O “rendimento” dos capitães de areia

O Direito Administrativo, ramo do Direito Público, regula as relações jurídicas em que desponta de um lado – primeiramente – o interesse do Estado e de outro o interesse social, tendo como pressuposto a competência constitucional da Administração Pública para impor modelos de conduta.

Para Meirelles (1991 apud DUARTE, 1995, p. 3), o Direito Administrativo “é o conjunto harmônico de princípios jurídicos que regem os órgãos, os agentes e as atividades públicas tendentes a realizar concreta, direta e imediatamente os fins desejados pelo Estado”.

Para Duarte (1995, p. 3), “o Direito Administrativo Comum ou lato sensu vem a ser o ramo do Direito Público que estuda os aspectos atinentes à Administração Pública, seus órgãos e seus agentes, ontologicamente ligados à noção de Estado”.

Referência: DUARTE, Antônio Pereira. Direito Administrativo Militar. Rio de Janeiro: Forense, 1995.

Isso posto, resta concluir que para atingir os fins desejados pelo Estado os seus agentes devem agir dentro dos princípios jurídicos, dentre os quais – não deixando de reconhecer que existem outros – se destacam os da moralidade e o da impessoalidade. Sendo que no âmbito castrense alagoano, além dos princípios inerentes à Administração Pública (em geral), a ética policial militar impõem-se, a cada um dos integrantes da Polícia Militar, conduta moral e profissional irrepreensíveis, com a observância dos preceitos estabelecidos, tais quais: “ser justo e imparcial no julgamento dos atos e na apreciação do mérito dos subordinados”, “praticar a camaradagem e desenvolver, permanentemente, o espírito de cooperação”, “observar as normas da boa educação” (incisos V, VIII, XIV, do art. 8º, do RDPMAL).

Ora, o que se quer dizer com isso, na verdade, é que quando o Major QOC PM Valdécio (conhecido pela alcunha de “Maldécio”) deu “banguela” em quatro capitães – o 1º foi o Capitão Tavares, que vai para o BOPE; o 2º foi o Capitão Fabiano, que vai para o BPRv; o 3º foi o Capitão Flávio, que vai para o BPE; e o 4º foi o Capitão Carvalho, que vai para o CPAF – ele não agiu corretamente, pois não agiu em consonância aos princípios que regem a Administração Pública.

Segundo o relatório que o Major Valdécio encaminhou para o Comando, os capitães não estavam “rendendo”, razão pela qual ele solicitava a movimentação dos mesmos o quanto antes. E sabem por que os capitães não estavam “rendendo”? Simplesmente, porque eles, os capitães, não davam Parte de seus subordinados, conforme exigia a “instância superior”, e porque eles estavam muitos próximos aos Praças.

E o comando, ao saber que os Oficiais intermediários estavam com alto grau de amizade com cabos e soldados, seguindo a linha de raciocínio do Major “Maldécio”, não aceitou!

“Isso que o Major Valdécio está fazendo no CIODS é uma vergonha. Ele é intransigente e não ouve ninguém. Parece que tem algo contra a harmonia no ambiente de trabalho”, protestou um soldado que até bem pouco tempo estava trabalhando como radio operador no CIODS.

“Solicito que os colegas do Briosa verificassem essa situação e outras mais, lá no CIODS”, acrescentou o oficial que nos deu a informação a respeito da transferência dos capitães. “Seria bom que esses ‘puliciólogos’ de plantão, que gostam tanto de visitar as Bases Comunitárias e opinar por transferências de policiais, dessem uma passadinha no COPOM, para ver toda a situação. Mas que fizessem a visita ‘na baixa’, sem avisar... Esse Major passou dos limites. Tudo que ele faz parece que é motivado pelo lado pessoal, e isto está acabando com o COPOM”, finalizou.

Diante dessas constatações, a gente até queria ligar para o CIODS para tirar algumas dúvidas, mas por diversos motivos a gente não vai faze isso. Mesmo porque o telefone 190 raramente funcional. Por falar nisso, se os amigos briosianos estiverem numa emergência e tentarem falar com o 190, se não conseguir, liguem para 3315-2398 ou 8833-9349. Tenho certeza que os senhores serão prontamente e bem atendidos pelos oficiais do outro lado da linha, ao contrário do que é posto nos relatórios que são feitos sobre o “rendimento” dos capitães do CIODS.

Por fim, voltando a falar das banguelas que o Major Valdécio está orquestrando no CIODS, sabe-se que ele vai tirar várias pessoas de lá, incluindo-se auxiliares e operadores de rádio. Mas como “peixe” é peixe, provavelmente o Cabo Josué, que às vezes falta o serviço alegando motivo de doença (o que todo mundo sabe que é mentira, pois sempre que isso ocorre ele está com o Sargento Calixto e outros Praças no “bico”), irá permanecer.

Resumindo: enquanto a Administração Pública, leia-se a Polícia Militar, for denegrida por pessoas que agem em prol dos próprios interesses, indo na corrente contrária aos princípios que a regem, a sua eficiência ou finalidade jamais será atingida. Resta esperar que um dia os prejuízos causados sejam pagos, nem que seja através do jus puniendi do Estado.

Vocês precisam eleger um Deputado Estadual para representar os seus interesses!

36 comentários :

Anônimo disse...

é por isso que saiu uma matéria no cada minuto chamando praças voluntarios para trabalhar no copom.
Quem vai é outro, menos eu

Anônimo disse...

É DR JÚLIO, A RECIPROCA É VERDADEIRA, TODA ESSA COLOCAÇÃO SÃO VERIDICAS, ESSE MAJOR Maldécio, é o piro gestor que passou pelo copom, coomo diz, o prórprio regulamento, temos que manter a harmonia e a camaradage, ato contrário a major, e se falando em banguelas, e se a conversa dele, foi por conta dos capitães estarem no copm há mais de 04 ou 05 anos, então porque o cap agnaldo, conhecido por todos de academia, por batatinha, ficou no copom, pois ele ja vai para 08 anos, será que a banguela dos capitães, não teve a indicação deste ? outra coisa, vem a tona, é o fato de um de seus auxiliares, cb josué, conhecido como fura olho, aquele que quer comer acomida dos outros. é verdade, já vi ele faltar algumas vezes, e alegar está doente, isso aconteceu, quando o mesmo tirou ou tira 10 hs de p.ó particular, na loja MEA, e em um dos salões de belezae cactus musical, que o sgt calixto trabalha e administra a segurança, que também, quando não falta o serviço, chega atrasado, e permultar serviço, sempre prejudicando a todos,. excelente colocação dr júlio, deixo aqui, um recado, a este facínora do maj, maldécio, gosto do que fiz e faço dentro do copom, e se eu puder deixar as guarnição voarem a noite, isso não tenha dúvidas que farei. abraços a todos..

Anônimo disse...

Outro promovido pelo Ronaldo Lessa, ele e o Cel Marinho só que o Marinho aguentou a R... Do Ronaldo e oValdécio não se gagou todo, perguntem aos soldados do palácio todo mundo sabe disso, o Ronaldo comeu todos os oficiais que trabalhou com ele tinha que passar primeiro pela R...

Anônimo disse...

Rapaz,vão procurar um lavado de roupa. Ninguem trabalha bem pra vocês, será que só tem gente ruim na PMAL, brincadeira, ora se não quer trabalhar, paciência...

Anônimo disse...

isso é um corno, que leva gaia das mulher que ele se apaixona!!

Anônimo disse...

PM Alerta,

Isso é revolta por causa da gaia que levou da PFEM.
Vive andando em círculo, por isso é que pisa em rastro de corno.

Anônimo disse...

ALAGOAS 24 HORAS 17h39, 25 de Abril de 2013
‘Arrumaram dois rafamés para empurrar o crime', diz mãe de Bárbara Regina
Averiguem a mais nova trama burra de Dário César. Chamado incompetente pela MMª Elizabeth de Carvalho.

Anônimo disse...

esse espaco vem perdendo a credibilidade cada vez mais. nao tem assunto pra postar, nao posta. melhor que ficar falando o que nao deve.

Anônimo disse...

oxe! E esqueceu da gaia que levou do coroné macedo que saiu muito tempo com sua mulher sargentona veronica.

Anônimo disse...

tavares, flavio e fabiano? quem sao esses? pra levar banguela algo fizeram. esse cap flavio mesmo so abre a boca pra falar o que nem sabe se eh verdade sobre os outros. fofoqueiro e maldoso. cheio de gracinhas. vai olhar a vida pessoal dele e a conduta no trabalho.

Anônimo disse...

Sinceramente se não estavam dando parte algo está errado, a teoria do chefe bonsinho não existe, só leva a desorganização das institições, em suma, O MAJ VALDÉCIO continua onde está e os capitães não irão retornar.

Anônimo disse...

ESSE VALDENCI SEMPRE FOI SAFAFADO ,DESDE O TEMPO QUE EL FOI OFICIAL EB.ELE ANDAVA NO PRADO METIDO A BOSTA E ACHA QUE SER OFICIAL DE POLICIA É UM deus CUIDADO VALDENCIO TU VASA SE APOSENTAR E AI TU VAIS VER COMO SERIA SUA VIDA,OPA !ISSO É SE CONSEGUIR ,POIS CM MAL SE FERE COM MAL É FERIDO

Anônimo disse...

conhecendo os capitães que foram movimentados, tenho certeza que eles não irão colocar no ombro "literalmente" nem o comandante do CPC e nem o comandante geral para retornarem para o COPOM, artifício usado pelo "SENHOR PERFEIÇÃO" MAJOR VALDÉCIO durante a releição da ex-prefeita, KATIA BORN, e o atual governador TÉO VILELA, sendo registrado tal imagem nos diversos jornais escritos. Fato que veio a demonstrar o CARÁTER de tal oficial que se coloca na condição de julgar a competência dos capitães movimentados.

JESB disse...

O REMANEJAMENTO PERIÓDICO DE OFICIAIS ESTÁ AMPARADO PELO REMOP. PRA SER JUSTO, DEVERIAM REMANEJAR ALGUNS OFICIAIS QUE JÁ ESTÃO ALÉM DO TEMPO MAMANDO EM ALGUNS BTL, EX: BOPE, CFAP, 3º BPM, CIAs INDEPENDENTES, E ATÉ NAS "BARBAS" DO CMT GERAL. REMANEJAR É PRECISO!

Pela ordem, briosianos! disse...

Como a matéria tá "zero" de comentários vocês já notaram que não despertou o menor interesse, né? Sabemos que o major aí em cima merece umas boas lições da vida, e vai sofrê-las na hora certa, mas vocês aí do blog entendam de uma vez por todas que as classes são corporativistas e não se interessam muito por certas postagens. Os militares são corporativistas. Melhor seria se vocês concentrassem os esforços em coisa melhor, de preferência contra o governo e as ações negativas do comando da PM/CBM e SEDS. Evitem coloca alvos pessoais nas postagens, a não ser que o ato não possa ser separado da pessoa. Os interesses da classe são muitos e devem ser abordados. Obrigado, se publicar isso.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cap da Mesma turma disse...

Valdécio é um bom oficial, nunca soube de qq ilicito ou ato de imcompetencia envolvendo o mesmo. Nao sei se essa postagem vai interferir ou influenciar na sua vida profissional ou até mesmo social. Boa sorte aos oficiais que sairam do COPOM e que tiveram o privilégio de escolher onde queriam trabalhar, graças ao coração amigo do Mario Menino.
Concordo com vcs qdo dizem que precisamos eleger um deputado estadual urgentemente.

Anônimo disse...

porra meu irmão quase uma semana para postarem os comentários,demora da porra acabaram com o blog foi.

Anônimo disse...

o cmt do cpc deveria sim era movimentar esse tal de major maldecio para o 9º bpm em delmiro gouveia, onde não teriamos o desprazer de ver a cara dele. se as coisas estão erradas no copom o culpado é ele, e já que transferiu os capitães ele tb deveria ser transferido. desde que esse cara chegou no copom o serviço só piorou, ele não considera nem os capitães da turma dele imagine as praças. não é fácil não vc tirar um serviço extressante no copom e ainda ter que aturar essa mazela desse major.

Anônimo disse...

caraca vei, tive excelentes informações do copom, disseram que o lugar era ótimo, que não tem aperto, que os capitães são gente boa, que tem auxilares ótimos, mas se for assim, já vou desitir, já saiu meu nome no bgo, para fazer audiométria, , vai para lá satanás, olha o nome no cara maldécio...

Anônimo disse...

e agora sargento bráz, o senhor que fala tão bem do copom por onde passa, e até andou no bpe, para ver quem queria ir para o copom, dizendo que o ligar era bom e não tinha perseguição, e o que isso então. com a vossa palavra ?

Anônimo disse...

(Bibi): Nunca pensei que esse "Major" tivesse tamanha capacidade... confesso que nessa policia so tem mazelas mesmo. Nunca pensei que o Maldecio se escondesse por atras de mascaras.

Anônimo disse...

(Bibi) Esse Maldecio vive dando uma de puritano, uma de evangelico... Mas tudo que se faz aqui na terra é para ela que voltamos. A vingança faz parte da traiçao.

Anônimo disse...

Exemplo de desvio de finalidade, mas que graças a Deus foi corrigido em tempo hábil:

SOLUÇÃO DE PROCESSO DISCIPLINAR ORDINÁRIO
Portaria nº 081/11-PDO-CG/CORREG, de 19 de setembro de 2011.
Encarregado: 1° Ten QOC PM mat. 102703 Fernando Maia Lemos Filho Acusado: Sd PM mat. 96372 Eduardo Ítalo Bastos de Oliveira.
Defensor: 2º Ten QOC PM mat. 133273 – Diego Cardoso Ramos
Motivo: apurar possível transgressão disciplinar, atribuída ao Sd PM mat. 96372 Eduardo Ítalo Bastos de Oliveira, pertencente ao 6º BPM, conforme Despacho Jurídico PGE/PA- 00-712/2011, contido no processo n° 1204.3003/2009-PGE.
Face ao que resultou apurado, este Comando:
Considerando que ao acusado foi garantido o direito à ampla defesa e ao contraditório, previsto no Art. 78 do RDPMAL, e no Art. 5º inciso LV da Constituição Federal de 1988;
Considerando que o presente Processo Disciplinar Ordinário, tem como objetivo apurar possível transgressão disciplinar atribuída ao Sd PM mat. 96372 Eduardo Ítalo Bastos de Oliveira, por ter oficiado ao Procurador Geral do Estado de Alagoas, em tese, sem ter observado o trâmites administrativos da PMAL;
Considerando que de acordo com Art. 34 do RDPMAL, julgamento das transgressões deve ser precedido de um exame e de uma análise que considerem a culpabilidade; os antecedentes do transgressor; as causas que determinaram a natureza dos fatos; as consequências que dela possam advir e as causas que as justifiquem ou as circunstâncias que as atenuem e/ou as agravem;
Considerando que de acordo com os autos o acusado no dia 27 fevereiro de 2009 encaminhou Ofício nº 001/EIBO/4º BPM, endereçado ao Secretário de Estado de Gestão Pública e para Procurador Geral do Estado, solicitando informações acerca de um equívoco no modo de calcular o adicional noturno de acordo com o site da SEGESP, todavia no corpo do documento o referido militar solicita ainda que seus ofícios obedeçam à cadeia de comando, de acordo com o art. 25 do RDPMAL, conforme às fls. 68, 69, 70, 71, 72 e 73;
Considerando que se depreende dos autos que a administração militar não deu prosseguimento ao documento do acusado, tampouco deu justificativa plausível para o não encaminhamento de seu pleito;
Considerando que na PMAL qualquer recurso de interesse militar a órgãos públicos deverá seguir o trâmite administrativo peculiar, ou seja, por meio da cadeia de comando;
Considerando que no caso em tela está evidenciado nos autos que o acusado tentou enviar os documentos que deram origem ao presente Processo Disciplinar Ordinário utilizando as vias administrativas da PMAL, porém sem motivos justificáveis não obteve resposta para suas solicitações só restando ao acusado encaminhar seu requerimento diretamente a outro órgão público;
Considerando, por fim, que de acordo com os autos não há comprovação de que o Sd PM mat. 96372 Eduardo Ítalo Bastos de Oliveira, cometeu transgressão disciplinar ou crime de qualquer natureza.
Resolve:
1. Concordar com o parecer do Oficial encarregado do PDO;
2. Deixar de punir o Sd PM mat. 96372 Eduardo Ítalo Bastos de Oliveira, por não ter comprovação nos autos de prática de transgressão disciplinar ou crime de qualquer natureza.;
3. Instaurar Processo Administrativo Ordinário para apurar as responsabilidades por parte da administração do 4º BPM, à época dos fatos, por não ter encaminhado o requerimento do Sd PM mat. 96372 Eduardo Ítalo Bastos de Oliveira, de acordo com os trâmites administrativos da PMAL;
4. Encaminhar cópia da solução do presente Processo Administrativo a Procuradoria Geral do Estado, em resposta ao Despacho Jurídico PGE/PA- 00-712/2011, contido no processo n° 1204.3003/2009-PGE;
5. Publicar esta solução em BGO;
6. Arquivar os autos na Corregedoria;

Referência: BOLETIM GERAL OSTENSIVO Nº 042 DE 05 DE MARÇO DE 2013

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

POR QUE VOCE3 NÃO ESTÃO PUBLICANDO A HISTORIA DO CORNO, ESTÃO TOMANDO PARTIDO NEM. VOU ESPALHAR ISSO.

Anônimo disse...

(Bibi)Isso mesmo Italo, agora é so usar a 3ª Lei de Newton- AÇAO E REAÇAO- NAO DEIXE BARATO NAO...

Anônimo disse...

é por isso companheiros - e outros motivos, que voto com o sgt brás, para que possamos melhorar nossas policias, e unirmos cada vez, não existindo qualquer tipo de regalias, ao bope, rp, rpmon, todos são policiais, todos dão o mesmo sangue, e para que, umas unidades tem vantagens (dinheiro) e outros não, sgt brás para deputado estadual, vai mudar essa concepção, feitas por estes calhordas e mediocres, que não é só praças, e sim vários outros oficiais, temos excelentes praças na nossa corporação
atenciosamente cb costa

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver