás dessa simples entrevista, faltou ler as entrelinhas ou apenas ignorou-se a problemática do policiamento dentro das praças desportivas.
Como é de conhecimento, desde a criação da Lei Pelé, nossos clubes de futebol tiveram de se profissionalizar, e alguns até tornaram-se empresas, apenas uma formalização do que já é sabido: futebol é um negócio e dá lucro, muito lucro, que se frise. Peguem como exemplo as milionárias transações entre clubes, vendas de jogadores, camisas oficiais, licenciamento de produtos e programas de sócios torcedores. Tudo isso gerando gigantescas receitas para os clubes e federações pelo Brasil e mundo afora.
A venda de ingressos para partidas não fica de fora disso. Uma receita que nenhum clube tem coragem de abrir mão, pois como empresa, eles visam o lucro e querem vender seu produto. Tirando a paixão dos torcedores, uma partida de futebol nada mais é que um negócio entre duas agremiações, onde o mais importante é o dinheiro que irá entrar em caixa auferido pela venda de ingressos ao público pagante. Nesse aspecto, ainda não me lembro de nenhum clube de futebol profissional jogar com portas abertas e entrada franca, trabalhando apenas pela paixão de oferecer um espetáculo de ludopédio para a sua torcida.
Pois bem, se um jogo de futebol é um negócio, se esse negocio visa o lucro e é particular e privado, não faz sentido que seja a PM responsável pelo policiamento da praça desportiva, pois como em qualquer casa de shows, a segurança interna é obrigação do organizador (Federação Alagoana ou os próprios clubes). Se a PMAL faz a segurança dentro do estádio, temos então o uso de funcionários públicos concursados de maneira errônea, trabalhando para fins particulares e beneficio financeiros privados, retirando da rua vários PMs, desguarnecendo assim o policiamento ostensivo da população para aumentar os lucros dos empresários da bola.
Alguém imagina policiamento e segurança feita pela PM dentro de uma competição de MMA (o vulgarmente conhecido vale-tudo) que acontecem em ginásios? Ou policiamento feito pela PM dentro de um autódromo? Neste último caso em específico, não tenho conhecimento de que a PMSP destaque guarnições para realizar o policiamento dentro do autódromo de Interlagos durante o Grande Prêmio do Brasil.
Gilmar, para que você se livrasse de falar tanta besteira, bastava fachar a matraca, ou então simplesmente dizer que a segurança dentro dos estádios é obrigação da Federação (ente privado e que visa o lucro), que bastava ela contratar seguranças privados em numero suficiente para que não ocorresse mais confrontos e nem violência dentro dos estádios, cabendo a PMAL apenas realizar a segurança do lado de fora e adjacências do local, evitando que após o jogo as torcidas entrassem em confronto.
Mas ainda não chegou na PMAL alguém que tenha coragem de falar a verdade para a Federação Alagoana de Futebol, obrigando a mesma e a seus filiados que arquem com os gasto referentes a segurança interna, e que também fiquem com o ônus de justificar a violência por parte de suas torcidas organizadas, muitas das vezes patrocinadas e apoiadas pelos clubes (fretamento de ônibus, doação de ingressos e até dinheiro).
A verdade que não quer ser dita é que os clubes só querem ficar com o bônus e os lucros conseguidos pelo futebol, ficando a pior parte com a PM e seus integrantes. A culpa pela violência sempre vai ser da PM.
Como seria bom se nossas associações entrassem com uma ação na justiça, que visasse proibir o emprego da tropa dentro dos estádios, ficando sua atuação restrita ao lado de fora da praça desportiva, sendo que a curto prazo para beneficio da tropa seria a diminuição da quantidade de escalas extras para realizar o policiamento de jogos de futebol. E caso a federação e os clubes façam tanta questão de PMs dentro do estádio, que eles paguem pela força de trabalho, pagamento este sendo feito através de recibo e deposito em conta corrente do policial, livrando assim de possíveis desvios realizados no âmbito da PMAL.
Isso é uma discussão salutar, pois temos a proximidade da Copa do Mundo de 2014, e nós – policiais – estamos acompanhando o investimento de milhões, quiçá bilhões em obras para receber jogos que trarão lucros exorbitantes a pessoas envolvidas nessa organização. Muitos empresários da bola já estão lucrando rios de dinheiro e para as PMs do Brasil vai sobrar só o ônus de fazer o policiamento e a segurança. Nessas horas é que se mostra a importância de termos um deputado federal e até estadual para defender nossos interesses.

16 comentários :

Anônimo disse...

O Maj MourA(Bope) é uma fraude.Mentiroso,todo metido a operacional,se acha melhor que qualuer um.Qualquer coisa diz que é caveira do Rio de janeiro.Acho q esse maj pensa q está vivendo num filme.Quer exigir dos pms uma tal vivacidade que penso eu que só no mundinho imbecil dele existe.Nem se compara sua escala com a de um simples e descartavel soldado...

Anônimo disse...

Major Monteiro, seus textos são excelentes!

Anônimo disse...

Gostaria de saber do BEF se é certo fazermos a segurança interna nos estádios, uma vez que é um evento particular? Eu acho que molham e bem molhada as mãos desses coronéis.

Anônimo disse...

com com vcs do briosa em foco, um depuatdo estadual, já temos, e até bem contado, o Sgt Bras do COPOM, basta que apoiemos.. um forte abraço

Anônimo disse...

Aqui em AL o policiamento é feito pelos PMs sem nenhum orçamento extra, quando o BPE (Batalhão Policiamento Esportivo) foi criado, era para ser pago uma taxa por cada evento que fosse realizado no Estado, principalmente no Rei Pelé (Trapichão). Prestem bem atenção: Se o jogo for começar as 20:00h o policiamento (BOPE) chega as 13:00h faz a revista dos ambulantes, todas as arquibancadas, revistas nas rampas e depois retornam ao campo quando a partida começa. Você sabe o que esses policiais ganham? As vezes processos, aborrecimento e fatiga, ainda mais, quando o jogo acaba, eles fazer rondas na Ciqueira Campos, rua das Arvores e rua do Comercio, também, Pçª. Centenário até o CGADB. E vocês sabem o que eles ganham por fazer tudo isso? UM PÃO MENOS QUE UM PALMO DA MÃO COM 1/2 (MEIA) FATIA DE QUEIJO, UMA MAÇà E UMA LATA DE REFRIGERANTE. pARA QUEM FORNECE O "TAL LANCHE" recebe como se tivesse mandado um X-TUDO COMPLETO, UMA QUENTINHA COMPLETA. E vocês sabem quem é o fornecedor? Um OFICIAL DA POLICIA MILITAR. O MINISTÉRIO PUBLICO TEM QUE INVESTIGAR ISSO. Depois quando as coisas acontecem, todos querem culpar os POLICIAIS. A culpa esta em quem tá embolsando o DINHEIRO DO EVENTO (OS CORONÉIS QUE COMANDAM) CMT, SUB-CMT, CMT DO CPC E ALGUNS GATUNOS APADRINHADOS.
Quando o policiamento das arquibancadas chegam, não querem OVO e sabe por que? Porque esse DESGOVERNADOR É UM DESCOMPROMISSADO COM OS POLICIAIS MILITARES, UM SALAFRARIO, QUER DOS POLICIAS O QUE ELES NÃO IVESTE.
BOM SALARIO;
BOM EQUIPAMENTO;
BOA CONDIÇÃO FISICA PARA O TRABALHO;
ENTUSIASMO;
QUINQUENIO;
REALIAMENTO SALARIAL;
ORA VAM TODOS (GOVERNO, CMDO GERAL, SUB CMDO, SMDO CPC, VICE GOVERNO, DEPUTADOS, FEDERAÇÃO ALAGOANA DE FUTEBOL, ETC...) PRA P... Q... P...

PARALIZAÇÃO DA PMAL JÁ
VAMOS CRUZAR OS BRAÇOS SIM! NO:
REI PELE;
RUA;
PRAÇAS;
ORLA MARITIMA E LAGUNAR;
PERIFERIAS;
E TODOS OS BAIRRO E CIDADES DO INTERIOR.
GREVE GERAL JÁ, PARALIZAÇÃO JÁ.

JESB disse...

MUITO BOA A MATÉRIA, PARABÉNS! MONTEIRO E SUA EQUIPE.

CPC S/A disse...

É O CPC S/A, MEU VEI; BATINGA TÁ RICO. TODOS OS OFICIAIS DO ALTO COMANDO AMAM DINHEIRO, NÃO TÃO NEM AÍ PRA PORRA DE POLICIAMENTO. ALIÁS, COM TANTA PROPRINA NO BOLSO, PQ O BATINGA NÃO COMPRA UM ÓCULOS NOVO? PARECE Q ELE GANHOU DE ALGUM POLÍTICO EM TROCA DE VOTO. ÓCULO FEIO DA PORRA.

Anônimo disse...

JUMENTO ORFÃO O NOME DO BATALHÃO É BATALHÃO DE EVENTOS,E NÃO ESPORTIVO SEU MONSTRO,ENQUANTO AO BOPE TÊM MAIS É QUE SE LASCAR MESMO PORRA OS CARAS SÃO OS BONS,SÃO MAIS PREPARADOS QUE OS OUTROS,PORRA TÃO RECLAMANDO DE QUE VÃO TERMINAR ENTRANDO NA GAIA DE TANTO TRABALHAR.

Anônimo disse...

Bibi(Bpesc) Esses caras do BOPE se acham, é bom que escalem eles sempre e os coloquem em todas as extras. Mas lembrem-se companheiros, se vcs nao derem atençao as suas esposas os outros darao... Tem muito OFICIAL SENDO TRAIDO PELA ESPOSA E NAO SABE.

Anônimo disse...

É MUITO IMBECIL COM IVEJA DO BOPE, É A VOTADE DE IR PRA LÁ E Ñ PODEM. BANDO DE BESTAS.
NÓS ESTAVAMOS FALANDO DAS PROPINAS QUE OS CORONEIS GANHAM, DO LANCHE QUE É SERVIDO AOS OTARIOS QUE TIRAM POLICIAMENTO NO REI PELE.
TAMBÉM SEI QUE É BTL DE EVENTOS, ISSO É UMA CRITICA SÓ PRA QUEM ENTENDE, COMO VC É UM JEGUE, AJUMENTADO, FILHO DE UM BURRO COM UMA JUMENTA AÍ NÃO ENTENDEU NADA.
ESTAMOS AQUI QUERENDO O QUE SE PAGO PARA FAZER UM POLICIAMENTO DE JOGO E Ñ PRA OBSERVAR OS ERROS ORTOGRAFICOS DE QUEM OS DIGITA.
SEU IMBECIL, OTARIO.
VAI VER TU PUXA O SACO DE ALGUM COLARINHO BRANCO OU CORONEL.
BABÃO SAFADO.

Anônimo disse...

Ficouu com raivinha foi bosfe de elite kkkkkkkkk.

Anônimo disse...

anônino diz: Infelizmente nós temos o que merecemos, mas ainda esta em tempo de reverter isso. Veja bem, nós PPMM, queremos entender como vai para uma reunião com o governo vários presidente de assossiações, como a nossa assmal, e todos ficam calados diante de um homem só, deixando ele empurrar com a bariga, parem com isso, temos é que da um ultimato para esse secretario. Independente das outras assossiações, o presidente da ASSMAL, tem condições de mobilizar uma tropa, apesar do atual estar comprometido com o governo e fica fazendo de desentendido. Veja bem, temos que combater o governo com o que mais preocupa eles, a força que realmente somos se juntarmos todos e fizessemos uma grande mobilização, A nível da caítal, além do boca a boca, temos que usar carros de som em varios bairros, da parte alta e da parte baixa, principalmente no centro, onde a concentração de ppmm são constantese é próximo do governo e comando. Temos que mantermos informados além dos nossos companheiros da ativa e inativa, também a sociedade, dizendo a esses como é o nosso serviço e porque temos que fazer uma paralização. Temos caixa para isso e consequentemente as outra assossiações iram participarem tembém, as assembléias deveram ser marcada para uma praça publica de preferencia a deodoro. Essas reivindicações ja teria que começar agora, para quando chegar no dia Eu queria ver se aquela praça iria dar conta da força que nós temos, isso se deve as cidades vizinhas, temos que mobilizarmos o maxiimo de ppmm, basta no dia conseguirmos onimbus para transportar os interessados, que são a maioria acredito. Teobaldo tenha coragem homem, vc conseguiu se reeleger sendo candidato único, graças ao seu trabalho durante o seu mandato todo, indo nos batalhões e Cia, patrocinando festas e mais festas, tanto na capital como no interior, com a verba do assossiado, como é que vc não consegue mobilizar uma tropa para lutarmos pelo nosso direito, abra do olho ainda tá em tempo.

Sócio da ASSOMAL disse...

ALE derruba veto e mantém gratificação da AMTC

Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 26, o Plenário da Casa derrubou por 19 voto a um o veto governamental ao projeto de lei nº 333/2012, de iniciativa do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que institui a gratificação aos integrantes da Assessoria Militar da Corte de Contas alagoana. Antes da votação, o deputado Sergio Toledo (PDT), relator do projeto, se posicionou pela derrubada do veto.

O parlamentar argumentou que as assessorias militares do Tribunal de Justiça, Ministério Público e Assembléia Legislativa são agraciadas com tal gratificação. “E não teria por que o Tribunal de Contas não ter essa gratificação para os seus militares”, observou Toledo.

Para maiores informações clique aqui.

Anônimo disse...

Muito bom esta derrubada de veto esse cara de buraco nao tem o que fazer nao meu irmao deixe nos das assessorias descansar em paz vai pra casa do caralho porra

Anônimo disse...

Vide o que o Anaximalandro faz em Arapiraca. Ele utiliza o policiamento já saturado das escalas normais no policiamento dos jogos no Estádio Municipal (claro, ganhando e muito $$$ às custas da pobres policiais) e ainda por cima utiliza seus seguranças, da sua própria empresa, agora Leal Segurança, também ganhando altas cifras$$$$!!!!

Ricardo Mota disse...

Comandante Monteiro, veja o que o jornalista Ricado Gama escreveu:

A PM não pode nem deve fazer a segurança dos jogos

Acho até que já esperamos muito. Não é mais possível, porém, que a população de todas as capitais e grandes cidades brasileiras continue pagando, literalmente, para que bandos de deliquentes possam viver seu hedonismo perverso.

Já está na hora de deixar por conta dos clubes de futebol a responsabilidade – e os evidentes prejuízos – pelo que acontece dentro dos estádios (ou arenas, como são, agora, apropriadamente chamados).

As partidas de futebol são eventos privados, como quaisquer outros. Que a PM faça o policiamento da cidade, em dias de jogos, mas fora dos estádios-arenas.

Caberia aos fazerem a filtragem dos torcedores que entram em campo: contratem segurança privada, e, em caso de depredação das “arenas”, que assumam os prejuízos.

É o que acontece nos chamados países de “primeiro mundo”, que já vivenciaram essa realidade e encontraram caminhos de prevenção com bons resultados.

Os marginais são minoria dentro das torcidas – de 5% a 7% -, mas estão acabando com a maior paixão nacional. As rendas dos jogos são ridículas, mas enquanto os clubes não forem responsabilizados, também, pelo malfeito não haverá possibilidade de melhora.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver