A tragédia nossa de cada dia

Longe das confortáveis e abastadas mansões dos políticos e dos membros da classe alta, encontramos uma família de três pessoas: um menino de 12 anos, analfabeto, e duas senhoras, uma delas idosa. O garoto, viciado em drogas e olheiro do tráfico, passa o dia inteiro acorrentado a uma cadeira. A mãe, temendo pela vida do filho, decidiu cercear a sua liberdade, prendendo-o ao chão batido do miserável casebre onde moram. Essa família passa todo tipo de privação. Passa fome!

No fogão enferrujado, se via apenas uma panela com uma porção de arroz branco. Nada mais. A situação se assemelha a de retirantes da seca nordestina. A mãe do garoto teve um irmão trucidado pelos traficantes; como tantos outros jovens, ele não viveu o bastante para se livrar do êxtase e da loucura de um mundo dominado pelo crack. Um mundo onde o Estado ainda não entrou. Não fincou pé, não investiu dinheiro público, como deveria. Essas três pessoas habitam um ambiente sombrio. Vivem uma vida de tristeza, revolta, conflitos, privações e violência, muita violência.

Do outro lado da cena, um traficante fala tranquilamente como “passa” (mata) jovens que “deduram” a “boca” ou não pagam suas dívidas com drogas.

Não, senhoras e senhores, isso não é o enredo de uma tragédia grega. Essa cena foi mostrada pelo jornalista Roberto Cabrini no programa Conexão repórter, exibido pelo SBT no dia 22/02. O local: Bairro Cidade “Sorriso”, município de Maceió, capital de Alagoas.

O programa mostrou também outras famílias vítimas do mesmo drama social. Nós, policiais militares, conhecemos de perto essa mórbida realidade, alimentada pela omissão criminosa do governo de Alagoas. Nós sabemos que essas cenas tristes se repetem dia após dia no cotidiano da cidade mais violenta do país.

Ao explicar o sucesso da tragédia grega, o filósofo Aristóteles apontava para a paixão dos seres humanos em apreciar o sofrimento dramatizado. Mas como podemos explicar essa torpe fixação do governo de Teotônio Vilela Filho por essa irracional omissão e, portanto, contribuição, para a constância e o aumento desse dramático estado de violência social?

De um lado desse palco, temos os mais graves problemas sociais, exigentes de medidas sérias, austeras, eficazes e planejadas de acordo com cada realidade. Do outro lado, vê-se um governador ébrio, dopado pelo álcool e pelo poder, um insensato rei incapaz de dizer a verdade ao povo, e admitir a gravíssima peculiaridade do problema, para assim poder melhor enfrentá-lo.

Esse insensível ébrio é ladeado por um corpo de auxiliares o mais incompetente e descompromissado possível. Secretários de Estado que, ao invés de fazer bem feito o seu trabalho, esforçam-se a bajular o chefe e tentar sobreviver ilesos às intrigas e futricas palacianas. Querem-se nos cargos. E ponto final.

Enquanto eles seguram o governador bebum (nas farras e no cargo), assumem seus postos com a mesma responsabilidade de um ladrão que toma conta de diamantes.

Na pasta mais crítica desse triste governo (SEDS), encontramos um personagem surgido das sombras sinistras do quartel da PM: DÁRIO CÉSAR. Um personagem bastante parecido com o Vampiro Victor, do filme “Anjos da Noite”. Ele, Victor, delira com o sofrimento alheio, adora sangue e é um ser “eterno”. Ele simplesmente não morre. Qualquer coisa para manter seu reino de terror, é válida. Os meios justificam os fins.

Dário não é muito diferente. Foi capaz, inclusive, de travestir-se de Dom Juan e pôr-se a seduzir uma iludida dama do poder (REGINA, a MIKI) para fortalecer-se no cargo e galgar outros mais altos na capital federal.

O secretário é o álter ego do govenador. Os dois são grandes atores e maestros da tragédia greco-alagoana que ceifa milhares de vidas todos os anos.

Enquanto as pessoas morrem, eles se limitam a assistir passivamente, e a aplaudir a grotesca peça, sentados na roda dos escarnecedores.

Na reportagem do SBT, um líder comunitário disse que a população teme a polícia: “A polícia não é aquela polícia cidadã. Chega aqui batendo em todo mundo”.

Polícia cidadã? Como alguém pode falar isso quando é negada toda cidadania aos habitantes de guetos miseráveis como ocorre no Cidade “Sorriso”? Aliás, ironia sarcástica o nome dado ao bairro, porque ali só se ouvem prantos.

A “Polícia Militar” informou ao programa que o combate ao tráfico em Alagoas é feito com inteligência”. Uma redundância burra, porque nenhum trabalho humano é feito sem Inteligência. Acho que quiseram dizer, “serviço de inteligência”. Mas, inteligência sem apoio, sem tecnologia, e sem condições de trabalho não faz milagre. A PM não é filosofia nem ciência pura. É, antes de qualquer coisa, um órgão de ação. Porém, diante do quadro atual, não há muito a fazer. Salários baixos, excesso de trabalho, viaturas sucateadas, armamento pífio, corrupção cupular, acomodações precárias, falta de profissionalismo de muitos oficiais, entre outras desgraças.

É essa a “polícia inteligente” da Geração Cesariana de oficiais superiores. Uma horda de presunçosos, politiqueiros, preguiçosos e preconceituosos mandantes. Gente de má cepa, sem tradição ou identidade com a corporação. Aproveitadores e saqueadores. São os anjos de farda suja”. “Por fora, bela viola, por dentro, pão bolorento.

A “inteligência” deve ter sido informada por Gilmar Batinga, um homem desprovido de boa parte dos neurônios que distinguem um homem de um jegue. É óbvio que se a PM agisse com tanta “inteligência”, como diz Batinga, teria pelo menos interrompido o fluxo do tráfico, e prendido boa parte dos traficantes da região, inclusive aquele que deu a tranquila entrevista a Roberto Cabrini.

...São quatro horas da matina agora. Daqui a pouco, mais um dia começa em Alagoas. Outros horrores esperam as vítimas da irresponsabilidade e da omissão criminosa do governo. Outras tragédias virão nesse novo dia!

O governo de Téo nos remete a uma letra de uma música dos “Paralamas do Sucesso, assim escrita:

“E a cidade, que tem braços abertos num cartão postal,
com os punhos fechados na vida real,
lhes nega oportunidades, mostra a face dura do mal”

Enquanto isso, temos que aguentar a cara de Dário César nos jornais e suas mentiras no Twitter.

Enquanto isso, os carros administrativos levam oficiais e parentes para lá e para cá, consumindo o combustível do Estado nessa fogueira das vaidades hierárquicas.

Enquanto isso, o governador enche a cara, e os bajuladores o escoltam até o banheiro para urinar, e depois fecham a braguilha oficial do chefe do executivo, porque de tão bêbado não consegue guardar o próprio membro.

Enquanto isso, o ébrio nos enrola – via SEGESP – e diz na nossa cara que não dará reajuste algum. Uma mão no bolso, outra no cano. “Engula sem cuspir”.

Enquanto isso, a minha viatura roda pelas ruas feias e sujas dos guetos de Maceió. Ao mesmo tempo, os membros do alto clero da PM, que se auto rotulam de cardeais, conversam sobre os bens adquiridos e sobre os vinhos do porto de suas dispensas.

E enquanto eles falam dos dotes físicos das recrutas de 2010 (porque as antigas agora, com idades acima de 40 anos, “só servem para adoecer e dar trabalho ao comando”), eu estou revistando jovens infratores, ficando surda com as sirenes, morrendo de calor dentro de uma farda grossa, que não foi feita para o meu perfil, sentindo-me uma tartaruga, ou até mesmo um sino, dentro de coletes fétidos; cuidando da “segurança da sociedade” que discrimina, persegue, exclui, e mata pessoas pobres todos os dias.

O governo de Alagoas e sua horda de coronéis lançaram policiais, bandidos e miseráveis ao mesmo inferno da exclusão de valores.

Essa é minha tragédia pessoal. Talvez ela seja igual a sua, companheiro, que ainda acredita que está fazendo a coisa certa se dedicando mais do que deveria a combater o crime.

Cada um com seu “Ouro de Tolo”:

“E você ainda acredita
Que é um doutor
Padre ou policial
Que está contribuindo
Com sua parte
Para o nosso belo
Quadro social...”
(Raul Seixas)

Precisamos eleger um Deputado Estadual para representar os nossos interesses!

16 comentários :

Sgt Braz disse...

a matéria bem fundamentada pela Fem Ana Paula, posso dizer veementemente que nossa instituição está a cada dia no fundo do poço, falida e sem estrutura para mover-se, ao ponto de dizer-mos, esta é a instituição Polícia Militar, que desejamos tê-la para sempre no mais alto patamar se soberania e respeito aos nossos policiais, seja eles Militares ou CIVIS. ao ponto em que externo à todos, a mais singela homenagem, aos que estão indo para casa, aos que estão a completar seus 30 anos, e aqueles que não conseguiram sequer passar 15 anos, e que na reserva estão. Precisaríamos ter o poder de escolha, como escolhemos aquele para nos representar, junto à câmera dos deputados, assembléias, e palácios, assim, justo seria, se pudéssemos escolher o nosso comandante, para que assim, seguisse o que diz a nossa carta republicana de 88, DEMOCRACIA, o livre direito de expressão e opinião, onde apenas a verdade, está entre eles. não podendo de forma alguma, opiniões, sobre isso ou aquilo. Por isso que serei a favor de termos no alto comando um Oficial do Exército Brasileiro, como tínhamos o General Sá Rocha, que cheguei ver, por 02 vezes, suas visitas ao 1º BPM, e cumprimentar todos os praças que ali estavam perfilados, e perguntar-lhes assim, o que está faltando nesse batalhão, para Tentarmos melhorar. Pergunto aos amigos da Polícia Militar. Seja os senhores, Oficiais e ou Praças, isto vem acontecendo nos últimos comandos?
fica aqui o meu forte abraço. e-mail : jbnbraz@uol.com.br - Att.: Sgt Braz

Anônimo disse...

Simplemente excelente.

Anônimo disse...

CADA POVO TÊM O GOVERNO QUE MERECE,VOTARAM NELE PORQUE QUISERAM ENTÃO SE LASQUEM,TODO CASTIGO PARA O POVO ALAGOANO É POUCO,DE QUATRO EM QUATRO ANOS TÊM A CHANCE DE MUDAR,MAS ESTÃO SEMPRE ELEGENDO AS MESMAS RAPOUSAS VELHAS,ENTÃO SE LASQUEM TODOS OS QUE VOTARAM NO 45,VOTEM NELE PARA SENADOR EU ACHO É POUCO.

Anônimo disse...

TEXTO EXCELENTE, PURA REALIDADE.ACREDITO QUE HAVERÁ MUITOS COMENTÁRIOS. MUDANDO O ASSUNTO, VERIFIQUEM O INFORME DE RENDIMENTOS (PARA DECLARAÇÃO DE IR)SE HÁ VALORES NO CAMPO: DIÁRIAS E AJUDA DE CUSTO E TOMEM PROVIDÊNCIAS. EXEMPLO: NO ANO PASSADO RECEBI 02 DIÁRIAS (CARNAVAL) R$ 70,00; E 05 DIÁRIAS (PLEITO ELEITORAL) R$ 175,00; PORÉM NO CAMPO ACIMA CITADO CONSTA R$ 806,00. QUE O DIRETOR DE FINANÇAS SE EXPLIQUE.

Anônimo disse...

A “inteligência” deve ter sido informada por Gilmar Batinga, um homem desprovido de boa parte dos neurônios que distinguem um homem de um jegue. (Frase do ano) rsrsrsrsrsrsr

Anônimo disse...

com toda a certeza colega, devemos eleger um deputado para nos defender, e acho que já temos um, pelo que ouço falar, temos o sargento braz, que dizem as línguas, ele é lá do ciodis, e porque não dizer copom. resta saber da colega se já teen a confirmação do sargento brás, se ele será nosso representante. boa noite a todos.

Tirem o Soares... disse...

Pelo amor de Deus tirem a foto do Soares da home do blog. Não aguento mais olhar pra cara dele. E dá uma ideia de desatualização deste espaço eletrônico. Já ficando enfadonho e forçoso. Sobre a matéria acima, muito boa. Mas é isso, em Alagoas o povo sofre, o governo mente e rouba, enquanto a gente, PM/BM operacional, trabalha.

Cláudia Galvão disse...

Homem é perseguido e executado a tiros em telhado de residência

Bombeiros resgatarm a vítima de telhado

A Polícia Civil de Alagoas deve instaurar inquérito policial para investigar mais um assassinato na capital alagoana. Um homem, natural do Rio de Janeiro, identificado como Sérgio Luiz de Braga Jesus, de 33 anos, foi perseguido e executado a tiros na Rua Ulisses Braga Junior, no bairro do Farol.

Segundo testemunhas, antes de ser morto, Sérgio Luiz foi perseguido por quatro elementos que obrigaram a vítima e pular muros e telhados, numa perseguição jamais vista no bairro. A vítima foi atingida em um telhado, onde veio a óbito. A polícia precisou acionar o Corpo de Bombeiros para resgatar o cadáver.

De acordo com informações repassadas pela polícia, o patrão de Sérgio Luiz disse que ele residia em Rio Largo e trabalhava como servente de pedreiro, onde mantinha um comportamento exemplar.

Militares do 4º BPM chegaram a realizar rondas, mas não localizaram os assassinos. O corpo da vítima foi periciado e encaminhado ao Instituto Médico Legal Estácio de Lima, onde será submetido à necropsia e posteriormente será liberado para sepultamento. O assassinato será investigado pela Delegacia de Homicídios.

Fonte: Alagoas 24 Horas

Anônimo disse...

Turista é vítima de estupro na Barra de São Miguel; suspeito é preso

Uma turista de São Paulo, com aproximadamente 45 anos, foi surpreendida na manhã desta quinta-feira (14) por um homem armado com uma faca enquanto estava sozinha na Praia Barra Mar, na Barra de São Miguel. De acordo com a Força Nacional, a mulher foi vítima de estupro no local. O homem tentou fugir e foi capturado.

Desesperada, a mulher conseguiu ajuda de uma viatura da prefeitura e, na sequência, a Força Nacional e a Polícia Militar foram acionadas para realizar buscas. De acordo com o tenente Casseb, Eduardo Cardoso de Araújo, de aproximadamente 25 anos, foi encontrado mato adentro, um quilômetro distante do local onde a mulher foi atacada.

Segundo um agente da Delegacia da Barra de São Miguel, para onde o suspeito foi conduzido, ele estava com uma faca, que foi reconhecida pela vítima. “Ela ficou muito nervosa quando viu a faca dele”, observou.

O agente disse ainda que a vítima estava muito atordoada, mas não soube dar mais detalhes sobre o ocorrido. O fato foi registrado por volta das 10h desta quinta.

A mulher foi encaminhada para o Instituto Médico Legal para que sejam realizados exames que comprovem o crime. O caso está sendo investigado pelo delegado Antônio Henrique, da Barra de São Miguel.

Na Praia do Francês, quatro mulheres foram violentadas por um mesmo homem. O primeiro caso com ele, que continua foragido e já tem retrato falado, foi noticiado em 5 de julho de 2012, quando uma turista de Goiás foi atacada enquanto fazia caminhada sozinha perto do Leprosário.

Fonte: TNH1

Anônimo disse...

Quanto Alagoas ganha

Alagoas sai ganhando. E muito. O aumento é calculado em 567%, a partir dos dados da CNM. Em 2011, o estado e os municípios recberam, juntos, R$ 53 milhões. O valor a receber este ano passa para R$ 353 milhões – uma considerável diferença de R$ 300 milhões que vai irrigar o caixa do governo estadual e das prefeituras.

A Secretaria da Fazenda calcula que com a nova regra o Estado receberá R$ 200 milhões a mais por ano. Segundo o estudo da CNM o ganho do estado pode chegar a R$ 207 milhões. O dinheiro extra pode dar ao governo condições, por exemplo, de melhorar os salários de algumas categorias de servidores públicos.

Os municípios também saem ganhando. Segundo a Confederação Nacional dos Municípios em 2011 as cidades alagoanas receberam R$ 42 milhões de royalties e passariam a receber, este ano, R$ 136,1 milhões.

A exceção fica para Coruripe, Marechal Deodoro e Feliz Deserto que perderão R$ 19 milhões, R$ 7 milhões e R$ 750 mil, respectivamente.

Maceió, que recebia R$ 4 milhões por ano passará a receber R$ 27 milhões.

O texto completo do site Congresso em Foco está no link a seguir: http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/veja-como-fica-a-distribuicao-do-dinheiro-do-petroleo/

Anônimo disse...

A PMAL PRECISA URGENTE DE MODIFICAÇÕES!!!! 1º O COMANDO GERAL: DEVERIA SER ALGUEM QUE REALMENTE COMANDE, UM OFICIAL DO EXERCITO COMO EXEMPLO E QUE FOSSE PARA RUA!!!! 2º MODIFICAR ESSES COMANDO SUBORDINADOS: CPC, 5ª CPM/I, CORREGEDORIA ETC, TODOS PEIXADAS E NÃO FAZEM NADA AO NÃO SER MAQUIAR A SEGURANÇA PÚBLICA!!!!3ºACABAR COM ESSA IDEIA DO GILMAR BATINGA DE GUARNIÇÃO COM 02 PMS, A BANDIDAGEM TA ORGANIZADA E A PM DESORGANIZADA, ELE SÓ QUER QUE A POPULAÇÃO PENSE QUE TEM POLICIA N A RUA. DAQUI UNS DIAS VAI SER SÓ O MOTORISTA!!!!
4º MUDAR ESSE DARIO PINOQUIO, QUE MAQUEIA AS ESTATICAS DIZENDO QUE TA UMA MARAVILHA!!!!!MENTIROSO
E TANTAS OOUTRAS COISAS FORA DO SERIO NESSA PM DESMOTIVADA!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

..."Essa é minha tragédia pessoal. Talvez ela seja igual a sua, companheiro, que ainda acredita que está fazendo a coisa certa se dedicando mais do que deveria a combater o crime"...
Essa também é a minha tragédia pessoal e acho que de muitos outros companheiros. A PM foi a maior decepção da minha vida, pensei que seria um héroi, pobre sonhador, sou apenas um fantoche neste circo de ilusões.

Texto maravilhoso Pfem Ana, admiro muito seus textos e comugo de seus pensamentos.

2006 REVOLTADO disse...

Pefem Ana,adorei,a matéria foi exelente,mais uma vez voce está de parabéns.Vou deixar pra voce uma pergunta no ar;Voce se interessaria em candidatar-se a um cargo político em defesa da nossa classe( polícia militar)?Particularmente eu estaria com voce.Espero resposta!

Anônimo disse...

Kkkkk, nem ela, e nenhum membro do site, seriam presos.

Anônimo disse...

Sgt Bráz, sabemos que é o senhor tem sua postura, seu caráter e de sua dedicação, fiquei sabendo, que senhor voltou a ativa, home, tome jeito, deixe de ser burro, mal se recuperou do avc, já está trabalhando, vá para casa e passe no mínimo 06 meses descansando, e outra coisa, entenda que esse anônimo, está te provocando não cai nessa onda, para não se prejudicar, não pense que todos são seus amigos, no copom está cheio de gente falsa, não confie, no cb Vicente, cb Josué que não dá um dia de serviço na rua, sargento Calixto Calixto e sargento Renato, eles andam falando mal do senhor, todos invejosos, sabem de sua competência... agora, nos fale uma coisa, o senhor será candidato a deputado estadual em 2014 ou não ? porque não se revela candidato e assumi de vez ? grande parte do efetivo do copom, te apoia em tudo o que fazes por lá, por sua atitude, a escala melhorou bastante, os sobreavisos caíram bastante, os macetosos foram para fora do copom. Parabéns pelas suas postagens, excelentes e também bém fundamentadas. Atenciosamente alguém do COPOM

Anônimo disse...

Seis assassinatos na noite e madrugada em áreas da capital e Agreste

Crimes continuam se multiplicandoCrimes continuam se multiplicando

Seis assassinatos foram cometidos na noite de sábado e madrugada de domingo, na região metropolitana de Maceió e no Agreste, segundo relatórios da Secretaria de Defesa Social. Houve ainda várias tentativas de homicídio.

Na noite de sábado, um jovem de 18 anos foi executado com pelo menos 13 tiros, e outro de 15 anos ficou gravemente ferido. O duplo crime ocorreu em Teotônio Vilela, a 91 km de Maceió. Segundo a 3ª Companhia da PM, populares alertaram policiais de que haviam ouvido vários disparos de arma de fogo perto do mercado municipal da cidade. Uma guarnição foi ao local e encontrou, crivado de balas, o corpo de Jonatan Alves /fernandes, de 18 anos. O adolescente Gilson Gomes de Silva, de 15, havia levado um tiro nas costas e outros no pé e no braço, e foi levado para a Unidade de Emergência do Agreste. Os autores dos disparos não foram identificados.

Em Lagoa da Canoa, outro adolescente, Benevan Lopes dos Santos, de 17 anos, voltava de uma festa para casa a pé, quando, segundo testemunhas, um homem de moto se aproximou dele e abriu fogo com uma pistola. O jovem morreu no local. O assassino não foi identificado porque usava capacete, e fugiu.

Estupro e estrangulamento

Em Feira Grande, também no Agreste, Rosimeire Isidora da Silva, de 18 anos, estava em um posto de gasolina com conhecidas quando um rapaz, Allison Araújo de Lemos, de 20 anos, a teria obrigado a subir em sua moto. Ele levou a jovem para uma área verde nas redondezas e a estuprou, segundo a vítima. Em seguida, tentou matá-la por estrangulamento. Rosimeire fingiu-se de morta, enquanto o agressor fazia rondas para observá-la, e aproveityou-se da distração do rapaz e saiu correndo. Pediu socorro ao vigia da área verde, que acionou o 3º BPM. O rapaz foi preso.

Cabo PM é executado com 9 tiros por dois homens

O cabo PM Carlos Pereira de Barros, de 50 anos, lotado no Batalhão de Radiopatrulha, foi morto com nove tiros, na noite de sábado, depois de entrar em luta corporal com dois homens na Praça Padre Cícero, em frente ao terminal de ônibus do Benedito Bentes, em Maceió.

Segundo testemunhas, o cabo teve roubada sua pistola pelos homens, que o executaram com três tiros na cabeça, um no peito e cinco no abdômen. Oa assassinos fugiram sem ser identificados.

Mais crimes

Na Pitanguinha, perto da garagem da Real Alagoas, foi encontrado no sábado o corpo de um homem sem identificação, trajando bermuda preta, de pele morena clara, cabelos curtos e pretos. O corpo tinha duas perfurações de balas, uma no nariz e outra nas costas.

Mais um cadáver do sexo masculino foi encontrado na estrada que leva à Usina Sumaúma, em Marechal Deodoro. em documentos, estava em avançado estado de decomposição.

Outro crime no Benedito Bentes II: Márcio André dos Santos, de 33 anos, foi atingido por 14 tiros – três na cabeça, cinco no tórax e seis nos braços. Os assassinos fugiram.

Na Chã do Pilar, José Roberto dos Santos, de 27 anos, que residia no povoado Forno, morreu vítima de disparos de arma de fogo. Ele chegou a ser socorrido e estava sendo conduzido de ambulência para o hospital do Pilar quando entrou em óbito. As circunstâncias do homicídio não foram informadas.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver