“Sorria”, você não está sendo filmado!

– Colocadas em locais para chamar a atenção da mídia e da elite, as câmeras de monitoramento da Secretaria de Defesa Social não garantem “segurança”.
Parece que em Alagoas a sociedade “esclarecida” é surda, cega ou louca de dar nó. Ou então adora dar uma de João-sem-braço. Ou será que ninguém ainda notou a completa balela sobre as câmaras de vídeo monitoramento aparentemente instaladas “pela” Secretaria de Defesa Social no ano passado?
Os oficiais “manda chuva” da Polícia Militar – garotos-propaganda do governo tucano de Téo Vilela – sempre deixam claro o seu desespero em agradar a mídia e/ou tentar virar os olhos da elite alagoana para suas fardas estreladas, e muitas vezes “sujas”.
Ninguém em sã consciência pode entender como os homens “técnicos” em segurança pública podem se dar ao desplante de instalar câmaras apenas nas regiões nobres de Maceió. Os oficiais responsáveis por esse ardil engabelador mandaram um recado curto e grosso para os abastados habitantes da orla e do Farol: “nós servimos a vocês; por favor, não se esqueçam da gente”.
E o governador, cacimbão, engoliu a corda. Aliás, na verdade, vindo do Dário César, o Chefe do Executivo engole tudo sem mastigar, mesmo quando há claros danos aos cofres públicos e aos interesses da população. É incrível, mas é assim. Há de ser assim até o dia 31 de dezembro de 2014, quando finalmente expira o mandato desse asno sortudo, montado até hoje em cima do nome do pai, o “menestrel das Alagoas”.
Nós vamos dar uma pequena dica onde as câmaras deveriam ter sido primeiramente instaladas. Saca só governador chinfrim:
1) CARMINHA, SELMA BANDEIRA, CIDADE SORRISO E ARREDORES; 2) CAMPESTRE, GAMA LINS E ARREDORES; 3) BOLÃO, VIRGEM DOS POBRES (GALPÃO) E OUTROS PONTOS CRÍTICOS DO TRAPICHE; 4) JACINTINHO; VALE DO REGINALDO; 5) SAÍDAS/ENTRADAS DE MACEIÓ; 6) LOCAIS COM MAIOR POTENCIAL DE INCIDÊNCIA DE TRÁFICO, ASSALTOS, ROUBOS E VIOLÊNCIA.
As fotos da postagem valem por mil palavras.
A sugestão dos lugares mais pobres não é por discriminação; é por conta da intensa movimentação de pessoas ligadas ao tráfico, da ocorrência maior de crimes de homicídio e outros delitos que engrossam as estatísticas desfavoráveis ao governo.
Esclarecimento: o discurso do governo tem sido um só: “as câmeras vão proporcionar maior segurança”. Essas afirmações são levianas e buscam engabelar os tolos espectadores da alienada e comprada mídia alagoana. Quem dá segurança são as ações acertadas da polícia e as políticas de investimento em áreas sociais críticas.
As câmeras proporcionam somente a “sensação” de segurança e podem inibir/esclarecer crimes, nunca evitá-los. Esse é mais um presente de grego do secretário Dário César para o povo de Alagoas e para o governador perna de tartaruga.
E olhe que cada câmera nos custou a nós alagoanos a besteirinha de R$ 100.000,00 (cem mil reais). Por acaso você achou que Dário César colocaria câmeras tão “caras” pra vigiar bairro de pobretão e favelas “fedorentas” dominadas por criminosos? Quem pensou assim, enganou-se redondamente.
Acha mesmo que ele e seus vassalos perderiam a chance de tá posando de “competentes” para os riquinhos e as autoridades locais? No final, as câmeras vão servir apenas para bisbilhotar a vida das pessoas e para multar motoristas infratores. Até agora, nenhum crime (homicídio, tráfico de drogas, assaltos etc.) foi esclarecido ou filmado pelas milionárias câmeras.
Agravante: vai demorar muito pra se consertar esse “equívoco” cinematográfico, porque onde o governador pisa, a grama pego fogo.
O único lugar onde o Estado acertou na colocação das câmeras foi no Centro Educacional do CEPA, na Fernandes Lima. Mas aí temos um detalhe no mínimo irônico: QUEM COLOCOU ESSAS CÂMERAS NO CEPA FOI A SECRETARIA DE EDUCAÇÃO; NÃO FOI INICIATIVA DA DEFESA SOCIAL.
O Secretário de Educação mostrou que, de Segurança Pública, ele entende bem mais do que Dário César (Chaves), o eternus. Tá aí uma boa ideia, governador. Vamos trocar Dário César pelo Dr. Adriano Soares. Bota o coronelão na pasta da Educação, pede pra ele ficar de boca fechada e fazer o mesmo que faz na SEDS: NADA!
Gato por lebre
Reportagens dos periódicos locais mostraram que, em verdade, muitas das câmeras de monitoramento não pertencem ao Estado, são propriedade do Município de Maceió. É isso mesmo: apesar do alarde de Dário César, a maioria das câmeras foi paga pelo erário municipal. O secretário é um mentiroso, e o governador o velho e bom demagogo incorrigível. Fazer graça com o... dos outros é bom demais.
Nem segurança ao patrimônio o Estado dá. As câmeras começaram a ser furtadas pelos criminosos, debaixo das barbas do incompetente secretário.
E EU PENSANDO QUE DESTA VEZ A COISA ERA SÉRIA... Puxa, até eu quase me deixava enganar...
Precisamos eleger um Deputado Estadual para representar os nossos interesses!

9 comentários :

Anônimo disse...

Brilhantes observações.

Anônimo disse...

Companheiro, técnico em segurança pública são os praças. Os oficiais são "BACHARÉIS" o que só piora!

Anônimo disse...

DESDE O INÍCIO DAS INSTALAÇÕES DESSAS CÂMERAS SEMPRE ME PEGAVA PEGUNTANDO PORQUE NÃO INSTALAM NAS ÁREAS MAIS CRÍTICAS?
OUTRO DETALHE: A RONDA CIDADÃ, (Que de cidadã não tem nada), PORQUE SÓ E SOMENTE SERIA CIDADÃ SE TODA ÁREA ABRANGIDA POR CADA BATALHÃO TIVESSE UMA VTR DA RONDA CIDADÃ DO MAIS PAUPÉRRIMO AO MAIS MERCENÁRIO!
PORQUE O ILMO SR CEL GILMAR BATINGA DA PRIORIDADE PRA QUE NÃO FALTE POLICIAMENTO DA RONDA CIDADÃ NA JATIÚCA, PONTA VERDE E ADJACÊNCIAS? Seria para deixar o caminho livre para o MARCOS BARBOSA (financiador) e fechar os olhos para a parte menos rica financeiramente que abrange o 1º BPM?
#fFICA.A.DICA

Anônimo disse...

boa observação

Anônimo disse...

"Eu sou da polícia e estou aqui pra te prender!
Você violou a lei,
Não fui eu quem fiz a lei,
Eu posso até discordar da lei, mas vou assegurá-la...
Não importa o quanto você peça, suplique, implore ou tente me convencer, nada do que você fizer vai me impedir de colocar você em uma jaula com barras de ferro!
Se você fugir eu corro atrás
Se você me enfrentar eu luto com você
Se atirar em mim eu atiro de volta
Pela lei eu não posso dar as costas
Sou a consequência, a conta que não foi paga...
Sou o destino com distintivo e arma!
Atrás do meu distintivo tem um coração como o seu.
Eu sangro, eu penso, eu amo...
E também posso ser morto!
E embora eu seja apenas um, tenho milhares de irmãos e irmãs iguais a mim
Eles vão arriscar a vida por mim e eu por eles
Montamos guardas juntos
Uma tênue linha bege protegendo as presas dos predadores, os bons dos maus
NÓS SOMOS A POLÍCIA MILITAR!"
(Abertura do filme "Marcados para Morrer")
Que o texto sirva de inspiração para nós sempre!
FIQUEM COM DEUS!

Railton Teixeira disse...

Violência preocupa organizadores da Copa de 2014

Ministro destaca que maior precupação do Ministério é a violência

A violência - que coloca Alagoas como o estado mais violento do país - vem preocupando o ministro dos Esportes e os organizadores da Copa de 2014. Em sua passagem pelo Estado, durante a realização do Seminário de Exibição Pública, Aldo Rebelo destacou ao Alagoas24horas que a maior preocupação do comitê organizador gira em torno desta problemática.

Para Rebelo, a violência não afeta apenas Alagoas, mas é uma constante que afeta todos os estados da federação. “Esta máxima não é apenas neste estado, mas os fatos destacados na imprensa nacional preocupam por demais”, enfatizou.

“Os governos federal e estadual já estão trabalhando para a resolução deste problema. Estive acompanhando o andamento de algumas medidas importantes que foram tomadas pelo governo, no mais, agora é só esperar”, amenizou.

Rebelo garantiu que já está trabalhando para que o Estado receba uma seleção durante os eventos da Copa do Mundo e das Confederações. “Estou apoiando, além de garantir recursos federais para serem investidos na melhorias das condições de alojamento e circulação de turistas”, garantiu.

Para o governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB), o Estado está se adequando às exigências estabelecidas para o recebimento de uma seleção. “A nossa intenção é receber uma seleção grande, claro que para isso estamos cumprindo à risca as suas exigências”, enfatizou.

“Estamos nos preparando, estruturando os novos aeroportos, nossos hotéis, inclusive será inaugurado o primeiro seis estrelas do Brasil, e ainda a estrutura física do nosso estádio”, garantiu.

Seminário

O Seminário de Exibição Pública - realizado pela FIFA - que está sendo realizado em um hotel na orla de Maceió, tem o objetivo de esclarecer e delimitar regras para a exibição dos jogos da Copa do Mundo e das Confederações por meio de telões.

Segundo a assessoria da Fifa, representantes dos 27 estados estão reunidos em Alagoas para discutir uma formula para não atingir o direito de transmissão televisiva.

Fonte: Alagoas24horas

Anônimo disse...

Vcs PM's são um bando de FRACOS, FRACOS, FRACOS. Vcs merecem se FUDER mesmo nessa PM, bando de DESMORALIZADOS, se não fosse os Bombeiros pra dar a CARA pra bater, ir durmir na rua cheio de mosquito e vcs so sabem reclamar pela net e ficar instigando os outros a não ir ao movimento. Bando de FROUXO, como disse ontem um companheiro da PM, Bando de CAGA COTURNO, me envergonho de vcs. Pra quem não foi ao ato e não sabem, 90% que dormiu na porta da SEGESP era Oficial do BM e vcs ja ganharam o realinhamento e ja ta bom. É por isso que me orgulho de ser BM pq agente nao reclama, agente faz. Fiquem acomodados chorando bando de FROUXO E FRACOS, é esse meu Desabafo, e digo mais dia 18/03 to la acampando, e lanço um desafio pra vcs bando de FROUXO, se não quiserem dormir, pelo menos vão no dia 19/03, quanto mais PM melhor, ou qnt mais FROUXO melhor. Moderação, não apague o desabafo de um SD BM!

Vanessa Alencar disse...

Deputados repercutem dados do Mapa da Violência

Os números apresentados pelo Mapa da Violência 2013, que colocam Maceió entre as capitais mais violentas do País na última década (entre os anos de 2000 e 2010), foram repercutidos na sessão ordinária desta quinta-feira, 7, na Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE).

O assunto foi colocado em pauta pelo deputado Ronaldo Medeiros (PT), que destacou o aumento do número de mortes principalmente entre os jovens e os negros. Em relação a Alagoas, o petista chamou a atenção para o crescimento, em mais de 248%, nos índices de homicídios entre 2000 e 2010.

“O Mapa mostra que em 2000 tínhamos 495 homicídios e em 2010 chegamos a 1.725 mortes, enquanto que Pernambuco, nosso vizinho, registrou uma redução de 27% na criminalidade no mesmo período. Os números, incontestáveis, apresentados no estudo mostram que a probabilidade de ser assassinado em Alagoas é duas vezes maior que a média do Nordeste”, frisou.

Medeiros destacou que existem estudos apontando ações que o governo pode adotar para reduzir a violência e disse que as bases comunitárias inauguradas em Maceió deveriam estar atreladas a projetos sociais envolvendo secretarias como a Educação, Esporte e Mulher: “Não adianta combater violência só com violência. Essa política é falha”.

O petista também criticou os primeiros meses da administração de Rui Palmeira na Prefeitura de Maceió, afirmando que o prefeito deveria falar menos e agir mais.

Em aparte, o deputado João Henrique Caldas, o JHC (PTN) saiu em defesa de Palmeira: “O prefeito tem agido sempre. A primeira coisa que ele fez foi não se omitir, indo ao Ministério Público para denunciar o que encontrou. A estrutura da Prefeitura está travada e o desfalque que foi encontrado vai levar tempo para ser sanado, talvez toda a administração de Palmeira”.

Em relação à violência na capital, JHC disse que acreditar que, no que é responsabilidade do município, a prefeitura irá reverter os índices negativos.

Antes de concluir o pronunciamento, o parlamentar voltou a cobrar dos colegas apoio para retirar do papel a CPI da Violência, de sua autoria, que ainda não obteve as assinaturas necessárias para ser instalada. “Temos a prerrogativa, portanto, vamos pecar pelo excesso. Se a CPI estivesse funcionando, talvez os números acerca da violência no Estado não estivessem mais cercados de tantas dúvidas”.

Também em aparte, o deputado Edval Gaia (PSDB), líder do governo na Casa, lembrou que os dados apresentados no Mapa da Violência 2013 dizem respeito somente até o ano de 2010 e voltou a defender que entre 2011 e 2012 os índices de homicídios foram reduzidos no Estado.

Fonte: Alagoas24Horas

Anônimo disse...

eu concordo com você que as câmeras apenas dão a sensação de segurança,eles podem até inibir alguns crimes,mas eu nunca vi nenhum crime que o crininoso deixou de cometer pelo local ter uma câmera de vigilância,até eu ver isso,eu não posso acreditar que as câmeras inibem alguém

as câmeras podem ajudar a esclarecer alguns crimes,mas segundo uma reportagem do jornal da record,somente 10 por cento dos crimes filmados pelas câmeras,as pessoas são indentificadas,a reportagem não fala nada sobre presos,eu acho que não vale a pena invadir a privacidade alheia pela possibilidade de resolver algum crime que nem foi cometido ainda

por que Estado acertou na colocação das câmeras foi no Centro Educacional do CEPA, na Fernandes Lima?

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver