Uma família da pesada - 2ª Parte

Como vimos anteriormente, a Família Barros Cavalcante, através dos irmãos Dário e Dimas controlam o aparato de Segurança Pública de forma direta, favorecendo a si mesmos e àqueles dispostos a pagarem o preço da lealdade a estes.

Sem propostas nem metodologia a ser aplicada para a repressão do delito, suas funções bem definidas quanto ao Estado são simplórias: Locupletar-se das diárias e subsídios altos que o cargo lhes concebe, sem a contraprestação ao serviço e acompanhando indiferentes a escalada da violência que transforma nosso Estado em uma localidade equiparada à países africanos, onde a guerra civil derivada das etnias radicais mancham de sangue o solo.

Diante deste quadro, a sociedade alagoana observa, atônita, a banalização da violência, sendo incitados a crer através do discurso do secretário que tudo não passa de ilusão. De forma irresponsável, buscam fazer o povo crer que o número de mortes violentas guarda uma relação direta com a família e não é diretamente responsabilidade destes. O crime é, na visão destes canalhas, um problema do povo.

Entretanto, torna-se dificultoso explicar a uma imprensa cada vez mais ativa e participativa as mortes por disparos acidentais, os homicídios encobertos, as mortes de adolescentes vítimas do crack. É difícil lidar com a imprensa e a repercussão da ineficiência do “trabalho” da Defesa Social, incapaz pela inaptidão do seu secretário e a Greve Branca da polícia militar, engessada ante a preguiça e morosidade do mister de seu irmão Dimas, e seus cochilos diários.

A extrema publicidade dos crimes precisava ser contida e era necessária da mesma sorte, uma reafirmação de atitudes estatais que mostrassem que algo estava sendo feito. Controlar determinados e estratégicos setores da mídia era para estes, vital. Era preciso também abrir espaço para que o ignorante secretário – cuja sofrível dicção e a dificuldade para concatenar pensamentos faz nos custar acreditar que este tenha sequer o segundo grau completo – adentrasse a casa dos alagoanos e buscasse a venda de uma imagem de uma segurança que só existe nas propagandas governamentais.

O leitor atento já deve ter se perguntado: Por quê a imprensa não noticia os desmandos cometidos pela cúpula da insegurança? Por quê não é divulgado – sobretudo para a imprensa do sudeste – os movimentos de revolta deflagrados pela tropa? Por quê a imprensa omite-se desta forma?

A resposta simplória é que a Família Cavalcante, atenta a esta necessidade, já estendeu seus tentáculos dentro da imprensa, buscando com isto blindar as críticas e enaltecer as ações desastradas e insuficientes do Governo, da Polícia e da Secretaria de Insegurança, além de minimizar os insucessos que se sucedem. Dito isto, apresentamos Dalton Barros Cavalcante.

Anteriormente, Dalton era um dos diretores do Sistema Pajuçara de Comunicação – grupo que engloba a TV Pajuçara, as Rádios Pajuçara AM e FM, o Portal Tudo Na Hora (TNH1), dentre outros. Este “Irmão Cavalcante” atuava nos bastidores do TNH1 (grupo que pertence a João Tenório, primo do Governador Teotônio Vilela Filho), contando com a amizade de André Vajas (Diretor Geral da PSCOM), de Rachel Fiúza (Diretora de Jornalismo) e de demais caciques da empresa de mídia e “censurava” – na cara de pau – toda e qualquer notícia prejudicial ao Governo e a Defesa Social, bem como inseria matérias oriundas da ASCOM daquela secretaria. Uma moleza!

E hostilizavam qualquer um que ousasse ir de encontro a estes, vedando qualquer notícia que tivesse o condão sociopolítico prejudicial aos “Neo Cavalcantes”. Postura diferenciada que não existia quando Wadson Regis era o Diretor daquela Empresa de Comunicação.

Também fazem parte desta sistemática a cunhada de Dário César, a Jornalista Telma Cavalcante, cuja menor expressão não lhe permite influenciar positivamente, restringindo seu modus operandi em apenas falar bem e enaltecer os feitos dos cunhados nos corredores da emissora.


Faz alguns meses, Dalmo Cavalcante deixou o Sistema Pajuçara e passou a integrar o staff da TV Alagoas. Especificamente, influindo diretamente nas pautas e na condução de programas como o Plantão Alagoas (apresentado pelo Jornalista Sikêra Junior) repetindo a mesma sistemática que adotava na empresa anterior: enaltecer e mentir – como palavra de ordem. A mudança na linha adotada pelo programa é perfeitamente visível (clique aqui).

Como recompensa, o irmão menos favorecido da Família Barros Cavalcante é convidado frequente das mesas palacianas, desfrutando das benéficas viagens (com dinheiro público?), numa prova de que para se dar bem e enganar a população, basta apenas saber relacionar-se bem e estender seus domínios em setores importantes do poder – e fora dele.

Na próxima postagem – a ultima da trilogia –, vamos fazer uma séria denúncia que precisa ser investigada pelo Ministério Público Alagoano, mostrando como o “Clã Barros Cavalcante” beneficia-se das verbas de propaganda do governo (através de um parente direto do secretário Dário César), avançando tanto no setor público como no privado em beneficio direto, auferindo lucros exorbitantes com todas estas propagandas exibidas em favorecimento da Defesa Social, provando que nosso Estado é verdadeiramente uma teta gorda para se mamar.

Continua...

10 comentários :

Anônimo disse...

nossa, escavacaram tudo, só faltam descobrirem, as ex ou ex mulheres e maridos !!!!!!, kkkkkkk, com essa falta de respeito, e num estado desmoralizado como o nosso, nunca teremos respeito, e com essa corja de deputados corruptos, nossa querida ALAGOAS, não crescerá nunca, se não tivermos políticos competentes, mas pelo que vejo, já temos um que ta no pianinho,,e quando for revelado sua candidatura, até Dadá maravilha o "Cesar", irá puxar o saco do sgt braz, que com certeza, será um dos candidatos miliatres mais votados, na história da Policia Militar, sgt Braz, aconselho-te, saia deste famigerado copom, dos seus amigos do CFCC 1993

Anônimo disse...

Muito boa a reportagem! agora toda a história vem a tona e os Alagoanos vão saber como esse cidadão envergonha nossa população. Essa tática usada por Dário era muito usada por Hitler, quando passava para a sua população que a Alemanha era sempre a vítima dos paises Europeus. Ele usava(Hitler) os meios de comunicação para iludir todos com mentiras absurdas e convicentes. Parabenizo a Briosa pela investigação e volto a cobrar pela sindicância que apurou uso indevido de Ponto 40 por agentes penetenciários. Lembrando que quem apurou foi o Cel Lima Júnior e essa apuração foi feita com lisura e transparência. Mas que o resultado mostra improbidade administrativa por parte de Dário, o César. Apenas essa sindicância já bastava para que o senhor feudal deixasse o cargo de secretário. Com a palavra o MP.

Anônimo disse...

SINCERAMENTE MAIS UMA VEZ ACHO QUE ESTAS DENUNCIAS NÃO VÃO DAR EM NADA,SIMPLESMENTE PORQUE O DUODÉCIMO DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA FOI AUMENTADO,O DO MINISTÉRIO PUBLICO TAMBÉM,O DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA TAMBÉM EO DO TRIBUNAL DE CONTAS TAMBÉM SERÁ QUE ESTÃO COMPRADOS OU NÃO,ENTRA COM ALGUMA AÇÃO CONTRA O GOVERNO PARA VER SE ALGUÉM OU ALGUMA INSTITUIÇÃO GANHA EM SE TRATANDO DE ALAGOAS TUDO PODE IRMÃOS.

Anônimo disse...

olhem só os senhores envergonhados -- (Cel R/R Dário César, Cel Dimas, Maj Fragoso, Sgt Teobaldo, Cb Simas, Cb Soares, etc) sgt Braz, para deputado estadual, COPOM, com certeza ira mudar, quando vc for deputado, nois praças seremos respeitados, teremos dignidades,... sabe porque digo isso, pqo comentário que ouço do sgt braz, é que ele é uma pessoa respeitada e respeitador, e preza pelo nome do praça, então sgt braz, quando for eleito, lembre-se, que o senhor foi é e será sempre praça, e tudo que fizer na assembléia deverá ser em prol de nois, e cacete nos malas (oficiais). cb ricardo

Anônimo disse...

Como diz o ministro Joaquim Barbosa, fazer o quê, se o executivo controla tudo com suas verbas e seus duodécimos para os outros poderes......Respondam nas urnas.

A Bola da Vez disse...

Um soldado foi entrevistado pela TV Pajuçara, e fez sérias denúncias contra o comando da PM. Ele inclusive tinha farta documentação das suas alegações, e até disponibilizava cópias para imprensa apurar as denúncias. Pois bem, depois da denúncia, "estranhamente", o comando ficou sabendo do episódio e tratou de instaurar uma sindicância em desfavor do soldado, que somente não foi punido por um simples detalhe: do que ele estava sendo acusado, se a matéria nunca foi ao ar?

Como a sindicância dava conta de uma entrevista (que nunca foi ao ar), cuja prova era uma gravação de mídia contida nos autos, que esta "estranhamente" "sumiu" dos autos quando o soldado passou a solicitar a sua apresentação, o fato foi encerrado por "ausência" de provas, mas nem assim o soldado saiu impune.

Alguns meses depois o mesmo estava sendo acusado em dezenas de PDOs e Sindicâncias, dos quais, assim que findar a sua LTS uma coisa é certa: vai ser excluído.

Anônimo disse...

PARABÉNS AO TEN GOUVEIA PELO DESEMPENHO NESTE ESTADO DEMORALIZADO VEJAM A FUNÇÃO DOS BABÕES DO GOVERNADOR TOMAR MALOQUEIRO DAS MÃOS DE QUEM TRABALHA PARBÉNS TENENTE E SUA GUARNIÇÃO

Anônimo disse...

OLHA SÓ NAS MÃOS DE QUEM ESTA ENTREGUE ESTE ESTADO UM GOVERNADOR VICIADO E SEUS COMPARÇAS

Anônimo disse...

Essa é a policia que o boi .... e esse estado não fica atrás um monte de corrupto e irresponsável a frente do nosso estado como vamos evoluir, quem assiste as propagandas do governo na tv fica impressionado com a perfeição de alagoas, em segurança e beleza, mas que alagoas é aquela que vemos na tv pois não é essa que estamos, assim todos os militares que estão na rua e veem as ocorrências diárias sabe disso, um filme que retrata essas mentiras do governo é 1984, quem já viu sabe

Anônimo disse...

A mulher do Secretário Dário tiririca foi pega na lei seca e foi socorrida pelo marido e ineficiente secretário. Vamos dar uma fiscalizada nas quentinhas dos presídios. tem rolo prá todo lado

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver