A ferida que ainda doi

Julho de 2013: Três jovens dirigem-se a um pequeno comércio de materiais de consumo em escritório situado no Benedito Bentes. Um deles adentra ao imóvel e vai em direção ao balcão onde o proprietário – José Maria – está atendendo. Questiona o jovem ao balconista sobre crédito para celular. Quando este vira-se de costas, a arma sacada pelo suposto cliente grita seus projéteis e, após dias no silêncio de um leito do HGE cala-se por definitiva a voz do Sargento R/R Santos.

O crime da Avenida Bela Vista – passados quase dois meses do seu cometimento – parece ter ficado apenas na memória dos parentes e amigos do Militar Reformado, pois aparentemente sequer entrou nas estatísticas da SEDS. A pratica constante da maquiagem dos números não respeita a memória sequer de seus membros. As investigações também seguem a mesma esteira de ação onde possivelmente o resultado a ser apontado seja o mesmo atribuído a maioria dos mais de 2000 homicídios que inundam de sangue o solo do estado.

 Segundo os levantamentos preliminares constantes à versão oficial é que Santos fora executado a mando de traficantes, pelo fato de ser policial militar. Divulgado pela secretaria a órgãos de imprensa a versão de que o suposto executor teria sozinho adentrado o comércio do miliciano e deflagrado os tiros e fugido sem deixar pistas.

O BEF teve acesso a documentos que desmentem esta versão. A verdade é que os executores do Sargento Santos foram capturados pela Polícia, mais especificamente pela FNSP – que participa da fracassada execução do plano Brasil Mais Seguro – e mesmo tendo confessado a prática do odioso crime contra um membro da segurança pública, foram liberados pela polícia:


São eles “ALDO”, acusado de ter sido o autor dos disparos:


“Bicudo”, seu comparsa:


“Maxswell”, outro que auxiliou na empreitada assassina:


Como pode membros da segurança de forma discricionária liberarem confessos réus da execução covarde de um militar estadual em atitude clara de prevaricação e desídia? Quais providências tomará o secretário de insegurança com relação a tal violação da norma?

Nos do BEF cumprimos a nossa missão de não permitir que nada seja jogado para debaixo do tapete e sugerimos que os companheiros fiquem atentos para as fuças destes marginais.

Estamos sós. É preciso depor este comando omisso antes que não exista mais militares, vitimados pela bandidagem.

E visando evitar que eventos como estes tornem a acontecer, mais do que nunca...

...precisamos eleger um Deputado Estadual para defender nossos interesses!

13 comentários :

Anônimo disse...

Façamos o que tem que ser feito... Quando nos depararmos com eles, fogo.

Anônimo disse...

e ae sgt braz, d~e sua opinião, esse mininos, merecem morrer ou viver? o sr vai ser deputado ou não ?

Anônimo disse...

na terra onde DADÁ comanda é assim, Policiais sem moral, porisso que devemos mudar assembleia com novos nomes e homens de coragem. não vou deixar de puxar o saco do sgt brás, o nosso deputado estadual, pq sei que ele é homem de bem, de caráter e de personalidade. parabéns sgt brás pela sua promoção. TEN RR Batista

Anônimo disse...

na terra onde DADÁ comanda é assim, Policiais sem moral, porisso que devemos mudar assembleia com novos nomes e homens de coragem. não vou deixar de puxar o saco do sgt brás, o nosso deputado estadual, pq sei que ele é homem de bem, de caráter e de personalidade. parabéns sgt brás pela sua promoção.

Anônimo disse...

na terra onde DADÁ comanda é assim, Policiais sem moral, porisso que devemos mudar assembleia com novos nomes e homens de coragem. não vou deixar de puxar o saco do sgt brás, o nosso deputado estadual, pq sei que ele é homem de bem, de caráter e de personalidade. parabéns sgt brás pela sua promoção.

Anônimo disse...

ta aí, as fotos de 03 crianças inocentes, por que a equipe dos direitos humanos não os levam para casa...estas fotos precisam ser divulgadas nas unidades,para quando militares de serviço os vejam, e os matem logo de vez, esses porcos não devem sobreviver, os direitos humanos que se arrobem, sgt brás, vem por ai, pra botar pocando nesse marginais.

Anônimo disse...

Cada a cara da outra alma sebosa? O tal do maxswel.

Anônimo disse...

isso é umas desgraças que deveriam pagar na mesma moeda ouqe fizeram com o companheiro irmao de farda.

GOSTARIA DE APROVEITAR PARA COLOCAR AQUI MEU DESEJO DE COMPRAR UMA PISTOLA TAURUS MODELO 638 PRO SA. SE TIVER ALGUEM INTERESADO EM VENDER, FAVOR RESPONDER.

Anônimo disse...

ontinuarei a bater na mesma tecla: Tivemos um caso de exclusão porque o militar saiu na mídia de maneira negativa, mesmo tendo as queixas retiradas contra ele, mas, o comando diz que ele atentou contra a honra e o pudonor militar por sair na mídia.
Então façam uma matéria mostrando que o ex comandante geral cel. Luciano atentou contra o mesmo princípio qd teve prisão decretada e até hoje não foi aberto procedimento, mostrem quantas matérias negativas o cel. dário figurou e não foi aberto procedimento. Mostrem o que é pudonor, e como é interpretado na PMAL.
PM Esclarecido

Anônimo disse...

isso, são um bando de fio da peste, tomara que esse sgt braz, saia candidato a deputado., e mande matar esses fio do cranco

Anônimo disse...

Outra ferida que ainda dói:

SEGESP APRESENTA IMPACTO FINANCEIRO DO REALINHAMENTO

Os representantes das associações militares participaram na manhã desta quarta-feira (16) de mais uma reunião com o secretário de Estado da Gestão Pública, Alexandre Lages para discutir o realinhamento da tabela de subsídio da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. O encontro aconteceu na sede da Segesp, situada no Centro de Maceió.

Durante o encontro, Lages acompanhado da Secretária Adjunta de Gestão Pública,Ricarda Calheiros mostrou o impacto financeiro da tabela apresentada pelos líderes militares na última reunião realizada em dezembro de 2012.

Segundo o Presidente da Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (ASSOMAL) Major Wellington Fragoso, a reunião foi proveitosa e a solução deve acontecer nos próximos dias, contudo notou que o Governo tenta ganhar tempo, “Não podemos mais esperar, estas reuniões estão ficando cansativas e improdutivas, a tropa espera por uma resposta definitiva, temos responsabilidades perante os militares que estão sendo representados neste momento”, afirmou o líder da ASSOMAL. Para ele, com um pouco mais de atenção do governo para com os ordeiros e bravos militares estaduais. o realinhamento pode ser definido já na próxima reunião marcada para o dia 28, entre os lideres militares e Segesp, para que o Governador possa bater o martelo.

De acordo com informações do presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Militares de Alagoas (ASSMAL), sargento PM Teobaldo de Almeida, a Segesp informou que o impacto gira em torno de R$ 15 milhões mensais. “Nesta nova proposta houve uma redução de mais de 50% em relação à primeira proposta apresentada pela categoria. Na reunião, ficou acertado que o estado negociará o realinhamento até 2014, onde serão analisados todos os percentuais que os militares têm direito”, afirmou o líder militar.

O presidente da Associação de Cabos e Soldados em Alagoas (ACS/AL), cabo PM José Soares, declarou que a reunião na Segesp foi proveitosa e está confiante com relação ao realinhamento dos militares. “Teremos uma resposta concreta ainda este mês e com certeza toda tropa será beneficiada. Estamos lutando por isso”.

Soares explicou ainda que está um pouco ausente nos batalhões devido às diversas reuniões em que está envolvido em prol dos militares.

Na reunião estiveram presentes: o sargento Teobaldo de Almeida (presidente da ASSMAL), cabo José Soares (presidente ACS/AL), sargento André Ramalho (presidente da ABMAL), Major Wellington Fragoso (presidente da ASSOMAL), sargento José Guimarães (ARPMAL), coronel José Campos (ASSORPOBOM), cabo Wagner Simas (presidente da ASPRA) e cabo Washington (diretor da ASPRA).

Representando o Comando da PM, o subcomandante coronel Mário da Hora e o diretor de finanças, coronel Ricardo, estiveram presentes em uma negociação de classe. “Já é um avanço. O Comandante da PM, coronel Dimas, não tem a intenção de complicar ou dificultar. Pelo contrário, ele está dando total apoio. Por isso, a participação do corpo técnico da PM, que vem buscando o melhor para tropa”, disse coronel Ricardo.

No dia 28 de janeiro, a partir das 15h, a categoria voltará a se reunir com a Segesp. No encontro, o secretário Alexandre Lages e os técnicos da Segesp irão apresentar a contraproposta do Governo.

Movimento Unificado dos Militares

Anônimo disse...

uma matéria extraída de um anonimo, no tocante ao PM PADRÂO...

Continuarei a bater na mesma tecla: Tivemos um caso de exclusão porque o militar saiu na mídia de maneira negativa, mesmo tendo as queixas retiradas contra ele, mas, o comando diz que ele atentou contra a honra e o pudonor militar por sair na mídia.
Então façam uma matéria mostrando que o ex comandante geral cel. Luciano atentou contra o mesmo princípio qd teve prisão decretada e até hoje não foi aberto procedimento, mostrem quantas matérias negativas o cel. dário figurou e não foi aberto procedimento. Mostrem o que é pudonor, e como é interpretado na PMAL.
PM Esclarecido.....

aí,entro, digo e pergunto, kd vc sagento brás, o senhor, foi vítima se algumas safadezas do alto comando, nos anos 98 a 2000, acompanhei sua briga no ministério publico, quando teve a coragem de brigar com médico tarada, hj cel claudionor... parabén sgt, queremos que o senhor seja candidato, ganhe e vamos acabar com esta safadeza da PM>AL.

Anônimo disse...

uma matéria extraída de um anonimo, no tocante ao PM PADRÂO...

Continuarei a bater na mesma tecla: Tivemos um caso de exclusão porque o militar saiu na mídia de maneira negativa, mesmo tendo as queixas retiradas contra ele, mas, o comando diz que ele atentou contra a honra e o pudonor militar por sair na mídia.
Então façam uma matéria mostrando que o ex comandante geral cel. Luciano atentou contra o mesmo princípio qd teve prisão decretada e até hoje não foi aberto procedimento, mostrem quantas matérias negativas o cel. dário figurou e não foi aberto procedimento. Mostrem o que é pudonor, e como é interpretado na PMAL.
PM Esclarecido.....

aí,entro, digo e pergunto, kd vc sagento brás, o senhor, foi vítima se algumas safadezas do alto comando, nos anos 98 a 2000, acompanhei sua briga no ministério publico, quando teve a coragem de brigar com médico tarada, hj cel claudionor... parabén sgt, queremos que o senhor seja candidato, ganhe e vamos acabar com esta safadeza da PM>AL.

Postar um comentário

Comente, opine, se expresse. Este espaço é seu!
Não se omita, deixe a sua participação.

Se quiser fazer contato por e-mail, escreva para contatobriosaemfoco@gmail.com

Guarnição da bef

Destaque nos últimos 30 dias

 
Meu Profile: Área Restrita - Somente PESSOAL AUTORIZADO pode ver