Um pouco do próprio veneno

CONSEG tenta arrumar uma ocupação para os oficiais-médicos: “retalhar defunto no IML”.

Recentemente, o Presidente do Conselho Estadual de Segurança teve uma “excelente ideia”, e foi a seguinte: “já que os médicos da Polícia Militar nada fazem além de ficarem homologando atestado de ‘araque’ na Junta Médica, por que não colocá-los para fazer necropsia no IML?”

Aliás, desculpa o equívoco, na verdade, essa ideia deve ter sido levada por algum Coronel “combatente”, de dentro ou de fora do CONSEG, e, como sempre, adotada pelo magistrado-presidente, sem questionar o total descabimento da jumentice.

Sim, pode e deve ter sido um coronel o genial autor dessa “pérola” da idiotice, porque essa é a espécie mais autofágica que existe no serviço público: um coronel se encaixa, em muitos casos, com a descrição da traíra, qual seja, “animal que devora seres da própria espécie para sobreviver”, com uma pequena adaptação: “coronel, servidor que devora seres da própria espécie, mas, também, por puro prazer.”

E se a vítima estiver abaixo do clero do alto comando, melhor ainda.

Então deve ter sido assim: para babar o Presidente do CONSEG, algum oficial-coronel “invejoso” deve ter sugerido ao magistrado Maurício Breda que mandasse os médicos da PMAL cortar defunto no IML.

Claro que isso é uma aberração, uma tentativa de minimizar os estragos gerados pela incompetência absoluta do Governador “papa mé” e do secretário caquético, Dário César. E como o CONSEG finge que manda e o comando finge que obedece, é claro que isso não vai acontecer.

Mas fica uma lição: o CONSEG aprendeu facilmente que é melhor arranjar “saídas” absurdas – fingindo mostrar serviço –, como estas, do que cobrar o governo vergonha na cara e maior seriedade com o aparato da segurança pública.

Mas bem que seria engraçado ver a Dra. Eliane, ou o “Josef Mengele” da PMAL, o anestesista-Capitão Aldir, dar plantão no IML com um bisturi (aliás, com uma faca – no IML não tem bisturi) na mão esperando a chegada dos “presuntos”. Rapidinho eles se uniram para acionar o CRM, que saiu em defesa dos médicos-oficiais e disse na imprensa que não era “função” deles retalhar defunto.

Concordamos com o CRM.

Mas, se a Junta Médica resolveu atender a todas as exigências do CONSEG (e a gente não sabe dizer o por quê), inclusive quando o Conselho passa por cima da ciência medicinal e questiona os atestados médicos, o Dr. Maurício  Breda – tal qual seu irmão, que quando da passagem pela presidência do CONSEG criou “fórmulas” que levaram nada a lugar nenhum – achou que podia qualquer coisa pelo fato de os médicos da PMAL serem tão submissos, que são até covardes.

Minha vó já dizia o ditado popular: quem muito de abaixa mostra os fundilhos.

O engraçado é quando o CONSEG ameaça rasgar o diploma dos oficiais de jaleco e desprezar suas carreiras acadêmicas, eles calam, quando deveriam colocar o Conselho de Segurança no seu devido lugar, exigindo o respeito dos conselheiros para com a classe médica. Se ninguém sabe nada de medicina no CONSEG não se meta a dar pitaco em profissão tão científica quanto é a de médico.

Mas não, foram aceitando, aceitando, até porque as intromissões do CONSEG só visam prejudicar praças, e aí, quem vai se meter para defender samango? É melhor ficar recebendo o soldo gordo de oficial, sem fazer muita coisa, e deixar o presidente do Conselho espernear à vontade. Acontece que de tanto aceitarem, quase acabam como retalhadores de defuntos.

Pois é, doutores-oficiais, pelo menos agora vocês constaram uma grande verdade: além de não servir para nada, o CONSEG não é de confiança e não considera ninguém, muito menos quem não procura o seu lugar e não tem consciência dos direitos inerentes à profissão de médico. Agora vocês provaram um pouco do próprio veneno.

E, caro doutor-magistrado-presidente, fica aí uma lição: “Determinação Judicial não se discute; ou se recorre ou se cumpre!” Atestado de Médico, idem.

Mas tem uma pequena e importante diferença: Atestado Médico se cumpre e não se recorre. O máximo a fazer é pedir a opinião de outro profissional da mesmíssima especialidade, cuja ética não lhe permitirá querer aparecer e desdenhar do parecer original, salvo, se padecer eivado de equívocos, como, aliás, ocorre com a maioria dos pareceres do Conselho.

Outra grande distinção: enquanto o CONSEG não tem pudor de emitir pareceres amadores sobre assuntos que ignora, o médico atesta do alto de seu conhecimento científico, ou seja, profissionalmente.

Os membros do Conselho devem aprender definitivamente uma coisa: o CONSEG não consegue mais esconder de ninguém a sua vassala posição diante do Governo do Estado, servindo mais de apagador de incêndio governista e menos de órgão capaz de exigir do governador transparência e atitudes corretas no trato com a Segurança da população. Só falta agora dar a ideia de realizar as necropsias dentro do hospital da PM.

Conclusão: o homem pode ficar cego por algum tempo, mas sempre chega a hora de enxergar a verdade. Fazer papel de bobo no reinado da safadeza, da desfaçatez e da incompetência do Governo Teotônio, e ainda ver um monte de coisa errada na Segurança Pública sem ter força para mudar, ou para exigir a mudança, não é papel de um Conselho de Segurança independente e forte. Fingir não enxergar os erros dessa administração desastrosa é mais grave ainda.

Mas afinal, qual é o verdadeiro motivo de toda essa cegueira e submissão do CONSEG? É algo a se pensar. E muito.

Eis mais uma razão para defendermos seguinte tese:

Precisamos eleger um Deputado Estadual para representar os nossos interesses!

25 comentários :

Briosa em Foco disse...

"Polícia divulgará (em coletiva às 10:30, de hoje, 11.07) o nome do policial militar envolvido na morte dos 'foragidos' na Operação Playboy". E pelo que já conhecemos das nossas "otoridades", a julgar pelo que aconteceu com o então Capitão Eugênio e o então Soldado Áldo Sérgio, já sabemos como vai ser o final dessa história.

Anônimo disse...

realmente necessitamos de representantes pois no estado de Sergipe além do salário ser satisfatório recentemente foi aprovado o quite alimentação no valor de 500,00. por coincidência existe 2 pm no legislativo representando a categoria como deputados.

Marcos Ramalho disse...

Um dos melhores textos que ja li no blog. Parabéns

Marcos Ramalho disse...

Um dos melhores textos que ja li no blog. Parabéns

Anônimo disse...

O Audir Marinho iria cortar suas proprias vítimas pois este médico anestesiologista já matou muitas pessoas e deixou outras em estado vegetativo. É burro, incompetente, ignorante e completamente imbecil.

Anônimo disse...

Tua hora vai chegar MÉDICO MONSTRO Audir Marinho, o Soldado que voce está perseguindo no processo de ISO, que tem 04 ATESTADOS DE MÉDICOS PSIQUIATRAS (dois particulares, um do SUS e um do Dr.Abel - Psiquiatra Militar) descrevendo RELAÇÃO DE CAUSA E FEITO LABORAL DE ACORDO COM A PATOLOGIA APRESENTADA já comunicou o fato que VOCE DISSE QUE NÃO TINHA RELAÇÃO DE CAUSA E EFEITO e encaminhou os atestados ao MINISTÉRIO PUBLICO e em breve voce vai responder CRIMINALMENTE, como BANDIDO QUE VOCE É. HISTÓRICO : Um Soldado PM que está INVALIDO TOTAL E PERMANENTE PARA TODO E QUALQUER SERVIÇO e que 04 médicos psiquiatras declararam que ele sofreu ESTRESSE PÓS TRAUMÁTICO SOFRIDO NO EXERCÍCIO DE SUA ATIVIDADE LABORAL ENQUANTO POLICIAL MILITAR e por isso desenvolveu uma doença chamada de ESQUIZOFRENIA PARANOIDE e no processo de ISO O SR. AUDIR JOSEPH MENGELE MARINHO afirmou que NÃO TEM RELAÇÃO DE CAUSA E EFEITO LABORAL, contrariando O LAUDO DE 04 MÉDICOS PSIQUIATRAS E DE DOIS PSICÓLOGOS ( Um dos Laudos da psicologa da PM) ou seja este senhor misto de MÉDICO E MONSTRO se acha Dr. em todas as especialidades médicas, inclusive de PSIQUIATRA. (embora seja completamente incompetente na sua especialidade) o problema é que através destes atestados se COMPROVARAM ASSÉDDIO MORAL NA POLICIA MILITAR DE ALAGOAS, E ASSIM O MEDICO MONSTRO AUDIR não quer assinar a ISO COM CAUSA E EFEITO LABORAL, sendo desta forma um DEUS, pois é ONIPRESENTE E ONIPOTENTE, E SUA PALAVRA É ORDEM E LEI. Um médico que tem a função apenas de aplicar uma injeção (anestesia) e vive deixando as pessoas em estado vegetativo ou matando elas por choque anafilático não tem competencia nem para ser ESCRIVÃO DE ISO, quanto mais Rsponsável pela ISO. Mais tua hora vai chegar, este processo de ISO que estás com PERSEGUIÇÃO vai te quebrar e o Ministério Público vai agir e depois será realizado processo no CRM, para quebrar teu galho e também PEDIDO DE DANOS MORAIS pela tua PERSEGUIÇÃO E FALTA DE TRATAMENTO ADEQUADO com o Paciente. Eu mesmo sou testemunha ocular dos maus tratos que voce realizou com este paciente que foi tratado por voce de forma desumana e irei fazer questão de prestar meu testemunho no Ministério Público e diante de qualquer Juiz.

Anônimo disse...

Tua hora vai chegar MÉDICO MONSTRO Audir Marinho, o Soldado que voce está perseguindo no processo de ISO, que tem 04 ATESTADOS DE MÉDICOS PSIQUIATRAS (dois particulares, um do SUS e um do Dr.Abel - Psiquiatra Militar) descrevendo RELAÇÃO DE CAUSA E FEITO LABORAL DE ACORDO COM A PATOLOGIA APRESENTADA já comunicou o fato que VOCE DISSE QUE NÃO TINHA RELAÇÃO DE CAUSA E EFEITO e encaminhou os atestados ao MINISTÉRIO PUBLICO e em breve voce vai responder CRIMINALMENTE, como BANDIDO QUE VOCE É. HISTÓRICO : Um Soldado PM que está INVALIDO TOTAL E PERMANENTE PARA TODO E QUALQUER SERVIÇO e que 04 médicos psiquiatras declararam que ele sofreu ESTRESSE PÓS TRAUMÁTICO SOFRIDO NO EXERCÍCIO DE SUA ATIVIDADE LABORAL ENQUANTO POLICIAL MILITAR e por isso desenvolveu uma doença chamada de ESQUIZOFRENIA PARANOIDE e no processo de ISO O SR. AUDIR JOSEPH MENGELE MARINHO afirmou que NÃO TEM RELAÇÃO DE CAUSA E EFEITO LABORAL, contrariando O LAUDO DE 04 MÉDICOS PSIQUIATRAS E DE DOIS PSICÓLOGOS ( Um dos Laudos da psicologa da PM) ou seja este senhor misto de MÉDICO E MONSTRO se acha Dr. em todas as especialidades médicas, inclusive de PSIQUIATRA. (embora seja completamente incompetente na sua especialidade) o problema é que através destes atestados se COMPROVARAM ASSÉDDIO MORAL NA POLICIA MILITAR DE ALAGOAS, E ASSIM O MEDICO MONSTRO AUDIR não quer assinar a ISO COM CAUSA E EFEITO LABORAL, sendo desta forma um DEUS, pois é ONIPRESENTE E ONIPOTENTE, E SUA PALAVRA É ORDEM E LEI. Um médico que tem a função apenas de aplicar uma injeção (anestesia) e vive deixando as pessoas em estado vegetativo ou matando elas por choque anafilático não tem competencia nem para ser ESCRIVÃO DE ISO, quanto mais Rsponsável pela ISO. Mais tua hora vai chegar, este processo de ISO que estás com PERSEGUIÇÃO vai te quebrar e o Ministério Público vai agir e depois será realizado processo no CRM, para quebrar teu galho e também PEDIDO DE DANOS MORAIS pela tua PERSEGUIÇÃO E FALTA DE TRATAMENTO ADEQUADO com o Paciente. Eu mesmo sou testemunha ocular dos maus tratos que voce realizou com este paciente que foi tratado por voce de forma desumana e irei fazer questão de prestar meu testemunho no Ministério Público e diante de qualquer Juiz.

Anônimo disse...

REPORTAGEM NO PORTAL DA RECORD R7 SOBRE O MÉDICO MONSTRO AUDIR MARINHO

Aplicação de anestesia deixa professora em estado vegetativo

Quarto de Gisela se transformou em UTI para atender suas necessidades

Do R7


Há dois anos, um possível erro médico deixou a professora de inglês, de uma escola na periferia de Maceió, em Alagoas, Gisela Patricia, em estado vegetativo. Após se submeter a uma cirurgia de varizes, para acabar com as dores no corpo, a mulher entrou em coma por causa da aplicação da anestesia.

Após o procedimento deixar sequelas, o quarto de Gisela se transformou em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva), com equipamentos, macas e remédios para atender suas necessidades.

Segundo a mãe da paciente, Sileda Costa, o responsável é o anestesista Audir Marinho de Carvalho Filho. Na época, ele foi indiciado pela polícia por negligência médica, mas o inquérito ainda não foi remetido à justiça. Não se sabe se o homem será submetido a um julgamento.

VOCE TAMBÉM VAI PAGAR POR ESTE CRIME, AGUARDE, AS AÇÕES NO MINISTERIO PUBLICO SERÃO JULGADAS E VOCE NÃO SERÁ MAIS PRIMARIO, FAREI DE TUDO PARA VOCE PERDER SEU CRM E IR PRESO, SEU PATIFE.

Anônimo disse...

audir-filho@uol.com.br , Sabemos seu email, sabemos sua residencia no Aldebarã, sabemos seu consultorio - Av. Fernandes Lima, S/N (Km 5) (Farol) Maceio, Alagoas AL e também no endereço Rua Prof Jose da Silveira Camerino, 1065 - Farol - Maceió/AL. Sabemos tudo de voce médico monstro Audir Marinho - A LEI SERÁ CUMPRIDA, DE UM JEITO OU DE OUTRO SERÁ CUMPRIDA, ESTAMOS NO SEU RASTRO, SEU PATIFE.


Anônimo disse...

FICO ESTARRECIDO COMO UMA INSTITUIÇÃO COMO A POLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS POSSUI EM SEU QUADRO MÉDICO UM MÉDICO INCOMPETENTE, LEVIANO E TRANSGRESSOR DOS DIREITOS HUMANOS COMO É O DR. AUDIR MARINHO. UM MÉDICO QUE PERSEGUE E MALTRATA OS PRAÇAS POR PURO PRAZER E MALDADE QUE JORRA DE SEU CORAÇÃO DURO E AMARGO. SINTO PENA DA ALMA DELE, QUE IRÁ QUEIMAR NO INFERNO POR TODA A ETERNIDADE. ARREPENDA-SE ENTREGUE SUA VIDA PARA JESUS E VOCE AINDA PODERÁ SER SALVO!

Anônimo disse...

O CONSELHO DE (IN)SEGURANÇA QUE SE ACHA TODO PODEROSO, ACIMA DE TUDO E DE TODOS, DEUSES, LEVOU UM GRANDE E ENORME REVÉS, QUE DESMORALIZOU TODA A (IN)CREDIBILIDADE QUE A SOCIEDADE AINDA TINHA NELES. E O RECADO FOI O SEGUINTE, MEXA COM OS PREÇAS, QUE SÃO DESUNIDOS E NÃO SABEM REIVINDICAR NADA, MAIS NÃO MEXAM COM OS OFICIAIS GRADUADOS, POIS NÓS SOMOS INTOCÁVEIS E COMO MÉDICOS, PROTEGIDOS PELO CRM, SOMOS INTOCÁVEIS E INVENCÍVEIS. FICOU O RECADO E A DESMORALIZAÇÃO PÚBLICA.

Anônimo disse...

Já fui muito humilhado por este Carniceiro que si diz medico, o Dr. Adir, me colocou APTO eu estando com o pé ainda quebrado, dizendo que eu poderia trabalhar sentado, tive que pegar outros dois laudos particulares e falar com um peixe do comando geral para poder ficar em casa esperando melhorar e tirar o gesso, mais por este médico eu poderia me locomover de minha casa até o quartel normalmente. Com certeza este médico é nazista e na outra encarnaçao foi o JOSEPH MENGELE.

Anônimo disse...

Minha amiga está em estado vegetativo por causa deste MONSTRO, e o pior é que ele saia RINDO das entrevistas que dava, enquanto eu e os familiares estávamos e ainda estamos CHORANDO E SOFRENDO. Já vi pessoas ruins mais este médico é o pior ser humano que já vi em toda minha vida. É frio, é baixo, é cruel, é desumano.

Anônimo disse...

ATENÇÃO MINISTERIO PUBLICO E CRM, ESTE MÉDICO AUDIR NÃO ACEITA E IGNORA ATESTADOS MÉDICOS DO SUS DE ESPECIALIDADES TOTALMENTE DIFERENTE DA DELE. 90% DOS PROCESSOS DE ISO ELE DIZ QUE É SEM CAUSA E EFEITO, NÃO IMPORTANDO QUE SE TENHA OUTROS ATESTADOS MÉDICOS. ELE É CRIMINOSO E DEVE RESPONDER POR ESTAS PRÁTICAS INDECOROSAS E IMORAIS.

Anônimo disse...

tambem fui vitima desta alma sebosa, sofro de hernia de disco e este senhor nao aceitava meus atestados e me deixava apto para trabalhar mesmo estando em crise e sem poder nem andar, é um bandido, pior do que todos que eu ja prendi na rua.

Anônimo disse...

BRIOSA EM FOCO, ESTE MÉDICO AUDIR ESTÁ MERECENDO UMA MATERIA BEM ESPECIFICA E DETALHADA SOBRE TODAS AS ATROCIDADES E ARBITRARIEDADES QUE ESTA PESSOA FAZ TANTO NA SUA VIDA PARTICULAR COMO NA VIDA MILITAR. SÃO CENTENAS DE POLICIAIS MILITARES PREJUDICADOS POR ELE. FAÇAM UMA MATERIA BOTANDO PRA QUEBRAR NELE E DIRECIONEM AO MINISTERIO PUBLICO E AO CRM.

Anônimo disse...

OUTRO CASO QUE O MEDICO AUDIR PREJUDICOU UM PRAÇA E DISCORDOU ILEGALMENTE E DE FORMA ANTI ETICA E COM POSTURA DE DESRESPEITO LEIS VIGENTES:

NP n° 297/2012 CG/CORREG - PUNIÇÃO DE PRAÇA – PRISÃO: O 1º Sgt PM nº 629089, mat.
79240 ANDRÉ FELIPE FREIRE DE MENDONÇA, por ter no dia 02.05.12, por volta das 8h30min, na sala
da Junta Policial Militar de Saúde – JPMS, praticado ato de indisciplina em desfavor do Cap QOS PM
Audir Marinho de Carvalho Filho, após ter recebido o parecer médico do aludido Oficial divergente à
dispensa médica emitida por médico externo à PMAL. Ao ser lhe conferido o direito de defesa, o exerceu,
porém, não conseguiu justificar seu ato transgressional. Fica PRESO por 10 (dez) dias, conforme os
artigos 33, 34 e 35 da Lei nº 5.346 de 26 de maio de 1992 (Estatuto dos Policiais Militares do Estado de
Alagoas), em consonância com os incisos VI, XV e XLI do Art. 32, tendo como circunstâncias atenuantes
previstas nos incisos I e II do Art. 36 e circunstâncias agravantes nos incisos II e VII do Art. 37, todos do
RDPMAL (Regulamento Disciplinar da Polícia Militar de Alagoas), aprovado pelo Decreto Estadual nº.
37.042 de 06 de novembro de 1996. Transgressão disciplinar de intensidade GRAVE, degrada para o
comportamento BOM, devendo cumprir a punição no QCG. (Solução de Sindicância procedida pelo: Cap
QOC PM, mat. 81.701 Vailton Ursulino Barbosa, através da Portaria nº 130 - Sind – CG/Correg., de
24.05.2012).

Anônimo disse...

TODOS OS OFICIAS ALMA SEBOSAS JA TIVERAM MATERIA MOSTRANDO SEUS PODRES, BRIOSA EM FOCO ESTÁ FALTANDO DESTE MÉDICO AUDIR MARINHO, VAMOS EXPOR SEUS PODRES, QUE SÃO MUITOS.

Anônimo disse...

DE MÉDICO E LOUCO TODO MUNDO TEM UM POUCO E O AUDIR MARINHO NÃO TEM NADA DE MÉDICO E TEM TUDO DE LOUCO! ELE É LOUCO PARA PREJUDICAR OS PRAÇAS.

Anônimo disse...

DITADOR, CARNICEIRO, DESRESPEITADOR, VIOLADOR DOS DIREITOS HUMANOS, ANIMAL, MONSTRO, HOMICIDA, CANALHA, ADJETIVOS DO SR. AUDIR MARINHO DA POLICIA MILITAR DE ALAGOAS

Anônimo disse...

(2002-Fala) Vcs do briosa estão de parabéns... Ótima matéria. Será q a Drª Eliane teria coragem de ir ao IML?

Gazeta Web disse...

Assomal reage à proposta do Conseg para médicos militares no IML

Na próxima semana, Conselho de Segurança voltará a discutir o tema

A Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (Assomal) classifica como ilegal a proposta apresentada pelo Conselho Estadual de Segurança Pública de Alagoas (Conseg), na última segunda-feira (08), de obrigar os médicos do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar a desempenhar suas funções no Instituto Médico Legal (IML) de Maceió.

A resolução apresentada pelo presidente do Conseg, juiz Maurício Brêda, dispõe que os médicos devem tirar plantões no IML por um prazo mínimo de três meses, período que poderá ser prorrogado por mais três meses. De acordo com presidente da Assomal, major Wellington Fragoso, o efetivo de médicos na corporação é insuficiente, motivo pelo qual a entidade rechaça a proposta.

"O quadro médico da PM é reduzido para o atendimento institucional. Como todos sabem, são necessários mais investimentos na segurança pública. Vivemos, atualmente, um momento crítico em Alagoas”, frisou.

Ainda de acordo com Fragoso, os médicos militares não teriam formação específica para desempenhar suas funções no IML.

"Se querem solucionar o problema histórico do IML, deveriam fazer concursos públicos imediatamente, ao invés de se deslocar os profissionais que estão à disposição dos militares”, emendou o oficial, lembrando que a votação da resolução foi adiada para a próxima sessão do Conseg, em virtude do pedido dos conselheiros para se analisar o tema com mais profundidade - o argumento do Executivo é o de que o período de seis meses seria necessário para anteceder o lançamento de certame destiando à convocação de profissionais concursados.

Anônimo disse...

Minha gente, estamos com um montão de macetoso e vocês ficam defendendo esses caras, brincadeira, esses espertos tem que se quebrar mesmo, vamos para de proteger o errado...

Anônimo disse...

SÓ TÊM UMA SOLUÇÃO BALA NO AUDIR OK,VAMOS DAR UM SUSTINHO NESTE INFELIZ DAS COSTAS ÔCA.KKKKKKKKK

Anônimo disse...

TAS USANDO UM ANONIMO PARA SE DEFENDER É MEDICO MONSTRO AUDIR? CABRA SAFADO

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver