Maceió, novamente a capital mais violenta do Brasil

E para confirmar o que estamos afirmando neste blog, há mais de dois anos, vamos simplesmente reproduzir uma matéria da Gazeta de Alagoas.
Violência em Alagoas é destaque no jornal Folha de São Paulo
Reportagem aponta dados alarmantes nas policiais, IML e presídios
A Folha de São Paulo deste domingo (24) apresenta um raio-x das ações do governo de Alagoas no combate à criminalidade, especialmente na capital, e destaca o aumento da violência no estado. Com a manchete “A mais violenta, Maceió tem áreas proibidas”, a equipe de reportagem aponta os motivos que levaram o estado a liderar rankings de assassinatos, como a carência de policiais e as deficiências nas investigações.
“Nos últimos dez anos, a cidade assistiu a uma explosão no número de homicídios. No período, a taxa de homicídios em Maceió subiu 144%, enquanto o conjunto das capitais teve queda média de 18%. De oitava capital mais violenta do país em 2000, Maceió passou ao topo do ranking dez anos depois. A taxa de homicídios é de 110,1 por 100 mil habitantes – quatro vezes a taxa nacional, de 27,4”, informa a publicação.
Segundo a reportagem, ao tentar conhecer o bairro do Vergel do Lago e a região do Vale do Reginaldo, locais conhecidos pelo aterrorizante índice de violência, o jornalista do veículo de comunicação fora informado por um taxista do acesso proibido. Ele se negou a entrar no bairro do Vergel do Lago, descreve.
A Folha destaca que o número de Policiais Militares e Civis, atualmente, é insuficiente para atender toda população alagoana. A histórica falta de estrutura do Instituto Médico Legal (IML) também é apontada, além da falta de vagas nos presídios alagoanos. Outro dado alarmante tem relação com o número de homicídios investigados de 2005 a 2008, apenas 7,5%.
Na publicação, é apontada a morte do médico Alfredo Vasco, no ano passado, durante um assalto, como o estopim para o pedido de ajuda federal. “Dois dias após o assassinato, em maio, uma multidão saiu às ruas pedindo paz em Alagoas. O Estado recorreu ao Ministério da Justiça. Um mês depois foi lançado o Brasil Mais Seguro, com o objetivo de conter os homicídios”, explica.
Furto de armas apreendidas
A reportagem da Folha a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, revelou que no passado recente as armas apreendidas pelas Policias voltavam às ruas devido à falta de estrutura. Segundo ela, a realidade mudou e hoje as armas são trancadas em uma sala monitorada com 24 horas com câmeras.
O que diz o Estado
“Os homicídios em Maceió caíram 20,5% de 2011 para 2012, após 12 anos de crescimento, afirma a Secretaria Estadual da Defesa Social. Foram 753 casos no ano passado, ante 947 em 2011. No período de vigência do programa federal Brasil Mais Seguro, diz a pasta, a queda das mortes violentas foi ainda maior – 23% em comparação com período anterior”, cita a publicação, como a versão apresentada pelo governo.
No entanto, durante entrevista à imprensa alagoana, Miki admitiu que os números estão abaixo do esperado e que poderiam ser mais expressivos, dado o aparato disponibilizado. Miki chegou a afirmar que há “falhas pontuais na execução do programa, que estão sendo corrigidas”.
A nosso ver, a maior correção que poderia ser feita seria a destituição de toda essa cúpula nojenta, a começar pelo affair da Senhora Secretária. O resto seria consequência!

24 comentários :

GRUPO DE PESQUISA EM SEGURANÇA PÚBLICA - GPSEG disse...

A Folha de São Paulo fez um belo trabalho ao informar o que está acontecendo em nosso Estado. Teve informações que retrataram a realidade, outras que ficaram a quem da verdade, e outras que “fantasiaram” o que está acontecendo. No tocante ao IML de Maceió, por exemplo, a falta de estrutura é gritante, tanto que a atual gestão da Perícia Oficial está providenciando a sua transferência para um novo local, acreditando e esperando que o governo construa logo uma nova unidade no Tabuleiro. No tocante a parte “fantasiosa” feita pelo jornal paulista, ficamos a nos perguntar: “Com que base de informações a Folha de São Paulo afirma que o IML funciona improvisado em um galpão?”

Anônimo disse...

quem foi que disse, uma mentira dessa, querem desmoralizar o cel sebinho, o gilmar, que quando assumiu o comando do cpc, falou alto e eme bom, tom, que iria reduzir os índices de violência, e principalmente os homicídios, até agora sebinho, não vi isso, vc ta perdido igual cego em tiroteio, aperta mais os praças cel idiota, que vc vai ver muito mais dispensa médica...., precisamos eleger o nosso deputado.....

Anônimo disse...

Capital mais violenta do país, Maceió (AL) tem 'áreas proibidas'

Maceió (AL) lidera com folga o ranking de homicídios nas capitais do país, num Estado com efetivo policial defasado, IML (Instituto Médico Legal) improvisado em galpão e falta de vagas em presídios.

Em Alagoas, somente no ano passado delegados passaram a ir às cenas do crime para colher dados. Antes, iam apenas os peritos, e o resultado está nas estatísticas: de 2005 a 2008, apenas 7,5% dos assassinatos foram apurados.

Essa sensação de impunidade é um reflexo da falta de estrutura. Hoje, presos que ganham direito ao regime semiaberto (trabalham fora e dormem na cadeia) vão direto para casa, pois não há presídios para esse sistema.

Diante disso, Maceió tem "áreas vetadas" para a circulação. A reportagem tentou ir ao Vergel do Lago, uma das mais perigosas, mas o taxista se recusou a dirigir até lá. "É uma área proibida", informou.
Nos últimos dez anos, a cidade assistiu a uma explosão no número de homicídios. No período, a taxa de homicídios em Maceió subiu 144%, enquanto o conjunto das capitais teve queda média de 18%.

De oitava capital mais violenta do país em 2000, Maceió passou ao topo do ranking dez anos depois. A taxa de homicídios é de 110,1 por 100 mil habitantes -quatro vezes a taxa nacional, de 27,4.

No período, os dois principais grupos políticos de Alagoas passaram pelo poder --os rivais Ronaldo Lessa (PDT), ex-governador, e Teotônio Vilela (PSDB), que cumpre seu segundo mandato.

Agora, Alagoas conta com ajuda federal. Num passado recente, armas apreendidas não eram monitoradas. Saíam das salas oficiais da perícia e realimentavam o ciclo do crime, afirma a secretária nacional de Segurança, Regina Miki.

"O foco do Estado não era combater homicídios. Nosso ambiente é propício para matar", resume Dário Cesar Cavalcante, secretário de Segurança Pública do Estado.
Coronel reformado da Polícia Militar, Cavalcante foi segurança do ex-presidente Fernando Collor.
ESTOPIM

A morte de um médico no ano passado durante um assalto foi o estopim para o pedido de ajuda federal.

Dois dias após o assassinato, em maio, uma multidão saiu às ruas pedindo paz em Alagoas. O Estado recorreu ao Ministério da Justiça.

Um mês depois foi lançado o Brasil Mais Seguro, com o objetivo de conter os homicídios.

Por enquanto, a parceria com o Planalto tem como face mais visível a ocupação de favelas pela Força Nacional, com 230 policiais para ajudar.

"Outras formas de ações sociais [para combater a violência], que só o Estado pode fazer, não estão acontecendo", diz a socióloga Ruth Vasconcelos, da Universidade Federal de Alagoas.

OUTRO LADO

Os homicídios em Maceió caíram 20,5% de 2011 para 2012, após 12 anos de crescimento, afirma a Secretaria Estadual da Defesa Social. Foram 753 casos no ano passado, ante 947 em 2011.
No período de vigência do programa federal Brasil Mais Seguro, diz a pasta, a queda das mortes violentas foi ainda maior -23% em comparação com período anterior.
Para ficar no lugar do reforço da Força Nacional, o Estado abriu concursos para contratar 1.040 policiais militares e 400 policiais civis.

"Está acordado que a Força Nacional permanece aqui enquanto estivermos com o pessoal dos concursos em formação", diz o secretário Dário Cesar Cavalcante. Segundo ele, o governo já constrói um presídio na região do agreste para 800 presos, ao custo de R$ 30 milhões.
Ainda não há data para a construção de uma unidade de regime semiaberto em AL.

Para monitorar as armas apreendidas, foram instaladas câmeras e fechaduras eletrônicas na sala da perícia.
O secretário Cavalcante afirma que o governo obteve R$ 130 milhões com o BNDES para investir em segurança em 2013 e 2014. (Folha de São Paulo).

Anônimo disse...

Acusado de desacato é pego com 4 munições no ânus

Homem discutiu com militares e, após revista policial, foi autuado por porte ilegal de arma

Uma ocorrência inusitada chamou a atenção de policiais no início da noite deste domingo (24). William Maxuel Santos da Silva foi conduzido à Central de Polícia, no Prado, para ser autuado por desacato e, durante a revista, foram encontradas quatro munições de revólver calibre 380 em seu ânus.

Durante a tarde, militares receberam um chamado de atropelamento no bairro da Jatiúca. Ao chegar ao local, a guarnição acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), para socorrer a vítima, de nome não informado, mas identificada como a esposa de William. Ela foi atingida por um veículo Hilux, de cor e placa não identificadas. Revoltado com a demora da ambulância, o acusado começou a discutir com os policiais e ainda contou com a ajuda da vítima, que se levantou e brigou com a guarnição.

Após a discussão, a vítima – ferida na cabeça - foi socorrida até o Hospital Geral do Estado (HGE), no Trapiche da Barra, e o esposo, levado à Central e autuado por desacato a autoridade.

Durante uma revista, os agentes encontraram quatro munições dentro do ânus do acusado. “Fomos embora, mas, com pouco tempo, retornamos à Central. Ele acabou autuado novamente; agora, por porte ilegal de arma”, confirmou o soldado PM Lucas.

Outros casos

A polícia também registrou - através de denúncia anônima - mais dois casos de porte ilegal de arma. José Henrique e Diógenes foram pegos em flagrante portando armas de fogo no bairro do Reginaldo.

Anônimo disse...

Polícia interrompe fuga em massa de delegacia em Santana do Ipanema

Dententos cavaram buraco de 50 cm² dentro da cela para fugir na madrugada desta segunda

Uma operação conjunta da Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC) e Pelotão de Operações Policiais Especiais (Pelopes) interrompeu, na tarde deste domingo (24), uma tentativa de fuga em massa de presos da Delegacia Regional de Santana do Ipanema. De acordo com a PM, a fuga estava prevista por cerca de 40 presos, para acontecer na madrugada desta segunda-feira (25).

Através de denúncias anônimas, militares do 7º Batalhão foram informados que alguns presos planejavam fuga da delegacia. Uma viatura foi acionada para fazer ronda na região e vistorias dentro das celas. Segundo a polícia, em uma das oito celas da distrital, foi encontrado um buraco de cerca de 50 cm², feito pelos detentos. Ele ligaria algumas celas e possibilitaria a fuga de cerca de 40 homens.

Nas vistorias feitas, foram encontrados 10 espetos de ferro usados para cavar o buraco, além de quatro sacos de barro e tijolos, retirados da parede. Em levantamentos iniciais da polícia, a fuga estava planejada para acontecer por volta da 1h desta segunda.

Ainda segundo policiais, após a ação, os detentos foram remanejados para outras celas, também superlotadas. A capacidade máxima da Regional de Santana é de 20 presos, mas a delegacia mantém 74 detentos em apenas oito celas.

CIODS disse...

Maceió registra três homicídios e dois atentados neste domingo

O Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods) registrou três homicídios e dois atentados neste domingo (24), em Maceió.

No início da manhã deste domingo (24), às 8h32, o 1º Batalhão da Polícia Militar foi acionado para uma tentativa de assassinato na Rua do Livramento, no Centro de Maceió. A vítima: um adolescente de 14 anos, que após uma discussão com um desconhecido foi atingido por uma facada no pescoço. Apesar da perfuração em região preocupante, o jovem foi socorrido ainda com vida. No entanto, o dia ainda reservava outros crimes com a mesma brutalidade.

De acordo com o relatório do Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods), no restante da manhã e em toda a tarde não houve novos registros, mas com o pôr-do-sol, por volta das 18h30, na Rua Marquês de Abrantes, no bairro Bebedouro, Rafael Fernando Bomfim da Silva, de 18 Anos, foi vítima de disparos de arma de fogo e precisou ser socorrido para o Hospital Universitário por populares para não vir a falecer.

No mesmo dia, por volta das 20h, na Rua Santo Antônio, no bairro Feitosa, o Batalhão de Polícia de Eventos (BPE) registrou o assassinato de Thiago das Neves Cordeiro, de 22 anos. Ele foi vítima de seis disparos de arma de fogo, que atingiram várias partes de seu corpo. Os autores do crime não foram localizados.

Ainda no final da noite do domingo, o 5º Batalhão da Polícia Militar foi acionado para outro homicídio em Maceió, desta vez na Rua São Caetano, no bairro Benedito Bentes, por volta das 21h40. O crime, que não teve o autor identificado, vitimou Clebson Gildo Silva dos Santos, de 21 Anos. Ele foi atingido por cinco tiros, sendo quatro na cabeça e um no ombro.

Em horário muito próximo, na Avenida Gama Lins, no bairro Tabuleiro do Martins, outros cinco disparos matou Elder Ferreira da Silva, de 26 anos. Também neste caso o atirador conseguiu fugir do local sem deixar pistas.

Anônimo disse...

Veículo carbonizado com vítimas é encontrado em Arapiraca

Até o último fim de semana a polícia ainda não tinha reconhecido os corpos das vítimas

Um veículo totalmente carbonizado com corpos de duas vítimas foi encontrado, na tarde do último sábado, na barragem de bananeiras, zona rural do município de Arapiraca. O carro, não identificado, foi encontrado por populares que transitavam pelo local.

O proprietário do veículo disse que havia emprestado o veículo a um amigo , na noite da sexta-feira. Até o último fim de semana a polícia ainda não tinha reconhecido os corpos das duas vítimas. Os policiais do 3º Batalhão de Polícia Militar foram acionados e constataram o fato.

Anônimo disse...

Para comentarmos algo, temos que ler e estudar, a criminalidade não estar unicamente nas mãos da PMAL, vamos cobrar dos outros órgãos, principalmente da PC, onde vamos fazer um flagrante e ficamos agurdando mais de seis horas enquando o Delegado não chega por vários motivos. Certa vez, o Delegado tinha ido a um casamento, outra vez foi a um batizado em Coruripe, outra resolvendo problema particular, outra preso no trânsito, outro tá chegando... e ai vai um monte de desculpas, se é desculpa. A principal deles é tô saindo de serviço, istoé faltando duas horas para terminar o seu plantão. Por fim, vamos divulgar esses casos, jogar no ventilador...

Anônimo disse...

Coronel Neuton Boia assume Comando de Policiamento da Capital

Comandante da PM confirmou a substituição de Gilmar Batinga

O Comandante da Polícia Militar, Dimas Cavalcante, confirmou na manhã desta segunda-feira (25) que o coronel Neuton Boia assume o Comando do Policiamento da Capital (CPC). Há dois anos e meio, o coronel Gilmar Batinga estava à frente do CPC. Como a Gazetaweb antecipou na última sexta-feira, Batinga passará para a reserva da corporação.

Sem muitas palavras, Dimas Cavalcante informou à Gazetaweb que tinha encontrado o nome para substituir Batinga. Durante esta manhã, militares participam de uma reunião com o governador do Estado, Teotonio Vilela Filho (PSDB). Em pauta, ações de combate à criminalidade.

Na semana passada, a saída de Batinga surpreendeu a todos, inclusive membros da própria corporação. Desde então, Neuton Boia já figurava como provável substituto, sendo apontado por associações militares.

Não quero parar de trabalhar

Apesar da reforma, o coronel Batinga, segundo os bastidores, deve ocupar um cargo estratégico na Secretária de Defesa Social. Na atual composição, militares reformados, praças ou oficiais, desempenham funções administrativas, entre elas, gestão de projetos.

Na semana passada, Batinga deixou claro que após anos de serviço não quer ficar em casa ‘sem fazer nada’. “Já estou nessa função há dois anos e meio. Estou saindo do CPC, mas sobre aposentadoria não está certo não, quero trabalhar ainda”, revelou. Ele assumiu a função em setembro de 2010, no lugar do coronel Mário da Hora, que ocupa o subcomando da PM.

Anônimo disse...

pessoal, o sebinho, ta dando adeus ao cpc, mais não pense que ele vai ficar de fora, vai dar uma rasteira em alguém, em quem será? sub cmt, assembléia, tc, apm,pmm, amg, hummmm, sei não viu..... só sei, que cabeças vão rolar lá no copom.... se cuida maj valdécio,ou maldécio ? sua banguela também ta vindo por ai, com o boia.........kkkkkkkkkkk

Gato Guerreiro disse...

Silvânio Barbosa é condenado pagar R$ 20 mil a capitão da PM

O vereador por Maceió, Silvânio Barbosa (PSB) foi condenado a pagar R$ 20 mil reais pelo crime de danos morais que teve como vítima o capitão da Polícia Militar (PM) de Alagoas, Paulo Eugênio. A decisão foi do juiz Orlando Rocha Filho e foi publicada no último dia 15 de março.

O caso vinha tramitando desde o ano de 2010 na 6º Vara Cível da Capital e teve inicio após o na época prefeito comunitário do Conjunto Benedito Bentes, na parte alta de Maceió, Silvânio Barbosa, acusar o oficial de abuso de poder durante uma confusão em uma assembleia de moradores que discutia o pleito para eleger os representantes da prefeitura comunitária do Benedito Bentes.

Silvânio chegou a pedir segurança de vida alegando que temia ser assassinado a mando de Paulo Eugênio solicitação que foi atendida pelo Conselho Estadual de Segurança que posteriormente decidiu não revalida-la, por entender que a segurança oferecida pelo Estado, estava sendo desvirtuado.

Em sua decisão o magistrado deixou claro que o então major Paulo Eugênio nada teve haver com o problema registrado durante a assembleia de moradores e citou como protagonista do problema o soldado Siderlane

“Diante da visualização do fato, conteúdo das alegações constante nos ofícios de Auditoria do Réu e demais provas carreadas aos autos, entendo que este extrapolou o exercício regular de seu direito de comunicar às autoridades acerca da ocorrência de fatos tipificados, porquanto o conteúdo dos ofícios não condiz com a realidade do ocorrido, desvirtuando a ordem e a forma dos acontecimentos, uma vez que não fora o Autor [major Eugênio] quem deflagrou os atos de violência, bem como não vislumbrou em momento algum o interesse do mesmo em propagar a violência já instaurada quando da sua intervenção. agindo tão somente em defesa do seu filho, que fora agredido pelo Sd PM Patrício responsável pela segurança do Réu, bem como ficou constatado que o Autor em nenhum momento sacou sua arma de fogo".

O EMERGENCIA190 tentou manter contato com o político, mas quem atendeu seu aparelho celular - que se identificou como assessor do vereador e não aceitou dizer o nome - informou que Silvânio não iria se pronunciar sobre o caso.

Um amigo disse...

BOLETIM GERAL OSTENSIVO Nº 056 DE 25 DE MARÇO DE 2013

1. Portaria nº 021- Sind-CG/Correg., de 19.03.13

O Cmt Geral, no uso das atribuições que lhes são conferidas, de acordo com o artigo 14, § 1º, I, do RDPMAL, aprovado pelo Decreto nº 37.042, de 06.11.1996 designa o Maj QOC PM mat. 78578 Adalberto Santos Romeiro, para através de Sindicância apurar supostas transgressões disciplinares que vêm ocorrendo desde junho de 2012, atribuídas a 1º Ten QOC PM mat. 88221 Noêmi Gomes Firmo Soares, pertencente ao 7º BPM, como agressões verbais e constantes ameaças, por meio de mensagens telefônicas e blog, contra a Cadete PM CFO III mat. 142307 Mariana César Gois, pertencente à APMSAM, e seu filho, que se encontra bastante temerosa em virtude da frequência dessas mensagens cujos conteúdos se alternam entre pornografias, ofensas e pedidos de desculpas, conforme Termo de Declarações nº 097/13-CG/CORREG., prestado pela Cadete PM CFO III Mariana César Gois. Conduta, abstratamente, prevista nos artigos 33, 34 e 35 da Lei nº 5.346/92 (Estatuto dos Policiais Militares do Estado de Alagoas) c/c art. 32, inc. XL e XLI, do RDPMAL. Em consequência, o Sindicante compareça à Seção de Polícia Disciplinar da Corregedoria, no prazo de 48h, para recebimento da Portaria e demais documentos, ficando desde já orientado que o(s) Sindicado(s) deve(m) estar acompanhado(s) do(s) respectivo(s) defensor(es), em conformidade com a Portaria nº 001/2000-ASS-CG, de 04 de janeiro de 2000.

Anônimo disse...

esse vereador , copmo todos sabem, usou o complexo benedito bentes, para se alto completar, e a população e muito burra, e o sd siderlane, é outro oportunista, que se deitou com o vereador apenas para mamar nas tetas da prefeitura de maceio......... bando de imorais...........

Anônimo disse...

Tenente NOEMI de novo? Já apanhou do Capitão, do tenente, do soldado, agora quer apanhar da cadete tb. Que que essa cidadã ainda tá fazendo na pm ein

Anônimo disse...

Ex-soldado da PM é morto a tiros dentro de carro em Arapiraca

Polícia Civil informa que a vítima foi expulsa da PM por envolvimento em crimes

O ex-soldado da Polícia Militar de Alagoas, José Cícero Barbosa Rodrigues, de 42 anos, foi assassinado com vários tiros, na manhã desta terça-feira (26), em Arapiraca. O corpo dele foi avistado dentro de um veículo Gol, de cor preta, que ele conduzia, com marcas de bala. A Polícia Civil já informa que a vítima foi expulsa da PM por envolvimento em crimes.

Pelos relatos que chegaram ao conhecimento de militares do 3º Batalhão, lotados em Arapiraca, o ex-policial retornava para a residência onde mora depois de ter deixado o filho na escola. No trecho da Rua Ângelo Tavares, localizada no bairro Baixão, ele foi atingido por vários tiros enquanto dirigia e morreu na hora, dentro do veículo.

Populares foram ouvidos pelos policiais no local do crime, mas nenhum deles soube precisar as características dos acusados do assassinato – ou do único acusado. O corpo do ex-militar seria recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca depois da perícia feita pelo Instituto de Criminalística (IC).

O caso será investigado pela equipe do 54º Distrito Policial já a partir desta terça-feira, quando um inquérito será instaurado. Testemunhas serão ouvidas, inclusive familiares, para tentar descobrir a motivação do homicídio.

Anônimo disse...

Equipe de reportagem da Gazetaweb é vítima de assalto e câmera é roubada

Estagiária da empresa foi ameaçada de levar um tiro enquanto trabalhava no cumprimento de uma pauta

A equipe de reportagem da Gazetaweb foi vítima de assalto, na tarde do último domingo (24), enquanto cumpria uma pauta no bairro de Jacarecica, em Maceió. Um jovem se aproximou da estagiária Raisa Laureano, ameaçou atirar e roubou a câmera fotográfica da empresa.

No momento em que foi abordada, a estudante fazia entrevista com moradores daquela localidade que reclamavam do avanço da água do rio Jacarecica nas residências. O suspeito era alto, magro, de cor morena, tinha olhos verdes e trajava camiseta branca e bermuda preta. A estagiária disse que foi intimidada verbalmente, mas o acusado não apontou a arma que dizia estar escondida.

Quatro pessoas foram vítimas, entre elas Raisa Laureano. Além da câmera da funcionária, o ladrão levou o celular de uma das entrevistadas. Como as demais estavam sem quaisquer objetos de valor na hora do assalto saíram ilesas e ainda tiveram tempo de correr.

“As pessoas que estavam comigo saíram correndo e me deixaram sozinha. Eu não tive como fazer o mesmo, já que estava com a câmera pendurada no pescoço. O bandido exigiu o equipamento, eu insisti para que ele não levasse, mas foi tomado à força”, relatou a estagiária. Ela acrescenta que ainda correu para tentar recuperar o material roubado, mas o jovem seguiu em direção à praia e, segundo testemunhas, subiu em uma motocicleta modelo Shineray acompanhado por uma mulher.

“Eu ainda avistei a jovem que estava com o suspeito. Ela observou toda a ação de longe e depois os dois saíram correndo”, contou a funcionária da Organização Arnon de Mello, que foi à Central de Polícia, no bairro do Prado, para registrar a ocorrência. Policiais militares foram mobilizados, mas não conseguiram localizar o acusado.

De acordo com Raisa Laureano, uma das vítimas relatou que já havia sido assaltada cinco vezes naquela região.

Anônimo disse...

Sete pessoas são assassinadas nas últimas 24 horas

Homem foi encontrado morto em Rio Largo

Sete pessoas foram vítimas de homicídio nas últimas 24 horas em Alagoas. Segundo dados da Perícia Oficial de Alagoas (Poal), dois corpos foram encontrados em avançado estado de decomposição no interior do Estado.

Em Rio Largo, um homem ainda não identificado foi encontrado morto num canavial por trás do Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares. A vítima, de aproximadamente 30 anos, foi encontrada por trabalhadores rurais.

O homem trajava camisa branca e bermuda cinza e estaria morto há cerca de três dias. Devido ao estado de decomposição do corpo, a perícia não conseguiu identificar que instrumento teria sido utilizado no crime. O corpo continua sem identificação no Instituto Médico Legal de Maceió.

Já em Boca da Mata, Daniel Cerqueira dos Santos, de 63, foi encontrado morto em estado decomposição. Não há informações sobre a causa da morte.

Deram entrada também no IML de Maceió os corpos de: Lourinaldo Mota da Silva, 25 anos, assassinado com disparos de arma de fogo na cidade de Campestre; Weslly Vieira da Silva, 16, morto a tiros na tarde de ontem no Conjunto Margarida Procópio, no bairro do Tabuleiro; Adriano Góis da Silva, 23, vítima de disparo de arma de fogo na zona rural de Marechal Deodoro; Marcos Lourenço da Silva, 35, assassinado dentro da casa de número 285 da Rua Jequié, no bairro do Canaã; e Jonathas da Silva Santos, 13, morto por disparos de arma de fogo no Alto da Boa Vista, em Guaxuma.

No IML de Arapiraca, a vítima de violência foi o eletricista Cícero Rodrigues da Silva, 52, que faleceu na Unidade de Emergência do Agreste vítima de arma de fogo. Deu entrada ainda o corpo de Mnoel Henrique da Silva, 82, morto por queimadura no Sítio Lagoa da Laje, na zona rural de Major Isidoro.

E continua sem esclarecimento a causa da morte de Genauro João dos Santos, 50, encontrado morto na Lagoa Manguaba, na Barra Nova, em Marechal Deodoro.

Anônimo disse...

como reduzir a violencia se os pm estão desmotivados sem salario e ainda com uma carga horaria injusta com escalas de 24 por 48 com extra sem remuneração se não da salario pelo menos regularize a escala sendo 24 por 72 como sergipe, pernambuco e bahia que valorizaram seus pm´s e os índices de violencia cairão. Nesses estados alem do pm´s ganharem 3,500 sergipe, 2,800 pernambuco e 2,900 bahia alem das escalas SE-24POR 48; PE 24 POR 48 E BA 12 POR 24 E 12 POR 72. com extras remunerados e com data previamente definida. Por esses detalhes e que em ALAGOAS a violencia só tende a aumentar, pois os cmt´s não estão nem ai pra tropa só pensam em aperto e mais aperto os pm´s viram bagaços, pois na terra das canas não teriam outra coisa a se tornar se não bagaço.

Sócio da ASSOMAL disse...

Governador recebe coronéis da PM e do Corpo de Bombeiros

O governador Teotônio Vilela recebeu nesta segunda-feira (25) dezesseis coronéis da Polícia Militar e onze coronéis do Corpo de Bombeiros Militar, para tratar da crise que afeta a tropa neste momento, tendo em vista o governo não ter cumprido desde o ano passado a promessa de realinhar os vencimentos dos integrantes das corporações militares.

Na reunião, o governador tentou explicar aos coronéis porque o estado não cumpriu ainda o acordo feito com as associações militares, e como sempre, o mesmo, colocou na frente o limite prudencial da LRF como argumento da não aplicabilidade do realinhamento para a tropa conforme acordado.

A reunião ocorreu em um clima de tensão, onde os coronéis que se pronunciaram foram enfáticos em cobrar do governo o cumprimento do acordo do realinhamento para a tropa, alegando que os militares têm dedicação exclusiva na corporação, não podendo ter outro emprego, não possuem horas extras, adicional noturno, abono permanência, serviço voluntário, além de contar com uma lei de promoção que está com sua aplicabilidade contestada por todos, ferindo o princípio da impessoalidade.

Ficou acertado que uma comissão de quatro coronéis irá até a SEFAZ, tão logo sejam convocados pelo secretário da pasta, ainda esta semana, para observarem in loco a situação financeira do estado, que, segundo o chefe do executivo, não possui condições no momento de arcar com mais esta despesa, se comprometendo, mais uma vez, de honrar o compromisso assim que as finanças do ICMS melhorarem.

Para maiores informações clique aqui.

Anônimo disse...

Na noite do dia 26/03/2013 homem é encontrado morto dentro de apartamento na cidade de Palmeira dos Índios, IML afirma que ele foi vítima de homicício por enforcamento!!!

Toma, Otário disse...

Oficial da Polícia Militar tem carro arrombado dentro de estacionamento da Assomal

“Pensei que seria um local seguro”
, lamentou o militar

Um oficial da Polícia Militar teve uma surpresa desagradável ao deixar a aula de natação no clube da Associação dos Oficiais da Polícia Militar de Alagoas (Assomal), localizado no bairro do Trapiche da Barra. O seu veículo, que estava estacionado dentro do clube, foi arrombado e seus pertences foram levados.

Em entrevista ao CadaMinuto, o militar, que preferiu não se identificar, relatou que terminou a aula por volta das 16h30 e seguiu para o estacionamento, quando percebeu o furto. Segundo ele, os criminosos conseguiram abrir o veículo danificando a fechadura da porta do motorista.

“Pelo estado que a fechadura ficou, acredito que essa ação demorou algum tempo, mas ninguém conseguiu notar essa movimentação. Acho um absurdo dentro de um clube de oficiais não ter segurança”, disse o oficial.

Dentro do veículo estava uma bolsa com notebook, documentos e o fardamento do militar. O oficial lamentou a falta de segurança. “Pensei que seria um local seguro. Acredito que eles estavam em busca de alguma arma”, completou.

***

Se o fato tivesse ocorrido à noite, teria sido uma “noite dançante”.

GM SEMSC MACEIÓ disse...

PARABÉNS AO GOVERNADOR DO ESTADO, A REGINA MIKI, AO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA DO ESTADO, AO COMANDANTE DA POLÍCIA MÍLITAR DE ALAGOAS, AOS DEPUTADOS DE ALAGOAS, AOS VEREADORES DE MACEIÓ, AO EX-PREFEITO DE MACEIÓ CÍCERO ALMEIDA, AOS SECRETÁRIOS QUE PASSARAM PELA A GUARDA MUNICIPAL DE MACEIÓ E A TODOS QUE COLABORARAM DIRETA OU INDIRETAMENTE PARA ALAGOAS ALCANÇAR ESSE ÍNDICE.

GM SEMSC MACEIÓ disse...

PARABÉNS AO GOVERNADOR DO ESTADO, A REGINA MIKI, AO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA DO ESTADO, AO COMANDANTE DA POLÍCIA MÍLITAR DE ALAGOAS, AOS DEPUTADOS DE ALAGOAS, AOS VEREADORES DE MACEIÓ, AO EX-PREFEITO DE MACEIÓ CÍCERO ALMEIDA, AOS SECRETÁRIOS QUE PASSARAM PELA A GUARDA MUNICIPAL DE MACEIÓ E A TODOS QUE COLABORARAM DIRETA OU INDIRETAMENTE PARA ALAGOAS ALCANÇAR ESSE ÍNDICE.

Anônimo disse...

NO ÍNDECE DAS 10 CIDADES MAIS VIOLENTA DO BRASIL MACEIÓ NÃO ESTAR INCLUIDA NESSE INDÍCE, RECIFE ESTAR EM DECIMO



Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver